Depois de briga com seguidores, Marcello Melo Jr apaga imagem polêmica

O ator e cantor Marcello Melo Jr reagiu mal às críticas que recebeu depois de compartilhar uma imagem no Instagram considerada racista por parte dos seguidores. Na foto, uma mulher negra aparece com os dizeres “Cuida do cabelo dela. Ela gosta que repare no cabelo dela”, trecho da música “Cuida bem dela”, da dupla sertaneja Henrique e Juliano.

No Extra 

Uma das que questionaram a postura do ator da TV Globo foi a professora de Língua Portuguesa Jillian Antunes, de 26 anos, moradora do Rio de Janeiro. A carioca contou que decidiu comentar no Instagram de Marcello por ter se surpreendido com a brincadeira. Fã do ator e do grupo Melanina Carioca, do qual Marcello é integrante, Jillian recebeu xingamentos dele na rede social.

“Vai caçar marido! Mau comida não… porque ninguém deve comer vocês”, escreveu Marcello para Jilian. E fez mais: “Vai se f****. Feia pra c******. Feia e ridícula”, disse.

mellojr1

— Eu realmente demorei a acreditar que ele tinha sido tão grosseiro por nada. Não o agredi para tanto. Vi que a foto não estava mais e parabenizei o Marcelo por ele ter apagado. Inclusive, no print que fiz da conversa, coloquei exatamente o que disse pra ele. Segundos depois ele respondeu daquele jeito. Achei que não tinha sido para mim, que ele tinha digitado meu nome acidentalmente. Mas aí ele foi em várias fotos minhas para comentar individualmente. Achei um absurdo — contou Jillian, que publicou no Facebook as mensagens deixadas pelo ator no seu perfil.

“Ainda bem que apagou aquela foto ridícula que, antes de menosprezar uma negra, menosprezava uma mulher!!! Sou sua fã. Não esperava menos de você! Só um adendo na resposta que você deu: por favor, não desmereça cotas e medidas sociais. Você não! Seria extremamente contraditório. A todos os negros igualmente talentosos que não tiveram as mesmas oportunidades sociais que você (que você, infelizmente, tem sido vítima da lógica e feito papéis secundários) o nosso respeito e humildade sadia”, postou Jillian na rede social de Marcello.

marcellomello

Jillian acredita que o ator não teve a intenção de ser racista ao publicar a primeira imagem, mas destaca que desde o começo questionou apenas a postura dele com as mulheres.

— Acho até que a imagem tinha um cunho racista, mas que ele não pensou nisso, tanto que falei pra ele que ele tinha sido desrepeitoso, antes de tudo, com uma mulher. No fim das contas, acho que ele foi é muito machista. Inclusive por conta dos comentários e das outras respostas.

mellojr2

Depois da repercussão da polêmica, Jillian chegou a pensar em processar o ator, mas ainda não tem certeza sobre as medidas que irá tomar. No Instagram, Marcello Melo Jr chegou a postar um vídeo, na madrugada desta sexta-feira, pedindo desculpas pela confusão, mas tanto a gravação quanto a primeira foto foram apagadas da rede social.

marcellomelo2d marcellomelo3

Nesta manhã, no entanto, seguidores continuam a criticar a postura de Marcello nas redes sociais. Fãs do ator também manifestam apoio e o defendem.

mellojr

Procurado, Marcello Melo Jr não foi encontrado para comentar o caso. A assessoria de imprensa do ator afirmou estar tentando entrar em contato com ele para prestar esclarecimentos.

Leia Também: 

Negros de proveta, ou quando o racismo germina dentro de casa

+ sobre o tema

Horário eleitoral deve ser proporcional para candidatos negros, propõe FGV ao TSE

Dividir o tempo do horário eleitoral (TV e rádio)...

Um documentário contra o racismo

Por jns Arte Contra o Preconceito A trama...

‘Tiraram quase dois anos de mim’, diz Bárbara Querino

Babiy, 21, ficou um ano e sete meses presa...

Tragédia no RS apaga pessoas negras e escancara racismo ambiental

No início dos anos 2000, viajei a Mato Grosso...

para lembrar

Mania de PERSEGUIÇÃO ou são eles que nos PERSEGUEM?

por Luiz de Jesus® Somos o tempo todo...

Justiça italiana condena vereadora que pediu estupro de ministra negra

ROMA - A Justiça italiana condenou nesta quarta-feira...

Nota de solidariedade da CUT a Luiza Bairros

Secretaria de Mulheres e Secretaria Nacional de Combate ao...

A branquitude é o alvo ou que aprendi com colegas da FAED/UDESC

"Somente homens livres podem negociar."          ...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=