quarta-feira, novembro 25, 2020

    Tag: SOS Racismo

    “A maior parte das reacções é da extrema direita." Foto: Facebook

    Mamadou Ba: “É curioso que a extrema-direita se apresente agora do lado da comunidade negra”

    Frases como “Mamadou Ba e o Quaresma que falem sobre a trivela” chegaram ao conhecimento do responsável do SOS Racismo. Quando questionado porque razão não comentou os incidentes, responde que não vai “entrar neste lamaçal, porque a extrema-direita quer aproveitar-se deste incidente para criar animosidade entre as comunidades negras e ciganas”. “Já reparou que as pessoas que me acusam nas redes sociais de não ter reagido são as mesmas que me criticaram por ter defendido as populações negras no Bairro Jamaica?”, questiona. “A maior parte das reacções nas redes sociais que tenho visto, e me têm mostrado, é da extrema-direita. E é até curioso e caricato que a extrema-direita se transforme na defensora das comunidades negras, quando é a primeira a enxovalhar as comunidades negras." Mamadou Ba rejeita a violência do passado domingo, quando uma desavença entre elementos das duas comunidades acabou com um desfecho trágico: um morto - um ...

    Leia mais
    Sueli Carneiro (Foto- Caroline Lima)

    Sueli Carneiro revê trajetória feminista e de luta contra o racismo em livro – Hoje

    Com um sorriso nos lábios, Sueli Carneiro segura com carinho no braço desta que lhes escreve e deixa claro que o objetivo de nosso encontro, uma longa conversa sobre sua vida, naufragara. “Não considero minha vida pessoal interessante e criativa, mas sou uma ativista e, desse lugar, fico confortável em falar”, diz ela, que dá raras entrevistas, e aceitou receber Marie Claire a pedido de nossa colunista, a filósofa Djamila Ribeiro. “Prefiro focar no meu livro e na proposta de Djamila”, diz Sueli, sobre Escritos de Uma Vida (Letramento, 238 págs., R$ 42). A obra que inaugura o selo Sueli Carneiro, criado por Djamila, é a primeira a reunir artigos escritos pela mais importante feminista negra do país. Com prefácio de Conceição Evaristo, compõe um panorama da jornada dessa filósofa de 68 anos que, ao contrário do que afirma, tem, sim, uma trajetória excepcional. Nascida na Lapa, região oeste de ...

    Leia mais
    websummit2018 / Logo

    Web Summit: SOS Racismo congratula-se com decisão de retirar convite a Le Pen

    A associação SOS Racismo congratulou-se hoje com a decisão de ser retirado o convite à líder da extrema-direita francesa, Marine Le Pen, para participar na Web Summit, em Lisboa, considerando que ganha a democracia e ganham todos. no Sapo.Pt "É a decisão que se impõe, veio 'tarde e a más horas', aliás, o convite nem devia ter acontecido", mas "ainda bem que foi desconvidada porque assim ganha a democracia e ganhamos todos nós", disse à agência Lusa Mamadou Ba, da direção da SOS Racismo. O presidente executivo da Web Summit, o irlandês Paddy Cosgrave, anunciou hoje, no Twitter, que decidiu retirar o convite a Marine Le Pen para estar presente este na iniciativa, que vai realizar-se em Lisboa, em novembro, pela terceira vez. O convite para Marine Le Pen estar em Portugal a participar no evento tecnológico originou uma polémica, com a SOS Racismo a exigir, na segunda-feira, que as ...

    Leia mais
    Acervo Geledés Instituto da Mulher Negra

    #Geledes30anos – SOS Racismo: histórico de luta e estratégias de litígio no direito brasileiro e internacional – vídeo completo

    Com base na experiência de assistência legal para vítimas de racismo desenvolvida por Geledés, popularmente conhecida como SOS Racismo, será realizada a discussão sobre o racismo na sociedade brasileira e debate sobre os desafios para seu enfrentamento na esfera jurídica, com apontamento de políticas publicas necessárias nessa área. Palestrantes: Antonio Carlos Arruda  Advogado; ex-Coordenador Estadual de Políticas para a População Negra e Indígena. Eliane Dias   Advogada; Coordenadora do SOS Racismo na Assembléia Legislativa de São Paulo/ALESP; CEO da produtora Boogie Naipe. Eunice Prudente Professora Doutora da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP. Rodnei Jericó  Advogado, mestrando em Direitos Humanos; articulista esportivo; coordenador do projeto SOS Racismo de Geledés Instituto da Mulher Negra. Debatedores: Allyne Andrade Advogada; doutoranda em Direitos Humanos; supervisora de educação do IBCCRIM-Instituto Brasileiro de Ciências Criminais. Sinvaldo José Firmo Advogado; coordenador do Departamento Jurídico do Instituto do Negro Padre Batista. Mediação:  Maria ...

    Leia mais
    Dr. Martin Luther King Jr. (Foto: Stephen F. Somerstein/Getty Images)

    “Defrontamo-nos com a feroz urgência do agora” – Luther King é bom para a Humanidade

    Na última terça-feira, 4 de abril, celebrou-se e problematizou-se o 50º aniversário do discurso Beyond Vietnam: a time to break silence , que o reverendo Martin Luther King Jr. proferiu na Riverside Church, próxima ao coração do Harlem, em Nova York, em 1967. Menos lembrado que o I have a dream, proferido durante a Marcha de Washington de 1963, esse discurso, escrito em parceria com o historiador Dr. Vincent Harding, marca o momento em que Luther King se posiciona enfaticamente contra a guerra e se afasta de uma fidelidade nacionalista ingênua. Ainda que marcando um distanciamento do comunismo, Luther King acusava a guerra de ser “inimiga dos pobres” e defendia uma ação revolucionária pautada na solidariedade entre os povos, suas agendas de luta e o respeito pela Humanidade numa escala global. Conectava, portanto, a luta pelos direitos civis dos negros estadunidenses com ...

    Leia mais

    União dos Estudantes Judeus e SOS Racismo apresentam queixa contra 10 candidatos da Frente Nacional em França

    Dez candidatos autárquicos do partido de extrema direita, liderado por Marine Le Pen, são acusados de "incitação pública ao ódio e difamação racial". Por LILIANA COELHO, do Expresso    A cerca de duas semanas do arranque das eleições autárquicas em França é o tudo por tudo dos candidatos no final da campanha, enquanto os partidos de esquerda tremem com um possível bom resultado da Frente Nacional (FN), depois da vitória nas eleições europeias em maio do ano passado. Entretanto, a União dos Estudantes Judeus de França (UEJF) e a Associação SOS Racismo apresentaram na quarta-feira uma queixa contra 10 candidatos da FN, por alegados comentários racistas ou anti-semitas. Os dois orgãos acusam esses candidatos do partido de extrema direita liderado por Marine le Pen dos crimes de "incitação pública ao ódio e difamação racial", segundo o jornal francês "Libération." A UEJF e a Associação SOS Racismo dizem ter recolhido centenas de ...

    Leia mais

    Guarulhos terá o Serviço SOS Racismo

    Foi publicada na última sexta-feira (12) no Diário Oficial do Município a Lei Municipal 7309/14, de autoria do Legislativo, que institui o Serviço SOS Racismo. Baseado no Estatuto da Igualdade Racial (Lei Federal nº 12.288/2010), na Lei Estadual nº 14187/2010 e na Lei Federal 7716/1989, o serviço SOS Racismo atenderá as vítimas de discriminação étnico-racial, religiosa ou intolerância correlata. O serviço contará com atendimento social e psicológico, encaminhamento jurídico e acompanhamento do caso, podendo em caso público configurar abertura de processo administrativo nos termos da Lei nº 14.187/2010. A responsabilização do autor e a reparação dos danos causados à vítima que sofreu a discriminação é o que se procura com a institucionalização do serviço SOS Racismo. Edna Roland, coordenadora da Igualdade Racial de Guarulhos, reconhece que o Legislativo aprovando o projeto de lei que foi sancionado pelo prefeito, feito em parceria com a Coordenadoria de Igualdade Racial, cumpriu um papel ...

    Leia mais
    Claudinei Côrrea: Grupo pede criação de SOS contra racismo na Câmara

    Claudinei Côrrea: Grupo pede criação de SOS contra racismo na Câmara

    Apenas nesta sexta, 700 assinaturas foram coletadas no centro de São José para a criação de um comitê específico Caroline Lopes Claudinei Côrrea, 45 anos, autor da denúncia que acusa policiais militares de racismo no Centro de São José deu início ontem à elaboração de abaixo-assinado para pedir a criação do Departamento ‘S.O.S. Racismo’, a exemplo do que já existe na Assembleia Legislativa de São Paulo, a serviço da Comissão dos Direitos da Pessoa Humana. Apenas nesta sexta-feira, cerca de 700 assinaturas foram conquistadas pelos militantes. Presidente da ONG Afronorte, que lidera a coleta de adesões, Côrrea pretende que o S.O.S. fique subordinado à Câmara e sirva de Ouvidoria para apuração de denúncias. Desde ontem, a entidade está com tenda na Praça Afonso Pena, no Centro, a fim de reunir apoio. Na segunda-feira, às 10h, a ONG irá protocolar oficialmente a reivindicação. O grupo fica no local até conseguir cinco ...

    Leia mais
    luizabairros2

    Combate ao racismo: Governo implanta o Disque 138

    A ministra-chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Luiza Bairros anunciou a criação de um novo canal para recebimento e encaminhamento de denúncias sobre o crime de racismo. O Disque Igualdade Racial ou Disque Racismo, deverá ser efetivado nos próximos meses e funcionará em todo País por meio do número 138. “O enfrentamento ao racismo e seus efeitos na vida das pessoas passou a fazer parte da agenda governamental a partir de 2003, quando foi criada a Seppir. Desde então temos desenvolvido um conjunto de iniciativas, de agendas que se traduzem em planos e programas para segmentos da população negra no Brasil”, disse a ministra. “Dentro do governo já existia a Ouvidoria Nacional da Igualdade Racial, que acolhe da parte da sociedade denúncias de discriminação que são encaminhadas para os poderes de justiça, para que eles deem seguimento a essas denúncias. Para agilizar essas denúncias é ...

    Leia mais

    Racismo – Quatro em cada 10 discotecas espanholas discriminam clientes

    Uma organização contra o racismo decidiu testar a forma como os locais de divertimento noturno espanhóis tratam os estrangeiros e concluiu que quatro em cada dez estabelecimentos descriminam clientes devido à sua etnia, noticia o jornal espanhol Público. A organização SOS Racismo pôs à prova várias discotecas em cinco cidades espanholas e concluiu que quatro em cada dez estabelecimentos de diversão noturna impedem o acesso a clientes por motivos étnicos, de acordo com o jornal espanhol Público. Foram enviadas, a cada estabelecimento testado, duas pessoas com duas etnias diferentes (negros, latinos e árabes). Para melhor aferir se os estabelecimentos em causa estavam, ou não, a impedir o acesso por motivos discriminatórios, foi enviado primeiro um casal de controlo, formado por espanhóis caucasianos. De acordo com a mesma publicação, quatro em cada dez discotecas negaram o acesso ou exigiram requisitos especiais só aos estrangeiros, levando a organização a denunciar “um uso ...

    Leia mais
    Uma faixa contra o racismo durante um protesto em Paris, França, no ano de 2013 (Foto: Reuters)

    Harlem Désir Manifestação contra o racismo em França

    O racismo está a tornar-se descomplexado na França. Para alertar contra este perigo, alguns milhares de manifestantes saíram às ruas de várias cidades. Mas a mobilização foi menor do que a esperada. Em , os organizadores da marcha falam em 25 mil participantes, enquanto a polícia afirma que eram apenas quatro milhares. O primeiro-secretário do partido socialista e fundador da ONG SOS Racismo, Harlem Désir: “há uma palavra racista descomplexada que se está a espalhar e que se tornou banal nas últimas semanas. Ouvimos coisas que não podemos tolelar. Vimos manchetes em jornais de extrema-direita que comparam a ministra da Justiça a um macaco, vimos crianças manipuladas a lançarem-lhe bananas.” A ministra francesa da Justiça, Christiane Taubira, é natural da Guiana. Os insultos de que foi alvo suscitaram uma reação indignada mas que muitos consideram insuficiente. Há trinta anos, a 3 de dezembro de 1983, cerca de 10 mil pessoas participaram em Paris na Marcha pela Igualdade e Contra ...

    Leia mais
    Harlem Désir (Foto: Nadezda Buran, TUT.BY)

    Partido Socialista francês terá primeiro líder mestiço da história do país

    O eurodeputado Harlem Désir, ex-líder da associação SOS Racismo, foi indicado nesta quarta-feira como o novo secretário-geral do Partido Socialista francês, depois de semanas de suspense na França. O anúncio foi feito pela atual líder do partido, Martine Aubry, e o primeiro-ministro Jean-Marc Ayrault. Este é o primeiro líder mestiço da história dos partidos na França Em um comunicado divulgado à imprensa nesta quarta-feira, Harlem Désir, que deverá ter sua designação confirmada em outubro pelos militantes socialistas, disse que se sentia "orgulhoso e honrado" pela indicação. Esta é primeira vez que um partido francês será chefiado por um mestiço, disse à RFI o cientista político da Sorbonne de Paris, Stéphane Monclaire. "Isso faz parte da evolução da sociedade francesa", declarou. Harlem Désir, eurodeputado desde 1999, ficou conhecido como militante nos anos 80 pela sua atuação na associação SOS Racismo. "Com o crescimento do partido Frente Nacional, de extrema-direta, a associação ...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Programa de Direitos Humanos de Geledés – Memória Institucional

    Programa de Direitos Humanos objetiva proteger, assegurar e expandir os direitos básicos de cidadania da população negra e tem conseguido resultados históricos, tanto na assistência jurídica quanto na capacitação de pessoas na luta contra o racismo. O Geledés estruturou este Programa em cinco módulos que se articulam: SOS Racismo; Atendimento Psicossocial à Mulheres Vítimas de Violência; Projeto Rappers; Centro de Estudos Jurídicos e Múcleo de Educação e Formação Política.

    Leia mais
    Vice Presidente

    Sônia Nascimento – Programa Promotoras Legais Populares

    Sônia Nascimento  [email protected] Sônia Nascimento é advogada, fundadora, do Geledés- Instituto da Mulher Negra sendo sua presidenta, por duas gestões, no período de 30 de abril de 1994 a 30 de abril de 2000. No Programa de Direitos Humanos de Geledés coordenou os seguintes Projetos: SOS - Racismo de Assessoria Jurídica às Vítimas de Discriminação Racial de 1994 a 1998 e o projeto Atendimento Psicossocial às Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Sexual. É a atual vice-presidenta de Geledés e coordena também o projeto PLP - Promotoras Legais Populares. - Foi integrante da Comissão do Negro e Assuntos Antidiscriminatórios – CONAD da OAB/SP; - da Coordenação Região Sudeste do Movimento Nacional de Direitos Humanos; - da Executiva da Comissão da Mulher Advogada da OAB/SP, na gestão 2000 a 2003; - da Comissão de Direitos Humanos da OAB/SP, na Sub-Comissão do Negro da OAB/SP - da Comissão de Defesa do ...

    Leia mais
    Foto: Marcus Steinmayer

    Sueli Carneiro – Coordenação Executiva – Portal Geledés – app JUNTAS

    Sueli Carneiro - Coordenação Executiva [email protected] Filósofa, doutora em Educação pela Universidade de São Paulo; coordenadora executiva de Geledés Instituto da mulher Negra; coordenadora da área de Direitos Humanos de Geledés; editora do Portal Geledés e coordenadora do Projeto PLP 2.0 aplicativo de combate a violência contra a mulher vencedor do Desafio de Impacto Social Google .  É também diretora vice-presidente do Fundo Brasil de Direitos Humanos. É ativista do Movimento Feminista e do Movimento Negro do Brasil; autora de artigos sobre gênero, raça e direitos humanos em diversas publicações nacionais e internacionais. É também membro do Grupo de Pesquisa “Discriminação, Preconceito e Estigma” da Faculdade de Educação da USP, membro do Conselho Consultivo do projeto Saúde das Mulheres Negras do Conectas em parceria com o Geledés, do Conselho Consultivo da Ouvidoria da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, do Conselho Consultivo do Projeto Mil Mulheres, e membro da Articulação ...

    Leia mais
    Harlem Désir (Foto: Nadezda Buran, TUT.BY)

    Harlem Désir

    Harlem Désir é um político francês, nascido em 25 de novembro de 1959 em Paris, filho de pai da Martinica e de mãe francesa. Harlem Désir fundou a instituição SOS Racisme em 1984, presidindo-a até 1992. Foi uma experiência que se espalhou por vários países da Europa. O SOS Racismo de Geledés foi lançado em 1991 com a presença de Harlem Désir. SOS Racismo Fenômeno da moda, fogo de palha, construção da mídia.O que não se ouviu falar sobre o SOS Racismo após sua criação, em 1984, os fatos, porém, aí estão: SOS Racisme tem 20 anos e desmentiu os comentários de quem queria – ou esperava – ver nele apenas uma realidade passageira. Decorridos vinte anos de seu nascimento, poucas associações podem reivindicar o estar sempre no âmago da atualidade e dos debates. SOS Racisme, com seus altos e baixos, durante todos esses anos, jamais deixou de angariar adeptos, interpelar, propor, ...

    Leia mais
    Programa SOS Racismo

    SOS Racismo de Geledés – Memória Institucional

    O SOS-Racismo - Assessoria Jurídica em Casos de Discriminação Racial originou-se como a Seção Brasileira do SOS Racisme da França integrando o Programa de Direitos Humanos do Geledés - Instituto da Mulher Negra com os seguintes objetivos. Receber denúncias de discriminação racial sofridas por qualquer pessoa. O SOS-Racismo representa a vítima de discriminação racial junto ao Poder Judiciário. Orientar   a   vítima   para   obtenção   de   provas   e testemunhas que possam caracterizar a ocorrência do crime. Contribuir para a formulação de legislação específica, que proteja os direitos humanos e civis dos grupos discriminados sexual e racialmente. Introduzir no processo judicial a discussão polítíco-jurídica da questão racial no Brasil, porque a imagem social do negro identificada à marginalidade interfere negativamente no julgamento e na fixação da pena. Encaminhar para outros serviços ou instituições os casos que estejam fora de sua competência. Estimular a criação de serviços SOS-Racismo em todo- o país.

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist