quarta-feira, setembro 23, 2020

    Tag: Aranha

    blank

    Vaiado, Aranha diz que é “sempre assim” no Sul: “Vejo ódio na cara das pessoas”

    Pai e filho levam cartaz com pedido de desculpas ao goleiro pelo episódio de injúria racial em 2014, mas comportamento da maioria da torcida incomoda camisa 1 da Ponte: "É triste" Do O Globo Quase três anos depois do episódio de injúria racial, Aranha foi novamente o centro das atenções em uma partida na Arena do Grêmio. Alvo de vaias da maioria dos gremistas durante a derrota da Ponte Preta por 3 a 1, na tarde deste domingo, o goleiro criticou o comportamento da torcida. - Eles não esquecem aquele episódio. Eles são assim aqui. Principalmente na região do Sul do país,é sempre assim. Quando volto aqui, evito ao máximo olhar para a arquibancada, porque cada vez que olho para arquibancada, vejo ódio na cara das pessoas. Eles têm certeza que eu estou errado. É triste ver o conceito de vida que eles têm aqui - afirmou o camisa 1 da ...

    Leia mais
    blank

    Aranha recebe prêmio de direitos humanos por enfrentar o racismo

    A manhã desta quinta-feira certamente não será esquecida por Aranha. No Palácio do Itamaraty, em Brasília, o goleiro santista foi homenageado na 20ª edição do Prêmio Direitos Humanos, que é oferecido pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR). A solenidade em Brasília tem objetivo de fazer um balanço das ações do governo no setor e premiar as personalidades ativas na defesa dos direitos. No  Gazeta Esportiva  Aranha recebeu o tributo por ter denunciado e lutado contra o racismo que sofreu de parte da torcida do Grêmio, em agosto. Ele foi hostilizado durante um jogo da Copa do Brasil em caso que culminou na exclusão do time gaúcho do torneio. “Xingar, pegar no pé é normal. Mas me chamaram de ‘preto fedido, seu preto’ não dá”, reclamou o goleiro na ocasião. O incidente gerou discussões sobre a presença frequente de manifestações racistas no futebol. Daí a homenagem a ...

    Leia mais
    blank

    Caso Aranha: “Não se combate racismo com direito penal”

    A opinião é de Silvio de Almeida, presidente do Instituto Luiz Gama, que questiona a aplicação de pena como única saída para o combate à discriminação racial; na manhã desta segunda (24), a Justiça fez um acordo com a algoz do goleiro Aranha, Patrícia Moreira, que terá que assistir aos jogos do Grêmio de uma delegacia  Por Ivan Longo   Do: Spresso sp A torcedora do Grêmio, Patrícia Moreira, e mais três acusados de injúria racial contra o goleiro Aranha, do Santos, aceitaram um acordo proposto pelo juiz Marco Aurélio Xavier para que o processo que os acusa seja suspenso. Ficou decidido, na audiência realizada em Porto Alegre, na manhã desta segunda-feira (24), que a jovem e os outros rapazes terão que se apresentar, durante 10 meses, a uma delegacia toda vez que houver jogos oficiais do Grêmio. A medida se deu em detrimento de outra proposta, rejeitada pelos acusados, que ...

    Leia mais
    blank

    Aranha, do Santos, recebe movimento negro

    O Santos Futebol Clube promoveu nesta tarde (13/11) uma atividade de formação para diversidade e igualdade racial para jogadores adolescentes das categorias de base do clube. Por Douglas Belchior no blog negrobelchior Os fortes acontecimentos de racismo no futebol que assistimos esse ano foram o tema do diálogo, que teve a presença e a explanação do goleiro Aranha, que fora homenageado pelo clube, por órgãos governamentais e pelo movimento negro. Tive a oportunidade de entregar e ler o conteúdo de uma Carta de Apoio, assinada pela Uneafro-Brasil, além de documentos do trabalho de educação popular que desenvolvemos. Foi entregue também cópia do documento repleto de propostas de combate imediato ao racismo, assinado por diversas organizações do movimento negro, que fora encaminhada à presidenta Dilma em Março de 2014, momento em que muito se discutiu o tema. Em sua apresentação dirigida aos jovens atletas, Aranha falou da importância do respeito à diversidade no futebol e na sociedade e ...

    Leia mais
    Bruce Yan

    Herói na luta mundial contra o racismo manda recado para Aranha

    Amigo pessoal de Nelson Mandela e único negro no time campeão mundial de rugby em 1995, pela África do Sul, Chester Williams é uma lenda do esporte. A história dele e da equipe que conquistou ou mundo na década de 1990 foi contada no filme 'Invictus', dirigido por Clint Eastwood. Quem não viu, vale a pena assistir. No R7 Chester esteve no Brasil recentemente e nos concedeu entrevista exclusiva. Falou sobre racismo, conquistas e mandou um recado para o goleiro Aranha. Veja no vídeo abaixo a entrevista completa:

    Leia mais
    blank

    Morte e vida virgulina – Por: Cidinha da Silva

    Fábio Mandingo, autor de Salvador Negro Rancor (Ciclo Contínuo, 2011), lançou o segundo livro pela mesma editora, trata-se de Morte e vida virgulina. A obra tem dinamismo e agilidade, características essenciais do texto de Mandingo. O verbo do autor baiano tem verdade, versatilidade, alvo e faz com que nossos olhos ajam durante a leitura da palavra sua que, literalmente, nos transporta a outros mundos, propicia a formação de imagens pautadas pelo seu repertório rico de lugares de fala desconhecidos ou ignorados. Raimundo Carrero, autor pernambucano, nos diz que autor não tem estilo, quem tem estilo é o personagem. Mandingo parece ter levado essa ideia às últimas consequencias nos dois primeiros textos do livro, Infanto Juvenil I e Infanto Juvenil II, os que menos gostei por serem muito masculinistas. Senti falta da interferência de um autor mais sensível, ainda que não transversalizado pelo feminismo, propriamente. Falta do autor que se manifesta ...

    Leia mais
    Uma carta para Aranha

    Uma carta para Aranha

    POR WINNIE BUENO* Oi, Aranha. Tudo bem? Primeiramente queria te confessar que não te conhecia. Embora eu goste de futebol, vá ao estádio de vez em quando, acompanhe alguns programas esportivos, eu não sabia quem você era. Não sabia até o lamentável episódio envolvendo a torcida gremista, a torcedora do Grêmio que lhe chamou de macaco e todas as repercussões que houve. Desde então, tenho acompanhado mais atentamente você e sua luta, que sempre foi a minha, a luta pela eliminação do racismo. As declarações que você deu, após a violência da qual foi vítima, foram um alento à minha alma. Foram um tapa na cara do permanente mito da democracia racial brasileira. Um retumbante e contundente chega. O posicionamento que você adotou, desde o primeiro momento, denunciando esta barbaridade, é um exemplo para toda a negritude brasileira. Você, diferente de tantos outros, não engoliu passivamente o racismo. Você se ...

    Leia mais
    Vaias a Aranha são a vitória do racismo na Arena do Grêmio

    Vaias a Aranha são a vitória do racismo na Arena do Grêmio

    por José Antonio Lima O racismo brasileiro, que contesta a existência do preconceito e nega ao negro até mesmo o direito de se sentir ofendido, obteve uma vitória expressiva na Arena do Grêmio, na noite desta quinta-feira 18 em Porto Alegre. Três semanas depois de Aranha ser chamado de “macaco” e “preto fedido”, o goleiro do Santos foi xingado de “viado” e “branca de neve”, vaiado durante o aquecimento e também a cada vez que encostava na bola durante nova partida entre os dois clubes, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. Foi uma clara demonstração por parte de muitos torcedores gremistas da “indignação” provocada pelo simples fato, vejamos só o tamanho do buraco, de ter denunciado o ato de racismo do qual foi vítima em 28 de agosto. Como de costume, houve uma tentativa cínica de negar que as vaias a Aranha fossem uma crítica ao goleiro e, consequentemente, apoio ao ato de racismo anterior. ...

    Leia mais
    Aranha precisa de socorro. Racistas perderam a vergonha na cara! Você concorda com o que viu?

    Aranha precisa de socorro. Racistas perderam a vergonha na cara! Você concorda com o que viu?

    por marcos romão Assistir ao último jogo entre o Santos e Grêmio na Arena do Grêmio já foi dose prá leão. Durante 90 minutos o estádio parecia o Coliseu Romano, onde os cristãos eram entregues às feras. Toda uma torcida em uma manifestação racista, como que orientada por bons advogados e diretorias, gritava e vaiava durante 90 minutos, tomando o cuidado de não usarem palavras que não a incriminasse por racismo. Foi o refinamento do refinamento. Como punir toda uma torcida que afirma a plenos pulmões, “somos racistas e daí, se vocês não podem provar?”. 90 minutos de manifestação e ninguém parou o jogo, ninguém gritou, parem com isto. Em qualquer liga esportiva civilizada, o Grêmio só poderia jogar por um tempo punitivo com as portas fechadas, sem acesso da torcida. É uma prática que funciona em vários países. Pois proibir a torcida de assistir a um jogo de seu ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pelé e a consciência negra ou estamos por nossa própria conta – Por: Cidinha da Silva

    Por Cidinha da Silva Pelé é um sujeito conhecido e reconhecido pelas declarações infelizes e obtusas que procuram minimizar as manifestações de racismo em todos os continentes. É frustrante e dolorido ouvi-lo, entretanto, sua triste figura no quesito compreensão do funcionamento do racismo é plenamente compreensível no contexto brasileiro. A principal estratégia da casa grande para perpetuar o racismo no Brasil tem sido sua negação. Por isso é tão importante para este projeto hegemônico que ícones como Pelé prestem esse desserviço ou façam esse trabalho sujo, como queiram. A persona Pelé vende a ilusão de que nunca foi alvo de racismo ou que o superou pelo sucesso e pela subserviência discursiva aos métodos de manutenção do poder branco, que permitem a existência inofensiva de alguns ícones negros. E pretende dizer aos mais novos, tais como Aranha, o insurgente, que, para chegar a algum lugar como negro, é preciso aquiescer ao ...

    Leia mais
    RACISMO: Encontro ou desencontro com Fátima Bernardes?

    RACISMO: Encontro ou desencontro com Fátima Bernardes?

    por Yure Romão Venho acompanhando o decorrer do caso de racismo contra o goleiro Aranha através dos blogs, jornais, sites e programas de televisão e acredito que bons debates e boas discussões vêm sendo colocados em cena, sobretudo no que diz respeito ao racismo dentro do esporte e ao racismo que opera incessantemente no Brasil, seja através de xingamentos, humilhações, prisões sistemáticas e genocídios cotidianos que não param. Nesse texto em especial gostaria de abordar o programa matinal do dia 9 de setembro da apresentadora Fátima Bernardes, que convidou Patrícia Moreira, a “gremista (,) acima de tudo” para dar suas “explicações”. Quero analisar o programa como um todo, em especial a fala e a presença de um médico. Primeiramente, o que me saltou aos olhos em um programa que debaterá o racismo, foi o fato de não haver nenhum negro compondo o palco onde estariam os convidados. Nenhum negro. Este ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    A mente de Pelé ainda está presa numa senzala

    Por: Marco Antonio Araujo Mais uma obra pode ser incorporada ao acervo do Museu Pelé: um áudio editado com as maiores bobagens que o Rei do Futebol pronunciou durante sua existência. Nessa coletânea não podem faltar as estultices que o Atleta do Século pensa sobre um tema que lhe deveria ser caro, mas que em sua boca é vendido a preço de banana: o racismo. Percebam o requinte de um raciocínio que não conseguiu sair da senzala: "Se eu fosse querer parar o jogo cada vez que me chamassem de macaco ou crioulo, todos os jogos iriam parar. O torcedor, dentro da animosidade, ele grita. Acho que temos que coibir o racismo, mas não é em lugar público que vai coibir.  Quanto mais atenção der para isso, mais vai aguçar". Fosse um branco dizendo esse amontoados de bobagens, seria empalado pela opinião pública. Na boca do maior jogador de todos ...

    Leia mais
    Aranha diz perdoar torcedora por racismo, mas afirma: 'Vai pagar pelo que fez'

    Aranha diz perdoar torcedora por racismo, mas afirma: ‘Vai pagar pelo que fez’

    Após a vitória do Santos no Pacaembu, goleiro se manifestou sobre caso de injúria racial na Arena do Grêmio e disse ter concordado com exclusão dos gaúchos da Copa do Brasil Aranha se manifestou na noite de sábado,após o triunfo do Santos sobre o Vitória, a respeito da situação que viveu na semana passada, em partida contra o Grêmio.Ofendido por torcedores tricolores em Porto Alegre, o goleiro disse perdoar a torcedora focalizada gritando "macaco", mas cobrou a devida punição a ela. "Perdoo, mas ela vai pegar pelo que fez. Do mesmo jeito que ela pediu perdão, estou desculpando, perdoando. Infelizmente, vai ter de pagar", afirmou o jogador, após alguma insistência no assunto. "Por mim, como pessoa, (perdoo), sim. Mas, quando você erra, tem as leis." Patrícia Moreira da Silva, de 23 anos, é investigada por injúria racial. A punição pode chegar a três anos de prisão. A torcedora prestou depoimento ...

    Leia mais
    O racismo derrotado

    O racismo derrotado

    A eliminação do Grêmio da Copa do Brasil é um remédio amargo, porém necessário, para as manifestações de racismo que fazem dos estádios uma extensão do que existe de mais podre e repulsivo na sociedade. Na última quarta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) excluiu o time de Porto Alegre da Série A da Copa do Brasil, como punição pelas ofensas de torcedores contra o goleiro Aranha, do Santos, em partida no dia 28 de agosto. A defesa gremista alegou que o clube realiza campanhas institucionais contra o preconceito e colaborou com a identificação dos torcedores que hostilizaram o goleiro, mas não adiantou. O meio esportivo recebeu a medida com a esperança de que ela seja um divisor de águas no comportamento das torcidas. Além de excluir o Grêmio e multá-lo em R$ 54 mil, o tribunal aplicou suspensões e multas ao árbitro Wilton Pereira e aos dois auxiliares. ...

    Leia mais
    Punição ao Grêmio é histórica mas não basta

    Punição ao Grêmio é histórica mas não basta

    Maria Carolina Trevisan Pela primeira vez no mundo, um clube é expulso de um campeonato de futebol por atos racistas de sua torcida A decisão unânime decretada ontem, 03/09, pelo Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de excluir o Grêmio da Copa do Brasil por atos racistas de sua torcida contra o goleiro do Santos, Aranha, é inédita na história do futebol mundial. O time de Porto Alegre (RS) terá de pagar multa de R$50 mil e os torcedores identificados como autores da injúria racial estão proibidos de ingressar em jogos do Grêmio por 720 dias. Corre em paralelo, na justiça comum, um inquérito policial para instaurar processo por crime (de racismo ou de injúria racial) cometido pelos torcedores identificados. É, sem dúvida, uma decisão importante na luta pelo enfrentamento ao racismo. “Mas não basta. Para que haja uma mudança de prática das torcidas é preciso uma campanha de sensibilização”, ...

    Leia mais
    blank

    Racismo de superfície e de profundidade

    por Juremir Machado da Silva O que seria um racismo de profundidade em relação aos negros? Não sentar ao lado de um negro? Não aceitar o casamento de um filho com um negro? Não ter amigos negros? Considerar os negros como seres inferiores? Tenho a impressão, até a mesmo a convicção, de que a moça que levou o Grêmio a ser excluído da Copa do Brasil  não é racista dessa maneira. Teve um comportamento racista de superfície, caso essa expressão possa ter algum sentido sem encobrir ou justificar preconceitos hediondos. Gritou o que gritam, no embalo, pessoas que podem não se sentir racistas e até repudiar esse racismo, digamos, de profundidade. Mas será que o racismo de superfície praticado por indivíduos não é sintoma de um racismo de profundidade entranhado na sociedade e que vem à tona em manifestações aparentemente sem  maior importância ou praticadas, acima de tudo, para provocar ...

    Leia mais
    blank

    Após novas ofensas racistas, Grêmio suspende organizada

    Torcida Geral do Grêmio gritou cânticos com a palavra "macaco" na partida contra o Bahia no último domingo O episódio de racismo envolvendo o goleiro Aranha, no duelo contra o Santos na semana passada, e a repetição de cânticos da torcida utilizando a palavra "macaco" na vitória de domingo sobre o Bahia, fizeram a diretoria do Grêmio agir. Nesta segunda-feira (1º), o clube anunciou a suspensão da torcida organizada Geral do Grêmio por "tempo indeterminado". Os torcedores da organizada foram identificados como culpados pelos cantos do último domingo, já que a tradicional música cantada pelas arquibancadas com os dizeres "olha a festa macaco" em provocação ao rival Internacional, é de autoria da Geral. Para evitar que o clube seja punido, a diretoria decidiu se mexer e ela própria aplicar uma punição nesta parte da torcida. Após a partida de domingo, o presidente do clube, Fábio Koff, chegou a dar entrevista para repudiar o comportamento desta ...

    Leia mais
    blank

    Advogado de torcedora gremista afirma: “ela é de uma família humilde, então tem amigos negros”

    A jovem torcedora gremista envolvida no mais recente caso de racismo do futebol brasileiro não deve sair dos holofotes da mídia tão cedo. Na manhã desta segunda-feira (1º), Patrícia Moreira reuniu-se com o advogado Guilherme Abrão para começar a traçar as linhas de sua defesa. As primeiras declarações de Abrão, no entanto, foram desastrosas. Ao tecer o seguinte comentário “ela é de uma família humilde, então tem amigos negros, que jamais tiverem qualquer tipo de problema com ela”, o advogado acabou por reproduzir mais uma frase repleta de preconceito racial. Para Abrão, a ofensa da jovem ao goleiro Aranha foi um “xingamento infeliz em um momento de pressão de jogo”. “Ela quer fazer um pedido de desculpas ao Aranha. Ela também quer pedir desculpas ao Grêmio e aos torcedores”, afirmou o advogado, completando que “aquilo aconteceu no calor do jogo”. Para o advogado, “ela não é uma pessoa racista”. Ainda de acordo de Abrão, Patrícia Moreira ainda não ...

    Leia mais
    blank

    As 7 consequências dos atos racistas na Arena

    por Luiz Zini Pires Os atos racistas na Arena 1) O Grêmio será excluído da atual edição da Copa do Brasil pelo STJD, no Rio. Servirá como exemplo. O STJD oferecerá a cabeça do Grêmio como exemplo à sociedade. 2) A torcida tricolor ganhou a injusta imagem de torcida racista em todo o Brasil. 3) A Geral, antiga torcida que encantava no Olímpico, cometeu suicídio coletivo. A maioria, como sempre, pagará pela minoria bandida. A Geral é a nova inimiga nº 1 da torcida azul. Perdeu qualquer tipo de apoio. 4) As câmeras dos novos estádios serão cada vez mais decisivas para detectar e depois punir os racistas – ou outros delinquentes da mesmas espécie. 5) Depois de punido, o Grêmio continuará na mira fina do STJD, mais do que todos os clubes do país. 6) A volta dos gritos racistas no setor da Geral, domingo, não influirá diretamente no julgamento ...

    Leia mais
    racismo3

    A ira justa do goleiro Aranha e de um anônimo negro contra o racismo cotidiano. O que Danilo Gentili, um juiz e Luciano Huck tem a ver com isso

    Por: Laura Capriglione Quando parte da torcida do Grêmio encheu a boca, em Porto Alegre na quinta-feira (28/08), para chamar o negro goleiro do Santos de “macaco”, apareceu um herói, o próprio alvo dos xingamentos, para vingar os tantos humilhados pelo racismo. Com a ira santa dos justos, Mário Lúcio Duarte Costa, de 33 anos, o Aranha, gesticulou e gritou furioso contra a turba infame, e deixou bem claro o orgulho da pele colorida, a mesma de seus ancestrais africanos. Ao menos uma criminosa, Patricia Moreira, moradora em Porto Alegre, já foi identificada, filmada enquanto insultava o goleiro: “Ma-ca-coooo!”. A meliante já perdeu o emprego como auxiliar de saúde bucal no Centro Médico Odontológico da Brigada Militar. Deverá responder a processo criminal por injúria racial, crime sujeito a pena de um a três anos de reclusão, com multa. A defesa de Patrícia certamente dirá que tudo não passou de uma ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist