sexta-feira, fevereiro 3, 2023
InícioÁreas de AtuaçãoSaúdeSegundo exame descarta ebola em africano internado no Rio

Segundo exame descarta ebola em africano internado no Rio

Deu negativo para ebola o resultado do segundo exame laboratorial feito no paciente Souleymane Bah, de 47 anos, pelo Instituto Evandro Chagas. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Arthur Chioro, e pelo secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa.

O primeiro exame das amostras também deu negativo para infecção pelo vírus. O primeiro resultado foi divulgado sábado (11) pelo Ministério da Saúde.

O homem vindo da Guiné, na África Ocidental, chegou ao Brasil no dia 19 de setembro e foi atendido na Unidade de Pronto Atendido Atendimento de Cascavel (PR). Desde sexta-feira (10), o paciente se encontra em observação no Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI).

O resultado definitivo do exame descartou assim o primeiro caso suspeito de ebola no Brasil.

Segundo o ministro Arthur Chioro, os critérios para a alta do paciente serão analisados pela equipe médica do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, no Rio, onde está internado. As pessoas que tiveram contato com ele, e que ficaram em observação, foram liberadas do monitoramento.

O ministro disse que as medidas de prevenção da doença permanecem iguais. “Todas as medidas de prevenção e de vigilância em relação ao ebola permanecem. Ao mesmo tempo que passamos tranquilidade à população, entendemos que se trata de uma enfermidade de risco pequeno, mas que não podem ser descartadas as medidas de prevenção”, avaliou o ministro.

O africano Souleymane Bah saiu do isolamento e está internado em quarto normal da unidade. De acordo com a Fiocruz, a data da alta ainda está sendo definida entre o Ministério da Saúde e a Fundação. Souleymane Bah foi transferido, de avião, na manhã de sexta-feira (10), de Cascavel, no Paraná, onde foi atendido na Unidade de Pronto-Atendimento Brasília, para o Rio e foi levado com esquema de isolamento para o instituto. Ele chegou em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), na Base Aérea do Galeão, na zona norte do Rio.

Nesta terça, às 10h, os médicos que atendem o africano vão dar uma entrevista. O encontro com a imprensa será no prédio sede da Fiocruz.

 

Fonte: Jornal do Brasil

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench