PM que atirou em dois jovens caídos e forjou ocorrência já está em liberdade

O policial militar que havia sido preso na última quarta-feira, após ser flagrado disparando enquanto suspeitos estavam no chão, foi colocado em liberdade nesta quinta-feira, 25. O agente da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) foi afastado das atividades operacionais e cumprirá apenas funções administrativas até que a Corregedoria Interna da Polícia Militar delibere sobre o caso.

No DCM

Na última terça-feira, câmeras de duas emissoras de televisão flagraram a perseguição do policial a dois suspeitos, menores de idade, que seguiam em outra motocicleta. Após um dos menores arremessar seu capacete contra o agente, os suspeitos caem da motocicleta. Nesse momento, as filmagens mostram o policial realizando disparos com sua arma contra os infratores. Posteriormente, ele se aproxima dos menores, retira a arma de um dos suspeitos e atira contra o chão.

Um dia após a ação, o policial foi preso administrativamente. De acordo com a Polícia Militar, a prisão foi realizada “em um primeiro momento, para facilitar a produção de provas do Inquérito Policial-Militar instaurado”.

 

Leia Também: “A missão de perdoar pertence a Deus; a da polícia é promover o encontro”

 

+ sobre o tema

Racista banido da NBA volta a atacar Magic Johnson

Banido da NBA, dono de time de basquete tenta...

Para o Barco não afundar

O Candomblé tem sua origem na família, uma religião...

Traficantes dão ordem para fechar terreiros na Baixada Fluminense

Último caso aconteceu na semana passada em Duque de...

para lembrar

Um risco a frente: a banalidade das mortes

Março foi um mês atípico. Abril tem demonstrado que...

Diretor de diversidade, o mais novo executivo de grandes empresas

Algumas companhias estão adicionando um novo executivo à sua...

Denúncias de racismo aumentam mais de 300% em três anos no DF

As queixas de racismo e injúria racial aumentaram mais...
spot_imgspot_img

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....
-+=