terça-feira, novembro 29, 2022
InícioQuestão RacialViolência Racial e PolicialUniversidades e faculdades historicamente negras dos EUA recebem ameaças de bomba

Universidades e faculdades historicamente negras dos EUA recebem ameaças de bomba

Alunos e funcionários receberam ordens de abrigo. Atitude acontece na véspera de comemorações afrodescendentes no país.

Fonte: G1

Várias universidades e faculdades historicamente negras nos Estados Unidos receberam ameaças de bomba nesta segunda-feira (31), forçando as instituições a emitirem ordens de abrigo no local enquanto cancelavam as aulas e operações do dia.

Albany State University, na Geórgia, Delaware State University, em Delaware, Southern University e A&M College, em Louisiana, Howard University, em Washington, Bowie State University, em Maryland e Bethune-Cookman University, na Flórida, estão entre as instituições norte-americanas ameaçadas.

“Devido a uma emergência no campus, as aulas acontecerão virtualmente. As pessoas no campus devem se abrigar no local até novo aviso”, disse a Bowie State University em mensagem no site da universidade.

A Delaware State University pediu a funcionários e estudantes que não fossem ao campus até novo aviso. “Instruímos nossa população residencial a permanecer no dormitório enquanto uma busca no campus está ocorrendo, e isso está em andamento neste momento”, disse um porta-voz da universidade.

Essa foi a segunda vez neste mês que instituições de ensino superior historicamente negras enfrentaram ameaças de bomba. Na primeira vez, no dia 5, oito universidades receberam ameaças de bombas, porém, nada foi encontrado.

Até a última atualização não foram encontrados objetos explosivos nas faculdades em questão.

Mês da história negra

O mês de fevereiro, que começa nesta terça, é importante para os afrodescendentes que residem no território dos Estados Unidos. O movimento conhecido como “Black History Month” (mês da história negra) acontece desde a década de 20.

Inicialmente as comemorações seguiam essas datas por coincidirem em fevereiro os aniversários de Abraham Lincoln (12 de fevereiro) e Frederick Douglas (14).

O ex-presidente ficou conhecido por ter sido aquele que aboliu a escravidão em todo o território americano, enquanto Douglas foi um escravo que fugiu de Maryland e liderou o movimento abolicionista em Nova York.

Posteriormente, em 1976, o à época presidente Gerald Ford instituiu oficialmente o mês da história negra.

Diversas faculdades dos Estados Unidos têm comemorações oficiais para referenciar esses momentos.

As ameaças de bombas possivelmente têm relação com o Black History Month.

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench