Segundo exame descarta ebola em africano internado no Rio

Deu negativo para ebola o resultado do segundo exame laboratorial feito no paciente Souleymane Bah, de 47 anos, pelo Instituto Evandro Chagas. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, e pelo secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa.

O primeiro exame das amostras também deu negativo para infecção pelo vírus. O primeiro resultado foi divulgado sábado (11) pelo Ministério da Saúde.

O homem vindo da Guiné, na África Ocidental, chegou ao Brasil no dia 19 de setembro e foi atendido na Unidade de Pronto Atendido Atendimento de Cascavel (PR). Desde sexta-feira (10), o paciente se encontra em observação no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI).

O resultado definitivo do exame descartou assim o primeiro caso suspeito de ebola no Brasil.

Segundo o ministro Arthur Chioro, os critérios para a alta do paciente serão analisados pela equipe médica do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio, onde está internado. As pessoas que tiveram contato com ele, e que ficaram em observação, foram liberadas do monitoramento.

O ministro disse que as medidas de prevenção da doença permanecem iguais. “Todas as medidas de prevenção e de vigilância em relação ao ebola permanecem. Ao mesmo tempo que passamos tranquilidade à população, entendemos que se trata de uma enfermidade de risco pequeno, mas que não podem ser descartadas as medidas de prevenção”, avaliou o ministro.

O africano Souleymane Bah saiu do isolamento e está internado em quarto normal da unidade. De acordo com a Fiocruz, a data da alta ainda está sendo definida entre o Ministério da Saúde e a Fundação. Souleymane Bah foi transferido, de avião, na manhã de sexta-feira (10), de Cascavel, no Paraná, onde foi atendido na Unidade de Pronto-Atendimento Brasília, para o Rio e foi levado com esquema de isolamento para o instituto. Ele chegou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), na Base Aérea do Galeão, na zona norte do Rio.

Nesta terça, às 10h, os médicos que atendem o africano vão dar uma entrevista. O encontro com a imprensa será no prédio sede da Fiocruz.

 

Fonte: Jornal do Brasil

+ sobre o tema

Religioso que atacou negros e gays é confirmado no comando da Comissão de Direitos Humanos

  A maioria da bancada do PSC decidiu nesta terça-feira,...

Kofi Annan, Nobel da Paz e ex-secretário geral da ONU, morre aos 80 anos

O ex-secretário-geral da ONU (Organização das Nações Unidas) e...

Dia Internacional dos Direitos Humanos: Por uma educação com equidade racial

De onde são perpetuadas imagens estereotipadas e discriminatórias da...

A mulher negra é historicamente empreendedora – Tati Sacramento

Entrevistei uma mulher poderosa, mulher negra, seguindo a linha...

para lembrar

Ensaio sobre imprensa, ativismo e mídias sociais

  Primeiro, quero deixar claro que neste ensaio...

Caixa lança edital de concurso com 3,2 mil vagas para técnicos

A Caixa Econômica Federal publicou nesta quinta-feira (22), no...

MPF recomenda que Big Brother Brasil respeite direitos humanos (UI)

(Última Instância) O MPF (Ministério Público Federal) enviou à...
spot_imgspot_img

Renovação do EMLER beneficia organizações de combate ao racismo

Geledés – Instituto da Mulher Negra anuncia com grande satisfação a renovação por mais três anos do mandato do Mecanismo de Especialistas para Promover...

Encontro do PNUMA é marco de combate ao racismo ambiental

O encontro promovido em Recife pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), com apoio de Geledés - Instituto da Mulher Negra...

País tem 300,8 mil pessoas em situação de rua, mais de 80 mil em SP

Um levantamento feito pelo Observatório Brasileiro de Políticas Públicas com a População em Situação de Rua, da Universidade Federal de Minas Gerais (OBPopRua/POLOS-UFMG), revelou...
-+=