EUA precisam analisar seu papel em regimes autoritários na América Latina,diz Obama

O presidente norte-americano, Barack Obama, disse, durante ato de homenagem às cerca de 30 mil vítimas da ditadura argentina, cujo golpe completa 40 anos hoje, dia 24, que Washington precisa “analisar o passado” que levou a apoiar regimes autoritários na América Latina. “Existem polêmicas sobre as políticas norte-americanas” aplicadas nos anos 1960, 1970 e 1980 e “isso é algo no qual estamos trabalhando”, acrescentou.

Do Jornal do Brasil 

Obama ainda pronunciou em espanhol a frase que se converteu no símbolo da luta pela retomada da democracia: “Nunca más!”. “Vocês serão os que farão com que o passado não se repita”, disse em evento no Parque da Memoria, em Buenos Aires, na companhia do colegaargentino, Mauricio Macri.

O líder norte-americano ainda reiterou a desclassificação de arquivos militares e de Inteligência referentes à ditadura argentina (1976-1983).

Organizações e familiares de vítimas consideraram uma falta de respeito a presença de Obama no ato após Washington ter ajudado a orquestrar o golpe militar no final dos anos 1970. Desta forma, organizações dos direitos humanos, como as Mães e a Avós da Praça de Maio, não participaram do evento. Ainda hoje, as Mães e a Avós realizarão um ato na Praça de Maio em repúdio ao golpe. Milhares de pessoas são esperadas. (ANSA)

+ sobre o tema

Salve Zumbi e João Cândido, o mestre sala dos mares

Por Olívia Santana   Há 15 anos, após uma grande marcha...

Lei 13.019: um novo capítulo na história da democracia brasileira

Nota pública da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais...

Procurador-geral da República, Janot, pede prisão de Renan, Sarney, Jucá e Cunha

Janot também pediu afastamento de Calheiros da presidência do...

Passagem de ônibus em SP vai aumentar para R$ 3

Declaração foi feita pelo prefeito Gilberto Kassab na manhã...

para lembrar

Vanete Almeida, a guerreira do semiárido se encantou

Há menos de um ano recebi um e-mail apreensivo...

JIM O’NEILL, BRASILEIRO

Em longa entrevista ao iG, o economista Jim O'Neill,...

Atriz branca acusada de fazer papel de negra concorda e faz lindo manifesto

Alguém da plateia chamou a atenção para o fato...

Maria de Magdala, a santa Maria Madalena, ícone feminista

O boato de que Maria de Magdala, contemporânea de...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...

Morre o político Luiz Alberto, sem ver o PT priorizar o combate ao racismo

Morreu na manhã desta quarta (13) o ex-deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), 70. Ele teve um infarto. Passou mal na madrugada e chegou a ser...

Equidade só na rampa

Quando o secretário-executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Cappelli, perguntou "quem indica o procurador-geral da República? (...) O povo, através do seu...
-+=