sexta-feira, janeiro 22, 2021

Tag: Advogados Afro-brasileiros

A assistente jurídica Price Winfred Nalutaaya no escritório que a contratou por meio de programa de diversidade (Foto: Bruno Santos - 25.set.2020/ Folhapress)

Escritórios de advocacia derrubam barreira elitista para melhorar inclusão racial

O curso de direito da Faculdade Zumbi dos Palmares não é considerado de elite no mundo do ensino jurídico, mas suas aulas levaram a refugiada ugandense Price Winfred Natutaaya, 39, a conseguir um emprego de assistente jurídica na área de direito do consumidor em um grande escritório de São Paulo. Ameaçada de morte em Uganda pelo ativismo contra a mutilação genital de mulheres, Price chegou ao Brasil em 2013. Formada em economia, seus primeiros trabalhos no país foram como faxineira. Ela começou a cursar direito na Zumbi dos Palmares e logo conseguiu um estágio na Defensoria Pública de São Paulo. Em seguida, no começo deste ano, foi contratada pelo escritório Lee, Brock, Camargo Advogados no âmbito do programa de diversidade racial da banca jurídica. “No escritório me sinto prestigiada. Estou aprendendo muitas coisas na prática sobre direito do consumidor. A teoria que aprendemos na academia não é suficiente. Aqui vejo ...

Leia mais
A advogada Manoela Alves, que é especializada em compliance antidiscriminatório e primeira conselheira estadual negra da OAB de Pernambuco (Foto: Arquivo pessoal)

Inclusão de advogados negros esbarra em racismo recreativo e acolhimento falho

Apesar da movimentação de diferentes escritórios de advocacia no lançamento de programas de diversidade e contratação de estagiários ou jovens advogados negros, especialistas apontam que, para que esses ambientes sejam realmente inclusivos, ainda há muito a se percorrer. O advogado Wallace Corbo, professor da FGV Direito Rio, conta que, depois de dar palestras sobre racismo em escritórios ou mesmo em universidades, é comum receber relatos de profissionais e estagiários desses locais que contam que muito do que se propaga sobre tais programas acaba não se refletindo na prática. “As pessoas que estão nesses escritórios se voltam pra mim e muitas vezes não veem efetividade nisso ou que, na visão delas, a política é mais para o cliente ver, a política é mais para as pessoas de fora verem e não para efetivamente gerar uma diversidade interna”, afirmou. Para ele, essas críticas não significam que não haja políticas positivas, ...

Leia mais

“Nossos passos vêm de longe: representatividade e mobilização para a equidade racial na advocacia paulista”

Gê Acayaba de Montezuma, nasceu Francisco Gomes Jordão, em 23 de março de 1794, em Salvador, negro, filho de Narcisa Teresa de Jesus Barreto (escravizada) com um português. Em 1854 recebeu o título de Visconde de Jequitinhonha. Homem negro ilustre, advogado, diplomata, deputado, um dos pioneiros na luta abolicionista. Todavia, fora esquecido pela Ordem dos Advogados do Brasil, sob a sanha que a historiografia branca tem de apagar da memória os personagens negros de expressão ou retrata-los de maneira subalterna, subjugada, o que Sueli Carneirochama de epistemicídio. OABSP Passado mais de um século, a Comissão do Negro e de Assuntos Antidiscriminatórios - CONAD, quando presidida por Dra. Maria da Penha Santos Lopes Guimarães, que faleceu em agosto de 2016, advogada negra, militante das questões raciais, coordenou um trabalho sobre a memória institucional da Ordem dos Advogados do Brasil organizando a obra: “Visconde de Jequitinhonha – Um ...

Leia mais
Noemi Macedo, estagiária no TozziniFreire Advogados . Foto- João Elias:Divulgação

Grandes escritórios de advocacia buscam equidade racial

A constatação de que apenas 1% dos advogados associados são negros leva grandes bancas a criar projetos e metas para aumentar a presença deles em suas equipes por Cris Olivette no Estadão Noemi Macedo, estagiária no TozziniFreire Advogados . Foto- João Elias:Divulgação Na semana em que se celebra o Dia Nacional da Consciência Negra, nesta terça-feira, dia 20, mostramos ações implementadas por grandes escritórios de advocacia, que têm por objetivo ampliar a presença de advogados negros em suas estruturas. O movimento foi impulsionado por pesquisa feita em 2017, pelo Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa) – associação sem fins lucrativos que tem entre suas finalidades promover estudos e a defesa de questões de interesse dos associados –, que ouviu advogados que atuam nos mais de mil escritórios associados à entidade. “Constatamos que apenas 1% deles se intitula negro ou pardo”, conta o conselheiro do ...

Leia mais
Imagem cedida pelo #TamoJuntas

Onde estão Negras e Negros na Advocacia? O Coletivo Independente de Advogadas e Advogados Negras e Negros quer saber

Por: Anna Lyvia Roberto Custodio Ribeiro, Juliana Souza Pereira e Maria Sylvia Oliveira - membras do Coletivo Independente de Advogadas e Advogados Negras e Negro Imagem cedida pelo #TamoJuntas* Vários movimentos estão se articulando em torno das próximas eleições para a OAB/SP. Dentre eles, lançados em 2018, destacam-se o Movimento 133, com a participação de mais 300 advogados, que lançou um manifesto reivindicando mudanças na forma de atuação da OAB e seus quadros políticos para uma Ordem mais plural e democrática. As mulheres advogadas também demandam atuação política e representatividade dentro da OAB e os dados trabalham em favor desta reivindicação. Neste sentido, as informações divulgadas pelo site do Conselho Federal da OAB dão conta de que as mulheres já somam quase 50% da advocacia nacional, mas não estão representadas nos espaços de poder na mesma proporção. A OAB do estado do Piauí, por exemplo, foi ...

Leia mais

Advogado negro é barrado em bar de Curitiba por ‘parecer um segurança’

Advogado negro é barrado em bar de Curitiba por 'parecer um segurança'. Juliano Trevisan foi barrado na entrada de uma boate em Curitiba, na noite de quinta-feira (13), por causa da roupa que vestia –uma camisa social preta e uma gravata da mesma cor. por Stelita Hass Carazzai no Folha   Segundo o funcionário que o abordou, o frequentador "parecia um segurança" e iria ser confundido no interior do local, no James Bar. "Eu fiquei tão bobo que não tive reação", contou Juliano Trevisan, 27, à Folha. "Ele me olhou dos pés à cabeça e disse isso." Juliano Trevisan se retirou do local, sem reclamar, e diz que "a ficha só caiu" minutos depois. "É engraçado, porque no início você se culpa. Pensei: poxa, poderia mesmo ter trocado de roupa. Aí que veio a noção do absurdo." Ao chegar em casa, ele postou uma carta ao bar nas redes sociais –que ...

Leia mais

Projeto Incluir Direito prepara estudantes negros para escritórios de advocacia

Um conjunto de entidades lançaram nesta segunda-feira (10/3), em São Paulo, uma iniciativa com o objetivo de ajudar estudantes de Direito negros a terem condições de igualdade nos processos seletivos de escritórios. O projeto Incluir Direito contará com uma série de cursos ao longo de 2017, incluindo postura profissional, línguas e produção de textos. no Conjur A iniciativa é uma parceria entre o Centro de Estudos das Sociedades de Advogados (Cesa), o Instituto Presbiteriano Mackenzie e a Universidade Presbiteriana Mackenzie. A princípio, dez estudantes serão escolhidos. O edital do processo seletivo deve ser lançado na segunda quinzena de abril. As entidades organizadoras esperam que, no final dos cursos, os participantes disputem vagas em escritórios de advocacia vinculados ao Cesa e garantam sua inserção profissional nos melhores postos de trabalho. Até 2016, menos de 1% do quadro profissional de escritórios associados ao Cesa era formado por negros. Segundo o mesmo levantamento, nas seleções promovidas para a contratação de estagiários — principal meio de ingresso ...

Leia mais

Sábado de Cultura Negra e Afrojoada em Madureira

Projeto reúne sambistas para celebrar a data da Libertação do Escravos Por  Nayra Cezari Enviado para o Portal Geledés Afrojoada homenageia com o prato principal dos sambistas, a feijoada, para  celebrar  a Abolição da Escravatura  (saudada na sexta-feira, 13 de maio), com Samba de Raiz e Feira de Empreendedores Axé Brasil, neste sábado, 14 de Maio de 2016, a partir das 13h. Capitaneado por Barbara Rigaud, ativista,  empreendedora da cultura afro- brasileira, e presidente do bloco carnavalesco TPM - Turma da Paz de Madureira,    a   Afrojoada nesta segunda edição reunirá cantores e compositores do samba e do carnaval carioca,  em local já conhecido pelos sambistas e admiradores da arte, dança,  musica e culinária afro, sob o viaduto Negrão de Lima  em frente ao Centro Esportivo e Cultural da Cufa, em Madureira. Entre as atrações musicais,  o intérprete Alexandre D’Mendes e Gerson Estrella, além do Grupo Art Raiz e Gil Brasil, e ...

Leia mais

V Congresso de Advogadas e Advogados Afrobrasileiros

Organizado pela Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil-Secção São Paulo, a Universidade Presbiteriana Mackenzie sediou no último dia 20 de junho o V Congresso de Advogadas e Advogados Afrobrasileiros. por Dra. Maria Sylvia para o Portal Geledés   O evento reuniu pesquisadoras e pesquisadores, operadoras e operadores do direito afrodescendentes para apresentarem seus trabalhos sobre temas relevantes que afetam diretamente a vida da população negra, trazendo uma análise critica das situações de violação do direito a vida, ao trabalho, educação, das situações que impedem as/os afrodescendentes o pleno exercício da sua cidadania.  Os temas debatidos foram: Estado, Direito e Racismo; Racismo e Direitos Humanos; Racismo, Direito e o Mundo do Trabalho; Ações Afirmativas e Mercado de Trabalho; O Negro e as Novas Mídias.   Desta forma a Comissão de Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil Seção São Paulo espera estar dando uma pequena contribuição para o alcance dos ...

Leia mais

V Congresso de Advogadas e Advogados Afro-brasileiros – 20/06

A Comissão de Igualdade Racial da OAB de São Paulo em parceria com a Universidade Presbiteriana Mackenzie realizará no próximo dia 20 de junho de 2015 (sábado) o V Congresso de Advogadas e Advogados Afro-brasileiros. Os principais temas a serem apresentados serão: Estado, Direito e Racismo; Racismo e Direitos Humanos; Racismo, Direito e o Mundo do Trabalho; Ações Afirmativas e Mercado de Trabalho; O Negro e as Novas Mídias." O evento contará também, com uma palestra da Sra. Alexandra Loras, consulesa da França em São Paulo. O Congresso acontecerá no Auditório Rui Barbosa, campus Higienópolis da Universidade Mackenzie Endereço: , Rua Itambé, nº 135, Higienópolis – SP/SP Horário: 08h30 às 16h30. Serão conferidos certificados de participação, mediante a doação de 1 (uma) lata ou pacote de leite em pó. Segue link para inscrições no site da OAB/SP http://www2.oabsp.org.br/asp/cultura/cultura05.asp?pgv=a&id_cultural=16805 Confira a Agenda Comissão De Igualdade Racial OAB/SP e Universidade Presbiteriana Mackenzie Data do evento – 20 ...

Leia mais

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist