segunda-feira, setembro 21, 2020

    Questões de Gênero

    mulher_1

    Cresce registro de agressões contra mulher

    As ocorrências de lesão corporal contra mulher subiram 234%, segundo o balanço de ocorrência registradas pela Central de Atendimento a Mulher – Ligue 180. De janeiro a setembro deste ano, foram registradas 47.244 ocorrências de lesão corporal e 12.788 ameaças, o que corresponde a um aumento de 234% e 102%, respectivamente, quando comparadas ao mesmo período do ano passado. A central registrou 552.034 atendimentos somente este ano. Isso significa um aumento de 123% na procura pelo serviço. Em quase 70% dos casos, os filhos presenciam as agressões. As 12.788 ameaças correspondem a 14,6% do total de atendimentos e os 47.244 relatos de lesão totalizam 54%. Segundo relatos, os principais agressores são maridos, companheiros ou ex-companheiros. 58% das vítimas são agredidas diariamente. Em 51% dos casos, a mulher diz correr risco de morte. Outro número que aumentou foram os registros de mulheres presas em suas casas, que saltou de 86 para...

    Leia mais
    sombra-mulher

    O suicídio de gênero

      Não basta desqualificar o voto do pobre, é preciso também desmerecer a capacidade da mulher na política e no exercício do poder. Por Marisa Meliani, jornalista e Mestre em Ciência da Comunicação pela ECA-USP Publicada por Luiz Carlos Azenha em 13 de outubro de 2010 (12:57) na Política   A psicanalista Maria Rita Kehl foi demitida do jornal O Estado de São Paulo por ter escrito um artigo no qual procura desmistificar essa onda na internet que prega a desqualificação do voto dos eleitores das camadas mais pobres do país, especialmente aqueles que dependem do Bolsa Família para se alimentar. No fundo, o pensamento dessa onda, que reclama da falta de profissionais no mercado para exercer os cargos de porteiro de edifício ou de empregada doméstica, por culpa das políticas sociais do governo Lula, resume a visão tosca que se propaga e contamina até jovens que deveriam desenvolver uma...

    Leia mais
    aborto1

    Legal, seguro e raro

    SOLICITAMOS SUA ASSINATURA DE APOIO A ESSA MANIFESTO PARA EXPRESSAR NOSSA INDIGNAÇÃO PELO USO QUE VEM SENDO FEITO DE UMA GRAVE QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA, QUESTÃO ESSA DO INTERESSE DE TODA A POPULAÇÃO, E EM PARTICULAR DAS MULHERES – O ABORTO.   Nós, cidadãs e cidadãos, defensores dos direitos humanos e conscientes das desigualdades de gênero que afetam negativamente o cotidiano das mulheres brasileiras, vimos a público expressar indignação pela forma como a questão do aborto está sendo instrumentalizada no atual período eleitoral. O aborto é uma grave questão de saúde pública. Esse entendimento e o respeito à dignidade das mulheres levaram os dois últimos governantes que ocuparam a presidência da República a garantir avanços significativos nesse campo, com a aprovação de duas normas técnicas, pelo Ministério da Saúde. A Norma Técnica Prevenção e Tratamento dos Agravos Resultantes de Violência Sexual contra Mulheres e Adolescentes, de 1998, assegura assistência imediata...

    Leia mais
    aborto_3

    Tema recorrente na política, o aborto é um problema grave de saúde

    Uma romaria de mulheres procura diariamente os hospitais públicos brasileiros. Depois de abortos clandestinos e malsucedidos, elas precisam de atendimento médico com urgência. São, em média, 256 a cada dia, 10 por hora. A mesma quantidade de vítimas de clínicas ou medicamentos clandestinos enfrenta a decisão pelo aborto sem qualquer suporte médico. Por: Vinicius Sassine Os hospitais mantidos pelos repasses do Sistema Único de Saúde (SUS) não fazem tantas cirurgias quanto as curetagens. São procedimentos que exigem anestesia, geral ou local, para a retirada de restos de placenta do útero. Necessárias depois de abortos provocados, são 500 curetagens por dia. É mais do que o dobro de procedimentos de retirada de útero e o triplo da quantidade de cirurgias de períneo, as duas cirurgias mais frequentes pelo SUS, depois da curetagem. Em qualquer site de busca na internet, a digitação das palavras misoprostol e Citotec garante um retorno fácil de...

    Leia mais
    aborto-um-direito-descriminalizaao

    Aborto supera câncer de mama em internações pelo SUS

    No banco de dados do Ministério da Saúde, as notificações mostram que as curetagens são numerosas também no sistema privado de saúde. Das 110.483 feitas nos seis primeiros meses de 2010, 45.847 foram em unidades particulares (41,4% do total). “O que precisa ser levado em conta é a diferença entre a condição de saúde das mulheres que chegam às unidades privadas de saúde e das que chegam às públicas”, afirma Margareth Arrilha, diretora da Comissão de Cidadania e Reprodução (CCR), ligada ao Centro Brasileiro de Análise de Planejamento (Cebrap). Segundo ela, a experiência mostra que as pacientes da rede pública chegam com sequelas mais graves, em decorrência dos procedimentos mais inseguros, feitos em locais sem a menor garantia de higiene ou pela ingestão de medicamentos sem qualidade. Remédios falsificados De acordo com as pesquisas, seminários e levantamentos feitos pela CCR, metade dos abortos realizados no País acontece por meio do uso...

    Leia mais
    debora_diniz-300x236

    A questão do aborto influenciará o seu voto?

    Na disputa presidencial entre os candidatos Dilma Rousseff do PT e José Serra do PSDB neste segundo turno, um tema polêmico está em debate: o aborto e sua descriminalização. O Partido dos Trabalhadores de Dilma já discute como conduzirá agora essa temática, que talvez tenha sido responsável por uma considerável perda de votos para a candidata para Marina Silva, do Partido Verde (PV).  Marina, como se sabe, é evangélica e se colocou claramente contra a legalização do aborto. Tanto Dilma quanto Serra emitiram posições mais ou menos cautelosas, dependendo dos ventos. Os jornais já estão recolhendo frases dos dois sobre esse assunto. Em 2007, Dilma disse: “Acho que tem de haver a descriminalização do aborto”. Já neste ano, a candidata do PT afirmou: “Tanto eu quanto o presidente Lula não defendemos o aborto. Defendemos o cumprimento da lei”. Serra, por sua vez, também parece ter mudado surfando conforme as ondas. Em 1998, enquanto ministro da...

    Leia mais
    mulher-brasileira

    A participação das mulheres brasileiras na democratização dos poderes.

    As mulheres têm tido um papel importante nas transformações socioculturais e políticas no Brasil. Mesmo que estas conquistas se inscrevam dentro de um lento processo, com certos zigszags, recuos e avanços. Por: Marilza De Melo Foucher Desde 1932 a mulher brasileira conquistou o direito de votar, entretanto, o fato de votar não sacudiu em quase nada o alicerce da estrutura conservadora da sociedade brasileira. Vale destacar que a mulher brasileira sempre integrou o cenário político de conquistas sociais e, sobretudo no processo de democratização do Brasil. Como estamos em vésperas de eleições, depois de escrever 3 artigos visando estimular o debate político em outras áreas, não poderia deixar de escrever algo sobre evolução do papel político das mulheres no Brasil. Percebi que nessas eleições a participação das mulheres na política eletiva bate todos os recordes. Esse fato é um orgulho para qualquer brasileira, independente de sua opção política. Contar com...

    Leia mais
    Ldice-tribuna

    Resultado da eleição frustra bancada feminina

    Apesar das regras que estimulam a participação das mulheres, presença feminina no Congresso permanece praticamente a mesma: 57 parlamentares Por: Thomaz Pires A bancada feminina no Congresso permanece inalterada com os resultados mantidos até o momento pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Contrariando as pesquisas e a margem de crescimento, uma média de quatro novas parlamentares por eleição, a presença feminina no Legislativo em 2011 permanecerá praticamente a mesma: 57 representantes – 12 no Senado e 45 na Câmara. Mesmo tendo quase dobrado o número de candidatos na Câmara em relação à disputa de 2006, 40% a mais, o resultado final das urnas não acompanhou o crescimento. A composição na Câmara fechou o saldo com 45 eleitas. Em compensação, no Senado oito mulheres foram eleitas e garantiram 12 integrantes. Elas se somam a três senadoras com mandato até 2015 e uma suplente, Ana Rita Esgário (PT-ES), que assume no lugar de...

    Leia mais
    todas-as-mulheres

    CFEMEA: Defender os Direitos das Mulheres

      O Centro Feminista de Estudos e Assessoria (CFEMEA) produziu este vídeo para mobilizar as mulheres brasileiras à defesa dos direitos de todas as mulheres em escolher se devem ou não levar adiante uma gravidez indesejada. Essa campanha tem por objetivo defender a autonomia das mulheres e evitar as centenas de mortes provocadas por abortos inseguros no país. Setores ultra-conservadores, a direita e fundamentalistas cristãos (igreja católica e outras) estão intervindo no Congresso Nacional para criar leis que obriguem as mulheres a concluirem qualquer tipo de gravidez, motivada por estupro, que possa provocar a morte da mulher, de anencéfalo etc. Para tanto chegam a propor até o pagamento em dinheiro para a mulher vítima de estupro que leve ao fim a gravidez. Essa proposta absurda tem sio chamada pelos movimentos feministas de BOLSA ESTUPRO. Os debates no Congresso Nacional, monopolizados, por esses grupos extremistas, mostram o quão violento e dominador...

    Leia mais
    sueli

    Marina: Paradoxos

     Há algo perturbador na performance eleitoral de Marina da Silva. Celebrada como alternativa às candidaturas de Dilma Roussef e José Serra a candidata  procurou encarnar um projeto político fincado numa perspectiva ambientalista, de desenvolvimento sustentável e inclusivo que se desdobraria em políticas públicas preservadoras do meio ambiente e das populações diretamente afetadas pelos interesses econômicos ligados a exploração ambiental; na busca de compromissos junto ao empresariado mais avançado em relação à responsabilidade social das empresas para com o meio ambiente, com a mudança nos padrões de produção e consumo, e a convocação da sociedade para o acolhimento de práticas ecologicamente corretas. por Sueli Carneiro Uma agenda que dialoga com proposições contemporâneas de lideranças de primeiro mundo engajadas na defesa ambiental e que sensibiliza parcela dos segmentos supostamente mais escolarizados, críticos e exigentes da sociedade brasileira. No entanto, Marina é, ao mesmo tempo, portadora de valores morais decorrentes de sua filiação...

    Leia mais
    mulheres_poder

    Mulheres Brasileiras – Eleições S 2010

    MULHERES – GOVERNADORA / SENADORA / DEPUTADA FEDERAL  / ESTADUAL ESTADOS NOMES PARTIDOS SÃO PAULO SENADORA   MARTA SUPLICY PT DEPUTADA FEDERAL (06)   BRUNA FURLAN PSDB LUIZA ERUNDINA PSB IOLANDA OTA PSB MARA GABRILLI PSDB JANETE PIETÁ PT ALINE CORREA PP DEPUTADA ESTADUAL (10)   RITA PASSOS PV ANALICE FERNANDES PSDB ANA PERUGINI PT CÉLIA LEÃO PSDB TELMA DE SOUZA PT LECI BRANDÃO PC do B HEROILMA TAVARES PTB ANA DO CARMO PT MARIA LUCY AMARI PSDB REGINA GONÇALVES PV ESPIRITO SANTO DEPUTADA FEDERAL (04)   SUELI VIDIGAL PDT ROSE DE FREITAS PMDB IRINY LOPES PT LAURIETE PSC DEPUTADA ESTADUAL (02)   LUZIA TOLEDO PMDB LUCIA DORNELLAS PT MINAS GERAIS DEPUTADA FEDERAL (01)   JO MORAES PC do B DEPUTADA ESTADUAL (04)   ROSANGELA REIS PV LUZIA FERREIRA PPS LIZA PRADO PSB MARIA TEREZA LARA PT RIO DE JANEIRO DEPUTADA FEDERAL (04)   JANDIRA FEGHALI PC do B ANDREIA...

    Leia mais
    feminismo

    Bancada Feminina no Senado – Informações Observatório da Mulher

    Com as oito mulheres que foram eleitas para o Senado neste domingo (3), a bancada feminina na Casa terá 13 integrantes em 2011 - às eleitas se somam três senadoras com mandato até 2015 e duas suplentes que assumem no lugar de senadores eleitos governadores. Entre as que comemoram a vitória nestas eleições, apenas Lúcia Vânia (PSDB-GO) já é senadora. As demais assumem pela primeira vez: Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Lídice da Mata (PSB-BA), Marinor Brito (PSOL-PA), Gleisi Hoffman (PT-PA), Ângela Portela (PT-RR), Ana Amélia Lemos (PP-RS) e Marta Suplicy (PT-SP). Elas se juntam à Marisa Serrano (PSDB-RS), Maria do Carmo Alves (DEM-SE) e Kátia Abreu (DEM/TO), que foram eleitas em 2006, tendo, assim, mandato por mais quatro anos. Também devem compor a bancada feminina em 2011 duas suplentes: Ana Rita Esgário (PT), que substituirá o senador Renato Casagrande (PSB-ES), eleito governador do Espírito Santo, e Niúra Demarchi (PSDB-SC), que ocupará...

    Leia mais
    81711

    Transexualidade

    Gênero e estrutura biológica não definem o que somos e o que queremos ser. Essa é uma das questões centrais do discurso da professora Berenice Bento durante a entrevista que concedeu, por telefone, à IHU On-Line. Para ela, “discutir gênero é transitar por um conjunto de teorias e de concepções e explicações sobre o que é ser masculino e feminino”. Sua filiação teórica está ligada aos estudos queer e, por isso, ela defende que gênero não tem nada a ver com a estrutura biológica. “Discutir transexualidade nos remete a discutir identidade de gênero deslocada da biologia porque são pessoas que têm todas as genitálias normais, toda a estrutura biológica, cromossomos absolutamente normais e, no entanto, não se reconhecem no corpo. E, nesse sentido, a genitália é apenas uma das partes do corpo”, explica. Berenice Bento é graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Goiás, mestre e doutora em Sociologia...

    Leia mais
    rosalba250

    Governo: duas já eleitas e duas candidatas que irão para o 2º turno (Estadão)

    (O Estado de S. Paulo) "Dezoito das 27 unidades da Federação - onde vivem 85,65% dos eleitores brasileiros, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - encerraram a disputa por seus governos ontem. Apenas em oito Estados e no Distrito Federal, onde estão 14,35% dos votantes do Brasil, os cidadãos precisarão voltar às urnas em 31 de outubro para eleger seus governadores", informa reportagem do Estadão. Sobre o desempenho das mulheres candidatas a Governo: Rosalba Ciarlini (DEM) foi eleita governadora no 1º turno. Roseana Sarney (PMDB) foi reeleita governadora já neste 1º turno. "No Norte, uma das surpresas foi a realização de segundo turno no Pará, onde era esperada a vitória de Simão Jatene (PSDB) ontem. Ele precisará disputar uma nova votação com a governadora Ana Júlia Carepa (PT)." "No Distrito Federal, o petista Agnelo Queiroz terá de disputar o novo turno com Weslian Roriz (PSC), mulher do ex-governador Joaquim Roriz, que, por...

    Leia mais
    prostespanha-g-efe-20100930

    Rede atraía brasileiros para prostituição na Espanha pela internet

    Grupo trabalhava com homens, mulheres e travestis na cidade de Girona   A rede de prostituição desarticulada na semana passada na cidade espanhola Girona atraía suas vítimas por e-mail e pelas redes sociais na internet, chegando a levar à Espanha uma centena de homens e mulheres procedentes do Brasil para serem explorados sexualmente. A polícia espanhola informou nesta quinta-feira (30) que a operação finalmente terminou com 22 pessoas detidas por favorecer a imigração ilegal e cometer crimes de prostituição, formação de quadrilha e contra os direitos dos trabalhadores. Também foram detidas 18 prostitutas que não tinham permissão para morar e trabalhar na Espanha, motivo pelo qual foi aberto um processo administrativo para a deportação delas. Os depoimentos de seis pessoas que tinham sido vítimas da organização deram início às investigações em abril de 2009. Após um ano e meio de trabalho em colaboração com as autoridades brasileiras, a polícia espanhola conseguiu desarticular...

    Leia mais
    68

    Rede realizará em Salvador a jornada para fazer valer os direitos sexuais e reprodutivos

    A Regional Bahia da Rede Feminista de Saúde promove no próximo dia 9 de outubro, no período das 8h30min às 13 horas, a Jornada para Fazer Valer os Direitos Sexuais e Reprodutivos – Capacitação sobre os marcos Legais nacionais e Internacionais dos Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos. O evento será realizado no auditório do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador - CESAT, Rua Pedro Lessa, 123, Bairro Canela, Salvador. Este seminário integra uma série de oficinas de capacitação que a Rede Feminista vem promovendo pelo país em suas regionais seguindo as ações do Plano Político Pedagógico, estratégia do projeto Fortalecimento da Sociedade Civil e Advocacy em Saúde Sexual e Reprodutiva, apoiado pelo Fundo de População das Nações Unidas- UNFPA desde o ano de 2008. O evento já tem mais de 70 inscrições de representações de entidades feministas e de organizações de mulheres dos movimentos populares, ativistas sindicais, estudantes e...

    Leia mais
    elas

    Crossdressers – quando o feminino pede espaço num corpo masculino

    A relação com a mulher e a família podem ser preservadas com diálogo e informação, inclusive a vida sexual do casal Por: Verônica Mambrini "Ninguém nasce mulher, aprende-se a ser." A máxima da filósofa francesa Simone de Beauvoir não serve apenas para as que nasceram biologicamente mulheres. Muitos homens, ao longo da vida, vão ter necessidade de expressar uma identidade feminina que se manifesta sobretudo na aparência. Desde pequeno, nas primeiras lembranças da infância, Geraldo sabia que parte de sua personalidade era mulher. "Fui educado para ser um heroi masculino e nunca me adequei. É muito difícil para um homem aceitar que não se enquadra nas tradições e no que se espera dele", afirma. Hoje, a identidade feminina de Geraldo, 58 anos, é Letícia Lanz. "Não sou homem nem mulher. É uma questão de expressão."   Geraldo assumiu a identidade feminina como Letícia Letícia, que atende também por Geraldo, é...

    Leia mais
    cancerdemama

    Santo André adere à luta contra o câncer de mama

    Santo André ganha nova cor em outubro. De hoje até o final do mês, o Paço Municipal será iluminado com refletores cor-de-rosa, simbolizando sua adesão ao Outubro Rosa, uma iniciativa norte-americana que visa chamar a atenção para a prevenção do câncer de mama. A cor remete ao laço que simboliza mundialmente essa luta, e a idéia de iluminar prédios públicos de grande magnitude é chamar a atenção de cada vez mais pessoas. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), até o final do ano, o câncer de mama fará 49.000 vítimas, das quais 12.000 não sobreviverão. "Quando diagnosticado no começo, o câncer de mama tem 99% de chance de ser curado", afirmou a presidente da ONG andreense Viva Melhor, Vera Chiazelli Teruel. A Viva Melhor é especializada no atendimento de mulheres que já tiveram esse tipo de câncer e que tiveram que retirar uma parte ou toda a mama....

    Leia mais
    made_in_dagenham

    Filme de Nigel Cole relembra protesto de mulheres por igualdade

    Um filme que relembra como um grupo de operárias desafiou a montadora Ford, em 1968, ao exigir paridade salarial com homens, estreia na Grã-Bretanha nesta semana e já chega com resenhas favoráveis.   Made in Dagenham (Feito em Dagenham, em tradução literal) é dirigido por Nigel Cole, que obteve sucesso com As Garotas do Calendário — uma outra abordagem sobre mulheres reivindicando seus direitos. Sally Hawkins é a protagonista, no papel de Rita, uma pacata maquinista que desafia a política da empresa de pagar às mulheres menos do que aos homens. Ela começa a atrair a atenção da mídia do país e de líderes políticos. A greve interrompeu a produção da fábrica da Ford em Dagenham e, por fim, as mulheres acabaram conseguindo ter aumentos salariais. Segundo especialistas, foi uma ação decisiva para que o Parlamento britânico aprovasse o Projeto de Paridade Salarial, de 1970. Para Hawkins, a história é...

    Leia mais
    casal_negro

    Estudo revela por que as mulheres se desculpam tanto

    Homens descrevem menos razões para receber desculpas   Um estudo feito pela Universidade de Waterloo, no Canadá, mostra que as mulheres pedem mais desculpas do que os homens, mas, que isso acontece não porque eles resistam a se desculpar, mas porque pensam que cometem menos erros. Karina Schumann, estudante de doutorado em psicologia social da universidade, explica ao site Live Science que existe o estereótipo de que as mulheres tendem a pedir mais desculpas que os homens porque eles seriam mais "duros na queda", mas não há evidências que comprovem essa ideia. - Os homens não resistem a pedir desculpas por não assumir a responsabilidade de suas ações. Quando eles percebem que fizeram algo errado, se desculpam com a mesma frequência que as mulheres. A diferença é que eles pensam que erram menos. Em um teste, 33 estudantes com idade entre 14 e 44 anos, escreveram uma espécie de diário...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist