Guest Post »

No Maracanã, Roger Waters homenageia Marielle Franco e leva família da vereadora assassinada ao palco

“Isso aqui é uma família, quer eles gostem ou não. Essa luta é nossa. Não há democracia enquanto o Estado não responder quem matou Marielle”, disse no palco a viúva da vereadora assassinada.

Da Revista Fórum 

Reprodução/Twitter

Em meio a uma turnê mais politizada que o comum, o Pink Floyd Roger Waters levou para o palco do Maracanã na noite desta quarta-feira (24) a família de Marielle Fanco, vereadora carioca assassinada covardemente em março e que virou símbolo da luta contra o ódio, o racismo, a opressão e a misoginia.

Com uma camiseta estampada com os dizeres “Lute como Marielle Franco”, Waters levou ao palco Luyara Santos, Mônica Benício e Anielle Franco, filha, viúva e irmã da vereadora, respectivamente.

Mônica puxou os gritos de #elenão e pediu “justiça” à platéia. “Isso aqui é uma família, quer eles gostem ou não. Essa luta é nossa. Não há democracia enquanto o Estado não responder quem matou Marielle”, disse.

“Marielle Franco acreditava nos direitos humanos como eu acredito, mas infelizmente nem todos no mundo acreditam”, disse Waters, que, antes de a família da vereadora subir ao palco, exibiu a notícia da morte no telão de 66 metros.

 

Leia Também:

Tom Morello volta ao Brasil e pede justiça para Marielle

Artigos relacionados