sexta-feira, setembro 18, 2020

    Tag: Africanos e suas lutas

    Genocídio-de-Ruanda

    Hoje na História, 15 de maio de 1994, acontecia o Genocídio em Ruanda

    por: Lucyanne Mano O genocídio em Ruanda deixou 800 mil mortos em apenas 100 dias. Soldados e milicianos da temida Coalizão para a Defesa da República, além de civis da etnia hutu, mataram a população da etnia tutsi e hutus moderados. A matança indiscriminada começou horas depois que o avião do presidente ruandês hutu Juvénal Habyarimana foi derrubado. Habyarimana retornava de Arusha (Tanzânia) onde realizava negociações de paz com a rebelião da Frente Patriótica Ruandesa (FPR). Os extremistas hutu usaram o acidente como pretexto para chegar ao poder e promover o massacre. O empresário suíço Claude Sonier conseguiu fugir com a mulher, de origem tutsi e os três filhos do casal. Sonier contou que viu homens, mulheres e crianças serem queimadas vivas em valas cobertas por pneus em chamas. A sogra de Sonier foi uma das vítimas da violência. Os tutsi foram mortos nas ruas, dentro de suas casas, e até ...

    Leia mais
    blank

    África e Direitos Humanos: um aliado para o debate sobre estereótipos e realidades africanas

    Natalia da Luz, Por dentro da África Rio – Um tema que traduz o exercício da cidadania em qualquer lugar do mundo ganha um aliado para o debate no continente africano. Em mais de 700 páginas, África e Direitos Humanos reúne artigos de diferentes estudiosos em africanidades, a fim de tratar do universo dos direitos humanos no continente. O objetivo desta coletânea é abordar um assunto que estampa os noticiários diários dos países que olham por uma ótica distorcida para a África. - É fácil falar, pesquisar, estudar e publicar sobre direitos humanos em inúmeros países do continente, como Botswana, Ghana, Cabo Verde, Ilhas Seychelles, Namíbia, Ruanda e África do Sul. Paralelamente, tem outros onde a situação é brutal, como Angola, Guiné Equatorial, Suazilândia e Gâmbia – conta em entrevista ao Por dentro da África, o angolano Domingos da Cruz. Uma das grandes motivações do também filósofo foi a percepção do mundo além das fronteiras africanas sobre o que acontece na África. Essa necessidade ...

    Leia mais
    blank

    Japão e China: agrava-se a luta pela influência na África

    Tóquio prometeu um pacote de ajuda de 300 milhões de dólares para o desenvolvimento de companhias do setor privado da África. O Japão tenta ativamente concorrer com a China, que nos últimos anos fortalece consequentemente a cooperação política e comercial-econômica com os países africanos. A declaração de Tóquio oficial sobre grande pacote de ajuda econômica não deve ter coincidido casualmente com o início da turnê africana do primeiro ministro do conselho de Estado da República Popular da China, Li Keqiang. O programa da viagem do chefe de governo chinês inclui a visita a quatro países - Etiópia, Nigéria, Angola, Quênia. O primeiro-ministro já apresentou o programa na sede da União Africana em Addis-Abeba. Como Li Keqiang declarou, a China está disposta a compartilhar tecnologia e experiência com os países africanos. A parte chinesa - segundo o primeiro-ministro - irá dar contribuição ainda maior à liquidação da pobreza e ao desenvolvimento ...

    Leia mais
    michelle

    Michelle Obama entra na campanha contra sequestro de jovens na Nigéria

    Primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, postou foto nas redes sociais na quarta-feira (7). Milícia radical islâmica Boko Haram raptou mais de 200 garotas no país.   Michelle Obama em sua página no Instagram manda mensagem em apoio às meninas sequestradas na Nigéria (Foto: Reprodução/Instagram)   A primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama, entrou na campanha internacional "#BringBackOurGirls" (Tragam Nossas Meninas de Volta, em português), pela libertação de mais de 200 garotas sequestradas na Nigéria por integrantes da milícia radical islâmica Boko Haram. "Nossas orações estão com as meninas nigerianas desaparecidas e suas famílias. É hora de trazer nossas garotas de volta", publicou a mulher de Barack Obama em seu perfil no Instagram na quarta-feira (7). Estados Unidos, França, China, Canadá e Reino Unido já anunciaram que estão à disposição do governo nigeriano para encontrar as jovens. Entre as ações oferecidas, estão o envio de analistas e o fornecimento de dados ...

    Leia mais
    20140430135547949372a

    Manifestantes exigem mais esforços para encontrar 120 jovens sequestradas na Nigéria

    Destruição na escola de Chibok onde aconteceu o sequestro. Foto: AFP Photo Ativistas nigerianas se mobilizavam nesta quarta-feira para pedir ao governo mais esforços para encontrar as mais de 120 estudantes sequestradas por supostos islamitas do Boko Haram. Mais de duas semanas após o sequestro, a chamada "manifestação de um milhão de mulheres" certamente não conseguirá reunir uma multidão tão grande. No entanto, segundo Hadiza Bala Usman, uma das organizadoras, "ainda que apenas 10 pessoas venham, serão 10 pessoas que se comprometem em garantir que estas meninas não sejam ignoradas". De Chibak, no estado nigeriano de Borno, onde ocorreu o sequestro, um pai de uma das sequestradas declarou por telefone que a manifestação pode levar o governo a intensificar os esforços para encontrar as estudantes sequestradas. "Somos gente pobre e não temos nenhum tipo de influência. Por isso, em nossa opinião, o governo não se preocupa com nossas meninas", declarou ...

    Leia mais
    ng3164025

    Arqueólogos descobrem esqueletos de 3 mil anos com arteriosclerose na África

    foto SUSIE GREEN/BRITISH MUSEUM   Os esqueletos com arteriosclerose  foram encontrados numa sepultura de uma comunidade agrícola que vivia perto do rio Nilo Uma equipe britânica de arqueólogos descobriu arteriosclerose em esqueletos africanos de 3.000 anos, o que demonstra que a doença não se deve só a fatores próprios da vida moderna, como o hábito de fumar, a hipertensão e a obesidade.   A bioarqueóloga Michaela Binder, da universidade inglesa de Durham, dirigiu a pesquisa dos restos encontrados em um túmulo de uma comunidade agrícola que vivia perto do Nilo onde hoje é o Sudão, cujos resultados publica em sua última edição a revista "International Journal of Palaeopathology". Binder e sua equipe identificaram indícios de arteriosclerose (um estreitamento das artérias que pode impedir a circulação do sangue) nos corpos encontrados em Amara West, 750 quilômetros ao norte de Cartum. Entre os ossos preservados na areia, de três homens e duas ...

    Leia mais
    duraobarrosodlaminizumavanrompuy1

    Ficamos satisfeitos por ver África a crescer

    Por: Durão Barroso O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, mostrou-se, esta quinta-feira, satisfeito com o crescimento de vários países africanos «mesmo numa altura de crise». «Ficamos satisfeitos por ver África a crescer. Antes, muitas cimeiras eram para discutir dificuldades e problemas, mas nesta cimeira há uma ideia de oportunidade e desenvolvimento», disse Durão Barroso, na conferência de imprensa de encerramento da IV Cimeira União Europeia-África. O líder da Comissão Europeia sublinhou que, em 2013, África teve um crescimento médio seis por cento e que nos últimos dez anos «seis dos dez países com maior crescimento económico» eram africanos. Durão Barroso apelou, ainda a uma «liderança política responsável», de forma a «ultrapassar os desafios, erradicar a pobreza e promover o crescimento sustentável inclusivo», bem como para fazer face aos problemas de terrorismo e de extremismo religioso, nomeadamente no Mali, no Sahel e na República Centro Africana. Por seu ...

    Leia mais
    estudadntes africanos

    Educação em África deve formar cidadãos mais do que técnicos

      "Já lá vai o tempo em que a educação era um fim em si mesmo", diz ministro do Ensino Superior de Cabo Verde. Em vez de se esforçarem para dar um contributo para solucionar os problemas locais, muitas empresas usam África como pano de fundo das suas "selfies", mais preocupadas em ficar bem na fotografia. A acusação foi feita ontem pelo catedrático e ex-secretário de Estado português dos Ensinos Básico e Secundário (1992/93), Joaquim Azevedo, entre várias leituras incisivas feitas sobre os desafios do Ensino Superior e da Formação Profissional em África. Num debate promovido no âmbito do 8º Seminário Internacional RDP África, a mesa contou ainda com o actual ministro cabo-verdiano do Ensino Superior, Ciência e Inovação, António Correia e Silva, e o também catedrático e director científico da Universidade de Lúrio, de Nampula (Moçambique), Tito Fernandes. O Auditório Agostinho da Silva, na Universidade Lusófona de Lisboa, esteve ...

    Leia mais
    paulo-fernando

    ‘Na África, voltei a ser cidadão’, conta brasileiro exilado em 1964

    Em agosto de 1964, após semanas de contínuas intimidações por parte da polícia, o professor Paulo Fernando de Moraes Farias, de 27 anos, deixou às pressas a sua cidade, Salvador, rumo ao interior da Bahia. Com a ajuda de familiares, conseguiu sair do Estado para São Paulo, mas não se sentindo seguro lá, resolveu embarcar para a África, onde tinha intenção de passar dois anos em exílio, até que a situação política se acalmasse no Brasil. Acabou ficando 18 anos sem pisar no país, e nunca mais fixou residência no Brasil. Ele mora há mais de quatro décadas na Grã-Bretanha, onde trabalha no departamento de Estudos Africanos e Antropologia da Universidade de Birmingham. Farias fez parte da primeira onda de exilados - pessoas que foram perseguidas logo após o golpe de 1964, anos antes da luta armada se tornar uma ameaça ao governo. Sem nunca se envolver com qualquer esforço ...

    Leia mais
    12 anos

    Angola 12 Anos Paz

      Ganhos da paz superam os obtidos durante administração colonial  A afirmação é do historiador Venceslau Cassessa, entrevistado hoje pela Angop, acerca dos 12 anos de paz em Angola, considerando incalculáveis os avanços que o país conheceu e que estão reflectidos na melhoria da qualidade de vida da população. Destacou, entre os benefícios da paz, a reconciliação nacional, o aprofundamento do diálogo entre diferentes partidos políticos para o bem da Nação, aumento da segurança e estabilidade, assim como a reconstrução e construção de empreendimentos sociais e económicos que colocaram Angola na rota do desenvolvimento sustentável. O historiador Venceslau Cassessa sublinhou, também, que a paz permitiu que os angolanos se unissem mais em torno da construção de um país mais próspero e recuperar o seu prestígio no contexto das Nações. “Não há dúvidas que o país cresceu mais nestes 12 anos de paz que nos 500 anos de administração colonial. Os ...

    Leia mais
    SUDÃO- Carol Beckwith e Angela Fisher01

    Dupla de fotógrafas capta a essência de tribo Dinkas no Sudão em série de fotos extraordinária

    Galeria da tribo Dinkas no Sudão Por: Vicente Carvalho As fotógrafas Carol Beckwith e Angela Fisher possuem uma vivência de mais de 30 anos do registro de cerimônias, rituais e cotidiano de povos tribais africanos, o que fez com que suas imagens refletissem uma longa e profunda relação de respeito com os costumes e as pessoas dessas tribos, especialmente a Dinkas, no Sudão. Contemplar essas imagens é como se abríssemos uma janela ao passado, observando traços de uma cultura rica e fascinante de um povo lindo, que preza pelo costume de seus ancestrais como forma de olhar para o futuro, nos deixando admirados e torcendo para que essas tribos nunca desapareçam, pois com certeza temos muito o que aprender com eles, veja alguns dos extraordinários registros das fotógrafas: Há ainda um pequeno documentário disponível no canal da National Geographic no Youtube, contando um pouco a história das fotógrafas e mostrando as tribos (em inglês): ...

    Leia mais
    saphonian3

    Le top 10 des innovations africaines

    Dans les domaines de la santé, de la téléphonie mobile, de l'agriculture ou du développement durable, le continent sait être à pointe de la modernité lui aussi. On fait le point sur dix innovations africaines. Malgré des moyens limités, l'Afrique a commencé à se faire une place dans le monde très confidentiel de l'innovation technologique. Pragmatiques, les entrepreneurs africains ont opté pour la résolution de problèmes locaux. De nombreux projets ont vu le jour dans l'agriculture, la santé, les transports ou l'énergie, et représentent un vrai gage d'avenir pour l'économie du continent. Sans prétendre à l'exhaustivité, nous avons recensé 10 des innovations qui font bouger l'Afrique avant, peut-être, de partir à la conquête d'autres marchés. La recharge solaire, "Mobile Kiosk Platform" (Rwanda) La "Mobile Kiosk Platform" du Rwandais Henry Nyakarundi est une unité mobile de recharge électrique pour téléphones portables. Le procédé est simple : le jour, deux panneaux solaires (40W) chargent ...

    Leia mais
    maai

    Arqueólogos descobrem túmulo de 3.500 anos no Egito

        Uma equipe de arqueólogos egípcios, espanhóis e italianos descobriu no Egito um túmulo de 3.500 anos, do chefe da cavalariça real de um faraó da 18ª dinastia, anunciou nesta terça-feira o ministério egípcio das Antiguidades. A tumba de "Maai", um importante funcionário da 18ª dinastia, que reinou no Egito há 3.500 anos, foi encontrada em Luxor, no sul do Egito, quando os arqueólogos realizavam escavações em outro túmulo no sítio faraônico na margem ocidental do Nilo. Maai, que administrava a cavalariça do exército, também era responsável pelas fazendas reais e pelos depósitos de alimentos, indicou o funcionário do ministério das Antiguidades, Ali El-Asfar. "As inscrições são muito importantes, pois dão informações sobre a vida cotidiana da pessoa enterrada, sua família e o modo de vida de um funcionário de alto escalão da época", indicou outro funcionário do ministério, Abdel Hakim Karar. Uma das pinturas mortuárias mostra Maai e ...

    Leia mais
    diretorfao

    Diretor da FAO diz que compra de terras pode ameaçar soberania de países africanos

    Por: Guilherme Aquino O diretor-geral da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura), o brasileiro José Graziano da Silva, alertou, em entrevista exclusiva à BBC Brasil, que nações da África "estão perdendo a soberania" por causa da compra de grandes extensões de terras por pessoas vindas de outros países. "O problema é que isso está escapando ao controle dos governos locais", acrescentou. No mês passado, Graziano viajou a países do Golfo Pérsico, onde diz haver um grande interesse por terras no exterior. "Quase todos os países daquela região têm um fundo para inversão (investimento) em outros países. E eles estão investindo em compras de terra. Alguns têm extensões grandes, mais de 100 mil hectares", afirma. Segundo a ONG International Land Coalition, 80 milhões de hectares no mundo (o equivalente a cerca de 3 vezes a área da Itália) estão expostos à compra de terras por estrangeiros sendo ...

    Leia mais
    7m9hy0sg9v 9udc161a1k file

    Guetos sul-africanos voltam a ferver 20 anos depois do apartheid

    Jovens moradores de Johanesburgo exigem do governo água, luz, emprego e casas dignas Passados 20 anos desde a queda do regime de segregação racial do apartheid, as ruas que foram guetos negros sul-africanos voltam a entrar em ebulição com jovens que queimam pneus e enfrentam a polícia, agora para exigir do governo água, luz, emprego e casas dignas. "É exatamente a mesma luta de 20 anos atrás, mas, agora, também lutamos pela nossa dignidade", disse à reportagem Themba Zuane, de 40 anos, desempregado como a grande maioria de seus vizinhos em Kliptown, uma favela de Soweto, o antigo grande gueto negro do sudoeste de Johanesburgo. Zuane se referia aos protestos em regiões rurais subdesenvolvidas e nos antigos guetos ("townships"), contra os serviços públicos deficientes e as comparou com a luta contra o apartheid, encerrado em 1994 e que teve seu epicentro em Soweto. Como em muitas outras regiões precárias da ...

    Leia mais
    minigite

    Vacina contra meningite sem refrigeração é testada com sucesso na África

    Por: Amanda Lourenço   Um dos maiores desafios na luta contra as epidemias em países tropicais é o transporte de vacinas, que precisam ser mantidas em baixas temperaturas. Mas o sucesso de uma campanha de vacinação contra a meningite A no país africano do Benim, com lotes que não foram refrigerados, pode abrir precedentes significativos na logística da prevenção de doenças em países em desenvolvimento. A campanha piloto, uma parceria entre a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a ONG internacional sem fins lucrativos PATH, aplicou a vacina MenAfriVac em cerca de 150 mil pessoas entre 1 e 29 anos em novembro de 2012. O produto foi mantido em temperatura ambiente por um prazo de até quatro dias, sem ultrapassar os 40°C, nem ser exposto diretamente à luz solar. O estudo final, publicado na revista científica Vaccine, concluiu que não houve nenhum caso da doença entre a população vacinada, provando ...

    Leia mais
    aec

    Ricos recursos naturais da África são alvos da China

    Mas os investimentos chineses não salvam o Continente Negro Morogoyo (Tanzânia) – Os gigantescos fundos de investimentos chineses abriram suas torneiras e canalizam bilhões de dólares neste grande continente esquecido pelo Ocidente e suas instituições econômicas, políticas e sociais. Mas, mesmo assim, quanto dos gigantescos volumes de recursos investidos na África com objetivo de proporcionarem acesso às ricas em recursos naturais das periferias chega às simples populações dos países africanos? A revista alemã Der Spiegel escreveu: "Tudo está como sempre: Inúmeras casas prontas para desabar e portas corroídas, ruas de terra batida, cheias de buracos, barcos de pesca apodrecendo à beira mar e, em meio de tudo isso uma fortaleza de pedra, construída pelos colonizadores alemães em Bagamoyo, uma pequena e tranquila cidade à beira mar na Tanzânia". A cidade de Bagamoyo foi a capital da África Oriental alemã de 1888 até 1891. "Nada será como antes em Bagamoyo, porque ...

    Leia mais
    blank

    ‘As mulheres são criadas para achar que o casamento é muito importante’ diz Chimamanda Adichie

    Foto: Ivara Esege Escritora aclamada pela crítica internacional, a nigeriana pertence ao mundo cult, mas virou hit na internet depois de ter palestra ‘sampleada’ pela cantora Beyoncé. Até poucos meses, a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie era conhecida apenas por um público muito específico da literatura. Apesar de ter ganhado o Orange Prize por seu segundo romance, Meio Sol Amarelo, e colaborar periodicamente para a revista The New Yorker, a africana conquistou popularidade mundial depois de ter um trecho de sua palestra Todas deveríamos ser feministas “sampleado’’ por Beyoncé, em seu último disco. Entretanto, quando indagada sobre a cantora, ela se nega a comentar. Mas o fato é que, hoje, o cenário é outro para Chimamanda – bem diferente de 2008, quando teve passagem discreta pela Flip, em Paraty. Depois do ‘impulso’ da cantora pop, seu último livro, Americanah – a ser publicado no Brasil, no segundo semestre, pela Cia das Letras – saltou da posição ...

    Leia mais
    dna

    Tribos africanas possuem parte de DNA europeu

    Mistura genética ocorreu há mais de mil anos; genes teriam vindo do Oriente Médio REINALDO JOSÉ LOPESCOLABORAÇÃO PARA A FOLHA As tribos de caçadores-coletores que vivem no sul da África costumam ser vistas como uma espécie de modelo quase intacto dos primeiros Homo sapiens, relativamente isoladas desde que a nossa espécie surgiu há mais de 100 mil anos. Daí a surpresa que vem dos dados de uma nova pesquisa: parte do DNA dessas tribos lembra muito o de... italianos e espanhóis. E, ao que tudo indica, a mistura genética aconteceu há mais de mil anos, muito antes de os europeus chegarem à região, a partir do século 15. A pesquisa foi publicada na revista científica "PNAS". Os cientistas comparam trechos do DNA de mais de mil pessoas, pertencentes a 75 populações diferentes mundo afora, entre as quais 15 tribos "khoisan", como são conhecidos os caçadores e pastores do sul da ...

    Leia mais
    danca-africana-por-eliomar-ribeiro

    Somos todos africanos

    Por Felipe A. P. L. Costa   Na noite do sábado (15/2), visitando a editoria de Ciência da Folha de S.Paulo , deparei com a seguinte chamada (grifo meu): “Museu de SP lança megaexposição sobre a evolução humana, trazendo com destaque réplicas de diversos hominídeos brasileiros”. A matéria em questão, intitulada “São Paulo terá megaexposição permanente sobre evolução” , de Giuliana Miranda, foi publicada em 1/2/2014. A exposição está sendo montada no Palácio das Indústrias, prédio que já abrigou a prefeitura da cidade de São Paulo e hoje é administrado por uma entidade privada chamada Catavento Cultural e Educacional. A idealização da exposição e a origem dos itens expostos (a rigor, réplicas) couberam, porém, a uma instituição pública, o Laboratório de Estudos Evolutivos Humanos (LEEH), da USP, coordenado pelo professor e pesquisador Walter Alves Neves. A inauguração, originalmente prevista para fevereiro, foi adiada para março. Abrindo um parêntesis O ponto central deste artigo é outro, mais ...

    Leia mais
    Página 5 de 34 1 4 5 6 34

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist