segunda-feira, novembro 30, 2020

    Tag: bonecas negras

    Crédito: Mattel

    Mesmo com debates sobre representatividade, bonecas negras somam apenas 7% de produtos online

    A quantidade de bonecas negras disponíveis para compra no mercado online é muito abaixo do número de crianças negras no Brasil. Esta é a conclusão da terceira edição do levantamento bianual realizado pela Avante - Educação e Mobilização Social no contexto da campanha “Cadê Nossa Boneca?” sobre a disponibilidade de modelos de bonecas à venda. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pessoas negras representam 53,6% da população do país. No entanto, mesmo com a crescente discussão sobre representatividade e a consolidação da população negra como parte importante do mercado consumidor, o segmento de brinquedos não retrata a realidade brasileira. Segundo especialistas, o processo de auto identificação que acontece durante o processo de brincar é fundamental para o desenvolvimento da autoestima das crianças. “A partir daí, é pensar que ter bonecas pretas é necessário para uma educação mais justa, para alcançar as ideias de diversidade, de ...

    Leia mais

    Primeira loja de bonecas negras do Brasil será inaugurada no Rio

    A Era Uma Vez o Mundo, negócio de impacto social, que nasceu em 2017, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, para suprir a falta de produtos voltados para as crianças negras, vai deixar de ser apenas virtual e ganhar uma loja física. Do Promoview Foto: Divulgação/Promoview O projeto que é acelerado pelo Instituto Ekloos, em parceria com o Oi Futuro, terá como destaque a boneca Dandara, a famosa heroína, mulher de Zumbi dos Palmares, queridinha do público. Vale lembrar que esta peça já homenageou muitas personalidades como as atrizes Cris Vianna e Ruth Souza e o boneco para o Lázaro Ramos. “Nossa boneca Dandara será o destaque de vendas, com mais de 15 estampas e modelos diferentes de roupinhas feitas com tecido africano exclusivo. Ela custará 80 reais, havendo ainda a possibilidade de personalizá-la, a partir de 65 reais. Apesar da oferta de bonecas negras ter aumentado nos últimos ...

    Leia mais

    Cris Vianna e a saga em busca de bonecas negras

    Olá! Hoje vamos falar algo que eu e você um dia já fizemos muito e que sempre traz um sorriso nos lábios quando recordamos. Sim! Os nossos brinquedos, as nossas brincadeiras... Ah, que saudades daquele tempo! Porém, com o brinquedo do qual falarei aqui, a atriz Cris Vianna, eu e muitas de vocês provavelmente não brincamos, mas com certeza as próximas gerações terão essa oportunidade: são as bonecas negras. Por Evillyn Regis Do Topbuzz A atriz esteve presente nesta terça-feira, 18, no Encontro com Fátima Bernardes e falou sobre a falta de representatividade negra nos brinquedos, especialmente com bonecas. Na conversa, a atriz admitiu que teve poucas bonequinhas negras quando criança e que agora, já adulta, coleciona muitas delas. "Não conseguíamos encontrar as bonecas para comprar. Ainda hoje temos dificuldades, não é tão fácil, estamos torcendo para que isso melhore. Continuo comprando, não me desapeguei", explicou. Ainda durante a conversa, Cris revela qual ...

    Leia mais

    ‘Essa boneca não parece com você’: resposta de garota de 2 anos a vendedora é fabulosa

    A foto de uma garota feliz com sua nova boneca viralizou nas redes sociais. Isso porque a mensagem por trás do post traz muitos ensinamos sobre igualdade e inclusão – que tiveram que ser ensinados por uma criança com nada mais que 2 anos de idade. Do Pensador Anonimo A imagem foi compartilhada no Facebook de Brandi Benner, mãe de Sophia. Ambas são da Carolina do Sul, nos Estados Unidos.   Tudo começou quando os pais decidiram presentear a garota após seu bem-sucedido desfralde. “Ela, é claro, escolheu uma boneca nova. É uma obsessão real”, conta a mãe no post. Garota branca escolhe boneca negra e ensina lição à vendedora Após Sophia escolher seu presente, seus pais estavam distraídos na loja de brinquedos e a operadora de caixa perguntou para ela se estava indo para uma festa de aniversário. “A funcionária então apontou para a boneca e perguntou para minha ...

    Leia mais
    Girl (5-7) playing with baby doll

    Apenas 3% das bonecas à venda em lojas virtuais no Brasil são negras, aponta estudo

    A questão da representatividade negra na mídia tem sido debatida no Brasil e do mundo. Se o ativismo digital tem feito grandes marcas de cosmético e beleza repensarem seu posicionamento em prol da celebração à diversidade estética, o mesmo não ocorre no mercado de brinquedos. Por  Amauri Terto, do HuffPost Brasil Às vesperas do Dia das Crianças, a ONG Avante, de Salvador, que promove a campanha Cadê nossa boneca?, divulgou um levantamento sobre a oferta de bonecas de pele escura disposíveis para compra no Brasil. Entre abril e julho, a entidade fez um levantamento nos sites das maiores frabricantes de brinquedos do Brasil. De um total de 1.945 modelos de bonecas encontradas, apenas 131 são negras. De acordo com Ana Marcilio, coordenadora da campanha e de projetos da Avante, o estudo foi feito em duas etapas. A partir de uma relação feita pela Fundação Abrinq, foram inicialmente consultadas as 31 principais ...

    Leia mais

    Cadê Nossa Boneca: Campanha propõe maior produção de bonecas negras

    O que era para ser “apenas” uma arrecadação de brinquedos para um trabalho social se tornou algo maior e capaz de interferir no modo como as crianças veem a si mesma. A ONG Avante é responsável pela campanha ‘Cadê Nossa Boneca?’, trazendo ao centro de discussões sobre o racismo uma realidade: a produção de bonecas negras é discrepante em relação às bonecas brancas, tanto na quantidade quanto no preço, e isso se reflete na doação de bonecas com tal característica. Por  Estela Marques Do Midia Bahia A ideia da campanha surgiu em 2013, depois de uma coleta de brinquedos para uma ação do grupo Reaja ou Será Morto, Reaja ou Será Morta, coordenada por Hamilton Borges, em que foi percebido que nenhuma das bonecas representavam a população negra atendida pelo grupo. As amigas Ana Marcílio, Mylene Alves e Raquel Rocha perceberam, então, a necessidade de estimular a doação de bonecas ...

    Leia mais
    Mala Bryan (Foto: Imagem retirada do site LargeUp)

    A modelo caribenha Mala Bryan lança bonecas negras com cabelos crespos

    "Depois de procurar bonecas negras bonitas e não encontrar, tomei a decisão de criá-las", disse  Mala Bryan. A modelo caribenha Mala Bryan resolveu realizar um sonho antigo e, há pouco mais de quatro meses, lançou a linha Malaville com quatro bonecas com a pele negra em vários tons e cabelos crespos. @malavilledolls getting some more love from @ellebrasil with @repostapp. ・・・ A modelo @malabryan nunca se identificou com as bonecas que teve em sua infância. Então preocupada com falta de representatividade nos brinquedos infantis, criou uma marca de bonecas negras com cabelos afros, chamada Malaville. A photo posted by Mala Bryan (@malabryan) on Jan 12, 2016 at 9:16am PST Ao ser questionada sobre seu público, ela disse que o principal objetivo é atingir todas as raças, gênero e idades. "Elas são para todos: adultos, crianças, meninas e meninos. Porém, acredito que para as crianças negras seja importante ter brinquedos bem-feitos ...

    Leia mais

    Mãe cria boneca com cabelo cacheado para melhorar autoestima da filha

    Foi uma insatisfação da filha, Sophia, que fez a americana Angelica Sweeting criar A Boneca Angelica, projetada para ser parecida com meninas de cabelos cacheados, narizes mais largos, lábios espessos e pele negra. no Mulher Quando Angelica descobriu que a menina estava passando por problemas com sua imagem corporal, resolveu dispensar as bonecas tradicionais. "Notei que Sophia queria ter cabelo liso e longo. Ela começou a expressar uma forte antipatia por suas características faciais e tom de pele", escreveu a mãe no site que coleta doações para o projeto. O brinquedo foi desenvolvido com características semelhantes às de sua filha, além de ser feita com um cabelo que simula o natural e pode ser lavado, puxado, enrolado e modelado. Angelica espera criar uma linha de bonecas com diferentes tons de pele e texturas de cabelo para que todas as garotas possam se identificar. "Estou criando a Angelica para que as meninas ...

    Leia mais

    Professora confecciona bonecas negras e indígenas para combater racismo desde a infância

      Por Thiago Borges no Periferia em Movimento   Bonecas negras e indígenas para combater o racismo e gerar identificação desde criança. (Foto: Thiago Borges / Periferia em Movimento)   Carine, uma menina negra de três anos, ficou triste porque uma coleguinha branca da escola disse que seu cabelo era feio. Em muitos colégios esse caso poderia passar batido, mas onde a professora Cristiane Palheta dá aula – o Centro de Educação Infantil (CEI) Parque Cocaia, localizado no Grajaú, Extremo Sul de São Paulo. “A coleguinha não falou por implicância, e sim porque sentia mesmo isso. Não significa que é racismo, mas a reprodução das referências que se tem”, explica Cristiane. A educadora mediou uma conversa entre as duas crianças sobre a beleza de cada uma e envolveu toda a turminha no assunto. “É difícil desconstruir isso porque toda o modelo de beleza que se tem é ...

    Leia mais

    Bonecas Negras: identidade, reconhecimento e representatividade

    Pare na vitrine de uma loja de brinquedos e repare na seção de bonecas. Quantas delas são negras? Provavelmente, uma ou nenhuma. Por que será que isso é tão natural em um país onde a maioria da população é negra. Para responder a essa e outras perguntas, é necessário olhar principalmente para ações, que parecem menos importantes, mas que demonstram a face “invisível” do racismo no Brasil.   Por Piê Garcia, no Combate Racismo Ambiental      Cercadas de capas de revistas, programas de televisão, filmes, desenhos e princesas quase sempre brancas, magras e ricas, as crianças começam a sua formação com uma série de cobranças por um ideal de beleza imposto pela modernidade. A criação da Barbie, a boneca mais vendida do mundo, por exemplo, segue esse padrão. E assim, as meninas negras crescem sem se reconhecer em suas bonecas e brinquedos, assim como nos programas de televisão entre ...

    Leia mais
    pattycakedoll.com

    O que bonecas negras, o caso Goleiro Aranha, a vitimização de Patrícia Moreira e “o papel da mulher na sociedade moderna” tem em comum. Esboço de uma reflexão.

    Nas últimas semanas fui convidada a fazer formações (momentos de apropriação de conceitos e reflexões) para mulheres com o tema "O papel da mulher na sociedade". Como o tema é muito amplo, optamos, eu e a parceira de trabalho, por conhecer as duas turmas, pois haveria 3, 4 encontros com cada uma delas, e sentir o que traziam como anseios, saberes e dali tocar em frente. Por: Aline Matos, do Mulheres e a luta por Justiça   pattycakedoll.com Eram turmas bem heterogêneas, com mulheres de diversas faixas etárias, escolaridade, experiências profissionais, raça/etnia bem como de diferentes territórios desta grande capital paulista. Algumas levavam suas crianças ou porque não tinham com quem as deixasse ou simplesmente porque queriam estar  presentes com elas. Sugeri às pessoas que me convidaram a criação de "uma caixa pedagógica" com a inclusão de [email protected] [email protected] bem como de livros infantis que garantissem esses ...

    Leia mais

    Bonecas étnicas costumizadas

    Hoje é possível realizar compras pela internet. Como o mercado brasileiro não reconhece e insiste em invisibilizar a beleza étnica, estamos disponibilizando um site para quem gostaria de realizar compra de bonecas étnicas com cabelos e acessórios customizados para quem tiver paciência de esperar já que nos parece que a fila é enorme, mas vale a pena! O procedimento é simples, preencha os dados, nome, email e escolha a cor de sua preferência, no box Custom Request Details copie acima uma boneca de sua preferência e cole, depois é só realizar o pagamento com cartão de crédito e esperar a entrega. clique aqui acessar a página.   Karen Byrd Natural Girls United!   Positive Community Change (Uma mudança positiva na comunidade): Eu criei o projeto de personalização de cabelo de bonecas, para que elas tivessem a aparência, o estilos e as texturas dos cabelos de mulheres e meninas étnicas. Porque quando menina, lembro do ...

    Leia mais

    Boneca Preta – Por: Vanessa Pereira

    Numa dessas lojas de brinquedo uma mãe com a filha. Eu do lado um pouco distraída escolhendo um presente pra minha, eis que ouço: "- mãe, boneca preta eu não quero!" ( respirei. fundo. doeu um pouquinho o peito, mas... respirei fundo) A mãe da criança chama o vendedor e fala : "- Oi? Nossa ! Por que vocês insistem em vender essas bonecas? As crianças não gostam! Boneca tem que ser loirinha !!!" ui. Olhei para a face da pessoa, dei um sorriso. Ela , sem graça , falou: "- ahh, não, você não é preta, você é morena. Morenona. Bonita! " ( é verdade, nada é tão ruim que não possa piorar...) Virei pra ela e disse: Boa tarde. Eu não sou morena, nem morenona. Sou negra. Bonita eu sou mesmo, mas dispenso seus elogios pois não preciso deles. Sabe porque eles insistem em vender bonecas pretas, negras, ...

    Leia mais
    Bonecas da Queens of Africa (Foto: Akintunde Akinleye/Reuters)

    Taofik Okoya cria bonecas negras para combater preconceito e vende mais que Barbie

    Taofik Okoya, deixou o cargo de diretor da empresa de seu pai na África para abrir uma empresa de bonecas. A ideia surgiu quando ele precisou comprar uma boneca para sua sobrinha e percebeu que no mercado só haviam bonecas brancas e muito caras. Okoya então resolveu fazer algo importante pelas garotas africanas. Ele criou o projeto 'Queens of Africa' (Rainhas da África), uma série de bonecas negras, inspiradas em em grandes mulheres da história africana. “Meu objetivo é mudar a realidade de milhares de crianças com brinquedos próximos de sua realidade”, disse o empresário. Com a maior população de crianças negras no mundo, as bonecas de Okoya atualmente são mais vendidas que as Barbie, na Nigéria, o que mostra um grande avanço cultural, pois muitas famílias tinham resistência a comprar bonecas, por considerá-lo um brinquedo elitista. Bonecas usam roupas típicas (Foto: Queens of Africa/Divulgação) [caption ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist