Saúde: maternidade, aborto e violência sexual

A garantia de uma maternidade saudável e segura deve ser uma bandeira cotidiana das mulheres. Embora tenhamos nas UBS (Unidade Básica de Saúde), acompanhamento para gestantes, não existe a garantia de pré-natal de qualidade e atendimento para todas.

Foto: @BRIT/Nappy

Além disso é fundamental a disponibilidade de leito para o parto com recursos adequados para a gestante e a criança. Não é possível ignorar o número de mortes, que ainda ocorre, por falta de recursos fundamentais. Fora essas questões estruturais, precisamos reforçar a idéia de conscientização na sociedade, promovendo assistência quanto a informação, promovendo palestras e outros meios disponíveis nos veículos de comunicação, assim como garantir maior investimento no SUS (Sistema Único de Saúde).

O suposto atendimento humanizado, realizado em alguns hospitais, precisa avançar, em questões de atendimento e estrutura, para abortos previsto em Lei e em casos de violência sexual. Precisamos de ações públicas e de propaganda que levem ao entendimento real dessas questõe, não podemos falar de igualdade de gênero, onde não existe autonomia e liberdade de decisão para as mulheres em sua vida reprodutiva. Aborto deve ser uma opção, opção sobre o próprio corpo, opção de vida e para o avanço desse tema, precisamos – e digo quanto a sociedade e governo – estudar , discutir profundamente e elaborar alternativas para um problema que não é de moral , mas de saúde pública.

Fonte: UBM Osasco

+ sobre o tema

Expulso por ser gay, pastor cria igreja voltada a homossexuais no RS

Cidade de Refúgio será inaugurada às 19h de sábado...

São Paulo publica estudo sobre mobilidade das mulheres na cidade

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) acaba de...

para lembrar

Terry Crews: a pornografia acabou com minha vida

Ator usou o Facebook para desabafar sobre um vício...

Maior ONG gay do mundo se torna membro consultivo das Nações Unidas

A ILGA – International Lesbian na Gay Association, com...

Norueguesa é condenada à prisão por denunciar estupro em Dubai

Marte Deborah Dalelv foi condenada a 16 meses de...

Beyoncé é homenageada no Congresso norte-americano; ‘ela é um ícone, uma lenda’

Beyoncé foi homenageada no Congressos do Estados Unidos pelo...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

Lançamento do livro “A importância de uma lei integral de proteção às mulheres em situação de violência de gênero”

O caminho para a criação de uma lei geral que reconheça e responda a todas as formas de violência de gênero contra as mulheres...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...
-+=