sexta-feira, julho 1, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileiros e suas lutasSábado de Cultura Negra e Afrojoada em Madureira

Sábado de Cultura Negra e Afrojoada em Madureira

Projeto reúne sambistas para celebrar a data da Libertação do Escravos

Por  Nayra Cezari Enviado para o Portal Geledés

Afrojoada homenageia com o prato principal dos sambistas, a feijoada, para  celebrar  a Abolição da Escravatura  (saudada na sexta-feira, 13 de maio), com Samba de Raiz e Feira de Empreendedores Axé Brasil, neste sábado, 14 de Maio de 2016, a partir das 13h.

Capitaneado por Barbara Rigaud, ativista,  empreendedora da cultura afro- brasileira, e presidente do bloco carnavalesco TPM – Turma da Paz de Madureira,    a   Afrojoada nesta segunda edição reunirá cantores e compositores do samba e do carnaval carioca,  em local já conhecido pelos sambistas e admiradores da arte, dança,  musica e culinária afro, sob o viaduto Negrão de Lima  em frente ao Centro Esportivo e Cultural da Cufa, em Madureira.

Entre as atrações musicais,  o intérprete Alexandre D’Mendes e Gerson Estrella, além do Grupo Art Raiz e Gil Brasil, e muitos outros artistas já confirmaram presença. O evento contará com apresentações especiais de artistas e personalidades do Mundo do Samba, e claro, homenageará também o próximo passado, Dia das Mães.

Defensores e agentes da Cultura Afro-brasileira e religiões de matriz africana estão entre os convidados da  Afrojoada deste mês de Maio. O projeto tem como base a manutenção das tradições  e os valores trazidos da África e herdadas pelo povo brasileiro através dos ancestrais. Sendo a feijoada uma das iguarias mais associadas ao povo do samba e a cultura negra, este será  prato principal, que a exemplo das festividades das religiões de matriz africana,  reúne seu povo e alimenta o corpo e alma, neste caso, com muito Samba de Raiz para incrementar e uma dose extra de alegria.

Serviço: Sábado de Cultura Negra e Afrojoada em Madureira

Data: 14/05/16 – Sábado
Horário: 13h
Local: sob o Viaduto Negrão de Lima
Bairro: Madureira
Prato de feijoada: R$.10,00
Classificação: Livre

Leia também 

Por que os negros não comemoram o 13 de maio, dia da abolição da escravatura?

Artigos Relacionados
-+=