Tag: candidatos negros

Raphael Warnock (Foto: Michael M. Santiago/Getty Images)

Democrata negro vence na Georgia e enterra a era Trump

O reverendo democrata Raphael Warnock conquistou uma cadeira no Senado dos EUA na Geórgia, derrotando a senadora republicana Kelly Loeffler em uma das eleições de segundo turno de 5 de janeiro. A corrida foi convocada pela Mesa de Decisão do parceiro eleitoral da Vox às 23h13, horário do leste dos EUA. A vitória de Warnock é histórica; ele é o primeiro senador negro a ser eleito na Geórgia, que lutou ao lado da Confederação na Guerra Civil Americana. Warnock é o 11º candidato negro já eleito para o Senado, e será um dos apenas três senadores negros no atual Congresso, junto com Sens. Cory Booker (D-NJ) e Tim Scott (R-SC). “A Geórgia é o estado natal de Martin Luther King Jr.”, Warnock disse a Vox em uma entrevista neste outono . “Há muito tempo é a ponta da lança para a mudança na América. E acho que, por meio desse ...

Leia mais
O reverendo Raphael Warnock, eleito senador pela Geórgia, durante evento de campanha em Atlanta - Foto: Jim Watson/AFP

Pastor da igreja de Martin Luther King, Warnock será 1º senador negro da história da Geórgia

Após um ano em que as relações raciais nos Estados Unidos estiveram constantemente sob os holofotes, o estado da Geórgia elegeu seu primeiro senador negro. Com 98% dos votos apurados até a manhã desta quarta-feira (6), Raphael Warnock derrotou a republicana Kelly Loeffler e tornou-se também o primeiro senador democrata negro a ser eleito por um estado do Sul americano, região em que as políticas segregacionistas foram historicamente mais duras. Desde 2005, o reverendo Warnock, 51, como também é conhecido o agora congressista eleito, é pastor da Igreja Batista Ebenézer, em Atlanta, mesma congregação onde pregava, no passado, Martin Luther King Jr. (1929-1968), um dos principais líderes da luta histórica dos negros americanos por direitos civis. A vitória na Geórgia tem ainda o peso simbólico de o estado ter sido não apenas o lar de Luther King mas também o de outro ativista símbolo da busca por equidade racial, o ...

Leia mais
Suéllen Rosim (Foto: Reprodução/ Instagram)

Mulher negra eleita prefeita de Bauru sofre ataques racistas às vésperas da eleição: ‘cara de favelada’

A prefeita eleita de Bauru (SP), Suéllen Rosim (Patriota), sofreu ataques racistas nas redes sociais nas vésperas das eleições. As mensagens foram divulgadas em um grupo de WhatsApp e chegaram ao conhecimento dela, que registrou um boletim de ocorrência após o segundo turno neste domingo (29). Em um dos trechos da mensagem postada no grupo, o agressor diz “não podemos eleger aquela mulher com cara de favelada para ser nossa prefeita. Essa gentinha irá afundar Bauru”. Em outra mensagem, ele diz: “não tenho nada contra, mas essa gente de pele escura, com cara de marginal administrado essa cidade, será o fim". O conteúdo com cunho racista também aparece em outra mensagem: “Essa gente de cor, representada por essa tal de Suéllen, não vai saber administrar a cidade, não tem competência.” Mensagens com conteúdo racistas contra a prefeita eleita de Bauru foram divulgadas no Whats App (Foto: ...

Leia mais
Líder do maior quilombo do Brasil, Vilmar Kalunga foi eleito prefeito em Cavalcante (GO) (Foto: Arquivo Pessoal)

Maior quilombo do Brasil elege pela 1ª vez o prefeito de cidade de Goiás 

A eleição de Vilmar Souza Costa (PSB), 40, para prefeito de Cavalcante (GO) no último domingo (15) guarda alguns marcos históricos: conhecido como Vilmar Kalunga, ele foi o primeiro representante do maior quilombo do Brasil a conquistar um cargo eletivo e, neste ano, foi o único quilombola a conquistar uma prefeitura no país —antes dele, houve apenas um caso, em Açucena (MG), em 2012. Em Cavalcante, apesar de corresponder à maioria da população local, a comunidade Kalunga ainda não havia conseguido eleger um prefeito. Ele estima que os quilombolas correspondem a 80% dos moradores da cidade —que tem 9.725 habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O prefeito eleito disse ao UOL que foi preciso conscientizar a população para romper estigmas históricos que ainda colocam os quilombolas na incômoda posição de "bons para votar, não para serem votados". Para ele, isso é fruto da herança histórica ...

Leia mais
Quilombo Periférico, eleito para a Câmara de SP, é formado por seis integrantes — Foto: Reprodução/ Facebook

Eleições 2020: Quilombo Periférico levará para a Câmara Municipal de SP a tradição de se aquilombar

Com uma campanha abraçada por diversos setores da sociedade civil, como o movimento negro, educação popular e cultura periférica, a Chapa Quilombo Periférico levará para a câmara Municipal de SP a cultura de se "aquilombar". "Isso não é um projeto só de São Paulo. Isso é um projeto de nação de um povo. É muito importante que as pessoas entendem que quando a gente fala aquilombe-se é para se aquilombar. É para abrir esse gabinete para as pessoas saberem como funciona. É para politizar e trazer consciência e socialização da política para o nosso povo e para nossa quebrada", explica Alex Barcelos, um dos integrantes do mandato coletivo. A chapa Quilombo Periférico é composta por moradores de territórios periféricos localizados no Jardim São Luís, Campo Limpo, Sapopemba, "Esse é um mandato que tem cor, ancestralidade e raiz"Guaianases, Cidade Tiradentes e Centro. Esse é um mandato que tem cor, ancestralidade e ...

Leia mais
O quilombola Vilmar Kalunga foi eleito prefeito de Cavalcante, GO — Foto: Reprodução/Facebook

Cavalcante elege primeiro prefeito quilombola da cidade

Vilmar Souza Costa, conhecido como Vilmar Kalunga, será o primeiro prefeito quilombola da cidade de Cavalcante, em Goiás. Filiado ao PSB, ele venceu as eleições nesse domingo (15/11) com 35,95% dos votos (1.959). O socialista nasceu no Vão do Moleque, localizado no Quilombo Kalunga, foi presidente da associação que representa os moradores do território e se tornou conhecido após atuar pela demarcação de terras na região. Além disso, ele é formado em educação no campo e tem pós-graduação em ciências da natureza e matemática. Durante a campanha, o prefeito eleito recebeu o apoio do ex-governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg (PSB). “Conte comigo, no Congresso Nacional, para buscar emendas parlamentares para melhorar a qualidade de vida no município de Cavalcante”, disse o socialista em vídeo publicado nas redes sociais. Os Kalunga são maior comunidade de remanescentes de quilombolas do Brasil - descendentes de escravos que fugiram e formaram comunidades. No ...

Leia mais
Integrantes do mandato coletivo Quilombo Periférico (Foto: Reprodução/Instagram)

Um quilombo na Câmara Municipal de São Paulo 

Elaine Mineiro. Debora Dias. Samara Sosthenes. Julio Cesar. Alex Barcellos. Erick Ovelha. Ativistas dos movimentos negro e das periferias. Estudantes, professores e coordenadoras de cursinhos populares. Sueli Carneiro. Douglas Belchior. Beatriz Lourenço. Vanessa Nascimento. E ainda mais lideranças. Um mandato coletivo motivado por valores ancestrais e comunitários, a serviço de quem permanece na base da pirâmide social da maior cidade do Brasil, ocupará uma das cadeiras da Câmara Municipal de São Paulo a partir de 2021. Tomo emprestadas algumas das palavras da militante do movimento negro e historiadora Beatriz Nascimento, publicadas no artigo "O conceito de quilombo e a resistência cultural africana", de 1985: "Durante sua trajetória, o quilombo serve de símbolo que abrange conotações de resistência étnica e política. Como instituição guarda características singulares de seu modelo africano. Como prática política apregoa ideias de emancipação de cunho liberal que a qualquer momento de crise de nacionalidade brasileira corrige distorções ...

Leia mais
urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Negros e mulheres avançam nas urnas e aumentam presença no 2º turno das eleições

No ano de estreia da regra que obriga os partidos políticos a distribuir de forma proporcional a verba pública de campanha entre os candidatos brancos e negros, os pretos e pardos tiveram um avanço na eleição para prefeitos, mas o desempenho ainda está longe de refletir o retrato da população brasileira. O resultado das urnas mostra que 32% dos prefeitos eleitos no primeiro turno, em todo o país, se declararam negros (pretos ou pardos). Os brancos somaram 67%. Os números do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), compilados pelo DeltaFolha, mostram um avanço em relação a 2016, quando os prefeitos eleitos brancos, no primeiro turno, somavam 70,4%, contra 29% de negros. Apesar do crescimento, o resultado ainda está bem distante de refletir a divisão entre negros e brancos na população brasileira —56% são pretos e pardos— e entre os próprios candidatos lançados —50% foram negros, 48%, brancos. Já em relação às mulheres, ...

Leia mais
Vilmar Kalunga, primeiro prefeito quilombola de Cavalcante-GO (Foto: Reprodução / Conaq)

Quilombolas elegeram 56 representantes na eleição de ontem em dez estados — um recorde

A eleição de ontem marcou dois recordes para a população quilombola em processos eleitorais. O primeiro relaciona-se ao número de candidatos a prefeito e a vereador. Cerca de 500, de acordo com um levantamento da Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq). O segundo recorde deu-se quando se apuraram os votos. Foram eleitos 56 quilombolas: um prefeito (em Cavalcante, Goiás), um vice (em Alcântara, Maranhão) e 54 vereadores em dez estados. Fonte: O Globo, por Lauro Jardim

Leia mais
urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Dos 44 candidatos que disputarão o 2º turno nas capitais, 14 são negros

Das 100 candidaturas que se declararam negras e disputaram a eleição à Prefeitura de 25 capitais brasileiras, 14 chegaram ao segundo turno. Do total, seis venceram o pleito eleitoral no primeiro turno em seus municípios. Em cinco capitais, o segundo turno será disputado por dois candidatos negros: em Manaus (AM), Amazonino Mendes (Podemos) e David Almeida (Avante); em Teresina (PI), Dr Pessoa (MDB) e Kleber Montezuma (PSDB); em Boa Vista (RR), com Ottaci (Solidariedade) e Arthur Henrique (MDB); em Aracaju (SE), Edvaldo (PDT) e Delegada Danielle (Cidadania); e João Pessoa (PB), com Cícero Lucena (PP) e Nilvan Ferreira (MDB). Dos dois indígenas que se candidataram à prefeitura das capitais, Minoru Kinpara (PSDB), em Rio Branco (AC), e Vinícius Miguel (Cidadania), em Porto Velho (RO), nenhum avançou para o próximo turno. Nas capitais brasileiras, as candidaturas negras a prefeito, que incluem pretos e pardos, representaram 33,75% do total. Nas eleições de ...

Leia mais
Foto: Filipe Castilhos/Sul21

Na luta por representatividade, negros são 3% dos candidatos às prefeituras do RS

Dos 1.352 candidatos e candidatas a prefeituras nos 497 municípios do Rio Grande do Sul, apenas 11 são autodeclarados pretos e 30, pardos. Ou seja, 96,67% das candidaturas são de pessoas brancas, num estado em que a população negra representa cerca de 20% do total. Os autodeclarados pretos, que no último levantamento do IBGE eram 5,9% da população, são 1,9% dos candidatos. Isso significa que, mesmo que historicamente a região Sul tenha menor presença de afro-brasileiros do que outras partes do país, a sub-representação ainda é gritante. Até hoje, o Estado só teve um governador negro, Alceu Collares (PDT, 1991-1995), que também foi o único prefeito negro de Porto Alegre. Em termos de representatividade feminina, quem mora em Porto Alegre pode achar que este ano ela aumentou, visto que as três candidatas mulheres têm recebido bastante atenção na cidade. Manuela D’Ávila (PCdoB) lidera as pesquisas para a Prefeitura da Capital, ...

Leia mais
Foto: SILVIA IZQUIERDO / AP

Eleger negros nas próximas eleições é o modo de fortalecer nossa democracia e demonstrar que vidas negras importam

A luta contra o racismo é algo que tem a capacidade de começar a transformar a sociedade porque ele é a base de muitas de nossas relações, fazendo com que o racismo não se trate apenas de um ato ou comportamento degradante de um branco contra um negro, mas de toda uma metodologia que mantém privilégios raciais. Quando nos colocamos a combater o racismo, estamos lutando contra todos os tipos de privilégios, porque a população negra foi a que menos os conquistou ao longo da história do Brasil, pelo contrário, sempre desfavorecida e prejudicada por um conjunto de práticas que privilegiariam os brancos. Mesmos os negros sendo maioria da população, são os menos ricos, os que menos estão em posições de poder e os que menos tem acesso a políticas públicas e equipamentos de saúde e educação, sendo maioria nos presídios. Esses dados revelam a enorme exclusão racial e como o ...

Leia mais
urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Partidos descumprem regra de repasse de verba eleitoral para negros e mulheres

A distribuição feita pelos partidos da verba pública de campanha não está cumprindo, até o momento, a regra de divisão proporcional entre homens e mulheres, negros e brancos. Compilação feita pelo DeltaFolha com base na prestação de contas parcial dos candidatos entregue à Justiça Eleitoral mostra que apesar de pretos e pardos somarem 50% do total de candidatos, eles foram destinatários de cerca de 40% da verba dos fundos Eleitoral e Partidário. Os autodeclarados brancos reúnem 60% do dinheiro, apesar de representarem 48% dos candiatos. Decisão de outubro deste ano do Supremo Tribunal Federal estabeleceu que os partidos devem dividir o dinheiro público de campanha de forma proporcional ao número de candidatos negros e brancos que lançarem. Apesar de a legislação determinar desde 2018 distribuição dos recursos às mulheres na proporção das candidaturas lançadas (neste ano, 33,5%), por ora a maior parte das siglas não cumpriu essa regra. Na média, ...

Leia mais
Foto de discussão na Câmara dos Deputados, em que se vê maioria de homens brancos, e poucas mulheres ou negros (Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

Em eleição de maioria negra, partidos investem mais nos homens brancos

A 25 dias do primeiro turno das eleições, cerca de 450 milhões de reais já foram repassados a candidatas e candidatos de todo o Brasil. O valor refere-se à soma do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas (FEFC) e do Fundo Partidário. Desse montante, 62,9% foram destinados para brancos, sendo que apenas 47,9% do total de candidatos declararam-se brancos. Em 2020, pela primeira vez nas eleições brasileiras, o número de candidatos autodeclarados negros é maior que o de brancos, correspondendo a 49,9% do total. Porém, a soma dos recursos repassados aos candidatos pretos e pardos é 35,7%, ainda distante de ser proporcional. Mesmo que neste ano tenhamos decisão inédita do Supremo Tribunal Federal (STF) que pede correspondência exata entre a proporção de candidatos por raça e a distribuição dos recursos, até o momento isso não se confirmou. Cabe, no entanto, observar que resta pouco mais de 20 dias para os ...

Leia mais
Urna eletrônica em colégio eleitoral do Rio de Janeiro (Foto: Pedro Kirilos)

Lideranças lançam plataforma on-line para divulgar candidaturas comprometidas com o movimento negro pelo país

A um mês do primeiro turno das eleições municipais, líderes de organizações do movimento negro e cidadãos comuns decidiram lançar a plataforma “#Votos Antirracistas”. A iniciativa tem o objetivo de apresentar candidaturas de pessoas negras que tenham trajetória de trabalho, vínculo e compromisso com a agenda do movimento no país. Na página, há um pequeno resumo das propostas de cada candidatura, bem como eventuais links para as redes sociais e financiamento coletivo. A plataforma ainda tem as suas próprias redes e um espaço de blog para publicar textos analíticos, de membros do movimento e dos próprios candidatos. De início, já estão cadastradas cerca de 200 candidaturas ligadas aos vários grupos do movimento negro. A plataforma também é colaborativa. Há um espaço para a indicação de novas candidaturas, desde que estejam conectadas às pautas dos movimentos. Após avaliação da curadoria do site, elas também serão registradas. Uma decisão do Supremo Tribunal ...

Leia mais
urna eletrônica. Foto: Nelson Jr./ ASICS/TSE

Núcleos afros de partidos se unem contra ‘falsos negros’ em estreia de cota na eleição

A possibilidade de a Justiça confirmar a determinação de distribuição igualitária imediata de verba e espaço na propaganda eleitoral a candidatos negros e brancos levou núcleos afros dos partidos políticos a se organizar entre si para tentar barrar as já esperadas tentativas de burla à nova regra. Líderes de movimentos negros de várias siglas estudam ingressar com medida no STF (Supremo Tribunal Federal) ou no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para que as cortes superiores estabeleçam desde já travas às possíveis fraudes nas eleições municipais de novembro. Integrantes da corte eleitoral, no entanto, alertam que o calendário está apertado e que o risco de a regra valer para este ano sem uma regulamentação específica é grande, o que amplia a chance de haver fraudes. Não há uma definição, por exemplo, para os casos em que o candidato a prefeito é branco, mas o vice é negro, entre outras situações que podem ...

Leia mais

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist