domingo, setembro 19, 2021
InícioEm PautaSão Mateus: O bairro da Zona Leste contra o vírus

São Mateus: O bairro da Zona Leste contra o vírus

“…2000 favela São Mateus viela;
Revolução começou e não precisa de tela;
Saúde no Brasil merece o óscar de ignorância;
Dia á dia acabando com várias esperanças;
Proteja a sua vida irmão;
Quem guia o país não tem coração…”

Por Mayara Assunção enviado para o Portal Geledés 

As linhas acima poderiam ser sobre o atual momento da pandemia do Covid-19, no bairro da periferia da Zona Leste da Capital. Mas a letra da música “Rap das Quebradas”, do grupo de brasileiro “De menos crime”, é de vinte anos atrás.

Há anos, “São Mateus” esteve e está presente em muitas músicas: do Rap ao Samba. Composto por três distritos, é morada de artistas e de inúmeras potências em diversas áreas. Estima-se que bairro possua mais de 400 mil habitantes. E a articulação e engajamento dos seus moradores é fator principal para que as lutas populares sejam o combustível que mantém o bairro. Uma coisa é certa: em São Mateus, a luta popular tem muita força!

E não seria diferente, neste momento. A pandemia do Covid19 impacta toda população Brasileira e, de quebra, causa medo, desinformação e consequências ainda imensuráveis na população periférica. Nesta segunda-feira (6), o governador João Doria (PSDB) prorrogou por mais 15 dias (até o dia 22 de Abril) as medidas de isolamento recomendadas por autoridades de saúde, a chamada “quarentena”.

E, nas periferias, é a mobilização popular dos moradores que vem suprir a falta de ações e políticas públicas. Desde o início de Março, a associação cultural “São Mateus em Movimento” paralisou as suas atividades presenciais e vem atuando para levar informações sobre a prevenção e segurança contra o Coronavírus aos moradores de São Mateus.

Inicialmente, espalharam no território do Vila Flávia informações em linguagem popular, orientando moradores sobre as formas de prevenção do vírus. No ultimo sábado (4) entregaram alimentos e produtos de higiene para famílias da região. E assim, (articulando artistas e moradores do bairro e também outras organizações – como a CUFA) está realizando uma campanha de arrecadação de alimentos e ítens essenciais que serão destinados às famílias vulneráveis, que mais serão impactadas durante este período de quarentena.

Existem várias formas de somar forças neste momento (desde doações, divulgações e trabalho voluntário). É através da união coletiva que podemos amenizar as consequências desta pandemia e diminuir os impactos para as famílias de nossas periferias.

blank
Imagem enviada por Mayara Assunção

Doações de materiais de higiene e alimentos podem ser entregues nos pontos de arrecadação no próprio bairro. Para trabalho voluntário um grupo se organiza através das redes sociais. Uma conta bancária recebe doações em dinheiro.

blank
Imagem enviada por Mayara Assunção

Ponto de arrecadação para doações:
-Favela Galeria
Rua Archângelo Archiná, 587 – Cidade São Mateus, São Paulo – SP, 03960-010
-São Mateus em Movimento
Rua Cônego José Maria Fernandes, 127c – Cidade São Mateus, São Paulo – SP, 03960-040
– Mercado do Tim Maia
Avenida Baronesa De Muritiba, 536, Parque São Rafael, São Paulo- SP

 

 

Leia Também: 

Edital para apoiar pessoas e comunidades no combate ao Coronavírus já esta aberto


** Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do PORTAL GELEDÉS e não representa ideias ou opiniões do veículo. Portal Geledés oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

RELATED ARTICLES