Tag: nazismo

blank

Famílias de vítimas pedem que Alemanha fecha enclave nazista criado no Chile

Santiago do Chile, 13 jul (EFE).- As famílias de presos executados e desaparecidos na Colônia Dignidade durante a ditadura de Augusto Pinochet no Chile pediram apoio nesta quarta-feira ao governo da Alemanha para que esse lugar, rebatizado como Villa Baviera, feche as portas ao turismo e se transforme em um centro de memória histórica. Da UOL Myrna Troncoso, dirigente de uma grupo de familiares de detidos, desaparecidos e executados da região do Maule, onde se encontram as instalações de Villa Baviera, se reuniu com David Gill, chefe de gabinete do presidente da Alemanha, Joachim Gauck, que ontem concluiu uma visita de Estado ao Chile. Troncoso e outros familiares de vítimas afirmaram que há dois meses solicitaram uma audiência com Gauck, mas não receberam nenhuma resposta. Para esta quarta-feira o grupo tinha preparado um protesto em frente ao Museu da Memória e os Direitos Humanos de Santiago, que Gauck visitou acompanhado ...

Leia mais
blank

“É melhor morrer em pé do que viver de joelhos”

Quem ama as liberdades democráticas que se mire em La Pasionaria – Isidora Dolores Ibárruri Gómez (1895-1989), comunista espanhola que bradou: “É melhor morrer em pé do que viver de joelhos”. Imaginar viver sob o ideário fascista é terrorismo político! A última dose de fascismo foi a ditadura militar de 1964. E quem possui dois neurônios íntegros não deseja repeti-la! Por Fátima Oliveira Enviado para o Portal Geledés O fascismo crê que há seres humanos melhores e com mais direitos do que outros e que só alguns podem ser usufrutuários da Terra e de tudo o que nela há! O fascismo, que aprofunda as opressões de gênero, racial/étnica e de classe, é uma irracionalidade! Pontuo que o nazismo é uma forma de fascismo – perseguição à democracia, desde o início, na Itália no pós-Primeira Guerra Mundial, para suplantar as ideias socialistas. O vocábulo “fascismo” deriva do italiano “fascio” (“aliança” ou “federação”), cuja origem é “fasci”: “feixe”, simbolizando, desde a Roma Antiga, a força de muitos ...

Leia mais
blank

A atualidade brutal de Hannah Arendt

O filme causa impacto. Trata-se, tema central do pensamento de Hannah Arendt, de refletir sobre a natureza do mal. O pano de fundo é o nazismo, e o julgamento de um dos grandes mal-feitores da época, Adolf Eichmann. Hannah acompanhou o julgamento para o jornal New Yorker, esperando ver o monstro, a besta assassina. O que viu, e só ela viu, foi a banalidade do mal. Viu um burocrata preocupado em cumprir as ordens, para quem as ordens substituíam a reflexão, qualquer pensamento que não fosse o de bem cumprir as ordens. Pensamento técnico, descasado da ética, banalidade que tanto facilita a vida, a facilidade de cumprir ordens. A análise do julgamento, publicada pelo New Yorker, causou escândalo, em particular entre a comunidade judaica, como se ela estivesse absolvendo o réu, desculpando a monstruosidade. A banalidade do mal, no entanto, é central. O meu pai foi torturado durante a II ...

Leia mais
blank

Negros, vítimas esquecidas do nazismo

As pessoas de cor também estiveram na mira de Hitler, mas poucos historiadores cuidam do tema, apresentado agora pela primeira vez numa exposição no Centro de Documentação do Nazismo, em Colônia. No DW Início dos anos 30 na Alemanha. Os rádios transistorizados tocam jazz. Josephine Baker dança suas criações, que se tornariam lendárias. Nos salões de baile na capital alemã, as pessoas dançam entusiasmadas o ritmo da moda. Música negra é chique, moderna, na República de Weimar. Composta por Ernst Krenek, a ópera Jonny spielt auf, sobre um músico negro de jazz, torna-se um sucesso em 1927. Josephine Baker, 1936 Mas a vida de quem tem pele de cor na Alemanha passa a ser cada vez mais perseguida pela sombra do nazismo e suas idéias desvairadas sobre o "puro" povo alemão. Ao lado dos judeus e dos políticos oposicionistas, os negros eram um cisco no olho ...

Leia mais
blank

Hoje na História, nascia Jesse Owens, o homem que venceu o racismo

Era 1934 e grande parte do mundo sofria a duras penas as consequências do nazismo. Em contrapartida, neste mesmo ano, Jesse Owens ajudava a mostrar, para quem quisesse ver, que havia algo errado nas teorias de Hitler a respeito da superioridade da raça ariana. E, na terra do “Führer”, Owens, o atleta negro e norte-americano, conquistava um total de quatro medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Berlim. por Rariana Pinheiro, no Diário da Manhã Ele foi o melhor nas corridas de 100 e 200 metros rasos, no salto em distância e no revezamento 4×100 metros. “É difícil imaginar como me sinto feliz. Pareceu-me que quando corria eu possuía asas. O entusiasmo esportivo dos espectadores alemães me causou profunda impressão, especialmente a atitude cavalheiresca da assistência. Podem dizer a todos que agradecemos a hospitalidade germânica”, disse emocionado o atleta ao final da primeira corrida. Mas, o mesmo ele não podia dizer do ...

Leia mais
blank

Natalie Portman: “Judeus não podem se colocar como únicas vítimas do Holocausto”

Atriz judia estreia na direção com filme que trata da formação do estado de Israel e se prepara pra viver Jackie Kennedy em novo filme de Pablo Larrain por Elaine Guerini, do IstoÉ Natalie Portman nasceu Natalie Hershlag, em Jerusalém. Deixou Israel com três anos de idade para viver nos Estados Unidos onde começou adolescente uma carreira brilhante coroada com um Oscar e dois Globo de Ouro, aos 28. Aos 33, a psicóloga de Harvard se lança na direção com um projeto ousado que remete a suas origens. “De Amor e De Trevas” (“A Tale of Love and Darkness”), ainda sem data de estreia no Brasil, trata da formação do Estado de Israel. Além e dirigir, ela interpreta a mãe suicida do escritor israelense Amoz Oz, autor do livro homônimo, que libera uma adaptação pela primeira vez. "Prometi a Amos Oz não simplificar ou dar qualquerexplicação para ...

Leia mais
German Chancellor Angela Merkel addresses guests during a forum of the national academies of sciences of the G7 nations in Berlin April 29, 2015. The national academies of the G7 states provide scientific advice on urgent topics of social and political relevance to G7 leaders. AFP PHOTO / JOHN MACDOUGALL (Photo credit should read JOHN MACDOUGALL/AFP/Getty Images)

Alemães não podem virar as costas a passado nazista, diz Merkel

A Alemanha não pode simplesmente traçar uma linha sobre seu passado nazista e deve permanecer sensível aos danos causados ​​a outros países, incluindo a Grécia, afirmou a chanceler Angela Merkel neste sábado, antes do 70º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial. Do Brasil Post  Falando em seu podcast semanal, Merkel disse que estava ansiosa para um memorial em 10 de maio em Moscou com o presidente russo, Vladimir Putin. Ela e outros líderes disseram que não vão participar do tradicional desfile militar da Rússia de 9 de maio em meio a tensões com Moscou sobre a anexação da Crimeia e combates na Ucrânia. Na capital alemã, o 70º aniversário do fim da Batalha de Berlim, o embate final da guerra, foi marcado por tributos neste sábado. A guerra terminou em 8 de maio de 1945. "Não há nenhum desenho de linha sobre a história", disse Merkel. "Podemos ver isso ...

Leia mais
blank

Nazistas assassinaram 26 milhões de pessoas em campos de concentração

Reportagens da época mostram que prisões começaram antes da 2ª Guerra. Em maio de 1945, filme exibido no Rio mostra 'as horrendas fábricas de morte e sadismo de Hitler' Do O Globo  Os campos de concentração começaram a ser utilizados na Alemanha até mesmo antes da Segunda Guerra Mundial. Uma reportagem do GLOBO de março de 1937 mostra que o campo de concentração para presos políticos era uma das “inovações” do regime nazista na época. O texto ainda diz que homens e mulheres já eram presos por suas convicções políticas e religiosas, sem mandado ou sem qualquer acusação formal contra eles. Na terminologia nazista, essas prisões eram chamadas de “campos de aprendizagem”. Ainda na década de 1930, estimava-se que de 20 a 25 mil pessoas estariam encarceradas naqueles locais, mas a lista oficial do governo Nacional Socialista apontava 3.694 presos políticos detidos e 1.067 “elementos antissociais”. Estavam incluídos nas categorias ...

Leia mais
blank

Vítimas de esterilização em projeto de eugenia ganham indenização

Legisladores do Estado americano da Virgínia determinaram o pagamento de indenizações para as pessoas que foram obrigadas a passar por esterilização décadas atrás. no BBC As vítimas vão receber US$ 25 mil (quase R$ 72 mil) depois de uma longa batalha legal realizada por ativistas. Com outros 30 Estados americanos, a Virgínia também tinha uma programa de esterilização para pessoas consideradas indesejáveis ou com doenças mentais. Entre as décadas de 1920 e 1970 mais de 8 mil pessoas passaram por estas operações na Virgínia. No total cerca de 65 mil americanos foram esterilizados em 33 Estados. Acredita-se que o programa implantado naquele Estado americano tenha servido de modelo para as políticas introduzidas por Adolf Hitler na década de 1940, quando ele tentou criar uma raça superior. Além dos Estados Unidos, vários outros países tiveram políticas de esterilização obrigatória no século 20, entre eles Suécia, Canadá e Japão. Sem aviso Mais ...

Leia mais
blank

O massacre na terra dos outros

Santo Agostinho dizia “Ama e tudo lhe será permitido”. O mundo lamenta e chora o massacre dos jornalistas do Charlie Hebdo, e a morte dos profissionais da mídia satírica representa um grave atentado à liberdade de expressão. Contudo gostaria de chamar a atenção para uma hipocrisia que protagonizamos. Se é intolerável a violência usada como resposta às críticas dos jornalistas, como podemos aceitar que em nosso país pratiquemos essa intolerância contra aqueles que pensam diferente das manchetes oficiais dos jornais que representam as massas dominantes? Por Siro Darlan Do Jornal do Brasil O que caracteriza um comportamento fascista é a intolerância aos diferentes. A incapacidade de conviver com as diferenças gera violência inaceitável. Essa é uma prática fascista que afronta o direito á liberdade que o próximo tem de pensar e agir diferente do modelo capitalista, socialista, judeu, cristão ou mulçumano. No Brasil, com todo excesso de presos contabilizados como o ...

Leia mais
Um coronel perigoso

Um coronel perigoso

Comandante do Bope é exonerado por apologia ao nazismo O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, exonerou na segunda-feira 5 o coronel Fábio de Souza, comandante do Batalhão de Choque. A decisão ocorreu após a revelação de um inquérito da Corregedoria-Geral da PM no qual o oficial é acusado de incitar a violência policial contra manifestantes durante os protestos ocorridos em 2013. Além disso, em mensagens de celular, ele e outros policiais atacavam o tenente-coronel Márcio Rocha, ex-comandante do Choque, cuja residência foi atingida por 14 tiros em janeiro de 2014. Em uma das mensagens trocadas pelo aplicativo WhatsApp, o coronel vangloriava-se por ter atingido um black bloc pelas costas com uma bomba de efeito moral. Em outras, Souza e seu grupo faziam clara apologia ao nazismo. “Viva a raça sem defeitos”, “Padrão Alemanha de 1930”, “Coronel Fábio pela instauração do Reich!”, “É a vontade ...

Leia mais
blank

Siro Darlan: ‘Manifestantes reagiram em legítima defesa contra violência da PM’

O desembargador Siro Darlan comentou, nesta terça-feira (6), a polêmica envolvendo o tenente-coronel Fábio Almeida de Souza, ex-comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, cujas mensagens trocadas entre oficiais da PM via WhatsApp, entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014, incitavam à violência contra manifestantes, até com ordem de matar e com apologia ao nazismo. Do Jornal do Breasil O Estado assassino Coronel que mandou matar manifestantes deve ser processado "Essa doutrina nazista implantada pela política de segurança pública faz com que policiais pensem que possam matar", afirmou, lembrando da legitimidade das motivações dos protestos. "Os manifestantes, quando foram às ruas, estavam agindo em legítima defesa dos seus direitos. Direitos a um transporte com preços justos, como aconteceu no início dos protestos. Inclusive, a massa inicial de manifestantes era de classe média, que reivindicava direitos da classe mais pobre. Era uma ação patriótica", destacou. Para Darlan, os manifestantes também agiam em ...

Leia mais
blank

Coronel da PM que se comparava a Adolf Hitler é exonerado pelo secretário de Segurança do Rio

Perder cargos e se envolver em polêmicas parecem ser uma rotina na carreira do coronel Fábio Almeida de Souza, até então comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (5), ele foi exonerado pelo secretário estadual de Segurança, José Mariano Beltrame, após reportagem da revista Veja divulgar conversas nas quais Souza e outros PMs incitavam a violência e mostravam ‘admiração’ pelo nazismo. Por Thiago de Araújo,  do Brasil Post  "Quando soube da notícia, consultei o inquérito para ver se isso efetivamente existia. Exonerei o coronel Fábio e o deixei sem função. Fiquei horrorizado com o que consta no inquérito. Será aberto um procedimento disciplinar para que o coronel Fábio esclareça a situação e possamos fazer a devida punição”, afirmou Beltrame, em declarações reproduzidas pela Agência Brasil. A matéria da Veja, publicada na edição do último fim de semana, apresentou mensagens trocadas pelo coronel da PM e ...

Leia mais
blank

Brasileiro manda carta de apoio a nazistas e eles respondem “não aceitamos latinos”

Brasileiro residente de Santa Catarina enviou carta de apoio ao nazismo alemão e obteve uma resposta nada agradável  Do: portal Metropole A Policia investiga o caso da piscina Nazista em Santa Catarina e encontraram cartas de apoio enviadas a organização nazista na Alemanha. O famoso dono da carta é um professor de história. E a resposta? Essa foi de doer. "Não aceitamos latinos, são todos farinha do mesmo saco... um bando de pretos favelados" Apoiar o nazismo é isso, apoiar preconceito ao seu próprio povo. O caso da piscina com a suástica A divulgação de uma imagem feita por um piloto de helicóptero da Polícia Civil causou polêmica em Santa Catarina. A foto mostra uma cruz suástica — mundialmente conhecida como símbolo do nazismo — impressa no fundo da piscina de uma residência na divisa entre Rio dos Cedros e Pomerode.Segundo a lei, é crime, punido com pena de dois a ...

Leia mais
blank

Quem é o dono da “piscina nazista”?

O professor, proprietário da piscina que virou notícia no mundo, também batizou o filho de Adolf, exaltou os militares da “contrarrevolução” de 1964, chegou a afirmar que os negros eram coitados – pois ficaram “desempregados” com o fim da escravidão – e chorou, ao receber a saudação nazista em uma festa de formatura de seus alunos Por Vinicius Gomes , do Revista Fórum   Em entrevista, no dia 31 de março desse ano, Wander Pugliese rejeitou o golpe militar de 1964: “foi uma contrarrevolução” (Reprodução) Na semana passada, durante uma ação da Polícia Civil de Santa Catarina, descobriu-se uma “homenagem” ao nazismo: uma suástica estampava o fundo de uma piscina. Em pouco tempo, a fotografia com a imagem da piscina chegou aos jornais e às redes sociais. Mas, se em grande parte do país, assim como no exterior (EUA, Reino Unido, Israel), a revelação foi chocante, isso pouco ...

Leia mais
blank

Polícia flagra suástica em piscina de residência em SC

A Polícia Civil encontrou uma suástica no fundo da piscina de uma residência enquanto fazia um voo de helicóptero no Vale do Itajaí, em Santa Catarina, na terça-feira (2). Segundo informações da Polícia Civil, os agentes sobrevoavam a área para atender a uma ocorrência de sequestro quando avistaram o símbolo. Mais tarde, os policiais passaram pelo local outra vez e fotografam a suástica no fundo da piscina. Após avaliarem o caso, os policiais da região afirmaram que o dono da residência não fez apologia ao nazismo. Ele não será enquadrado já que, segundo a polícia, ele não fez apologia pública ao nazismo - tendo em vista que a piscina está dentro de sua propriedade.

Leia mais
blank

O grito doentio da intelectualidade corrompida

O filósofo da USP Paulo Eduardo Arantes, atualmente aposentado, publicou um artigo na Folha de São Paulo, em 27 de maio de 2001, intitulado “Extinção” (1), por ocasião do apagão elétrico ocorrido durante o governo FHC. AUTOR: Marcio Valley Em seu artigo, o filósofo recordava que Adorno e Horkheimer, meio século antes, haviam advertido que “uma das lições que a era Hitler nos ensinou é a de como é estúpido ser inteligente”, pois, segundo esses pensadores, fora a mais alta intelectualidade europeia que teria pavimentado a estrada em direção à ascensão do nazismo a partir de argumentos lógicos sobre a inviabilidade do sucesso de tamanha aberração. Deu no que deu. Paulo Eduardo deixava claro que havia um evidente paralelo, na época de seu artigo, entre os “inteligentes” europeus do turbulento período pré-nazista e os “inteligentes” paulistas: “Falo é claro dos inteligentes de São Paulo e de suas ramificações nacionais e internacionais ...

Leia mais
blank

O renascimento do nazismo na Europa – não é somente racismo

Um antigo fantasma está novamente assombrando a Europa – movimentos e partidos políticos neofascistas e neonazistas estão voltando à tona. Essa reportagem no The Guardian destaca um aumento nos ataques aos judeus na França, Alemanha e Holanda. Mais ao leste e ao sul, partidos simpatizantes ao nazismo estão crescendo nas urnas em países como Hungria e Grécia, como relata essa reportagem do New York Times, acompanhada por ofensas verbais e violência física de seus defensores a imigrantes asiáticos e africanos. É tudo muito repugnante e desanimador. Mas existem forças poderosas em ação que aqueles de nós que defendem liberdade, individualismo e tolerância devem compreender de forma a ser capaz de responder de forma precisa e decisiva. Nessas reportagens, foca-se no racismo. Na Grécia, por exemplo, os partidários da Aurora Dourada, que agora possuem representantes no parlamento, expressaram seu desejo de “livrar o país da sujeira”. Mais precisamente, todavia, as reportagens ...

Leia mais
blank

Auto-odio, ignorância? Dupla que pichou suástica na estátua de Zumbi pede desculpas

Dois homens foram identificados após fotos postadas e exibidas no G1. 'Estudei pouco, não sabia o que era suástica', disse um dos pichadores. Os dois homens que picharam o monumento a Zumbi dos Palmares neste domingo (19) pediram desculpas à comunidade negra após prestarem depoimento na Cidade da Polícia, em Bonsucesso, Subúrbio do Rio, na tarde desta terça-feira (21). Eles disseram não saber o que a suástica representa, o que é nazismo – apenas têm conhecimento de que " mataram muita gente" – e que conhecem Zumbi dos Palmares "por ser um cara gente boa". "Estamos arrependidos, foi um lance de momento. A suástica no meio dos pichadores significa rebeldia. Eu estudei pouco, não sabia o que era suástica. É uma adrenalina, e sentir essa adrenalina é inexplicável. Mas queremos pedir desculpas à comunidade negra", disse o eletricista de automóveis Alessandro Nascimento, o "Demo", de 30 anos, que se ...

Leia mais
blank

Neonazismo na Uninove do campus Barra Funda: “Lugar de negro macaco é na senzala”

A mensagem foi escrita no banheiro da faculdade Uninove no campus Barra Funda; relatos apontam ainda que um indivíduo com uma suástica tatuada no braço vem fazendo ameaça aos alunos Por Igor Carvalho, colaborou Ivan Longo na Revista Fórum Estudantes da Uninove do campus Barra Funda, na zona oeste da capital, estão com medo. Na noite da última quarta-feira (15) uma mensagem de teor claramente racista e neonazista foi encontrada em um dos banheiros da faculdade e registrada pelos estudantes. “Lugar de negro macaco é na senzala, não na faculdade”, estava escrito. Só a mensagem em si, para os alunos – principalmente negros ou homossexuais – já é assustadora. Um fato que aconteceu na semana anterior, no entanto, torna a situação ainda mais complicada. Um aluno que não quis se identificar informou que na última sexta-feira (1o), um indivíduo com uma suástica tatuada no braço teria ameaçado de morte um ...

Leia mais
Página 2 de 3 1 2 3

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist