O esporte goleia o racismo

Enviado por / FontePor Juca Kfouri em seu Blog

Enfim, o racismo sofre uma derrota dessas de mudar o rumo da história.

Nem os protestos mundiais pelo assassinato de George Floyd impediram que mais um policial americano alvejasse sete vezes, e pelas costas, outro cidadão negro, Jacob Blake, de 29 anos, na frente de seus três filhos pequenos e de sua mulher.

Equipes da NBA se recusaram a jogar e os jogos foram suspensos, como também aconteceu em outros esportes.

O maior astro do basquete mundial, o negro LeBron James, simplesmente mandou o presidente Donald Trump se danar pelas redes sociais, exigindo mudanças e se dizendo enojado.

Dane-se este homem! Nós queremos mudança. Enojado disso.

“Se danar” é a maneira delicada que encontrei para não ferir os ouvidos da querida ouvinte e do caríssimo ouvinte logo pela manhã.

Tenha certeza de que viveríamos num país diferente.

Comentário para o Jornal da CBN desta quinta-feira, 27 de agosto de 2020. 

+ sobre o tema

Literatura africana em sala de aula: uma proposta didática

A relação entre história e literatura vem de longa...

Leci Brandão sai em defesa da Vai-Vai: ‘Nenhuma instituição está acima da crítica’

'A crítica social é necessária na medida em que...

Nota de esclarecimento GRCSES VAI-VAI

Em 2024, a escola de samba Vai-Vai levou para...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO),...

para lembrar

75% das vítimas de homicídio no País são negras, aponta pesquisa

Em sua nova edição, o Atlas da Violência, estudo...

Soares, sobre o recorde de mortes da PM do Rio: “Estatizamos homicídios”

O porteiro Claudio Henrique de Oliveira foi morto por...

Nota da Coalizão Negra por Direitos por justiça para Miguel Otávio!

A Coalizão Negra por Direitos se solidariza com a...
spot_imgspot_img

Kobe, homenageado com estátua, continua a exercer grande influência na NBA

O Los Angeles Lakers escolheu o dia 8/2/24 para inaugurar a estátua de Kobe Bryant à frente de seu ginásio. A data tem referências...

Massacre de Paraisópolis: policiais militares têm segunda audiência

O Tribunal de Justiça de São Paulo retoma, no início da tarde desta segunda-feira (18), o julgamento dos 12 policiais militares acusados de matar...

Câmara do Rio de Janeiro promove encontro entre familiares de vítimas da violência do Estado

Pela primeira vez, a Câmara Municipal do Rio de Janeiro promoveu o “Café das Fortes” que reúne mães e familiares de vítimas do genocídio...
-+=