terça-feira, abril 20, 2021

Tag: vacina

A pensionista Sebastiana Amaral, de 70 anos, gostaria que os vizinhos em Bangu, no Rio, que, ao contrário dela, também têm comorbidades, fossem vacinados logo contra o vírus (Foto: Hermes de Paula / Agencia O Glob / Agência O Globo)

Cientistas criticam ausência de prioridade a pobres e negros na vacinação contra Covid-19

A vacinação contra a Covid-19 acentuará ainda mais a nossa desigualdade social e racial. Isto ocorre porque pobres e negros, apesar de mais vulneráveis à pandemia por uma série de fatores, não foram diferenciados no Plano Nacional de Imunização — ou seja, continuarão mais expostos ao vírus que o restante dos brasileiros. Diante disso, cientistas defendem que esta parcela da população seja incluída entre as prioridades do PNI. Um estudo inédito do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e da UFRJ mostra que trabalhadores negros no Brasil correm risco 39% maior de morrer de Covid-19 do que os brancos. Já um trabalho publicado na revista britânica Public Health revela que brasileiros com educação superior (e brancos são 70% do total neste importante indicador de renda) correm risco 44% menor de serem vítimas fatais do vírus. — Os pobres, em especial os negros, são obrigados a se expor mais, adoecem mais ...

Leia mais
Funcionário do Instituto Butantan inspeciona frascos com doses da vacina CoronaVac em SP — Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A vacina deu a medida de Bolsonaro

O início da vacinação no mundo deu ao público brasileiro algo que ele ainda não tinha: uma medida precisa de como a atuação de Jair Bolsonaro no combate à pandemia de Covid-19 foi pior do que a dos outros governantes. Por maiores que fossem os números de mortos brasileiros, não era fácil para boa parte do público compará-los com os de outros países, quanto mais relacioná-los às políticas de combate à pandemia adotadas em cada um deles. O desastre nos Estados Unidos, de longe o país estrangeiro sobre o qual os brasileiros têm mais informação, permitia aos bolsonaristas mentir que a tragédia brasileira era inevitável. Quantos brasileiros sabem que a bem governada Nova Zelândia voltou à vida normal antes da vacina por ter feito o exato contrário do que fez Bolsonaro? A vacina mudou tudo isso. É muito fácil saber que países vacinaram e que países não vacinaram. As imagens ...

Leia mais
Arquivo Pessoal

O Sol de Cada Um

Desde que me tornei juíza e passei a morar no Estado de São Paulo, todo recesso cumpro o mesmo ritual: vou ao encontro da família carioca para as festas de final de ano e aproveito para usufruir do tal “Sol que nasce para todos”, ainda que não seja bem assim. Na virada de 2020 para 2021, o ritual foi parcialmente o mesmo, antecedido de maior rigor no isolamento social antes da viagem e com redução do número de encontros familiares. Mas nas primeiras horas do primeiro dia do recesso judiciário, lá estava eu com o pé na estrada, cantarolando os versos de Gilberto Gil, onde “O Rio de Janeiro continua lindo”, ao atravessar a fronteira entre Queluz (SP) e Resende (RJ), mesmo ciente de que as dificuldades enfrentadas pelo Estado do Rio vêm abatendo reiteradamente o orgulho carioca de outrora. A tradição do recesso findou aí, pois, diferentemente de outros ...

Leia mais
Enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, é a primeira brasileira a receber dose da vacina Coronavac (Foto: Governo do Estado de São Paulo / Divulgação)

“Precisa dizer que Mônica é negra?”: o racismo à brasileira e a CoronaVac 

A enfermeira Mônica Calazans foi a primeira brasileira vacinada contra a covid-19, em um evento transmitido direto do Hospital das Clínicas, em São Paulo, no último domingo, 17, após a Anvisa ter liberado o uso emergencial da CoronaVac. O momento histórico - e de alívio - foi protagonizado por duas mulheres. Mônica, que trabalha no hospital Emílio Ribas, negra, moradora de Itaquera, extremo leste da periferia paulistana, e a enfermeira Jéssica Pires de Camargo, branca, que a vacinou. Em um país onde o vice-presidente Hamilton Mourão acha que não existe racismo, que "é uma coisa que querem importar", o fato de enfatizarmos que Mônica é uma mulher negra e evidenciarmos isso jornalisticamente incomodou muita gente. Nas redes sociais - incluindo a postagem que Universa fez sobre o fato no Instagram, seguidores indignados questionavam: Por que dizer que ela é negra?", "Será que os brancos também não vão se vacinar?", "Se ...

Leia mais
(Foto: Danilo Verpa/ Folhapress)

É falso que Ministério da Saúde pré-cadastre para vacinação contra Covid-19 por telefone ou SMS

Golpistas se aproveitam da expectativa pela vacinação contra Covid-19 para enganar cidadãos e obter acesso a aplicativos de mensagens como o WhatsApp e o Telegram, segundo informou o Ministério da Saúde no dia 14 de janeiro. De acordo com publicação da pasta nas redes sociais, os golpistas ligam para os celulares das vítimas e fazem um falso questionário para levar o cidadão a acreditar no golpe e compartilhar com o criminoso um código que dá acesso aos aplicativos de mensagens. A isca usada pelos golpistas é a possibilidade de pré-agendar uma data para a vacinação. A pasta, no entanto, não está agendando datas para a vacinação contra a Covid-19 e não faz ligações para cidadãos. "O Ministério da Saúde esclarece que não realiza agendamento para aplicação de nenhum tipo de vacina, e nem envia códigos para celular dos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde). Caso receba solicitação de cadastro, ...

Leia mais
Foto: Getty Images

Governo de SP retira quilombolas de grupo prioritário da vacinação contra Covid-19; lideranças vão se reunir para recorrer da mudança

As mais de 50 comunidades reconhecidas como remanescentes de quilombos no estado de São Paulo não têm mais data para o início da vacinação contra Covid-19. A população quilombola, que pertencia ao grupo prioritário máximo, ao lado de profissionais de saúde e indígenas, segundo o plano publicado no início de dezembro pelo governo estadual, não consta mais na primeira etapa de prioridade de vacinação de São Paulo. Procurada pelo G1, a secretaria da Saúde disse, por telefone, que o grupo foi excluído da primeira etapa de vacinação porque a Anvisa não teria autorizado o uso emergencial da CoronaVac nesta população. A Anvisa, no entanto, nega a informação, e diz que não há nenhuma restrição deste tipo na autorização para uso emergencial da CoronaVac concedida no último domingo (17). No final de 2020, quando foi divulgado oficialmente pelo Ministério da Saúde, o Plano Nacional de Imunização também incluía quilombolas, comunidades tradicionais ...

Leia mais
Thiago Amparo (Foto: Marcus Leoni/CLAUDIA)

O Brasil é uma enfermeira preta vacinada

Na política e na vida, imagens importam. Neste domingo (17), a cara do Brasil não é a do presidente da República espumando sandices pela boca ou a de seu ministro da Saúde, abestalhado, isolado no alto palco de sua irrelevância em uma entrevista coletiva que nada explica. Ofuscados pela genialidade imagética do governador João Doria (PSDB), um ex-aliado feroz, Jair Bolsonaro e Eduardo Pazuello tornam-se hoje o que sempre foram: irrelevantes. Perigosos, mas irrelevantes. Ao investir na semiótica da decência política calcada na vida, Doria sai desta gigante, como merece sair, apesar dos atropelos marqueteiros. Na entrevista em São Paulo, tanto a linguagem empregada quanto a imagem veiculada por Doria contrastaram dramaticamente com um ministro da Saúde acanhado, apequenado e deveras irritado, como uma criança gigante cujo doce fora dela roubado. Em democracias competitivas como é o Brasil, paixão e autointeresse se controlam e se anulam; em outras palavras: foi o marketing doriano que acabou controlando ...

Leia mais
Mônica Calazans tem 54 anos e trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas (Foto: Arquivo pessoal)

Corinthians celebra primeira vacinada no Brasil: “corintiana de Itaquera”

O Corinthians comemorou hoje a vacinação de Monica Calazans, enfermeira que foi a primeira pessoa a ser vacinada com a vacina contra covid-19 em território brasileiro. Em publicação, o Timão celebrou o momento e afirmou que a enfermeira ser corintiana é algo que "comove". "Parabéns, Mônica Calazans. Saber que a primeira brasileira vacinada contra a Covid-19 é uma enfermeira corinthiana de Itaquera é algo que comove a todos nós. A Fiel inteira te abraça no simbolismo e na esperança trazida por este momento. #VacinaJá", disse o clube paulista em publicação.   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por Corinthians (@corinthians) O presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, convidou Mônica para visitar o Parque São Jorge e receber uma homenagem do clube. "Hoje, uma corinthiana de Itaquera fez história. Para a enfermeira Mônica Calazans, a 1a. pessoa vacinada contra o coronavírus no país, meu desejo de muita saúde ...

Leia mais
Mônica Calazans tem 54 anos e trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas (Foto: Arquivo pessoal)

Primeira a ser vacinada é mulher, negra e enfermeira do Emílio Ribas em SP

A primeira pessoa escolhida para tomar a Coronavac, vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria, no Brasil, com o Instituto Butantan, é mulher, negra e enfermeira. Ela receberá o imunizante depois que a Anvisa aprovar o seu uso emergencial. Será a primeira, fora dos ensaios clínicos, a ser vacinada. Mônica Calazans tem 54 anos e trabalha na UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, em São Paulo. A instituição é referência no tratamento de doenças infecciosas. Ela deu plantão neste domingo (17) na UTI do hospital. A enfermeira foi imunizada minutos depois do aval da agência sanitária, numa estratégia do governador de São Paulo, João Doria, de aplicar a primeira vacina antes do governo de Jair Bolsonaro. O presidente da República tentou importar às pressas a vacina desenvolvida por Oxford/Astrazeneca da Índia para se antecipar a Doria. Mas o país não permitiu a exportação. Do grupo de risco, ela é ...

Leia mais
GETTY IMAGES

Empresa farmacêutica testará a primeira vacina contra o HIV

Teste será realizado nos EUA e na Europa; a empresa Johnson & Johnson tem projeto similar em andamento no continente africano, com resultados esperados para 2021 Do Enfoque MS GETTY IMAGES A Johnson & Johnson anunciou na sexta-feira (12) que testará nos Estados Unidos e na Europa uma vacina voltada para combater o vírus da imunodeficiência humana (HIV). A companhia quer desenvolver uma vacina capaz de fazer frente a uma infinidade de cadeias genéticas do vírus, que muda de maneira constante, enquanto algumas doses estarão dirigidas a cepas concretas, informaram veículos de imprensa americanos. Por volta de 1,1 milhão de pessoas nos EUA e 2 milhões na Europa vivem com o HIV, que ataca o sistema imunológico do corpo e diminui suas defesas, tornando-o mais suscetível a contrair doenças. Em última instância, o vírus provoca a Aids. A Johnson & Johnson também está envolvida em um ...

Leia mais

Vacina contra ebola tem êxito em teste e pode acabar com surto, diz OMS

O mundo está pela primeira vez prestes a ser capaz de proteger os seres humanos contra o ebola, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta-feira (31), após dados de um teste na Guiné mostraram que uma vacina foi 100 por cento eficaz. Por Kate Kelland Do Uol Os resultados iniciais do estudo, que testou a vacina VSV-ZEBOV, da Merck e da NewLink Genetics, em cerca de 4.000 pessoas que estiveram em contato próximo com um caso de ebola confirmado, mostrou 100 por cento de proteção após dez dias. Os resultados foram descritos como "notáveis" e "virada no jogo" por especialistas em saúde. "Acreditamos que o mundo está prestes a ter uma vacina eficaz contra o ebola", disse a especialista em vacinas Marie Paule Kieny, da OMS, em uma entrevista à imprensa em Genebra. A vacina pode agora ser usada para ajudar a acabar com o pior surto de ebola ...

Leia mais

Cuba: governador de Nova York firma acordo para importar vacina contra câncer de pulmão

Medicamento, desenvolvido após 15 anos de pesquisa, oferece a possibilidade de que câncer, mesmo avançado, se converta em doença crônica controlável Do Opera Mundi Em viagem a Havana, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, assinou um acordo para importar a vacina terapêutica contra câncer de pulmão criada por cientistas cubanos, como foi noticiado pelo jornal Granma nesta quarta-feira (22/04). A missão comercial encabeçada pelo político norte-americano também resultou em um acordo para a entrega de um software dedicado à indústria médica cubana. A parceria foi acordada entre o Centro de Imunologia Molecular de Cuba e o Instituto Roswell Park contra o Câncer de Nova York. O medicamento oferece a possibilidade de que o câncer de pulmão, mesmo em estado avançado, se converta em uma doença crônica controlável. “Estamos muito emocionados de poder levar a vacina aos EUA e tratar os pacientes. Isso não teria sido possível sem esta missão ...

Leia mais

Campanha de Vacinação contra a poliomielite e o sarampo começa dia 8 de novembro

A meta é que a cobertura das vacinas atinja os 95%, o que representa mais de 10 milhões de crianças imunizadas contra o sarampo e mais de 12 milhões contra a poliomielite Por Naíma Saleh A partir do dia 8 de novembro (sábado) começa a  Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomelite e o sarampo. O objetivo será manter a erradicação da poliomielite no país e controlar os casos de sarampo, que têm aparecido sobretudo no nordeste. O anúncio da ação foi feito nesta quinta (30) pelo Ministério da Saúde. "Estamos já há 25 anos sem casos de poliomielite no Brasil", destacou o Secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa. No entanto, apesar de a maioria dos países desenvolvidos estar livre da doença, ainda há casos em regiões da África e da Ásia, por isso, é necessário manter em dia a cobertura da vacinação. “Não há outra alternativa para nós ...

Leia mais

Vacina de hepatite A passa a ser oferecida em todo o país este mês

Paraná, São Paulo e Roraima eram últimos estados que faltavam. Em outros estados, a vacina começou a ser oferecida a partir de julho. O SUS já está oferecendo a vacina contra o vírus da hepatite A em todo o país. Os três últimos estados que faltavam - São Paulo, Paraná e Roraima - passaram a ter a vacina disponível este mês, de acordo com o Ministério da Saúde. Em 29 de julho, a pasta tinha anunciado a inclusão da imunização no calendário vacinal. Desde então, os estados passaram a incluir a vacina progressivamente. A imunização é direcionada a crianças de 1 ano até 1 ano e 11 meses. A meta do ministério é imunizar 95% desse público em um ano, o que totaliza três milhões de crianças. Com a vacinação contra a hepatite A, o Ministério da Saúde passa a oferecer, de graça, 14 vacinas de rotina no calendário. Ainda ...

Leia mais
Página 2 de 2 1 2

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist