terça-feira, julho 7, 2020

    Tag: Europa

    Crédito: Marta Ortiz/iStock

    Sem controle de surto no país, brasileiros serão impedidos de entrar na UE 

    Com o segundo maior número de casos no mundo e caminhando para também se transformar no segundo lugar com maior número de óbitos pelo coronavírus, o Brasil ficará de fora da primeira lista de países que poderão voltar a entrar nos 27 países da UE. Nesta quinta-feira, num comunicado, a Comissão Europeia indiciou que recomenda aos seus países que suprimam as fronteiras internas até 15 de junho de 2020 e prolonguem até 30 de junho de 2020 a restrição temporária às viagens não essenciais para a UE. Mas, para países de fora do bloco, a abertura será gradual e uma primeira lista de nacionalidades começará a vigorar a partir de 1 de julho, quando as fronteiras externas do bloco serão reabertas de forma parcial. O critério principal para a inclusão de um país é o de saber se o governo controla ou não o surto e se a taxa de ...

    Leia mais
    Mulheres carregam números para representar os 101 feminicídios registrados neste ano na França

    Assassinatos de mulheres na França geram alerta sobre violência doméstica na Europa

    Em 1º de setembro, um morador de Cagnes-sur-Mer, no sul da França, notou um pé saindo de uma pilha de lixo, galhos e tecidos velhos. Da BBC  Mulheres carregam números para representar os 101 feminicídios registrados neste ano na França (Foto: Getty Images) Era o corpo desfigurado de uma mulher, vítima de um ataque brutal. Seu parceiro nega o assassinato. Salomé, 21 anos, foi a centésima vítima da França só neste ano do crime de "feminicídio" - normalmente definido como o assassinato de uma mulher por um parceiro, ex-parceiro ou membro da família. Um dia após o corpo de Salomé ser encontrado, uma mulher de 92 anos apanhou até a morte do marido de 94 anos. Número 101. Em poucas horas, o governo francês anunciou uma série de medidas para proteger as mulheres da violência doméstica. Outros países europeus também reagiram a este crime - que ...

    Leia mais
    blank

    Jovens, negros e europeus: webséries abordam vivências de filhos da diáspora africana na Europa

    Britânica de origem jamaicana, Cecile Emeke traz em seus trabalhos as vozes da juventude negra no Reino Unido e na França, enquanto a alemã de origem ruandesa Amelia Umuhire conta histórias de afro-europeus em Berlim por Carmen López no Ópera Mundi O trabalho da cineasta e escritora londrina Cecile Emeke ficou conhecido entre o público europeu e norte-americano há alguns meses, graças à sua websérie “Ackee & Saltfish”. Gravada em 2014, seria um curta-metragem, mas a diretora decidiu postá-lo no YouTube por capítulos, prendendo assim a audiência e deixando aberta a possibilidade de continuar a história. A trama é simples: Olivia e Rachel, interpretadas por Michelle Tiwo e Vanessa Babirye, são duas amigas jovens e negras que nasceram e foram criadas em Londres. Com diálogos velozes cheios de referências à cultura pop, as protagonistas refletem sobre o estado da sociedade e, principalmente, sobre a gentrificação por que passa a capital britânica, tema que ...

    Leia mais
    blank

    O desemprego no Brasil e na Europa: onde mesmo está a crise?

    Taxas na França, Portugal, Itália, Espanha e Grécia são bem mais altas do que a do país Do Jornal do Brasil Os últimos números divulgados pelo IBGE apontam que a taxa de desemprego no Brasil ficou em 6,9%, em junho. Internamente, a taxa é alardeada como claro sinal de uma grave crise econômica. Contudo, quando comparamos a taxa do Brasil com as da Europa, é claro constatar que a situação no Brasil está longe de ser alarmante, como insistem em afirmar. Na França, onde não se houve falar de crise econômica, a taxa foi de 10,3% em maio. No Reino Unido e na Alemanha, países que estão longe de sofrer com as recentes turbulências, os percentuais são de 5,6% (abril) e 4,7% (maio), respectivamente. Na Itália, a taxa foi de 12,4% em maio, e em Portugal, de 13,2% no mesmo mês. O cenário é ainda mais dramático na Espanha: 22,5% ...

    Leia mais
    blank

    Piketty: Europa esta à beira de uma grave crise política, econômica e financeira

    Economista autor do influente livro "O capital no século XXI", que vendeu mais de um milhão de exemplares em todo o mundo, declara que "a ideia segundo a qual é preciso insistir em secar os orçamentos com base em mais austeridade para curar o doente" parece "completamente insensata"; sobre a Europa, acredita que a responsabilidade da crise é "de todos os países" Daniel Fuentes Castro, EL DIARIO.es, reproduzido pela Carta Maior O economista autor do influente livro "O capital no século XXI" reflete sobre o auge da extrema direita em seu país. "França e Alemanha demonstraram ser egoisticamente míopes em relação à Espanha e à Itália ao renunciar a compartilhar seus tipos de interesse". "É preciso se acostumar a viver com um crescimento fraco". "A ideia segundo a qual é preciso insistir em secar os orçamentos com base em mais austeridade para curar o doente me parece completamente insensata". Thomas Piketty (Clichy, Francç, ...

    Leia mais
    As medidas que os conservadores querem para o Brasil fracassaram na Europa: um artigo do Nobel de Economia Stiglitz

    As medidas que os conservadores querem para o Brasil fracassaram na Europa: um artigo do Nobel de Economia Stiglitz

    “Se os fatos não se encaixam na teoria, mude a teoria”, diz o velho ditado. Mas muito comumente é mais fácil manter a teoria e mudar os fatos. É o que a chanceler alemã Angela Merkel e outros líderes europeus pró-austeridade parecem pensar. Mesmo com os fatos a um palmo do nariz, eles continuam negando a realidade. A austeridade falhou. Mas seus defensores estão prontos a declarar vitória com base na evidência mais fraca de todas. A economia não está mais em colapso; logo, as medidas de austeridade só podem estar funcionando! Mas se essa for a referência, poderíamos dizer que pular de um penhasco é a melhor forma de descer uma montanha. Toda crise chega a um fim. O sucesso não deve ser medido pelo fato de a recuperação em algum momento acontecer — mas pelo tempo que se demora para chegar a ela e por quão extensos são ...

    Leia mais
    blank

    O renascimento do nazismo na Europa – não é somente racismo

    Um antigo fantasma está novamente assombrando a Europa – movimentos e partidos políticos neofascistas e neonazistas estão voltando à tona. Essa reportagem no The Guardian destaca um aumento nos ataques aos judeus na França, Alemanha e Holanda. Mais ao leste e ao sul, partidos simpatizantes ao nazismo estão crescendo nas urnas em países como Hungria e Grécia, como relata essa reportagem do New York Times, acompanhada por ofensas verbais e violência física de seus defensores a imigrantes asiáticos e africanos. É tudo muito repugnante e desanimador. Mas existem forças poderosas em ação que aqueles de nós que defendem liberdade, individualismo e tolerância devem compreender de forma a ser capaz de responder de forma precisa e decisiva. Nessas reportagens, foca-se no racismo. Na Grécia, por exemplo, os partidários da Aurora Dourada, que agora possuem representantes no parlamento, expressaram seu desejo de “livrar o país da sujeira”. Mais precisamente, todavia, as reportagens ...

    Leia mais
    blank

    Grada Kilomba: Lidando com o Racismo na Europa

    Grada Kilomba: Lidando com o racismo na Europa Autora de “Plantation Memories” Em primeiro lugar, o racismo é um problema branco, Um problema da sociedade branca. E, em segundo lugar, não é uma questão ”Sou racista ou não”. Essa não é uma questão que a pessoa branca deve fazer. Mas, sim, a questão: “Como eu desconstruo meu próprio racismo?” O dever das pessoas brancas- e o racismo é definitivamente uma questão delas- é de tornar-se cientes de que elas são brancas. E o que significa ser branco? O que esta branquitude encarna? Encarna privilégio, encarna poder, encarna também poder e brutalidade. Como eu lido com todas essas partes da minha história? Estas são as questões que as pessoas brancas precisam lidar. E este é um processo psicológico, eu penso, para as pessoas brancas quando elas começam a lidar como o racismo. Há como um encadeamento… um processo. Primeiro estamos lidando ...

    Leia mais
    Europeus falam ao R7 sobre a falta de emprego e a crise que há anos ameaça o continente

    Europeus falam ao R7 sobre a falta de emprego e a crise que há anos ameaça o continente

    A taxa de suicídio na Europa aumentou 4,2% em decorrência ao desemprego  A crise financeira que atingiu a Europa em 2010 trouxe à tona os gastos excessivos de alguns países europeus. Grécia, Portugal, Itália e Espanha eram alguns dos que, há tempos, gastavam mais do que arrecadavam, sendo obrigados a recorrer, frequentemente, a empréstimos para honrar dívidas urgentes. Apesar de a União Europeia ter sido socorrida pelo FMI (Fundo Monetário Internacional) na tentativa de recuperar as nações mais afetadas, o fantasma da perspectiva de pobreza continua rondando o continente. Especialistas e europeus ouvidos pelo R7 contam sobre as incertezas do futuro que têm refletido no aumento dos casos de suicídio. Segundo o estudo divulgado pelo British Medical Journal, uma das principais publicações de assuntos médicos no mundo, o número de suicídios aumentou 4,2% depois do começo da crise. Acredita-se que o alto índice de desemprego (cerca de 26% na Espanha e 13% ...

    Leia mais
    Filósofos e intelectuais juntam-se a manifesto europeu

    Filósofos e intelectuais juntam-se a manifesto europeu

    Sugerido por Assis Ribeiro O Podemos “soube recolher a herança do ciclo de mobilizações populares” que, desde 2011, surgiu para “reivindicar uma democracia realmente digna desse nome”: “Apoio Internacional ao Podemos Documento diz que ante a paisagem desoladora que as políticas de austeridade desenharam para o sul da Europa, é acalentador que surjam novas alternativas. Noam Chomsky, Eduardo Galeano, Naomi Klein, Antonio Negri e Slavoj Zizek figuram entre os 36 intelectuais que subscrevem o manifesto “Apoio Internacional ao Podemos”. Os subscritores do documento frisam que “ante a paisagem desoladora que as políticas de austeridade desenharam para o sul da Europa, é acalentador que surjam novas alternativas dispostas a batalhar pela democracia, direitos sociais e soberania popular”. No manifesto “Apoio Internacional ao Podemos”, datado de 12 de junho, os 36 intelectuais celebram “a irrupção em Espanha da iniciativa política 'Podemos', que obteve em escassos meses de existência um impressionante apoio popular ...

    Leia mais
    blank

    A grana que vem da África: Em Portugal, milhões vindos de Angola despertam inquietações

    Le Monde, o maior jornal  francês analisa o ápice das relações políticas e econômicas entre Lisboa e as antigas colônias africanas. E conclui que, não raro, o dinheiro pesa mais do que os valores éticos, entre eles o respeito pelos direitos humanos Por: Claire Gatinois, do jornal Le Monde, Paris A moderníssima zona central de Luanda, desenvolvida com o dinheiro do petróleo Nos dias 2 e 3 de abril último, mais de 40 dirigentes políticos africanos estiveram em Bruxelas para se encontrar com os seus homólogos europeus. Objetivo: relançar uma parceria minada pela instabilidade reinante num continente que, apesar disso, continua promissor para os investidores. Para a União Européia, a prioridade é não deixar que a China, com as suas ambições devoradoras, tome a dianteira. Portugal já não tem dúvidas da importância das antigas colônias para uma economia lusa muito massacrada pela crise e pela austeridade. ...

    Leia mais
    Juliana Wahlgren atua na Rede Europeia contra o Racismo encaminhando propostas às instituições europeias, em Bruxelas.

    Rede europeia contra o racismo denuncia discurso xenófobo de candidatos

    Juliana Wahlgren atua na Rede Europeia contra o Racismo encaminhando propostas às instituições europeias, em Bruxelas. por Adriana Moysés A União Europeia é a região que acolhe o maior número de imigrantes no mundo, de 55 a 60 milhões de cidadãos estrangeiros, segundo dado oficial da agência Eurostat. Esse número é considerado subestimado por outras fontes. Recente artigo do jornal Le Monde citou a presença de 71 milhões de imigrantes no bloco. Nesta campanha para o Parlamento Europeu, os partidos de extrema-direita se apoderaram do tema. Os candidatos nacionalistas de direita e os "eurocéticos" propagam no eleitorado a falsa ideia que uma das principais razões do elevado nível de desemprego em seus países é a presença maciça de imigrantes, incluindo europeus de outros países do bloco. Eles citam com frequência a "invasão" de imigrantes poloneses, romenos e búlgaros. De Paris a Madrid, de Londres a Roma ou de Amsterdam a Lisboa, ...

    Leia mais
    Um arrepio

    Um arrepio

    Ana Cristina Pereira Já reparou? Por quase toda a parte, a extrema-direita está a ganhar força. Estão bem posicionados para as eleições do próximo domingo o Partido Independentista do Reino Unido, de Nigel Farage; a Frente Nacional, de Marine Le Pen, em França; o Partido da Liberdade, de Geert Wilders, nos Países Baixos, o Democratas da Suécia, de Fredrik Reinfeldt; e o Partido Nacional Esloveno, de Zmago Jelincic. Há outros pontos críticos no mapa da União Europeia. Ora veja: na Áustria, o partido da Liberdade, de Heinz Christian Strache; na Hungria, o Jobbik, de Gábor Vona; na Grécia, a Aurora Dourada, de Nikos Michaloliakos, em prisão preventiva na sequência da morte de um rapper; na Bélgica, o Interesse Flamengo, de Frank Vanhecke; em Itália, a Liga do Norte, de Matteo Salvini. Não são todos iguais, dir-me-á. Não são. Servem-se, porém, todos do ressentimento -- ou mesmo ódio -- pelo “outro”, ...

    Leia mais
    Escritora Cidinha da Silva (Foto: Elaine Campos)

    10 referências sobre combate ao racismo (ou inclusão de saberes plurais) – Por: Cidinha da Silva

    Hoje vamos tratar sobre combate ao racismo. A luta mundial pela tolerância, igualdade e respeito às diferenças (pluralidade) é um dos tópicos que embasa os pitacos de hoje, dado por Liliane Braga (pesquisadora do tema), a quem passamos a palavra. Vale mencionar que quando vocês encontrarem o símbolo "@" como flexão, significa designação dupla de gênero, ou seja, refere-se ao feminimo e ao masculino, de modo a representar os dois gêneros no mesmo termo. Bons pitacos! Meus pitacos dialogam com o 21 de março, lembrado como o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial em razão do massacre ocorrido Shaperville (África do Sul) em 1960, mas também vão um pouco mais além. As publicações elencadas vêm do século passado até aqui e trazem [email protected] de África, Europa, América do Sul, Ásia e Caribe. Cinco das dez trazem autoras protagonistas ou ao lado de autores. Intelectuais e artistas [email protected] formam a maioria ...

    Leia mais
    120130154547 cartaz seminario 304x171 bbc nocredit

    Europa: cresce o tráfico de mulheres

    Estudo sugere que prostituição forçada avançou 50% em cinco anos, envolve práticas de cárcere privado e tem como alvo destacado as brasileiras Por Anelise Infante De acordo com um relatório compilado pela ONG espanhola Red española contra la trata de personas, a partir dos dados de 26 organizações internacionais, a revenda de mulheres, muitas delas menores de idade, aumentou em 50% nos últimos cinco anos e movimenta cerca de US$ 7 bilhões por ano (R$ 12 bilhões). O relatório revelou que anualmente cerca de 1 milhão de pessoas que chegam à Europa acabam sendo forçadas à prostiuição. Deste total, 90% passam por bordéis na Espanha, Itália, Grécia, Alemanha, Bélgica, Holanda, Suíça e Portugal, revendidas por quadrilhas de traficantes. Na Espanha, maior consumidor europeu de serviços sexuais e onde atuam as principais redes de contrabando, segundo as autoridades, uma mulher é vendida entre R$ 2 mil e R$ 7,5 mil, de ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist