quinta-feira, agosto 6, 2020

    Tag: ativistas

    blank

    Zelinda Barros: Ativista também cansa

    POEMA DE LA PUENTE Kate Rushin Estoy harta enferma de ver y tocar ambos lados de las cosas enferma de ser la condenada puente de todos. Nadie se puede hablar sin mi ¿No es cierto? Explico mi madre a mi padre mi padre a mi hermanita mi hermanita a mi hermano mi hermano a las feministas blancas las feministas blancas a la gente de la iglesia Negra la gente de la iglesia Negra a los ex-jipis los ex-jipis a los separatistas Negros los separatistas Negros a los padres de mis amigos. Después tengo que explicarme a mí misma a todos. Hago más traducciones que las malditas Naciones Unidas. (…) Por Zelinda Barros, do Revista Quilombo Numa conversa com uma companheira feminista, ela narrou um episódio em que uma ativista, reunida com amigas/os num bar, foi discriminada por ser lésbica. As pessoas que a acompanhavam se calaram diante do fato, esperando que ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/As Mina na História)

    28 mulheres negras ativistas que você precisa conhecer

    As contribuições das mulheres negras para moldar e mudar o mundo para melhor são muitas vezes minimizadas. Reunimos uma lista com algumas das mulheres negras ativistas para as quais devemos ser gratos: Ella Baker (Foto: Reprodução/As Mina na História) Ella Baker começou seu envolvimento com a NAACP em 1940. Ela trabalhou como secretária de campo e, em seguida, atuou como diretora de 1943 até 1946. Em 1957, Baker se mudou para Atlanta para ajudar a organizar nova organização de Martin Luther King, a Southern Christian Leadership Conference (SCLC). Ela também fez uma campanha de registro de eleitores chamados  “A Cruzada para a Cidadania”. Em 1 de Fevereiro de 1960, um grupo de estudantes universitários negros de North Carolina A & T University foram impedidos de almoçar em um restaurante no  Greensboro, Carolina do Norte. Baker deixou o SCLC após esse acontecido. Ela queria ajudar os novos estudantes porque ...

    Leia mais
    Foto: JIM YOUNG / REUTERS

    9 mulheres negras que mudaram o mundo

    Conheça aqui algumas dessas mulheres que ajudaram a tornar o mundo um lugar melhor. 1 - Ellen Johnson Sirleaf photo credit: Chip Somodevilla/Getty Images É a atual presidente da Libéria e a primeira mulher a ser eleita chefe de estado de um país africano. Foi eleita pela primeira vez em 2005 e reeleita em 2011, ano em que também ganhou o prêmio Nobel da Paz, pelo seu trabalho como a Primeira Ministra da Libéria. 2 - Oprah Winfrey Getty Images Oprah é apresentadora de televisão e empresária, além de ser uma das pessoas mais influentes do mundo. Ganhou múltiplos prêmios Emmy por seu programa de TV, que é o talk-show com maior audiência da história da televisão norte-americana. 3 - Dandara Zumbi Reprodução Dandara foi mulher de Zumbi dos Palmares e mãe de três filhos. Pouco se sabe ...

    Leia mais
    blank

    Prisões de ativistas ferem cláusula pétrea do Estado de Direito, por Marcelo Cerqueira

    “Mais respeito à democracia” Um dos grandes defensores das liberdades políticas durante a ditadura afirma: prisões de ativistas ferem cláusula pétrea do Estado de Direito. Ministério da Justiça continua conivente Por Marcelo Cerqueira Vejo-me como no passado quando certas teorias do mau direito informavam, então, as sucessivas leis de segurança nacional: a posterior mais grave que a anterior. O conceito de conspiração do Código de Mussolini é que animava perseguidores de então. Antigamente, dizia-se que o alemães criavam as leis, os italianos as copiavam, os franceses as comparavam e os espanhóis as traduziam. Assim, os portugueses. Leia-se parte do art. 179 do anoso Código Penal Português: “Aqueles que sem atentarem contra a segurança interior do Estado, se ajuntarem em motim ou tumulto…” O elemento material do tipo descrito é “ajuntar-se naquele motim”, “conjurar para aquele motim”. Marcelo Cerqueira: “juízes decidem por induções e presunções e contaminam suas decisões por premissas ‘morais’ e ...

    Leia mais
    blank

    Mais de 120 ativistas participam de encontro e homenageiam a obra de Clóvis Moura

    No dia 14 de dezembro último, mais de 120 ativistas anti-racistas participaram do Encontro “Clóvis Moura” de ativistas contra o genocídio da população negra. O evento foi realizado na Escola de Comunicações e Artes, promovido pelo Celacc, Círculo Palmarino e Instituto Luiz Gama. O encontro foi uma homenagem ao professor Clóvis Moura, sociólogo especialista na discussão das relações etnicas no Brasil, autor de obras como “Rebeliões da Senzala”, “Sociologia do Negro Brasileiro” e “Dialética Radical do Brasil Negro”, falecido há 10 anos. Além disto,  foi uma oportunidade de reunir ativistas anti-racistas para aprofundar a discussão sobre as relações étnico-raciais contemporâneas no Brasil sob a perspectiva das teorias marxistas e do pensamento “moureano”. O formato do evento foi de “roda de conversa”, com intervenções especiais de especialistas e lideranças, como Juarez Xavier (professor da Unesp), Deusdete (assistente social e militante do Círculo Palmarino), Juninho Jr (jornalista e da coordenação do Círculo ...

    Leia mais
    tubman00

    Harriet Tubman

    Harriet Tubman nasceu Araminta "Minty" Ross e seus pais, Harriet ("Rit") Green e Ben Ross eram escravos. Rit pertencia a Mary Pattison Brodess e, mais tarde a seu filho Ben, enquanto Ben pertencia legalmente ao segundo marido de Mary, Anthony Thompson, proprietário de uma grande fazenda perto do Rio Blackwater, em Cambridge, Maryland.2 Conforme ocorreu como muitos escravos nos Estados Unidos, a data e o local de seu nascimento não foram registrados e os historiadores divergem quanto a esta questão. Kate Larson registro o ano de 1822, baseada em um pagamento feito a uma parteira e em vários outros documentos históricos,3 enquanto Jean Humez afirma que "as evidências à nossa disposição sugerem que Tubman nasceu em 1820, mas isto pode ter ocorrido um ou dois anos mais tarde".4 Catherine Clinton observa que a própria Tubman declarou que o ano de seu nascimento foi 1825, ao passo que sua certidão de óbito menciona 1815 ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist