Lira – Uma diva da música sul africana

Lira nasceu Lerato Molapo no município Daveyton no leste de Joanesburgo. Seu nome significa “amor” em Sesotho e ela fala cinco línguas. Ela é uma cantora de Afro-Soul premiada e se refere a sua música como “uma fusão de soul, funk, elementos de jazz e Africano”.

Início da vida

Seu mundo foi moldado pela dura realidade do apartheid raciais e socioeconômicas da África do Sul. Ela cresceu ouvindo Miriam Makeba, Stevie Wonder, Aretha Franklin e Nina Simone, que acabaria por inspirar suas composições. Ela começou a se apresentar ao vivo em 16 anos de idade, cantando versões covers e canções próprias.

Lira estudou contabilidade e usou suas habilidades em troca de tempo de gravação em um estúdio local, resultando em sua primeira demo com a idade de 18 anos. Após a formatura, Lira continuou na trabalhando em contabilidade por mais dois anos. Com a ambição de ser uma cantora demitiu-se e criou um plano de cinco anos para sua carreira musical.

Carreira

Em 2000, ela foi descoberta pelo músico / produtor Arthur Mafokate, que assinou com ela para sua gravadora, 999 Music, e a ajudou com o lançamento de seu álbum debut, All My Love (2003). O álbum lhe rendeu elogios no Metro FM Awards, Prémios de Música do Sul Africano e O Canal Music Awards Reel. A faixa-título, bateu a faixa de Beyonce “Dangerously in Love”.

No ano seguinte, ela deixou 999 Música e juntou-se com o tecladista Victor Mngomezulu, Tshepo baixista Sekele e Robin produtor Kohl, posteriormente, comprada pela Sony Music África e lançou seu primeiro álbum Feel Good (2006).

O álbum foi um enorme sucesso, levou a várias nomeações e vitórias no Prêmio Sul-Africano de Música (SAMA). Em julho de 2007 o álbum foi lançado na Itália, onde a sua faixa título foi sucesso absoluto.

No verão de 2010, ela se juntou a um line up de artistas que incluiu Alicia Keys, Shakira, K’Naan e John Legend, na Copa do Mundo FIFA Kick-Off Concert executar uma versão de “Pata Pata”, uma canção de sucesso gravado originalmente pelo final de Miriam Makeba.

Mais tarde naquele verão, ela foi selecionada para participar da festa de aniversário 92 do ex-presidente Sul-Africano Nelson Mandela. Seu desempenho do Labi Siffre popular sintonia anti-apartheid e Mandela com o Soweto Spiritual Singers provou ser uma das performances mais importantes em sua carreira.

De acordo com o jornal Star, ela é atualmente considerado o principal artista solo feminina adulto contemporâneo na África do Sul. Ela já apareceu em campanhas publicitárias importantes e foi um embaixador para a Audi, Shield, Samsung, MTN e Blackberry. Ela já apareceu nas capas das revistas Estilo de Jo’burg, Fair Lady, True Love, Cabelo Preto Sophisticate, a Winkler, finitos, Sunday Times, Cape Times, da cidade de pulso, Jet Club e África do Sul Express.

{gallery}lira{/gallery}

Tradução do Wikipédia pela equipe do Portal Geledés

+ sobre o tema

Heloisa Pires – O Pescador de histórias

As ilustrações de Élon Brasil O Pescador navega...

Heloisa Pires Lima – A criação literária como um fio condutor

No meu caso, a criação literária é um...

‘Lima Barreto, ao terceiro dia’ conta vida e obra do escritor

Com texto de Luiz Alberto e direção de...

Seleção exibirá faixa contra armas, drogas, violência e racismo em partidas

Faixa exibida pela Seleção Brasileira nos últimos jogos...

para lembrar

Astros da NBA inauguram quadra em comunidade

O Rio recebe, nesta semana, três lenda da...

Drogba diz que vai conter emoção ao enfrentar ex-clube

  O atacante Didier Drogba, do Chelsea, terá que conter...
spot_imgspot_img

Show de Ludmilla no Coachella tem anúncio de Beyoncé e beijo em Brunna Gonçalves; veja como foi

Os fãs de Ludmilla já estavam em polvorosa nas redes sociais quando a artista subiu no palco principal do Coachella, na Califórnia, na tarde deste domingo, acompanhada...

Quem é Linda Martell, citada em “Cowboy Carter”, novo álbum de Beyoncé?

O esperado novo álbum de Beyoncé contém uma música que leva o nome de uma mulher que parece ter sido a inspiração para o projeto. “Act...

Beyoncé revela que Stevie Wonder tocou gaita em uma das faixas de seu novo disco ‘Cowboy Carter’; ouça

Beyoncé revelou que Stevie Wonder tocou gaita em "Jolene", uma das faixas do seu novo disco "Cowboy Carter". A informação foi dada pela própria cantora durante o...
-+=