Tag: Marcha das Mulheres Negras

    Mulheres Negras contra o racismo, a violência policial e a redução da maioridade penal

    Núcleo Impulsor do Estado de São Paulo da Marcha das Mulheres Negras * O mês de abril trouxe a reafirmação cotidiana da importância da Marcha das Mulheres Negras contra o racismo, a violência e pelo bem viver. por: Núcleo Impulsor do Estado de São Paulo da Marcha das Mulheres Negras* do Ceert Enfrentamos nos últimos dias a notícia de alunos da Faculdade de Medicina da Unesp em Botucatu usando uniformes alusivos à Klu Klux Klan durante um "trote"; a divulgação dos laudos confirmando que as mortes de 12 jovens na comunidade Vila Moisés, no Cabula (BA) foram execuções promovidas por PMS; as ameaças à cantora, compositora e deputada estadual Leci Brandão por se manifestar contra projeto que proibia o uso de animais em rituais religiosos; a retirada violenta de jovens e de uma mulher negra - a jornalista Luka Franca - arrastada por PMs do plenário da Assembleia Legislativa durante protesto contra ...

    Leia mais

    Roda de conversa para a Marcha de Mulheres Negras

    A roda de conversa faz parte da construção da Marcha das Mulheres Negras que vai acontecer em Brasília dia 18 de Novembro de 2015. no  COMULHER Comunicação Mulher  via Guest Post para o Portal Geledés Música completa do vídeo: Negras em Marcha de Luana Hansen "A Mulher Negra vai marchar contra os Racistas Pra acabar de vez com a história dos Machistas Pelo fim do Genocídio da Juventude Negra Acontece todo dia não finja que não veja Onde a parcela mais oprimida e explorada da Nação Luta diariamente contra a Criminalização Quer moradia Digna, Educação e Saúde. Pelo Tom de pele ninguém nunca te julgue Cansada de uma Mídia Sexista e Racista Que só promove a Violência física Anônimas,Famosas, Afro- Latinas Brasileiras. São suas as vitórias,Grandiosas Guerreiras. Lutando por suas Terras oh Mulheres Quilombola Trazendo a Ancestralidade em cada Aurora Marchamos Mulher Negra contra o Racismo e Violência Pois todas nós juntas sim ...

    Leia mais

    Mulheres negras: sororidade e luta

    “8 de março o que é o que é? É o dia internacional da mulher!” Esse grito de guerra eu aprendi aos 9 anos de idade – em  1988 – ainda me arrepio quando lembro daquele dia. E também da avenida Paulista inteira tomada por milhares de mulheres cantando a música Maria, Maria (do Milton Nascimento e Fernando Brant). No dia seguinte contei com muito orgulho o motivo da minha ausência para a professora da quarta série. Nessa época, minha mãe – Sandra Regina – era militante da ARMMA: Associação Regional de Mulheres Margarida Alves, na cidade de Santos. Ainda tenho a lembrança de muito acolhimento naqueles tempos em que sobrevivíamos com muitas dificuldades financeiras. Lembro-me do cheiro de café e do gosto do chá com bolachas na cozinha da casa da Gemma Rebello, e dos abraços das companheiras que nos fortaleciam. O termo utilizado para traduzir esse sentimento de ...

    Leia mais

    Mbp + lançamento da marcha das mulheres negras no Rio

    Na última Sexta-feira o Coletivo Meninas Black Power teve o prazer de participar do lançamento da Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo, a Violência e Pelo Bem Viver para mulheres da cidade do Rio de Janeiro. Para quem não sabe, a Marcha das Mulheres Negras acontecerá no dia 18 de Novembro deste ano em Brasília. A ideia é reunir "o máximo de organizações de mulheres negras, assim como outras organizações do Movimento Negro, sem dispensar o apoio de organizações de mulheres e de todo tipo de organização que apoiem a equidade sociorracial e de gênero". Por Élida Aquino, do Meninas Black Power  O lançamento no Rio foi uma celebração maravilhosa na Central do Brasil. As mulheres que passaram por lá tiveram a oportunidade de participar de ações educativas em saúde da mulher, assistir apresentações culturais, fazer amarrações de turbante e muito mais. Conversamos com algumas participantes envolvidas no movimento de ...

    Leia mais

    8 de março, celebrar o que? Nós, mulheres negras marchamos

    8 de março, dia internacional da mulher, o que vão celebrar? Na verdade não sei o que celebrar, ao meu redor só existe dor, sofrimento e opressão, no entanto tenho esperança, e a esperança surge na resistência negra, na minha ancestralidade negra, há esperança em nosso protagonismo, na Marcha Nacional de Mulheres Negras que tem sua demanda orientada para o enfrentamento do racismo, sexismo, violência e pelo bem viver. Por Emanuelle Goes, no População negra e Saúde Enquanto não tivemos a nossa liberdade de corpo inteiro, não há motivo para celebrar 8 de março. Enquanto fomos desumanizadas, vistas com menor valor, nós marcharemos, pois para os serviços de saúde somos resistentes a dor, capazes de suportar todos os tipos de pesos, não somos resistentes, somos Resistência. Sempre que escrevo sobre desigualdades, gosto de trazer dados, na verdade gosto deles, dos números, no entanto, na maioria das vezes não gosto do que ...

    Leia mais

    “Como estamos nós as Mulheres Negras no Dia Internacional da Mulher”

    Secretaria de Gênero Raça e Etnia | Sindsprev/Rj Do Sindsprevrj A história do dia 8 de março começa na luta das mulheres trabalhadoras por melhores condições de trabalho e redução da carga horária em 1857. As operárias de uma fábrica têxtil em Nova York realizaram uma passeata pela redução da jornada, aumento salarial e descanso dominical. Devido à repressão policial, elas se refugiaram em uma fábrica, onde foram trancadas pelo patrão e pelos policiais, que atearam fogo no estabelecimento, levando à morte todas as mulheres que estavam ali, em greve, lutando por seus direitos. "Na II Conferência Internacional de Mulheres, realizada em 1910, Clara Zetkin, militante socialista e revolucionária, propôs que o dia 8 de março fosse considerado como o dia internacional das mulheres, para que a história dessas operárias americanas não ficasse esquecida e para que as mulheres continuassem a luta tão necessária. " De fato, muitas conquistas atribuídas ...

    Leia mais

    Plenária aberta inicia mobilização da capital paulista para a Marcha das Mulheres Negras 2015

    África liberta em tuas trincheiras! Quantas anônimas guerreiras brasileiras!”, diz a música que faz trilha sonora ao vídeo de convocação para a Marcha. O processo de planejamento para a Marcha Nacional das Mulheres Negras 2015, programada para o dia 18 de novembro, em Brasília, já começou em São Paulo! Neste sábado, 17 de janeiro, acontece uma plenária aberta que marca o início da organização das mulheres paulistas rumo à capital do Brasil, em nome do bem viver, contra o racismo e a violência. No Nós Mulheres da Periferia A Marcha foi idealizada em Salvador, Bahia, durante o Encontro Ibero Americano do Ano dos Afrodescendentes, em 2011. A intenção é reunir o máximo de organizações de mulheres negras, outras frentes do Movimento Negro e organizações de mulheres não negras que apoiem a equidade sócio-racial e de gênero. “Convocamos todas as forças do movimento de mulheres negras do Estado de São Paulo, partidos, sindicatos e ...

    Leia mais

    Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver acontecerá, em 18 de novembro de 2015, em Brasília

    Brasília, 11 de janeiro de 2015. no 2015 Marcha de Mulheres Negras O Comitê Nacional Impulsor da Marcha de Mulheres Negras 2015, reunido em Brasília nos dias 10 e 11 de janeiro, definiu a alteração de data de realização da Marcha das Mulheres Negras 2015 contra o Racismo e a Violência e pelo Bem Viver para 18 de novembro de 2015, na capital federal. A mudança de data é decorrente da avaliação das organizações que integram o comitê nacional sobre: o recrudescimento do racismo e sexismo e o avanço de forças conservadoras e neoliberais no Estado e na sociedade civil; a composição de uma agenda contínua de enfrentamento à violência racial e patriarcal em todos os espaços que se façam necessários com respostas contundentes e sistemáticas do movimento de mulheres negras em âmbito local, regional e nacional; novas interlocuções políticas que demandam novas estratégias de combate ao racismo e ao ...

    Leia mais
    Mulheres negras usam a tecnologia na articulação de rede contra o racismo no interior da Bahia

    Mulheres negras usam a tecnologia na articulação de rede contra o racismo no interior da Bahia

    A Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte, ainda atuante em Cachoeira (a 115 km de Salvador), é um bom exemplo de como as mulheres negras, historicamente, atuam em rede para combater o racismo e seus efeitos. A instituição é uma das que disseminam lições para novas experiências como a organização da I Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo, a Violência e pelo Bem-Estar. A marcha será realizada em Brasília, no dia 13 de maio de 2015, mas a mobilização já está em andamento por meio de redes sociais como o Facebook. Tornou-se comum a disseminação de posts sobre o evento nos perfis do Face e também uma corrente de informações em  blogs e sites. "Utilizar as redes sociais é uma forma de ampliar as nossas discussões para um público que, no cotidiano, a gente não tem acesso", aponta Maria Lúcia da Silva, diretora do  Amma Instituto Psiquê e ...

    Leia mais
    (Foto: Ayalla Salvador)

    Marcha das Mulheres Negras: contra o racismo e pelo bem viver!

    Mais uma vez nós, mulheres negras, iremos à rua. Mais uma vez mostraremos nossa cara para reafirmarmos a nossa humanidade, sistematicamente subtraída por força do racismo. É de nossa natureza sairmos em defesa dos nossos direitos, da nossa família e da nossa comunidade. Temos motivos suficientes para reatualizar as nossas propostas em torno do projeto de país que desenhamos e projetar novas formas de inclusão numa sociedade em que ainda vivemos nas franjas. por Rosane Borges A despeito das inegáveis conquistas alcançadas nas últimas décadas, os indicadores socioeconômicos não deixam margem a dúvida: a discriminação racial e de gênero são eixos extremos de exclusão, aprisionando mulheres e homens negros nos extratos mais baixos da pirâmide social, por vezes com mobilidade ainda insuficiente para diminuir o fosso entre brancos e negros. Os dados oficiais são instrutivos, pois reafirmam o que, de resto, constitui realidade incontornável: ainda que a população negra tenha sido ...

    Leia mais

    Macapá lança Marcha das Mulheres Negras Contra o Racismo, Violência e Pelo Bem Viver

    Na próxima quarta (28) o Instituto de Mulheres Negras do Amapá – IMENA, Rede Fulanas - Mulheres Negras da Amazônia Brasileira e a Associação de Mulheres Mãe Venina do Quilombo do Curiaú, juntas com ativistas negras de Macapá e outros estados e países realizam uma caminhada para lançar a construção da Marcha das Mulheres Negras Contra o Racismo, Violência e Pelo Bem Viver, que será realizada em 2015. A marcha terá concentração na Concha Acústica do Araxá, a partir das 16h da tarde. A Marcha foi “pensada” pela articulação pela Articulação de Organizações de Mulheres Negras Brasileiras (AMNB), uma iniciativa voltada, a aumentar a mobilização/ articulação e fortalecer o processo organizativo de mulheres negras brasileiras tanto no meio rural quanto no urbano. Assim, a intenção é conseguir aglutinar o máximo de negras e organizações de mulheres negras, bem como outras organizações do Movine (Movimento Negro), sem dispensar o apoio de ...

    Leia mais
    Página 4 de 4 1 3 4

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist