quarta-feira, julho 8, 2020

    Questões de Gênero

    sacerdote1

    Amantes de padres católicos pedem fim de celibato em carta aberta

     Em carta a Bento XVI, mulheres defendem que celibato seja opcional ou eliminado. Representantes de um grupo de mulheres que dizem ter relações sentimentais com sacerdotes católicos divulgaram uma carta aberta, que enviaram ao Vaticano, para pedir o fim do celibato para os padres. O grupo é formado por cerca de 40 mulheres de várias cidades da Itália, que tiveram ou ainda têm um relacionamento com padres católicos. Elas se conheceram e se comunicam através da internet. Elas dividem experiências e pedem orientações. A maioria prefere manter a própria identidade sob sigilo. Recentemente, dez mulheres deste grupo escreveram uma carta aberta ao papa, pedindo que o celibato seja eliminado ou se torne opcional. "Estamos acostumadas a viver de forma anônima os poucos momentos que os padres nos concedem e vivemos diariamente o medo e as inseguranças dos nossos homens, suprindo suas carências afetivas e sofrendo as consequências da obrigação do...

    Leia mais
    Getty Images/T.Weidman

    SP promove testagem gratuita de HIV antes de parada gay

    A Secretaria da Saúde de São Paulo, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, promovem a partir do próximo dia 31 de maio, segunda-feira, a campanha Fique Sabendo. O evento antecede a parada gay, ou LGBTT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), programada para o primeiro domingo de junho. Qualquer pessoa pode participar. Getty Images/T.Weidman Neste ano a ação irá ocorrer no Center 3 da avenida Paulista. Os testes rápidos de HIV, com resultados em até 15 minutos, serão oferecidos gratuitamente a todos as pessoas que comparecerem ao local. Os horários de atendimento serão das 10h às 17h nos dias 31 de maio e 1 de junho e das 10h às 14h no dia 2, quarta-feira.   Vinte profissionais dos programas estadual e municipal de DST/Aids, entre eles enfermeiros, auxiliares de enfermagem, psicólogos, assistentes sociais, técnicos de laboratório e administrativos, comporão a...

    Leia mais
    aborto_digital

    Direito ao aborto em caso de estupro está ameaçado

    Projeto de Lei dispõe sobre a proteção do nascituro e retira o direito da mulher, hoje garantido por lei, de abortar em caso de estupro O artigo 128 do Código Penal Brasileiro permite a prática do aborto realizada por médicos em dois casos: se não há outro meio de salvar a vida da gestante (aborto terapêutico), ou se a gravidez resulta de estupro e há consentimento da gestante (aborto sentimental) . Direito esse garantido desde 1940, quando entrou em vigência o Código Penal. No entanto, esse artigo pode ser revogado, ainda que não expressamente, se aprovado o Projeto de Lei nº 478/07, proposto pelos deputados Luiz Bassuma (PT-BA, atualmente no PV) e Miguel Martini (PHS-MG), que dispõe sobre a proteção do nascituro. As organizações de defesa dos direitos da mulher colocam que se trata de um retrocesso revogar um direito reconhecido à mulher desde a primeira metade do século XX....

    Leia mais
    seteventos

    Espetáculo SETE VENTOS – baseado em depoimentos de mulheres – Temporada de 14 de maio a 07 de junho

    Monólogo teatral baseado em depoimentos de mulheres negras e Iansã. O espetáculo foi contemplado com o Prêmio Myria, Muniz de Teatro/2009 e conta com a atuação da atriz, professora de teatro e pesquisadora Débora Almeida. A história contada é a de Bárbara, uma escritora negra, filha de Iansã que conta para a platéia histórias das mulheres que influenciaram a sua vida e sobre o seu processo de construção de uma identidade feminina baseada em seus referenciais afro-brasileiros. O espetáculo toca em temas como amor, solidão, maternidade, sexualidade, preconceito e superação. Em cartaz no Teatro da Cia dos Atores , Rua Manoel Carneiro, 10/12 (Escadaria Selaron), na Lapa. Temporada de 14 de maio a 07 de junho Sextas, sábados e segundas-feiras às 20h Domingos às 19h Temporada popular. Promoção para grupos de ongs, escolas e associações. Fazemos debates após a sessão e podemos encaminhar uma oficina em um momento posterior, caso...

    Leia mais
    sueli-werneck-bairros

    Mulheres negras conduzem debate para superação do racismo e sexismo no poder público

    Feministas negras especializadas em política, saúde, relações sociais e comunicação falam sobre os efeitos dos erros de gestão pública que perpetuam e acirram as desigualdades no Brasil. Em exposições simplificadas, traçam roteiro de boas práticas para a administração pública estadual Brasília (Brasil) - Voz, vez e protagonismo das mulheres negras. Essa foi a tônica do segundo dia (11/5) do Seminário e Oficina para Gestoras e Gestores de Promoção da Igualdade Racial e de Política para as Mulheres, promovido pelas Nações Unidas e governo brasileiro através do Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia. Evento se encerrou ontem (12/5), em Brasília, e tratou durante três dias do racismo e do sexismo institucionais na administração pública e as oportunidades de interface das dimensões de gênero e raça no processo de gestão das políticas públicas. Na primeira exposição da terça-feira (11/5), Luiza Bairros, secretária estadual de Promoção da Igualdade da Bahia,...

    Leia mais
    O Ensino Religioso e o Vaticano

    Do preconceito à promoção do direito

    Enquanto texto atribuído a universitários prega violência contra colegas gays, o STJ reconhece a legalidade de adoção por casal de lésbicas do RS. O amor homoafetivo esteve no centro de duas atitudes radicalmente opostas em termos éticos e de respeito aos direitos humanos. De um lado, radicada no que há de mais brutal e retrógrado, uma publicação - atribuída a universitários, mas divulgada, na internet, no mais estrito anonimato dos autores - incitava à violência contra os gays, sem meios-termos. De outro, amparada na ética e voltada para o avanço histórico, decisão inédita em nível federal, do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), reconhecia a legalidade da adoção de crianças por casal homossexual de Bagé (RS). A grosseria do assim chamado "jornal" indica mais que conservadorismo. Ao relembrar seus leitores de fato vivido anteriormente, em festa na mesma faculdade, que envolveu violência contra estudantes gays, os autores do texto sinalizam o...

    Leia mais
    violencia-contra-mulher

    Menos de 10% dos municípios têm delegacia da mulher, diz IBGE

    Instituto divulgou nesta quinta-feira pesquisa que traça o perfil das cidades brasileiras Passados 25 anos da criação da primeira delegacia da mulher, em São Paulo, somente 7,1% dos 5.565 municípios do Brasil têm essas unidades especializadas. A informação é da Pesquisa de Informações Básica Municipais, a Munic, do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta quinta-feira (13). A pesquisa, com dados de 2009, foi feita dez anos depois de sua primeira edição, em 1999, e coletou informações a partir de questionários respondidos pelas prefeituras. Além de temas ligados à administração, habitação, esporte, cultura, segurança, transporte e meio ambiente, foram incluídos três novos enfoques no questionário: direitos humanos, saúde, e políticas de gênero dos municípios brasileiros. Os resultados mostram que apenas 18,7% dos municípios brasileiros têm organismos voltados para as mulheres. O país tem 512 municípios (9,2%) com prefeitas mulheres, das quais 62,7% tinham, em 2009, curso superior. Entre...

    Leia mais
    blank

    Feminicídio: Uma proposta de tipologia

    Os crimes de morte contra mulheres continuam acontecendo no mundo todo, fazendo com que feministas de muitos países se apropriem da categoria de feminicídio para denunciar os assassinatos de mulheres motivados por gênero e buscando estabelecer as suas características. No México, foram os assassinatos em Ciudad Juárez(1) e outros na América Latina e Caribe que motivaram uma aproximação à categoria de feminicídio. Recentemente, com o aprofundamento do olhar sobre tais crimes, as feministas argentinas estão desenvolvendo a ideia de feminicídio vinculado como referência às vítimas assassinadas pelo feminicida por sua relação com as mulheres que quer atingir/matar, conforme relata Assunção (23/11/2009)(2). Por: Maria Dolores de Brito Mota A cada novo olhar sobre os feminicídios, questões novas surgem, ajudando a construir seu conceito. Uma pesquisa que realizei sobre os assassinatos de mulheres no Ceará divulgados em notícias nos dois maiores jornais cearenses evidenciou elementos que permitem sugerir uma classificação para os...

    Leia mais
    seminario-sueli-jurema-luiza

    Seminário Identificação e Abordagem do Racismo e do Sexismo Institucionais Brasilia, 10 e 11 de maio

    Evento ocorre no âmbito do seminário "Identificação e Abordagem do Racismo e do Sexismo Institucionais", que será realizado em Brasília entre os dias 10 e 12 de maio A discussão dos temas racismo e sexismo institucionais nas esferas governamentais é marco essencial da Política para as Mulheres e da Política de Promoção da Igualdade Racial. Ambos assuntos estarão em debate no Seminário e Oficina para Gestoras e Gestores de Promoção da Igualdade Racial e Políticas para as Mulheres, que se inicia nesta segunda-feira (10/5), às 19h, em Brasília. A solenidade de abertura terá as presenças do coordenador residente das Nações Unidas no Brasil, Jorge Chediek, da ministra Nilcéa Freire, da Secretaria de Políticas para as Mulheres, e do ministro Eloi Ferreira de Araújo, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial. O evento conta com a participação de gestoras, gestores e especialistas em políticas públicas de gênero e raça...

    Leia mais
    tenente-icara-dentro

    Tenente gay é absolvido da acusação de deserção na Bahia

    A Justiça Militar decidiu absolver o tenente da Polícia Militar da Bahia Ícaro Ceita do Nascimento, homossexual assumido, da acusação de deserção. Ele diz que está afastado da polícia em razão de "danos psicológicos", segundo avaliação médica, causados por "perseguição homofóbica" na corporação. Por: MATHEUS MAGENTA Para ele, a vitória não foi só pessoal, "mas do movimento GLBT e da democracia brasileira". Segundo o Grupo Gay da Bahia, foi a primeira vitória na Justiça Militar brasileira de um homossexual assumido. De acordo com a Polícia Militar, o processo de exoneração foi iniciado em 2008, porque o atestado médico obtido pelo tenente não foi homologado pela corporação -daí o entendimento de que o policial havia desertado. O capitão Marcelo Pitta, chefe da unidade de imprensa da PM da Bahia, não quis comentar -apenas disse que a corporação vai respeitar a decisão da Justiça. "Não há nenhuma...

    Leia mais
    get img

    Cesáreas representam 57% dos partos em SP

    Na última década, a taxa de cesáreas em São Paulo cresceu quase dez pontos percentuais, atingindo 56,7% dos partos. A Organização Mundial da Saúde considera aceitável um índice de até 15% de cesáreas. A maioria dos partos cirúrgicos ocorre no setor privado de saúde. "Sou diretor-clínico da Pró Matre, de São Paulo, e percebo um crescimento brutal da prática", diz o obstetra Bussâmara Neme, professor da USP, Unicamp e PUC. O médico, que em 2009 declarou à Folha que qualquer débil mental faz cesárea, diz que a distorção no Brasil e em São Paulo é muito grande. "Todo mundo sabe que estamos fazendo cesáreas demais, e que fatores como a comodidade do médico e interesses econômicos estimulam a prática", diz. "É claro que a natureza foi feita para o parto vaginal e, se as condições forem boas, é o ideal. Mas, embora a cesárea não deva ser um...

    Leia mais
    elisa_lucinda

    Elisa Lucinda

    Elisa Lucinda Elisa Lucinda nasceu em Vitória no Espírito Santo. É poetisa, jornalista, cantora e atriz brasileira.  Idealizadora e fundadora da Casa Poema, a artista tem seu foco de atuação na arte-educação. Com seu jeito ímpar de dizer versos, Elisa faz com que todos entendam seu conteúdo, conheçam e se apaixonem pela beleza da poesia, sendo considerada a artista da sua geração que mais populariza o viver poético. Além de admirada pelos seus inúmeros espetáculos e recitais em teatros, empresas e escolas do Brasil e no exterior, a atriz também é conhecida pelos seus encantadores papéis no cinema e nas telenovelas da Rede Globo. Elisa possui 12 livros publicados e atualmente se prepara para lançar no segundo semestre de 2014 o seu primeiro romance: “Fernando Pessoa, o Cavaleiro de Nada”, uma autobiografia não autorizada. Livros A Lua que menstrua – Produção independente- 1992 Sósia dos sonhos - Produção independente...

    Leia mais
    Getty Images/T.Weidman

    Pará: Mais de R$ 338 mil vão financiar projetos de combate a DST/Aids

    A Coordenação Estadual de DST/HIV/Aids e Hepatites Virais, da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), tem disponíveis R$ 328.815,91 para financiar projetos comunitários de organizações não governamentais e outras organizações da sociedade civil (OSC) sem fins lucrativos, que atuam diretamente no controle das doenças sexualmente transmissíveis e hepatites virais. Getty Images/T.Weidman O edital de seleção foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 20 de abril, e as inscrições podem ser feitas até 25 de maio. Os projetos têm vigência de 12 meses e os recursos financeiros previstos nessa seleção são oriundos da Política de Incentivo para Ações de DST e Aids acumulados em 2009, acrescidos dos recursos de 2010. De acordo com o coordenador estadual de DST/Aids e Hepatites Virais, Lourival Marsola, é o primeiro ano que o edital especifica recursos para as hepatites virais. "Essa é uma forma de apoiar os...

    Leia mais
    73841

    Brasil abre a agenda eleitoral e fecha a do aborto

    Rio de Janeiro, 3/5/2010 - Politicamente incorreto na hora de negociar votos e alianças com a direita, a despenalização do aborto saiu do plano de Direitos Humanos do governo brasileiro e do debate eleitoral, inclusive entre os candidatos mais abertos ao tema. Por: Fabiana Frayssinet Congelaram-se os aplausos ao movimento das mulheres diante da efêmera incorporação dos direitos sexuais e reprodutivos femininos no projeto governamental do III Programa Nacional de Direitos Humanos (PNDH3). O governo decidiu revisar o texto do projeto depois de uma campanha encabeçada pela Igreja Católica, que chegou a chamar de "Herodes" o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em referência à lei da Judeia que ordenou a morte de um grupo de crianças depois do nascimento de Jesus Cristo. O promotor do PNDH3 e ministro da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, qualificou de "saudável retrocesso" a exclusão da despenalização do aborto fundamentada na "autonomia...

    Leia mais
    unifem

    Por um trabalho doméstico decente

    Artigo publicado no jornal Correio Braziliense (editoria de Opinião, página 27) no dia 1 de maio, Dia Mundial do Trabalho por: Rebecca Reichmann Tavares O trabalho doméstico é uma atividade produtiva fundamental para a geração de riquezas, pois representa cerca de 4% a 10% da força de trabalho dos países em desenvolvimento. Possibilita a administração de residências e famílias, a dedicação e a permanência, especialmente das mulheres, no mundo competitivo do mercado de trabalho. A categoria é composta majoritariamente por mulheres, reunindo 93,6% de profissionais. São 15,8% da força produtiva feminina total do mercado de trabalho brasileiro, perfazendo 6,2 milhões de trabalhadoras. A origem do trabalho doméstico na América Latina decorre do período da escravização indígena e negra, quando o trabalho braçal ganhou valoração negativa em decorrência do processo de colonização racista. No Brasil, o fim da escravização negra não significou inclusão nos postos de trabalho assalariado, reservados aos imigrantes...

    Leia mais
    orgulho-lgbt

    Seminário Estadual de Lésbicas e Mulheres Bissexuais

    A Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos através da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos em parceria com o Fórum de Lésbicas e Mulheres Bissexuais do Estado do Rio de Janeiro realizam o Seminário Estadual de Lésbicas e Mulheres Bissexuais que se realizará nos dias 30 de abril e 1º de maio de 2010 no Hotel Golden Park com o tema "Unindo Esforços, Ampliando Conquistas: Políticas Públicas para Lésbicas e Mulheres Bissexuais".   O objetivo do seminário é construir políticas públicas voltadas para lésbicas e mulheres bissexuais. Temas como segurança pública, polícias, sistema penitenciário, legislação, educação, informação, pesquisa, saúde, meio ambiente, assistência social, trabalho, renda, cultura, turismo, esporte e lazer também serão debatidos no encontro.   "O público alvo deste seminário são lésbicas e mulheres bissexuais, bem como gestoras e gestores públicos do Rio, e todas as pessoas interessadas no tema. Em breve, lançaremos o programa...

    Leia mais
    rainbow flag

    STJ mantém adoção por casal de lésbicas

    Crianças moram há oito anos com o casal em Bagé, no Rio Grande do Sul. Assistente social que acompanhou o caso recomendou a adoção. Por: Débora Santos   O Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve nesta terça-feira (27) o registro de adoção de duas crianças por um casal de lésbicas da cidade de Bagé (RS). A adoção era contestada pelo Ministério Público Federal do Rio Grande do Sul, que pedia a anulação do registro. A decisão do STJ cria um precedente jurídico que permitirá aos casais homossexuais abandonar a prática usada atualmente de adoção individual para evitar problemas legais.   Segundo a assessoria do STJ, o Ministério Público do Rio Grande do Sul ainda pode recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) caso haja argumento constitucional.   A adoção pelo casal homossexual gaúcho foi autorizada em 2006 pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. O relator do caso no...

    Leia mais
    1247096014

    Curso gratuito: “Produção intelectual de mulheres negras”

    Uma história pode ser contada por meio de diversas versões. Na versão "oficial" da história do Brasil a trajetória das mulheres negras é pouco evidenciada, contudo, este curso apresentará uma cronologia de alguns períodos da história política brasileira com enfoque na trajetória das mulheres negras.   O curso acontecerá na plataforma de educação à distância Moodle e contará com recursos interativos de vídeos, chat e fóruns de debates que permitem a troca de conhecimento e um rico diálogo sobre a realidade da mulher negra e a sua produção intelectual.   O curso está dividido em oito módulos, sendo que os sete primeiros farão referência a um período histórico brasileiro e o oitavo será uma web-conferência. Em cada módulo haverá textos e atividades que deverão ser realizadas no prazo de até quatro dias. Os textos serão descritivos e informativos. Cada turma contará com no máximo 60 participantes e será acompanhada por...

    Leia mais
    empregadas

    27 de Abril – Dia Nacional das Trabalhadoras Domésticas

    Respeito e dignidade para as trabalhadoras domésticas: uma profissão como todas as outras Por: Isabel Clavelin A valorização e o respeito das trabalhadoras domésticas é o mote principal da nova campanha de rádio lançada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), pelo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (UNIFEM) e pela Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD), com apoio das Secretarias de Políticas para as Mulheres (SPM) e de Políticas de Promoção de Igualdade Racial (Seppir). Foram produzidos três spots de rádio com depoimentos da presidente da FENATRAD, de um empregador e de uma trabalhadora doméstica. O seu conteúdo pode ser reproduzido em rádios comerciais, comunitárias, de empresas e de outras instituições. Apesar do reconhecimento oficial como ocupação e dos direitos assegurados em lei, o trabalho doméstico é um trabalho pouco regulamentado e cujas características se afastam da noção de trabalho decente: um trabalho adequadamente remunerado, exercido em...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist