quarta-feira, setembro 23, 2020

    Tag: solidariedade

    blank

    ‘Pelo preço de um misto quente, dá para alimentar 12 moradores de rua’, diz filósofo que arrecadou R$ 17 mil em doações

    Alexey Dodsworth conseguiu alimentar 11 mil moradores de rua com campanha iniciada no Facebook Por Rosane Queiroz, Da Folha de S.Paulo  Alexey Dodsworth arrecadou R$ 17 mil em doações para alimentação de moradores de rua (Foto: Arquivo pessoal) Ele pagou mais de 11 mil refeições para moradores de rua por uma semana, durante a quarentena. Cada refeição custou R$ 1 no restaurante popular Bom Prato Lapa. Cada centavo foi arrecadado em uma campanha despretensiosa iniciada com um post nas redes sociais que resultou em R$ 17 mil captados. O escritor e doutor em filosofia Alexey Dodsworth Magnavita de Carvalho, baiano de 48 anos, radicado em São Paulo, faz aqui um balanço da mobilização — que ganhou contornos de fábula — e da burocracia que complicou a operação. "Na manhã de 30 de março, fui ao Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo). Eu me ...

    Leia mais
    blank

    São Mateus: O bairro da Zona Leste contra o vírus

    "...2000 favela São Mateus viela; Revolução começou e não precisa de tela; Saúde no Brasil merece o óscar de ignorância; Dia á dia acabando com várias esperanças; Proteja a sua vida irmão; Quem guia o país não tem coração…" Por Mayara Assunção enviado para o Portal Geledés  As linhas acima poderiam ser sobre o atual momento da pandemia do Covid-19, no bairro da periferia da Zona Leste da Capital. Mas a letra da música "Rap das Quebradas", do grupo de brasileiro "De menos crime", é de vinte anos atrás. Há anos, “São Mateus” esteve e está presente em muitas músicas: do Rap ao Samba. Composto por três distritos, é morada de artistas e de inúmeras potências em diversas áreas. Estima-se que bairro possua mais de 400 mil habitantes. E a articulação e engajamento dos seus moradores é fator principal para que as lutas populares sejam o combustível que mantém o bairro. ...

    Leia mais
    blank

    O Sindicato da solidariedade

    O final de ano é tempo de redimensionar nossa vida, examinado os erros e acertos para poder iniciar o ano novo melhor do que encerramos o velho. A crise econômica foi nosso maior desastre com consequências graves no sustento das famílias. A falta de pagamento dos salários e o desemprego têm causado danos muito graves nas famílias empobrecidas. Servidores que trabalharam 40 anos para sustentar os serviços públicos agora, sem salários, não têm o que comer o que vestir e nem mesmo os medicamentos necessários para a manutenção da saúde. Fonte: Jornal do Brasil por, Siro Darlan Nessas horas o povo brasileiro cresce em virtudes e o Sindjustiça, o Sindicato dos Serventuários da Justiça do Rio de Janeiro, incansável defensor dos direitos dos trabalhadores do Judiciário, que apesar de estar à duras penas com os salários em dia, organiza o mais tocante ato de solidariedade do Natal de 2016. Diante ...

    Leia mais
    blank

    Apatia social: ninguém fez nada enquanto o ambulante Ruas era massacrado no metrô.

    As cenas do massacre do ambulante Luiz Carlos Ruas numa estação de metrô de São Paulo contêm um ingrediente perturbador extra: a inação dos circunstantes. Fonte: DCM por, Kiko Nogueira É evidente que a segurança falhou. Mas e aquelas pessoas em volta? Por que nenhuma esboçou qualquer reação enquanto Ruas era chutado e socado na cabeça? Os assassinos agiram livremente, como se estivessem num terreno baldio deserto. Atacaram em duas levas. Ao todo, foram aproximadamente três minutos de selvageria. Não foram incomodados. O vídeo mostra homens e mulheres seguindo seu rumo, alguns fugindo da cena, outros olhando, uns mais curiosos que outros. Em comum, a omissão. Segundo a travesti Raíssa, os canalhas — identificados depois como Alípio Rogério Belo dos Santos, de 26 anos, e Ricardo Nascimento Martins, de 21 –, gritavam “vamos matar” enquanto a perseguiam. Voltaram sua fúria para Ruas depois que ele tentou defendê-la. Não foram minimamente perturbados enquanto o matavam. Não ...

    Leia mais
    blank

    Em tempos difíceis, cuidar do outro é um ato de sobrevivência

    Quando falamos de generosidade, logo vem a cabeça doação material. Em um mundo cada dia mais individualista, pensar em SER humano é um risco. Conceituamos humanidade como características específicas à natureza humana. Mas em uma sociedade cada dia mais violenta e insensível ao outro, o que seria mesmo essas “características”? Em tempos de reflexão, mudanças e transformações, em que a todos os instantes nos perguntamos como superar tantos desafios, quais valores são essenciais para construir o mundo que queremos? Como construir esse mundo, se a emoção cada vez mais é uma coisa não bem-aceita? Por Luciane Reis Do Correio Nago Ser generoso ou como se diz ter uma mente amorosa, é um ato de sobrevivência em tempos de tanta insegurança. Precisamos ter coragem de enxergar um outro caminho e romper estereótipos, que nos diferencia. Sabemos que é difícil, me testo todos os dias e acredite, tem sido um desafio constante. Precisamos ...

    Leia mais
    blank

    Alemães se mobilizam para apoiar refugiados

    Movimento ocorre por todo o país e contrasta com os ataques dos grupos neonazis a vários centros de acolhimento. Alemães recebem refugiados com flores, cartazes de boas vindas e aplausos e asseguram o atendimento de suas necessidades básicas. Times de futebol também têm manifestado apoio durante os jogos Do Revista Fórum Diante da inação das autoridades alemãs, os cidadãos têm se auto-organizado por meio das redes sociais, como Facebook e Twitter, e criado documentos no Google em que vão fazendo o levantamento das necessidades das famílias de refugiados, que incluem bebês, crianças e doentes e se encontram nos centros de acolhimento provisórios espalhados pelo país. Estas estruturas não têm, em muitos casos, as condições mínimas para os receber e a distribuição de bens essenciais como água, comida e roupa e é uma das principais preocupações daqueles que acabam por substituir o Estado alemão no que diz respeito ao apoio aos ...

    Leia mais
    Iceland, downtown Reykjavik, elevated view

    Islândia dá lição de solidariedade e se oferece para receber refugiados

    Os habitantes da Islândia deram uma lição de solidariedade após uma escritora do país fazer um apelo nas redes sociais. Por Gabriela Bazzo Do Brasil Post Bryndis Bjorgvinsdottir resolveu criar um grupo no Facebook pedindo que o governo aumente a cota de refugiados que pretende receber anualmente. Atualmente, o número previsto é de apenas 50 pessoas por ano. Diante do apelo, mais de 12 mil islandeses - o país tem pouco mais de 300 mil habitantes - ofereceram suas casa para receber o enorme contingente derefugiados que chega à Europa todos os dias. "Os refugiados são nossos futuros maridos e mulheres, melhores amigos ou almas gêmeas. Eles são os bateristas da banda dos nossos filhos, nosso futuro colega, a Miss Islândia 2022, o carpinteiro que finalmente vai terminar o banheiro, o atendente da cafeteria, o bombeiro, o gênio da informática ou o apresentador de televisão", escreveu ela em uma carta aberta ...

    Leia mais
    blank

    ‘Não é todo mundo assim’, diz paralítico ajudado por atendente

    Alvelino José é de Uberlândia e disse que acredita no coração das pessoas. Foto de atendente dando sorvete a paralítico comoveu redes sociais. Por Anna Lúcia Silva Do G1 A foto em que uma atendente de uma rede de fast food aparece dando sorvete a um cadeirante em Uberlândia, compartilhada 8 mil vezes nas redes sociais, continua comovendo internautas por todo país. Um dia após o G1 publicar a reportagem, o cadeirante foi identificado. Alvelino José Gomes, de 40 anos, comentou o ato solidário da atendente e disse à reportagem que acredita no bom coração das pessoas. Ele ressaltou que passou momentos felizes no domingo (31), quando saiu sozinho para ir ao shopping. Alvelino contou que tem paralisia infantil. No momento da entrevista ao G1 ele estava na Associação Comunitária de Apoio ao Deficiente (Acaped) , onde passa boa parte do dia, das 7h  às 17h. Alvelino mora próximo ao shopping ...

    Leia mais
    Joyce Fonseca

    Rosário de Mulher – A maternidade como elo criativo e solidário entre mulheres na escrita de Conceição Evaristo

    Vania Maria Ferreira Vasconcelos1 Introdução Este artigo faz parte da pesquisa de doutorado em andamento, que pretende investigar as relações entre a mulher e a maternidade em enredos construídos na literatura contemporânea brasileira de autoria feminina. A idéia é investigar a relação entre o padrão construído no imaginário social, considerando as imagens do mito e das convenções nascidas como fruto da cultura patriarcal; as modificações ocorridas como resultado dos movimentos históricos e das políticas sociais que envolvem a maternidade e o reflexo de todas essas projeções na imaginação literária das ficcionistas. No caso do trabalho que ora apresento, comentarei imagens da maternidade na obra de Conceição Evaristo, autora de reconhecido talento em todos os gêneros que tem publicado (conto, romance e poesia) e de cuja obra, recortarei aqui apenas as imagens de mães em dois livros: Becos da Memória(romance) e Poemas da recordação e outros movimentos (poesia).A escolha desta autora ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Solidariedade e Educação: Seja um professor voluntário na Uneafro-Brasil

    Sim, nós acreditamos na Educação Popular! Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por Douglas Belchior, do Negrobelchior Imagine um Cursinho Preparatório para vestibulares, Enem e concursos, GRATUITO. Imagine um Cursinho que só funciona em locais cedidos, sem custo e onde todos os professores são voluntários. Imagine que, como resultado desse esforço, muitos estudantes de baixa renda, filhos de trabalhadores e em sua maioria negras e negros, são provocadas a superar os injusto sistema dos vestibulares e chegar às universidades públicas ou mesmo privadas com bolsas de estudo. Assista os vídeos abaixo e se encante! São os Cursinhos Comunitários da Uneafro-Brasil.  Nesse momento, precisamos da ajuda de professores voluntários para continuar esse bonito trabalho. Se você pensa em doar um pouco do seu tempo e conhecimento para um projeto coletivo e solidário, esta é a oportunidade! Os Cursinhos funcionam quase sempre aos sábados e eventualmente em dias de semana. Eles estão localizados em diversas ...

    Leia mais
    blank

    Voluntários fazem festa típica para imigrantes africanos em Criciúma

    Ato solidário buscou acolher grupo que se estabeleceu no Sul de SC. Este é o primeiro Natal que eles passam longe de casa e da família. No G1  Um grupo de voluntários de uma igreja de Criciúma convidou os cerca de mil africanos que vivem no Sul de Santa Catarina para participar de uma celebração de final de ano (veja vídeo ao lado). A festa buscou promover uma confraternização entre cristãos e muçulmanos, neste que é o primeiro Natal que os imigrantes passam longe de casa e da família. O evento teve decoração e comidas típicas da África. O ato solidário marca a acolhida aos imigrantes, que começaram a chegar à cidade na metade do ano devido à facilidade para retirar o visto em decorrência da Copa do Mundo. A intenção dos africanos é se estabelecer no país, aproveitar as oportunidades e, em 2015, reunir condições de trazer a família ao ...

    Leia mais
    blank

    Diagnosticada aos 55 anos, britânica usa crachá: ‘Tenho Alzheimer’

    "Tenho Alzheimer. Seja paciente." Com esses dizeres estampados em um crachá, a britânica Joy Watson, de 55 anos de idade, busca obter a compreensão de quem normalmente reage negativamente aos sintomas que ela apresenta. Watson, da cidade de Salford, nos arredores de Manchester, recebeu o surpreendente diagnóstico da doença - que normalmente afeta pessoas mais velhas - no dia em que completava exatos 55 anos. "A médica me desejou um feliz aniversário e disse, em seguida, que eu tinha Alzheimer e que muito de meu cérebro já tinha sido afetado", disse ela à BBC. "Entrei em pânico." O surgimento precoce da doença, apesar de pouco conhecido, não é tão raro. Nos Estados Unidos, cerca de 5% dos portadores de Alzheimer têm menos de 65 anos. Entre os primeiros sintomas do mal, estão a perda de memória, dificuldades em lidar com linguagem e com achar soluções para os problemas do dia-a-dia. ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist