Karol Conka reflete os “Tempos Insanos” em novo clipe

Desde os protestos em apoio ao movimento Black Lives Matter, passando pela pandemia que assola o mundo, até as injustiças que infelizmente sempre fizeram parte do nosso país, a nova música de Karol Conká traz bastante reflexão com o jeito único da artista. “Tempos Insanos” já chega com videoclipe que transmite a observação da cantora sobre o momento atual no mundo.

“Sempre abordei temas atuais nas minhas canções, e agora não seria diferente. Faço da minha arte instrumento de incentivo, acreditando que novos e melhores tempos virão. Escrevi ‘Tempos Insanos’ nesse momento de isolamento em que estamos vivendo, como uma forma de retratar o que estava sentindo”, conta Karol Conka.

A música conta com a produção de WC no Beat, que falou sobre a forma de trabalhar com a cantora. “Foi muito maneiro trabalhar com a Karol, transparecer o nosso lado musical brasileiro junto com dois produtores dos Estados Unidos [Xavi e Ryan O’Neil] dando uma batida bem trap, bem obscura e forte, e ela com um tema muito empoderado. Tá muito bacana esse som e o clipe também tá bonitão. Espero que todos gostem”.

Com direção de Arthur Carratu e Haruo Kaneko, tudo foi pensado para dar a força que a música pede. Conka atua em pequenos cômodos pintados de forma artística, onde são projetados recortes de jornal com mensagens e muitos efeitos de pós-produção. Algumas cenas em preto e branco conferem um toque de elegância.

A live que Karol Conka fará nesta sexta-feira (3/7), a partir das 21h em seu canal no YouTube, também foi batizada de “Tempos Insanos” e ganhará, obviamente, a primeira apresentação ao vivo da nova música.

E ao que parece não será uma transmissão simples. A cantora quer fazer algo novo, valorizando o trabalho de artistas visuais pretos, divulgando músicas de outras cantoras pretas e também receber participações especiais, interagindo bastante com o público e com outros artistas.

+ sobre o tema

O samba era visto como instrumento político, de aglutinação e controlo das massas

 Marta Lança entrevista Nei Lopes Em 1942 a Música Popular...

Lucy Ramos muda visual e reforça malhação para viver funkeira às 21h

A imagem da recatada Maria Cesária em "Cordel encantado"...

Olimpíadas

Recusando-se a cumprir o script adotado pela mídia na...

Africana e ativista contra racismo se torna ministra do novo governo israelense

A advogada, de 39 anos, Pnina Tamano-Shata, foi nomeada...

para lembrar

Morre o ativista Ivan Rodrigues Costa

O Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN/MA), a...

Batekoo lança selo musical de artistas negros

Coletivo que nasceu na Bahia apresenta novo projeto de...

Justiça racial: sociedade e Estado em prol da igualdade

Por muito tempo, discriminação foi tema ignorado por Marcia Lima...

Grada Kilomba é a artista que Portugal precisa de ouvir

Escritora e artista portuguesa a residir em Berlim, é...
spot_imgspot_img

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

Dia 21, Maurício Pazz se apresenta pela primeira vez no Instrumental Sesc Brasil

Maurício Pazz, paulistano, nos convida a mergulhar nos diferentes sotaques oriundos das diásporas africanas no Brasil. No repertório, composições musicais do próprio artista, bem...

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...
-+=