Tag: governo Obama

    blank

    Para Robin Wright, Michelle Obama seria ‘uma presidente formidável’

    Em participação no Festival de Cannes, atriz falou sobre feminismo, política e a próxima temporada da série da Netflix. Por Andréa Martinelli Do Huff post Brasil "Donald Trump roubou todas as ideias para a sexta temporada " A quinta temporada de House of Cards estreia só no dia 30 deste mês, mas talvez Donald Trump, nos últimos dias, tenha dado spoilers sobre a próxima temporada da série. A afirmação é da atriz Robin Wright, de 51 anos, que interpreta a primeira dama Clair Underwood na série da Netflix. Ela foi convidada pela Variety e pela Kering's Women in Motion para fazer uma palestra no Festival de Cannes, que acontece nesta semana, na França. Segundo a Variety, ao dizer que Trump roubou todas as ideias da série, Wright afirma que, diante do cenário atual "precisa enxergar esperança em algum lugar", já que ainda sobram quatro anos para o atual ...

    Leia mais
    Foto: Jim Watson/AFP/Getty Images

    Companhia das Letras publicará livros de Barack e Michelle Obama no Brasil

    No fim de fevereiro, o casal assinou um acordo editorial de valor recorde com a Penguin Random House, que prevê um livro de cada um. O Grupo Companhia das Letras confirmou que irá publicar no Brasil os livros do ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama e sua mulher, Michelle. No fim de fevereiro, o casal assinou um acordo editorial de valor recorde com a Penguin Random House, que prevê um livro de cada um. Os livros já tem lançamento previsto no Reino Unido, na Austrália, na Índia, na Irlanda, na Nova Zelândia e na África do Sul. Além dessas edições em inglês, as obras do casal também serão traduzidas para o espanhol, o português e o catalão -além do Brasil, Espanha, Chile, Argentina, México, Peru, Uruguai e Portugal já preveem a publicação. Apesar de os detalhes do acordo do casal não terem sido revelados pela editora Penguin, o jornal "Financial ...

    Leia mais
    US First Lady Michelle Obama waves from the stage after addressing delegates on Day 1 of the Democratic National Convention at the Wells Fargo Center in Philadelphia, Pennsylvania, July 25, 2016. / AFP / Robyn BECK (Photo credit should read ROBYN BECK/AFP/Getty Images)

    16 escritores refletem sobre o significado mágico de Michelle Obama

    Em seu prefácio a The Meaning of Michelle (O significado de Michelle, em tradução livre), a cineasta Ava DuVernay descreve uma cena histórica. Como não poderia deixar de ser, quem está ao centro de seu relato é Michelle Obama, a primeira-dama que passou dois mandatos presidenciais ao lado de seu marido, o presidente Barack Obama, e de algumas maneiras o ultrapassou. No dia específico que DuVernay recordou, Michelle, de vestido vermelho de corte reto, estava visitando sua então futura residência pela primeira vez. Por Katherine Brooks Do Brasil Post “Discreta? Que nada! A imagem dela subindo os degraus da Casa Branca com confiança no andar foi transformadora”, escreve DuVernay. “Bastou sua escolha de roupa para essa irmã estelar levar uma lufada de ar fresco para o ambiente solene da residência mais famosa do mundo. Bastou aquela fotografia para Michelle infundir orgulho, verve e elegância à imagem da primeira-dama. Muitas de ...

    Leia mais
    blank

    Artista que criou icônico pôster de esperança por Obama lança novas imagens

    Há oito anos, o artista Shepard Fairey criou uma icônica imagem do então novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O pôster em azul e vermelho junto à palavra Hope (‘esperança’, em inglês) acabou se tornando o símbolo do governo do democrata, primeiro afro-americano a assumir o cargo. Do Hypeness Agora, com a mudança da liderança na presidência dos Estados Unidos, o artista criou novas imagens. No entanto, ao invés de homenagear Donald Trump como fez com Obama, Fairey criou cartazes que mostram mulheres de diferentes etnicidades. Uma moça latina aparece junto à frase, “Lutamos pela dignidade“, a muçulmana acompanha a frase “O povo é maior que o medo” e a negra: “Protegemos uns aos outros”. As criações de Fairey fazem parte do movimento “We the People” (Nós, o povo”), iniciativa da ONG Amplifier Foundation e devem ser utilizadas em manifestações contra “ódio, medo e racismo”. Os cartazes representam as minorias ...

    Leia mais
    blank

    “Sim, nós podemos”: o maior legado dos oito anos de Obama. Por Marcos Sacramento

    Faltam poucos dias para o fim da era Obama. Lembro o quanto fiquei empolgado ao conhecer o então senador em 2007, por meio de um vídeo da convenção Democrata daquele ano postado no Youtube. Para mim, ver um negro com possibilidades concretas de comandar a maior potência mundial foi um alento no cenário onde os espaços privilegiados eram dominados por brancos. Embora naquele tempo eu fosse leigo em questões raciais, me incomodava a escassa presença negra em postos de destaque que não fossem no esporte ou na cultura pop. A eleição de Obama, no ano seguinte, deu o seguinte recado ao negros e negras dos Estados Unidos e de países como o Brasil, onde somos uma minoria apesar sermos a maior parcela da população: “Sim, nós podemos”. Este simbolismo inquestionável não poupou os dois mandatos de Obama das críticas de parte da comunidade negra. Muitos acusam os poucos avanços no ...

    Leia mais
    U.S. President Barack Obama waves during his farewell address in Chicago, Illinois, U.S., on Tuesday, Jan. 10, 2017. Obama blasted "zero-sum" politics as he drew a sharp contrast with his successor in his farewell address Tuesday night, acknowledging that despite his historic election eight years ago his vision for the country will exit the White House with him. Photographer: Christopher Dilts/Bloomberg via Getty Images

    Os ensinamentos que Obama deixou para todos nós em seu discurso de despedida

    Emocionante, capaz de nos fazer refletir e conciliador.Foram assim as palavras do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, em seu discurso de despedida. Sem ataques diretos ao adversário, o presidente eleito Donald Trump, com palavras de gratidão e muitas dicas de lição de vida, o discurso de Obama é um convite à reflexão. Por Grasielle Castro, para Huffpost Brasil Obama, que deixa a presidência da maior potencial mundial em 10 dias, decreta que a democracia dos Estados Unidos está sob ameaça. “Para ela funcionar, é preciso de um senso básico de solidariedade.” Em Chicago, onde iniciou a carreira política, Obama ressaltou os avanços pós-modernas permeadas por fatores como tecnologia, por meio das redes sociais, e mudanças climáticas. O primeiro presidente negro dos Estados Unidos também não podia deixar de falar da questão racial. Para ele, ainda é preciso que as minorias se unam. Aqui estão os principais ensinamentos e reflexões que ...

    Leia mais
    Foto: Jim Watson/AFP/Getty Images

    As melhores fotografias de Barack Obama na Presidência

    A presidência de Obama foi um presente para os editores de imagem: jovem e atraente com uma família bonita, ele trouxe uma abertura e senso de diversão para a Casa Branca invisível desde JFK. A editora de imagens americana, Sarah Gilbert, seleciona suas fotos favoritas de seus oito anos no cargo  por Sarah Gilbert no The Guardian Nesta foto, tomada momentos antes de Obama ter feito o juramento de se tornar o 44º presidente dos Estados Unidos em 2009, eu gosto do senso de quietude, da pausa enquanto ele saboreia o momento Fotografia: Charles Ommanney Eu amo esta foto do proprietário do restaurante Scott Van Duzer dando a Obama um abraço de urso na Flórida. Embora não seja tecnicamente brilhante ou bonito, a foto mostra um verdadeiro momento de exuberância, e o olhar de choque no rosto do homem na extrema direita é fantástico ...

    Leia mais
    Foto: Paul Morigi/WireImage

    Michelle Obama despede-se da Casa Branca com apelo pela tolerância

    Cor da pele, riqueza... Nada disso realmente importa' Fonte: Brasil Post Rafael Nardini "Sabendo que nós fizemos tudo isso até aqui e nós sobrevivemos e de muitas maneiras prosperamos". Michelle Obama começa a despedir-se da Casa Branca. Na noite desta segunda-feira (19) foi a vez de, como primeira-dama, conceder sua última entrevista. A conversa aconteceu, como poderiam prever, com Oprah Winfrey, apoiadora de longa data de Barack Obama e que acabou tornando-se uma das estrelas próximas da família presidencial nestes últimos oito anos. No especial de uma hora de duração, Michelle mostrou serenidade com o futuro americano, disse estar na torcida pelo novo presidente Donald Trump - sem jamais citar o nome do republicano - e, como de costume, distribuiu conselhos e quis mostrar-se forte para seguir em frente após a derrota acachapante do Partido Democrata e Hillary Clinton em novembro. "Esta última eleição foi um desafio para assistir como ...

    Leia mais
    Barack Obama (Foto: REUTERS/Kevin Lamarque)

    Obama diz que cor da pele influenciou avaliação de seu governo

    O presidente dos EUA, Barack Obama, falou abertamente sobre o racismo que enfrentou durante os oito anos em que foi presidente dos EUA. Enquanto se prepara para deixar a Casa Branca no dia 20 de janeiro - quando passa o cargo para o republicano Donald Trump - o mandatário conversou com Fareed Zakaria, repórter da CNN. [email protected] to @FareedZakaria in #ObamaLegacy: Are there people whose primary concern is that I seem foreign? Absolutely https://t.co/VLBUR6m6es — CNN (@CNN) 8 de dezembro de 2016 "Há pessoas para quem a principal preocupação sobre mim é o fato de eu parecer estrangeiro - o outro?", perguntou Obama, retoricamente. "Absolutamente", completou. Ao longo da entrevista, ele ressaltou que sofreu racismo "nas margens da oposição", e pontuou ainda a diferença de atitudes sobre sua presidência entre o norte e o sul dos EUA, historicamente mais conservador. A questão racial vem sendo constantemente abordada ao longo dos dois mandatos de Obama, ...

    Leia mais
    Luke Sharret/The New York Times

    Cornel West: Adeus, neoliberalismo americano. Chegou a nova era

    Por Cornell West Tradução: Jaqueline Lima Santos para o Portal Geledés Fonte: The Guardian A era neoliberal estadunidense chegou ao fim com o golpe neofacista. O triunfo político de Donald Trump quebrou as estruturas dos partidos Democrata e Republicano – ambos comprometidos com as regras do Big Money (instituições financeiras) e com reinado de políticos vendidos/prostituídos. As dinastias Bush e Clinton foram destruídas pela atração saturada pelos meios de comunicação de bilionários pseudo-populistas com sensibilidade narcisista e inclinação fascista. A eleição monumental de Trump foi um clamor humano desesperado e xenofóbo vindo de seus corações por uma saída sob a devastação da ordem neoliberal em desintegração – um retorno nostálgico a um passado imaginário de nobreza. Trabalhadores brancos – e cidadãos de classe média – por raiva e angústia – rejeitaram a negligência econômica das políticas neoliberais e o a arrogância auto-justificada das elites. No entanto, estes mesmos cidadãos apoiaram ...

    Leia mais
    blank

    Cornel West: Goodbye, American neoliberalism. A new era is here

    Trump’s election was enabled by the policies that overlooked the plight of our most vulnerable citizens. We gird ourselves for a frightening future by The Guardian The neoliberal era in the United States ended with a neofascist bang. The political triumph of Donald Trump shattered the establishments in the Democratic and Republican parties – both wedded to the rule of Big Money and to the reign of meretricious politicians. The Bush and Clinton dynasties were destroyed by the media-saturated lure of the pseudo-populist billionaire with narcissist sensibilities and ugly, fascist proclivities. The monumental election of Trump was a desperate and xenophobic cry of human hearts for a way out from under the devastation of a disintegrating neoliberal order – a nostalgic return to an imaginary past of greatness. White working- and middle-class fellow citizens – out of anger and anguish – rejected the economic neglect of neoliberal policies and the self-righteous ...

    Leia mais
    Michele Obama (Foto: GETTY IMAGES)

    Descendente de escrava e tutora do futuro marido: cinco curiosidades sobre a vida de Michelle Obama

    Michelle LaVaughn Robinson Obama, mais conhecida como Michelle Obama, fez história nos Estados Unidos há oito anos, formando com Barack Obama o primeiro casal presidencial negro na história do país. A primeira-dama, que recentemente foi alvo de racismo ao ser chamada de "macaca de salto alto" na internet por uma funcionária pública de uma pequeno condado americano, em um caso que teve grande repercussão no país, é socióloga e jurista, e dedicou-se, durante os dois mandatos de seu marido, a combater a obesidade infantil e a defender questões como a importância do exercício físico, além de ter trabalhado na promoção dos direitos das mulheres a nível internacional. Nos últimos meses, ela participou ativamente na campanha presidencial de Hillary Clinton, dando discursos emocionados a favor da candidata democrata, que, no fim, perdeu a eleição para Donald Trump. A poucas semanas do término do mandato de Obama, a primeira-dama tem um índice ...

    Leia mais
    blank

    Filme sobre início do relacionamento de Obama e Michelle faz sucesso

    Longa mostra o futuro presidente desleixado e tentando chamar a atenção da advogada Por Henrique Gomes Batista Do O Globo A cinco meses de deixar a Casa Branca, Barack e Michelle Obama chegam à vida dos americanos de uma maneira inusitada: no cinema. Em exibição em mais de 800 salas pelo país, “Southside with you” mostra uma versão romanceada do primeiro encontro afetivo do casal. Ambientado em 1989 em Chicago, o filme tem empolgado o público: no fim de semana de estreia, foi o 13º filme mais visto do país, arrecadando US$ 3,1 milhões. O jovem Barack Obama, de 28 anos, é retratado de uma maneira bem diferente da que o país conhece hoje: fumando sem parar, com um carro velho amarelo com um furo no assoalho e numa casa sem, digamos, o máximo de asseio — a louça suja acumulada dá um ar adolescente ao futuro presidente. Por outro lado, ...

    Leia mais
    Obama diz que foram mulheres as pessoas mais importantes da vida dele, e cita a primeira-dama Michelle (Foto: AP)

    Obama assina artigo feminista e diz que homens devem lutar contra o machismo

    Em um artigo que já vem sendo considerado histórico, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se declarou um feminista e defendeu a ideia de que é preciso trabalhar ainda mais pela igualdade entre gêneros e que a responsabilidade na luta contra o machismo também é dos homens. O texto foi publicado na revista Glamour e reforça o posicionamento do presidente norte-americano, que se apresentou durante uma conferência em Washington no início deste ano dizendo: "é assim que um feminista se parece". No artigo, Obama afirma que as pessoas mais importantes da vida dele são mulheres, citando a mãe, a avó que ajudou a criá-lo, as filhas Malia e Sasha, e claro, a esposa, Michelle. Para o presidente, apesar de muitas mudanças ainda serem necessárias, houve avanços no respeito ao direito e dignidade das mulheres. "Os progressos que fizemos nos últimos 100, 50 anos, e até nos últimos oito anos, ...

    Leia mais
    US First lady Michelle Obama speaks during a dinner to celebrate The White House Summit on the United State of Women at Department of State in Washington, DC on June 14, 2016. / AFP / Jose Luis Magana (Photo credit should read JOSE LUIS MAGANA/AFP/Getty Images)

    Para tudo! Michelle Obama chegou para reinar no snapchat

    A primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, e a mais nova queridinha do Snapchat. Do Brasil Post Ela anunciou a criação da conta nesta terça-feira (21) por meio de um post no Medium. De acordo com a assessoria da primeira-dama, quem acompanhar os posts de Michelle vai ficar informado sobre os projetos conduzidos por Michelle, inclusive um projeto que visa levar educação par meninas ao redor do mundo. E a gente (que já segue) garante: a primeira-dama também está dando um show de bom humor por lá.   The First Lady [email protected] ? Add: 'MichelleObama' ? pic.twitter.com/AEQLdkOtLr — The First Lady (@FLOTUS) June 21, 2016 Na semana que vem, a primeira-dama viaja para a Libéria, Marrocos e Espanha para divulgar o projeto Let Girls Learn (Deixem as Meninas Aprenderem, em tradução livre) e já promete snaps com ativistas da campanha, inclusive a estrela Meryl Streep.   Oh hey! Look who just ...

    Leia mais
    blank

    Prefeito londrino sob fogo cruzado após chamar Obama de ‘meio queniano’

    Johnson é acusado de racismo por dizer que presidente tem aversão ancestral pelo país Do O Globo LONDRES — O prefeito de Londres, Boris Johnson, enfrenta fortes críticas nesta sexta-feira por ter sugerido que Barack Obama teria uma aversão ancestral pelo Império Britânico por causa das suas raízes do Quênia. Em visita ao Reino Unido, o presidente americano defendeu a permanência do país na União Europeia (UE) com um artigo na imprensa britânica — posição a que Johnson faz forte oposição. Em resposta, o prefeito questionou o presidente com duras palavras que levantam acusações de racismo contra ele. Em artigo do jornal “The Sun”, Johnson alegou que um busto do ex-premier britânico Winston Churchill foi removido da Casa Branca após a eleição de Obama. Para o prefeito, este é um símbolo da aversão ancestral parcialmente queniana do presidente pelo Império Britânico, do qual Churchill foi um vigoroso defensor. O pai ...

    Leia mais
    "Existem polêmicas sobre as políticas norte-americanas" aplicadas nos anos 1960, 1970 e 1980 e "isso é algo no qual estamos trabalhando", disse Obama, em Buenos Aires

    EUA precisam analisar seu papel em regimes autoritários na América Latina,diz Obama

    O presidente norte-americano, Barack Obama, disse, durante ato de homenagem às cerca de 30 mil vítimas da ditadura argentina, cujo golpe completa 40 anos hoje, dia 24, que Washington precisa "analisar o passado" que levou a apoiar regimes autoritários na América Latina. "Existem polêmicas sobre as políticas norte-americanas" aplicadas nos anos 1960, 1970 e 1980 e "isso é algo no qual estamos trabalhando", acrescentou. Do Jornal do Brasil  Obama ainda pronunciou em espanhol a frase que se converteu no símbolo da luta pela retomada da democracia: "Nunca más!". "Vocês serão os que farão com que o passado não se repita", disse em evento no Parque da Memoria, em Buenos Aires, na companhia do colegaargentino, Mauricio Macri. O líder norte-americano ainda reiterou a desclassificação de arquivos militares e de Inteligência referentes à ditadura argentina (1976-1983). Organizações e familiares de vítimas consideraram uma falta de respeito a presença de Obama no ato ...

    Leia mais
    blank

    Obama em Cuba: ‘vim para enterrar últimos vestígios da guerra fria’

    Presidente dos Estados Unidos declarou que está em Havana para "enterrar o último vestígio" da Guerra Fria nas Américas; Barack Obama fez um discurso histórico no Grand Theater de Havana, na presença do presidente cubano, Raúl Castro; viagem é a primeira de um presidente dos EUA a Cuba em 88 anos; presença de Obama em Havana representa o ápice da retomada do laços diplomáticos que ele e Raúl Castro anunciaram em dezembro de 2014 O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou nesta terça-feira que está em Havana para "enterrar o último vestígio" da Guerra Fria nas Américas, em discurso histórico ao povo cubano transmitido à nação comunista. Obama discursou no Grand Theater de Havana, na presença do presidente cubano, Raúl Castro, no que autoridades da Casa Branca classificaram como o momento de coroação da visita do norte-americano. Obama disse que estava lá para "estender a mão à amizade". Os comentários de ...

    Leia mais
    blank

    Obama chega a Cuba neste domingo para selar reaproximação histórica

    Aposta é dificultar qualquer recuo de próximo presidente dos EUA. Reunião com Raúl Castro será na segunda-feira. Do G1 O presidente dos Estados Unidos Barack Obama chega na tarde deste domingo (20) a Cuba, acompanhado da primeira-dama Michelle Obama e das filhas Malia e Sasha, em uma viagem história que tem como objetivo selar a reaproximação entre os dois países. Quando o avião presidencial Air Force One aterrissar em Cuba, cerca de um século após a última visita de um presidente americano em exercício, Obama virará uma página da história dos EUA e permitirá que a imagem da primeira potência mundial mude em toda a América Latina. Em julho, EUA e Cuba retomaram suas relações diplomáticas e abriram embaixadas nos respectivos territórios depois de vários meses de negociações que puseram um ponto final a mais de meio século de ruptura. O anúncio de que os dois países retomariam suas relações ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    blank
    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist