terça-feira, janeiro 24, 2023

O esporte goleia o racismo

Enfim, o racismo sofre uma derrota dessas de mudar o rumo da história.

Nem os protestos mundiais pelo assassinato de George Floyd impediram que mais um policial americano alvejasse sete vezes, e pelas costas, outro cidadão negro, Jacob Blake, de 29 anos, na frente de seus três filhos pequenos e de sua mulher.

Equipes da NBA se recusaram a jogar e os jogos foram suspensos, como também aconteceu em outros esportes.

O maior astro do basquete mundial, o negro LeBron James, simplesmente mandou o presidente Donald Trump se danar pelas redes sociais, exigindo mudanças e se dizendo enojado.

Dane-se este homem! Nós queremos mudança. Enojado disso.

“Se danar” é a maneira delicada que encontrei para não ferir os ouvidos da querida ouvinte e do caríssimo ouvinte logo pela manhã.

Tenha certeza de que viveríamos num país diferente.

Comentário para o Jornal da CBN desta quinta-feira, 27 de agosto de 2020. 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench