Tag: oportunidade e trabalho

    blank

    Google demite engenheiro que publicou manifesto contra diversidade

    Em seu texto, o agora ex-funcionário da empresa afirma que os homens são mais predispostos biologicamente do que as mulheres para o mercado de TI. no IDGNow O Google demitiu nesta segunda-feira, 7/8, um engenheiro sênior de software que causou polêmica nos últimos dias ao compartilhar um manifesto de 10 páginas contra a diversidade. As informações são da Bloomberg. O engenheiro em questão, James Damore, confirmou junto à Bloomberg a sua demissão, dizendo que foi dispensado pelo Google por “perpetuar estereótipos de gênero”. No seu texto, que foi descoberto pelo Motherboard e tornou-se viral no final de semana, Damore afirma que os homens são mais predispostos biologicamente do que as mulheres para trabalhar no mercado de tecnologia e criticou as iniciativas do Google pró-diversidade. Além disso, o engenheiro disse ser alvo de preconceito no Google por ter visões políticas conservadoras e alegou que a empresa deveria trocar as iniciativas pró-diversidade ...

    Leia mais
    blank

    Processos trabalhistas com base em acordos vencidos são suspensos

    Ministro do Supremo entendeu que norma protege somente o trabalhador. Regra garante ao empregado direitos de acordos coletivos já vencidos. no G1 O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu liminar (decisão provisória) para suspender todos os processos em andamento na Justiça do Trabalho que têm por base uma regra que garante ao trabalhador direitos de acordos coletivos já vencidos. Por essa regra, esses direitos vigoram até que nova negociação seja firmada pelo sindicato ou grupo da categoria. Para o ministro, porém, a norma protege somente o trabalhador, ignorando que um acordo coletivo deve considerar, segundo ele, os dois lados da relação – empregado e empregador. Mendes suspendeu processos que envolvem a súmula 277 do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Essa súmula prevê que as cláusulas do acordo coletivo ficam incorporadas ao contrato individual de trabalho até uma nova convenção – isso é chamado no direito de princípio da ultratividade. Uma ...

    Leia mais
    blank

    Estudo: empresas que contratam LGBT ganham eficiência

    Impensável. Era essa a resposta quando alguém perguntava ao recrutador sobre a possibilidade de contratar profissionais assumidamente LGBT. Na maioria das vezes, o candidato precisava omitir a sua orientação sexual tanto no momento da entrevista quanto na rotina de trabalho. por Roberta Queiroz no Panrotas O preconceito, obviamente, ainda existe e reproduz cenários como esse. No entanto, a demanda pelo respeito e inclusão tem ganhado força ao longo dos últimos anos e, consequentemente, empregado essas pessoas graças ao seu potencial e não aos seus gostos e interesses pessoais. Apple, IBM, Facebook e Starbucks são algumas das grandes empresas que se engajaram e se transformaram em referência global quando o assunto é inclusão de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais em suas equipes e cargos de liderança. O interesse, segundo as marcas, não é estritamente financeiro. Há um quê de justiça social. “O que buscamos é construir um espaço em conjunto, ...

    Leia mais
    blank

    O motorista Flávio Leonardo entregou CV em semáforo e recebeu 40 propostas de emprego

    Não tá fácil pra ninguém e todo mundo sabe disso, mas aqueles que conseguem utilizar a criatividade para chamar atenção acaba ganhando os holofotes. no Catraca Livre E foi o que aconteceu com o motorista Flávio Leonardo, de 34 anos, que passou um dia entregando currículos em um semáforo no Lago Sul, no Distrito Federal. Segundo ele, a ideia veio quando foi atrás de emprego no mesmo local e, ao observar pessoas entregando panfletos, decidiu fazer o mesmo, porém entregando seu resumo profissional. Ele recebeu mais de 40 propostas de trabalho, fez três entrevistas e conseguiu um emprego. "Eu recebi muitas propostas, mas a maioria não era na minha área. Nessa que eu optei, vou trabalhar como motorista, com um ótimo salário e o local de trabalho fica a cinco minutos a pé da minha casa"

    Leia mais
    Foto: @zalikaproducoes

    Pesquisa confirma: negros são desfavorecidos no setor metalúrgico

    Uma pesquisa encomendada pela  Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) ao DIEESE mapeou o salário do metalúrgico negro no Brasil. Infelizmente o resultado foi que o trabalhador negro ganha menos que o não negro. Quando os números das mulheres negras são comparados com os dos não negros, aí a situação fica pior ainda. Veja as principais discrepâncias e o comentário de Douglas Belchior sobre o assunto.

    Leia mais
    blank

    Racismo e preconceito de cor no Brasil influencia na hora da contratação!

    A dificuldade para enfrentar o racismo faz perpetuar números dramáticos dos resultados do preconceito de cor no Brasil. As estatísticas da desigualdade revelam barreiras para a população negra que vão desde a formação inicial até a inserção no mercado de trabalho. Do Oporto Manguense A cor da pele é determinante para as probabilidades de morte precoce por assassinato. E a minoria que consegue chegar a um curso superior (10,8%) sofre preconceito no dia a dia, como Guilherme Lemos, 25 anos, pós-graduando na Universidade de Brasília (UnB). Levantamento exclusivo feito a pedido do Correio revela que, desde 2013 até junho deste ano, o Ministério Público do Trabalho (MPT) recebeu 327 denúncias por discriminação por origem, raça, cor ou etnia. Em outro estudo do MPT, de 2004, elaborado pela Coordenadoria de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho (Coordigualdade), ficou evidente a discrepância entre o número de trabalhadores negros ...

    Leia mais
    blank

    Resolução inclui estatísticas raciais no sistema de emprego brasileiro

    Regulamentação auxilia na formulação de políticas pública para combater desigualdade social no SEPPIR O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), publicou nesta semana a resolução 746, que estabelece o preenchimento obrigatório do campo cor ou raça em todas as contratações feitas por programas que foram financiados pelo fundo. Para o secretário de políticas de ações afirmativas da Seppir, Ronaldo Barros, a medida é crucial para a formulação de políticas públicas voltadas a combater a desigualdade racial no país. “A partir de agora teremos informações sobre quem está sendo contratado, com a estratificação por raça, auxiliando a identificar com precisão os locais onde precisamos direcionar as políticas públicas”, explicou. Em um exemplo hipotético, uma instituição que contrata 100 trabalhadores com financiamento advindo do fundo de amparo ao trabalhador, terá que fornecer os dados de quantos negros foram contratados. “Esses dados eram muito genéricos até então, tínhamos apenas informações ...

    Leia mais
    blank

    IBM Brasil fecha as portas para o preconceito LGBT

    "Somos todos diferentes. Por isso somos especiais."  por Mariana Lemos TI+simples Foi com esta mensagem que foram recebidos os participantes da 9ª reunião do Fórum de Empresas e Direitos LGBT, que desta vez aconteceu na sede da IBM Brasil, nesta segunda-feira, em São Paulo. Não me foi estranho saber que a Big Blue se orgulha em promover ações em prol dos diretos de gays, lésbicas, bisexuais e transexuais, mas confesso que sorri por dentro ao ver o porte do evento e o nível das discussões. Me sentei na última fileira de cadeiras. De lá consegui ver um auditório lotado com funcionários IBM e de empresas como GE, Einsten, Google, Dow Química, Câmara de Comércio LGBT, Carrefour e Citibank, entre tantas outras. Coloquei no peito o bottom da campanha #zerodiscriminação, da Unaids, que ganhei na porta e ouvi a Adriana Ferreira, líder de Diversidade e Inclusão da IBM Brasil, falar que apenas em ...

    Leia mais
    blank

    Aprovada proposta que proíbe estágio não remunerado

    A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou nesta quarta-feira (20) projeto para determinar que todos os estagiários recebam bolsa ou outra forma de contraprestação, independentemente do tipo de estágio. Por Elina Rodrigues Do Senado O autor do PLS 424/2012, senador Paulo Paim (PT-RS), argumenta que a Lei dos Estágios (11.788/2008) faz uma série de distinções entre os estágios não obrigatórios e os obrigatórios (cuja carga horária é exigida para a conclusão de alguns cursos técnicos ou de graduação, por exemplo). Nestes, é possível não ocorrer qualquer pagamento. Na opinião do senador, essa prática é discriminatória e poderia levar à exploração da mão de obra de estudantes cujos cursos incluem a obrigatoriedade de realização do estágio. “Além do aprendizado que a prática do estágio promove, o trabalho realizado pelo estagiário gera benefícios importantes para as partes concedentes e deve, portanto, ser devidamente compensado”, diz ele. Para a relatora na CAS, senadora Ana ...

    Leia mais
    blank

    Organização “Human Rights Watch” tem várias vagas de trabalho

    Human Rights Watch é uma organização de direitos humanos, não governamental, sem fins lucrativos, composta por cerca de 400 funcionários, em todo o mundo. A sua equipa é composta por diversos profissionais, tais como advogados, jornalistas e académicos de diversas origens e nacionalidades, incluindo especialistas em direitos humanos. Por Sara Sousa, do Emprego pelo Mundo  Fundada em 1978, a Human Rights Watch é conhecida pela sua investigação precisa, relatórios imparciais, utilização eficaz dos meios de comunicação e advocacia focada, muitas vezes em parceria com grupos locais de direitos humanos. A cada ano, a organização publica mais de 100 relatórios e briefings sobre a situação dos direitos humanos, em 90 países, gerando uma ampla cobertura nos meios de comunicação locais e internacionais. Com a alavancagem que todo o seu trabalho traz, a Human Rights Watch reúne-se com os governos, com as Nações Unidas, grupos regionais como a União Africana e a União Europeia, com as instituições financeiras e corporações para pressionar ...

    Leia mais
    blank

    Empregueafro 10 anos

    no Empregueafro Criada em 2004, a EmpregueAfro, é uma consultoria de Recursos Humanos e Diversidade Étnico-Racial. Atuamos de forma plural para incluir e proporcionar a ascensão do profissional negro e afrodescendente. Trabalhamos para o aprimoramento da empregabilidade. Nosso  objetivo é enriquecer o conjunto de competências e habilidades para proporcionar uma inclusão efetiva, com condições de manter o negro empregável e competitivo num mercado de trabalho segregado. Para as empresas que investem na diversidade étnico-racial, oferecemos soluções na área de Recrutamento e Seleção, Treinamento, Desenvolvimento de Recursos Humanos e Gestão da Diversidade. E ainda, serviços de organização de eventos diferenciados com a temática étnico-racial. Perguntas do Vídeos Como nasceu a Empregueafro? Quais foram os desafios iniciais da Empregueafro? Quais os produtos e serviços? A Empregueafro é ONG ou consultoria? Qual o diferencial de mercado da Empregueafro? Como a Empregueafro vê a diversidade nas empresas? Como responsabilidade social? Porque as empresas devem ...

    Leia mais
    blank

    6 mitos sobre o negro no mercado de trabalho

    por Patricia Santos de Jesus via Guest Post para o Portal Geledés Nesses anos todos entrando nas empresas para falar de contratação de profissionais negros, já vi e ouvi muitas coisas que vocês nem imaginam, entre tantas, listo aqui, seis mitos para iniciarmos uma reflexão, um debate, sobre isso: 1* não encontramos negros capacitados Esse é o número 1. É incrível! Muitas empresas dizem que não estamos qualificados, que não temos todos os requisitos das vagas sendo que, discriminam o profissional negro no recrutamento. Excluem currículos pelo bairro que moram, pelo tipo de faculdade que cursam, quem não fez faculdade… 2* nunca nem percebi que não tinham negros aqui É “comum” ver a maioria dos funcionários brancos enquanto a maioria da população é negra? Se nós somos mais de 50% da população brasileira deveríamos ter números compatíveis no mercado de trabalho não? Como é que não percebem que faltam negros nas empresas? Nas 500 ...

    Leia mais
    blank

    Os 21 empregos mais bem pagos para as mulheres no Brasil

    A desigualdade de gênero no mercado de trabalho ainda é uma realidade no mundo - inclusive no Brasil. no Brasil Post  por  Luiza Belloni Em 2014, enquanto os brasileiros receberam um salário de admissão médio de R$ 1.247,98, as mulheres ganharam R$ 1.075,52, de acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). As brasileiras também estão mais "desocupadas" (não ocupadas, mas procurando emprego) que os homens. Segundo dados do IBGE, a taxa de desocupação estimada para elas é de 7,7%enquanto para eles é de 5,6%. Apesar de o mercado não ser favorável às brasileiras, em algumas profissões, são elas que se destacam. Um levantamento realizado pelo site de empregos Catho a pedido do Brasil Post mostra que há cargos em que as mulheres ganham até 123% a mais que eles. Esse é o caso da profissão de historiador, em que uma mulher recebe, em média, R$ 1.935 e o homem, R$ 864,20. O cargo de analista de back office ...

    Leia mais
    blank

    Portal Transempregos divulga oportunidades para travestis, transsexuais e crossdressers

    Os preconceitos sofridos por travestis, transsexuais e crossdressers não se limitam à vida pessoal: estendem-se também ao mercado de trabalho. Para ajudar estas pessoas que têm dificuldade em conseguir emprego, foi lançado o site Transempregos, que divulga oportunidades específicas para este público. por André Nicolau no Catraca Livre O portal publica vagas divididas entre emprego, estágio e freelance, em empresas comprometidas com a diversidade sexual. Há oportunidades em cargos como recepcionista, assistente de mídias sociais, estagiário de assessoria de imprensa, auxiliar de cozinha, entre outros. Transempregos.com Guia LGBT no Mundo do Trabalho Afim de estreitar o abismo existente entre públicos minoritários e o mercado de trabalho, foi  lançado em janeiro deste ano, no Rio de Janeiro, o guia Promoção dos Direitos Humanos de Pessoas LGBT no Mundo do Trabalho. Realizado pela Organização das Nações Unidas, o projeto apresenta dez compromisso e desdobramentos que empresas e empregadores podem desenvolver para driblar o preconceito ...

    Leia mais
    blank

    Banco do Brasil abre concurso com 2499 vagas em 2015!

    O Banco do Brasil está com concurso público aberto para preenchimento de 2499 vagas, para formação de cadastro de reserva. É um concurso expressivo, pois apesar das vagas em caráter de cadastro de reserva, a validade do mesmo é de um ano, podendo ser prorrogado por igual período, sendo que existem grandes chances do candidato ser chamado nesse meio tempo, devido a natureza do cargo. O concurso é para o cargo de Escriturário, que possui remuneração inicial de R$2.227,26, com carga horária semanal de 30 horas, sendo que existem diversos benefícios para o candidato. É exigido nível médio dos candidatos. Confira o edital completo Abra o edital bb0214_edital-2 As inscrições já estão abertas, sendo que vão até dia 19 de janeiro de 2015, com taxa de R$ 40,00. As oportunidades desse concurso, são destinadas as agências nos estados de Acre, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba, Paraná, ...

    Leia mais
    blank

    Classe C se consolida no setor de microfranquia no Brasil

    Por: Alana Gandra O empreendedorismo por meio de microfranquias é uma realidade que vem se consolidando ano a ano no Brasil, disse à Agência Brasil o presidente da Associação Brasileira de Franchising do Rio de Janeiro (ABF Rio), Beto Filho. O grande consumidor brasileiro pertence atualmente à classe C, que responde por cerca de 57% da população consumidora e é também compradora de franquias, acrescentou. Ele explicou que o comportamento hoje da classe C não está só no consumo, mas também no empreendedorismo, porque, com o apoio dos bancos oficiais e das agências de fomento dos estados, além dos bancos privados, há sustentação financeira  para a categoria também virar empreendedora, empresária. Os investimentos nas franquias vão de R$ 5 mil a R$ 8 milhões. São 2,7 mil marcas franqueadoras em vários segmentos de negócios, que incluem, entre outras, as áreas de serviços, alimentação, higiene, limpeza. A  microfranquia responde por 5,11% ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist