Tag: Afro-brasileiros e suas luta

    "Quando as pessoas dizem ‘ninguém ficou ferido’, eu fiquei ferida sim, essa facada do racismo dói diariamente em nós" / Giorgia Prates

    Em Curitiba, marcha se posiciona contra intolerância religiosa e racismo

    Manifestantes sofrem, durante evento, caso de ameaça racista. Autor é acusado de injúria e lesão corporal grave Por Laís Melo, do Brasil de Fato "Quando as pessoas dizem ‘ninguém ficou ferido’, eu fiquei ferida sim, essa facada do racismo dói diariamente em nós" (Foto: Giorgia Prates) Cerca de duas mil pessoas se reuniram em Curitiba, ontem (15), para a “Passeata Contra Intolerância Religiosa”, que reuniu representantes de diversas religiões. Em sua terceira edição na capital paranaense, a manifestação saiu da Praça Tiradentes e caminhou até a Praça Eufrásio Corrêa, em frente à Câmara Municipal, posicionando-se contra discriminações religiosas, no reconhecimento que os cultos de matriz africana são os mais atacados. Agressão Testemunhas da passeata afirmam que tudo transcorreu tranquilamente, quando houve um evento isolado: um homem, com uma faca de cozinha em mãos, proferiu ameaças contra os manifestantes, afirmando que “mataria 400 negros macumbeiros, essa gente ...

    Leia mais
    As batalhas de rimas, que tomam conta de múltiplos espaços da cidade, foram analisadas no trabalho do estudante (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

    Pesquisador analisa expressões da cultura de resistência da periferia do DF

    O trabalho do pesquisador Lucas da Silva foi selecionado para congresso na Argentina Por Lucas Batista, do Correio Braziliense As batalhas de rimas, que tomam conta de múltiplos espaços da cidade, foram analisadas no trabalho do estudante(Foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press) Tendo a desigualdade social como triste realidade no cenário do Distrito Federal (DF), a população se acostumou a ter o centro da cidade, Brasília, como produtor de conhecimento e cultura. Com o passar dos anos, as regiões administrativas começaram a conquistar espaço e respeito como centros culturais. Mesmo que ainda marginalizadas, são grandes fornecedoras de arte de resistência, por meio do hip-hop, grafite e poesia, entre outras expressões. Entretanto, as pessoas de cidades periféricas do DF ainda são desqualificadas como fabricantes de conhecimento, precisando superar obstáculos como preconceito, defasagem de conteúdo e falta de recursos financeiros para produção de pesquisas, por exemplo. O artista de ...

    Leia mais
    image description

    O legado de Milton Santos: um novo mundo possível surgirá das periferias

    O geógrafo completaria 93 anos neste 3 de maio e é reconhecido internacionalmente por suas ideias Por Mayara Paixão, Do Brasil de Fato Milton Santos em entrevista para o Jornal do Brasil, em 1977 / Foto: Reprodução/Site Milton Santos Milton Santos (1926 - 2001) é reconhecido mundialmente como um dos maiores geógrafos brasileiros. Dedicou a vida a analisar sua época. Crítico feroz do modelo de relações internacionais que se fortalecia nas décadas de 1980 e 1990, acreditava ser possível e necessário pensar em outra forma de globalização. O professor, de origem baiana, é responsável por desenvolver novas compreensões de conceitos como espaço geográfico, lugar, paisagem e região. Defendeu que o uso de um território é político e deve ser estudado para entender as sociedades. Deu atenção especial para a economia urbana dos países tidos como “subdesenvolvidos” e acredita que, uma vez unidos, os povos darão novo ...

    Leia mais
    blank

    Evento ‘Novembro Negro’ resgata histórias e evidencia a educação em Siderópolis

    Iniciativa trouxe à cidade histórias, dados, lutas, dificuldades e inovações na educação Do Engeplus Foto: Eduardo Scussel / Prefeitura Siderópolis “Eu tive um sonho. Sonhei que meus filhos vão um dia viver em uma nação onde não serão julgados pela cor de sua pele, mas pelo conteúdo de seu caráter”. Esta frase dita por Martin Luther King Jr. evidencia a cultura afro e foi o tema principal do evento “Novembro Negro” realizado nesta sexta-feira, 26, em Siderópolis. O encontro teve a realização da EEB Sílvio Ferraro e trouxe à cidade histórias, dados, lutas, dificuldades e inovações na educação. O primeiro palestrante é mestre em educação pela Unicamp, Mauricio da Silva, no evento o convidado palestrou sobre o tema: “O Brasil, os Homens e as Mulheres Negras, 130 Anos Depois da Abolição da escravatura”. A segunda palestrante é doutorada em história pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Lucy ...

    Leia mais
    Doodle do Google presta homenagem a geógrafo brasileiro. — Foto: Google/Reprodução

    Geógrafo Milton Santos é homenageado por doodle do Google

    Brasileiro ficou conhecido por ser o primeiro a ganhar o "Nobel de Geografia". Por G1 Doodle do Google presta homenagem a geógrafo brasileiro. — Foto: Google/Reprodução O geógrafo brasileiro Milton Santos (1926-2001) é o homenageado do doodle do Google nesta segunda-feira (1). A data marca o dia em que ele ganhou, em 1994, o Prêmio Vautrin Lud de Geografia, na França, considerado o Nobel de Geografia. Milton foi o primeiro brasileiro a realizar este feito. Nasceu no dia 03 de maio de 1926, na cidade de Brotas de Macaúbas, na Bahia. Era filhos de dois professores e ficou conhecido por suas pesquisas e publicações sobre as realidades geográficas locais e urbanização, o que ajudou na reflexão sobre os rumos da humanidade com um viés socioeconômico e ambiental. Santos morreu em 2001, aos 75 anos. Além do Nobel de Geografia, em 1997, Milton ganhou o 39º Prêmio ...

    Leia mais
    blank

    O protagonismo da periferia: pesquisa lista iniciativas com soluções inovadoras

    Palavras como pertencimento são facilmente encontradas nos discursos daqueles que descrevem a forma como as iniciativas podem transformar a vida das pessoas. Para os moradores da Ilha de Deus, da comunidade do Bode e do bairro do Guadalupe, essas iniciativas resgatam raízes, valorizam espaços e potencializam identidades, fazendo com que eles se tornem agentes protagonistas de suas próprias histórias Por Mirella Araújo Do Folha Pe Caranguejo Uçá, na Ilha de Deus, é uma forma de resistência cultural e descriminalização da pobreza Foto: Arthur de Souza /Folha de Pernambuco Atenuar as desigualdades e fortalecer a democracia. Esse foi o foco da pesquisa “Emergência Política Periferias”, que listou 100iniciativas com soluções inovadoras para os problemas socioeconômicos do País. Desta relação, 21 projetos estão no Grande Recife. A Folha de Pernambuco conheceu mais de perto três dessas ações que, por meio da cultura e da tecnologia, dão voz a pessoas, muitas vezes invisíveis dentro do cenário comunitário ao ...

    Leia mais
    Annie Belt/ Acervo KOINONIA

    Língua Iorubá é oficialmente Patrimônio Imaterial do Estado do Rio de Janeiro.

    No último dia 15/08 foi aprovada na Assembleia Legislativa a lei que institui o Iorubá como patrimônio Imaterial do Rio de Janeiro. o Dr. Babalawô Ivanir dos Santos, doutor em história e membro da Comissão de Combate à Intolerância / CCIR, a decisão evidencia a relevância da preservaçāo dos vestígios imateriais das presenças negras africanas em solo brasileiro. Do Facebook Foto: Annie Belt/ Acervo KOINONIA A seguir, seu comentário completo: "Jamais podemos esquecer que o Brasil foi o país que mais recebeu negros africanos na condição de escravos entre os séculos XVI e o XIX e, foi o último Estado a promulgar a lei que tornou extinta o trabalho escravo. Como também nāo podemos esquecer que o nosso país evidencia muito mais as tradições (culturais e religiosas) e contribuições europeia do que as africanas, promovendo assim um silenciamento histórico. Por essa razāo, a instituição da língua ...

    Leia mais
    20 de julho de 2018 - Filme "Kbela" (BRA), de Yasmin Tainá.

    O lugar do negro

    O debate sobre a representatividade negra no Brasil prossegue como alternativa de resistência contra o racismo. Na esfera artística, iniciativas presentes na literatura e no cinema estão na linha de frente contra essa lacuna histórica Por Antonio Laudenir e Diego Barbosa ,do Diário do Nordeste Filme "Kbela" (BRA), de Yasmin Tainá. Desde muito cedo, consta nos livros de História do Brasil que possuímos uma identidade particular, fruto de uma singular mistura racial. Em nosso sangue tupiniquim, fluem cores das mais variadas, salpicadas de partes distantes do globo. Imposta ou não, a convivência com muitos povos nos fez assim e o resultado dessa mistura exerce uma influência que escorre pelos fios de cabelo, o formato do nariz, da boca e dos olhos. Pele. Somos fisicamente plurais. Nesse sentido, convém constatar que, culturalmente, também somos herança dessa miscigenação. De Norte a Sul, manifestações artísticas sinalizam a existência dessa diversidade. Sem ...

    Leia mais
    blank

    Négo completa 83 anos de fundação

    Entidade se reinventa com a participação de jovens lideres. A noite será marcada por palestra de pesquisadora local sobre a trajetória do negro em Venâncio Aires Por Cristiano Wildner Do Folha do Mate Atual diretoria com a nova identidade visual da associação/ Foto: Cristiano Wildner / Folha do Mate Uma das entidades afrodescendentes mais tradicionais do Rio Grande do Sul chega aos 83 anos de fundação e acumula nesse meio tempo muito envolvimento na cena cultural e social de Venâncio Aires. A Sociedade Négo Foot Ball Club São Sebastião Mártir, que nasceu para abrigar a comunidade afrodescendente local, é hoje um simbolo de solidariedade e um marco na integração entre diferentes etnias. Uma série de eventos foram programados entre junho e julho por conta do aniversário da entidade. Hoje ocorre palestra na sede da associação com a professora e pesquisadora Helen da Silva Silveira, 25 anos. O ...

    Leia mais
    blank

    Coletivo Luiza Bairros realiza 2° encontro do I Ciclo Formativo Antirracista Artes de Aquilombamento na UFBA

    O encontro propõe diálogos e uma oficina sobre combate ao racismo para toda comunidade acadêmica Por Alana Bittencourt Do Agenda Arte e Cultura Foto: Reproduzida/ agenda arte e cultura  Na próxima sexta (11), das 17h30 às 21h, no Auditório Milton Santos do Centro de Estudos Afro-Orientais, acontece o I Ciclo Formativo Antirracista Artes de Aquilombamento na UFBA. Este será o 2° encontro do ciclo, e contará com uma oficina de preparação para atuar na identificação e combate do racismo a partir do ponto de vista jurídico. O evento é organizado pelo Coletivo Luiza Bairros, formado por docentes, discentes e técnicos administrativos negros da UFBA, e tem como proposta responder questões como: “O que é racismo institucional?, Qual a diferença entre racismo e injúria racial?, Como identificar uma situação racista?, Que atitude tomar?, A que instituições recorrer e como? A oficina será ministrada pelos convidados Dra. Lívia Vaz (Promotora ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist