Renata Souza leva adiante as lutas de Marielle Franco

Enviado por / FontePor Cassio Bruno, do O Dia

Rio – Ex-chefe de gabinete da vereadora assassinada Marielle Franco, Renata Souza, de 36 anos, resolveu entrar para a política pelo mesmo partido que elegeu a amiga, o PSOL. Ao concorrer pela primeira vez, já conquistou a vaga de deputada estadual com 63.937 votos.

Em entrevista, Renata critica a articulação do PSL do presidente eleito Jair Bolsonaro para afastar o PSOL da Comissão de Direitos Humanos da Alerj. Criada no Complexo da Maré e formada em Jornalismo, ela seria a substituta de Marcelo Freixo no comando do órgão.

O DIA: A nova bancada do PSL, com 13 deputados eleitos, não quer que a Comissão de Direitos Humanos seja presidida pelo PSOL. O que você acha disso?

RENATA SOUZA: É um equívoco e falta de conhecimento sobre os avanços. Foi nessa gestão, com o Freixo, que aprovamos um protocolo de atendimento específico a familiares de policiais vítimas de violência no Rio. Realizou atividades em várias favelas e periferias. É lamentável perceber que a comissão virou moeda de troca.

Como o PSOL tentará reverter a situação?

Com o apoio da população e de entidades da sociedade civil que acompanhou o nosso trabalho. A comissão estabeleceu vínculos sólidos com organizações não governamentais, universidades e entidades internacionais. Em breve, algumas dessas irão se posicionar para pressionar uma solução que seja a melhor.

Quem apoiará para a presidência da Alerj?

O PSOL, historicamente, não vota nos presidentes da Alerj porque há a tradição em ser o candidato da situação. Mas votarei no (André) Ceciliano (PT, que disputa a reeleição) por entender a responsabilidade em manter a Comissão de Direitos Humanos no campo progressista. Diferente do (André) Corrêa (DEM), que, antes de ser preso (na Operação Furna da Onça), barganhou com a comissão oferecendo-a ao PSL.

A senhora fará oposição ao governador eleito Wilson Witzel?

Será uma oposição responsável e republicana. Não é razoável, por exemplo, que ele apresente como solução para a violência no Rio “mirar na cabecinha” de um suspeito com um suposto fuzil nas mãos. É um crime contra a humanidade. O ex-juiz sabe que não há pena de morte no Brasil, mas quer aplicá-la em função do seu novo cargo.

Qual será a sua bandeira como deputada?

Sem dúvida a defesa intransigente da vida dos jovens negros e das mulheres. Porque são eles as principais vítimas das violações do próprio Estado, seja por sua ação ou omissão.

Que legado de Marielle Franco influenciará no seu trabalho?

A luta contra desigualdades. O legado da Mari é universal. Todos que defenderem a população que sofre com o racismo, o machismo e a LGBTfobia carregam essa responsabilidade. Em especial, quando se remete à memória de uma mulher, negra, lésbica e favelada que ocupou a política para garantir a democracia.

 

+ sobre o tema

Janete Pietá

Janete Rocha Pietá nasceu no Rio de Janeiro em...

Mulheres lançam campanha pelo fim da proibição de dirigir na Árabia Saudita

Ativistas da Arábia Saudita lançam neste domingo uma nova...

Polícia apresenta suspeito de estuprar 16 mulheres em GO

Foi apresentado na manhã desta segunda-feira em Goiânia o...

para lembrar

Saberes subalternos e decolonialidade: os sindicatos das trabalhadoras domésticas no Brasil.

Autor: Joaze Bernardino Costa Editora: EDU - UNB No UNB Sinopse Neste livro, o...

Gente boa também mata

Por Lelê Teles, enviado para o Portal Géledes Quem reclamou...

Lélia Gonzalez é referência na luta contra a discriminação da mulher negra

Viva Maria começa hoje (21) as comemorações do Dia...

Crianças criam suas próprias bonecas da Rey, personagem de “Star Wars: O Despertar da Força”

Assim como aconteceu com a Viúva Negra e Gamora, super-heroínas de “Os...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=