Tag: indígenas

    A incansável denegação do genocídio e o índio inexistente. Entrevista com Moysés Pinto Neto e Helena Palmquist

    A incansável denegação do genocídio e o índio inexistente. Entrevista com Moysés Pinto Neto e Helena Palmquist

    “Seja como for, o índio sempre sai perdendo: se for primitivo, a ‘locomotiva do progresso’ vai ‘tratorá-lo’ de qualquer modo; se não for, não é mais índio e, portanto, não tem direito a nada”, critica o pesquisador.  “A pergunta não é ‘como os índios devem viver?’, mas sim ‘quando vamos parar de inventar pretextos para matar os índios?’. Não sabemos sequer como nós devemos viver. Aliás, é curioso que estejamos interessados em como os outros devem viver quando nos encontramos cada vez mais privados da esfera em que se debatem as formas de vida: a política”, reflete Moysés Pinto Neto, em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line. De acordo com ele, “como o racismo contra índios não é percebido como racismo, sendo inclusive enunciado livremente na esfera pública, a tendência é que tudo que envolva os índios seja simplesmente considerado como irrelevante. Argumenta-se em torno do tema e as pessoas simplesmente ...

    Leia mais
    Professora sofre ameaças por ensinar Constituição a indígenas Munduruku

    Professora sofre ameaças por ensinar Constituição a indígenas Munduruku

    Por Luana Luizy, Emanuelle sofre hoje intimidações e ameaças por ensinar a Constituição Federal e a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que prevê consulta aos povos sobre o impacto de grandes empreendimentos e que assegura aos indígenas o ensino da língua materna Emanuelle Limenza Barros tem 28 anos e é de Londrina, Paraná, mas mora no estado do Pará há quatro anos onde leciona história para os indígenas Munduruku da aldeia Missão São Francisco do Rio Cururu, próximo ao município de Jacareacanga, sudoeste do Pará. Acusada de organizar protestos e de aliciar os indígenas Munduruku, Emanuelle sofre hoje intimidações e ameaças por ensinar a Constituição Federal e a Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) que prevê consulta aos povos sobre o impacto de grandes empreendimentos e que assegura aos indígenas o ensino da língua materna. No entanto, a prefeitura de Jacareacanga menosprezou a determinação da ...

    Leia mais
    blank

    Racismo é o principal motivo pela morte de 53 índios, diz Cimi

    Há anos, o estado figura como o mais violento do país no relatório da organização indigenista, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Pelo menos 53 índios foram assassinados durante o ano de 2013 em consequência de conflitos, diretos ou indiretos, pela disputa por terras. O dado faz parte do relatório sobre a violência contra os povos indígenas brasileiros que o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) divulgou hoje (17), em Brasília. Dos casos registrados em todo o país, 33 ocorrências (66%) foram registradas em Mato Grosso do Sul. Há anos, o estado figura como o mais violento do país no relatório da organização indigenista, vinculada à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O total de índios assassinados em 2013 é menor que os 60 casos identificados pelo Cimi em 2012. No entanto, como em anos anteriores, a organização alerta que os números podem estar subestimados, porque são colhidos, ...

    Leia mais
    PA: MPF denuncia delegado da PF pelo assassinato de indígena

    PA: MPF denuncia delegado da PF pelo assassinato de indígena

    Ministério Público Federal (MPF) anunciou nesta quinta-feira (10) que denunciou à Justiça Federal, em Itaituba (PA), o delegado da Polícia Federal Antonio Carlos Moriel Sanches pelo crime de homicídio qualificado contra Adenilson Kirixi Munduruku, indígena assassinado durante a Operação Eldorado, no dia 7 de novembro de 2012, na aldeia Teles Pires, na divisa do Pará com o Mato Grosso. A exumação do corpo do indígena comprovou os depoimentos das testemunhas e demonstrou que foi executado com um tiro na nuca, depois de ter sido derrubado por três tiros nas pernas. Pelo crime, o delegado Antonio Carlos Moriel Sanches pode ser condenado a até 30 anos de prisão. Se a denúncia for aceita pela Justiça,  será submetido a julgamento pelo tribunal do júri. A Operação Eldorado deveria destruir balsas de garimpo que atuavam ilegalmente nas Terras Indígenas Munduruku e Kayabi. O coordenador da operação era o delegado Moriel Sanches. No dia ...

    Leia mais
    James Rodríguez (Foto: Marcos Ribolli)

    Comunidades campesinas, indígenas y afrodescendientes envían una carta abierta a James Rodríguez

    La asociación CONPAZ que agrupa a más de113 comunidades y organizaciones afrodescendientes, indígenas y campesinas en Colombia, viene trabajando desde hace 14 años con las comunidades afectadas por el conflicto armado, esta asociación le envió una carta abierta a James Rodríguez . Carta a James Rodríguez: Construyamos más esperanza, sumemos voluntades Como le escribimos desde nuestra cuenta de twitter los goles del reciente partido con Uruguay, expresan la belleza, el resultado del juego colectivo, de la individualidad en armonía con los demás, del trabajo, de la disciplina y de la constancia. Varios lugares de Colombia, 30 de junio de 2014 Usted expresa valores perdidos en el juego colectivo, y esperamos que la publicidad no lo atrape, que el éxito y la adulación, no acaben su alma. No queremos moralizar ni desconcentrarlo. Queremos manifestarle nuestro gran aprecio y nuestra esperanza. Todo, sin importar lo que suceda el próximo vienes o lo ...

    Leia mais
    TV australiana é condenada por racismo contra tribo indígena do Brasil

    TV australiana é condenada por racismo contra tribo indígena do Brasil

    Em 2011, a emissora australiana Channel 7 exibiu reportagem sobre a tribo amazônica brasileira Suruwaha e, à época, classificou seus membros como "assassinos de crianças". A matéria foi considerada racista e o canal foi condenado por provocar "uma intensa aversão e um grave desprezo contra uma pessoa ou grupo".De acordo com as informações da Agência Ansa, a veiculação da reportagem gerou protestos, incluindo a manifestação da entidade Survival International, que defende os direitos dos povos indígenas. Em 2012, a Autoridade de Comunicações e Mídia da Austrália (ACMA) já havia decidido sobre a condenação do Channel 7, que recorreu da decisão. Nesta semana, a Corte Federal do Austrália confirmou o julgamento.A reportagem assinada por Paul Raffaele e Tim Noonan afirmava que, na tribo, "os bebês nascidos com defeitos congênitos ou de mãe solteira são espíritos malignos e devem ser mortos da maneira mais terrível possível". As informações reportadas foram consideradas "inexatas".Em ...

    Leia mais
    Indígenas paraguaios denunciam apropriação indevida de terras por empresários brasileiros

    Indígenas paraguaios denunciam apropriação indevida de terras por empresários brasileiros

    De acordo com o grupo, terras em que vivem foram vendidas e posteriormente alugadas; confronto para desalojamento deixou um morto Representantes da comunidade inígena Yâoapo denunciam os “abusos das empresas” que querem desalojá-los de suas terras no distrito de Corpus Christi, departamento de Canindeyú, no norte do país. A tentativa de desalojamento, na semana passada, deixou um morto e 12 feridos. “Este é nosso território ancestral, aqui estão os ossos de nossos avôs e bisavós e não temos outro lugar para onde ir”, ressaltaram os líderes da comunidade Yâoapo em pronunciamento realizado nesta sexta-feira (20/06). Os indígenas anunciaram que vão defender as “humildes moradias” que não foram destruídas pelos guardas das empresas que tentaram realizar o desalojamento. O grupo afirma que mediante um acordo ilegal, a empresa Laguna, cujos proprietários são colonos brasileiros e paraguaios, aparece como arrendatária das terras em litígio, embora os indígenas vivam no local há vários ...

    Leia mais
    blank

    Projeto leva mestres de comunidades tradicionais às universidades

    Presente em cinco instituições de ensino, Encontro dos Saberes promove diálogo entre o mundo acadêmico e os saberes tradicionais Aproximar e possibilitar o diálogo entre o mundo acadêmico e o mundo dos saberes tradicionais. Levar o conhecimento – acumulado durante séculos pelas comunidades indígenas e africanas, entre outras, e por seus próprios mestres – para a universidade. Esse foi o desafio do projeto Encontro dos Saberes nas Universidades Brasileiras que, criado em 2006, hoje é realidade em cinco instituições federais de ensino superior do País. Uma das atividades bem-sucedidas ocorreu na Universidade de Brasília (UnB), onde funciona o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa (INCTI), uma das 126 unidades do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, executado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Na UnB, a disciplina “Artes e ofícios dos saberes ...

    Leia mais
    blank

    Mais de 500 indígenas protocolam no STF denúncia contra deputados racistas

    Comitê de Comunicação da Mobilização Nacional Indígena - Mais de 500 indígenas, de 100 povos diferentes de todo Brasil, estão reunidos em Brasília até esta quinta-feira (29) para protestar em defesa dos direitos territoriais dos povos indígenas garantidos na Constituição. Na manhã de hoje (27), os manifestantes irão protocolar uma queixa-crime contra os deputados ruralistas Luís Carlos Heinze (PP-RS) e Alceu Moreira (PMDB-RS) no Supremo Tribunal Federal (STF). Na sequência, será feita uma pajelança na Praça dos Três Poderes em defesa dos direitos indígenas. Em novembro, durante audiência pública em Vicente Dutra (RS), Heinze disse que índios, quilombolas, gays e lésbicas são “tudo o que não presta”. Na mesma audiência, ele e Moreira defenderam que os produtores rurais contratassem segurança privada para expulsar índios das terras que consideram como suas. Em dezembro, Heinze voltou a ofender índios, quilombolas e gays. As declarações foram gravadas. Na quarta (28), às 9h, está confirmada uma ...

    Leia mais
    blank

    Comunidades indígenas fazem pacto para eleger deputado

    Por Vasconcelo Quadros - iG São Paulo  Índigenas concentram estratégia política em Roraima e caciques decidiram, pela primeira vez na história, unificar nove etnias para conquistar uma vaga na Câmara Com baixíssima representação no Congresso, as minorias estão se rebelando. O grito mais rotundo está partindo dos índios, minoria das minorias, segmento sem nenhum representante eleito e que, ainda assim, numa curiosa contradição, inspirou a criação da Frente Parlamentar de Defesa dos Povos Indígenas, bombardeada por todos os lados pela bancada ruralista, arquiinimiga da causa. Órfãos dos governos, mas assessorados por parlamentares de várias regiões do país, pela Igreja Católica e por ONGs, os índios querem agora colocar um representante no Congresso nas eleições deste ano. Para isso, organizaram uma estratégia aparentemente infalível: concentraram os esforços em Roraima - onde a presença indígena na sociedade, representando 11% dos 490 mil habitantes, é a mais ampla do País - para eleger um deputado ...

    Leia mais
    indigena dia do indio

    Por que o dia 19 de abril é o Dia do Índio?

    Em 1940, o 1º Congresso Indigenista Interamericano, reunido em Patzcuaro, México, aprovou uma recomendação proposta por delegados indígenas do Panamá, Chile, Estados Unidos e México. Essa recomendação, de nº 59, propunha: 1. o estabelecimento do Dia do Índio pelos governos dos países americanos, que seria dedicado ao estudo do problema do índio atual pelas diversas instituições de ensino; 2. que seria adotado o dia 19 de abril para comemorar o Dia do Índio, data em que os delegados indígenas se reuniram pela primeira vez em assembléia no Congresso Indigenista. Todos os países da América foram convidados a participar dessa celebração. Pelo Decreto-lei nº 5.540, de 02 de junho de 1943, o Brasil adotou essa recomendação do Congresso Indigenista Interamericano. Assinado pelo Presidente Getúlio Vargas e pelos Ministros Apolônio Sales e Oswaldo Aranha, e o seguinte o texto do Decreto: O Presidente da República, usando da atribuição que lhe confere o art. 180 da ...

    Leia mais
    blank

    As identidades indígenas na escrita de Daniel Munduruku

    SANTOS, Waniamara J. Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) Resumo: Conforme Hall (2002), os efeitos da globalização ocasionaram mudanças rápidas e permanentes no cenário mundial e contribuíram para o descentramento do sujeito. As minorias (negros, índios, mulheres, homossexuais, etc.) ganham voz e, por meio de seus discursos, contrapõem suas identidades aos modelos estáticos vigentes na sociedade. Sob esse viés, discute-se o lugar da literatura indígena no cenário literário brasileiro. Almeida (2009) aponta a fundação dessa literatura na tradição oral de conservação e transmissão de suas “histórias”. Ao constituir uma voz de questionamento e contrapor-se ao discurso hegemônico, aos povos indígenas é possível evidenciar uma nova configuração identitária. Dentre os autores indígenas, Daniel Munduruku destaca-se no cenário literário brasileiro. Sua ação é de militância, sua literatura é política. Este trabalho busca refletir sobre o processo de escrita e (re)invenção indígena em sua obra premiada pela UNESCO na questão da tolerância, em ...

    Leia mais
    onu 800

    Desigualdade afeta mais mulheres, indígenas e afrodescendentes, segundo ONU

    A forte desigualdade observada na América Latina e no Caribe afeta principalmente as mulheres, os indígenas e os afrodescendentes, segundo o relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), divulgado nesta quinta-feira em San José, Costa Rica.   "A desigualdade afeta mais as mulheres e a população indígena e a afrodescendente", destaca o primeiro Informe Regional sobre Desenvolvimento Humano para a América Latina e o Caribe 2010, do Pnud.   "As mulheres recebem salário menor que o dos homens pelo mesmo trabalho, têm presença maior na economia informal e enfrentam dupla jornada de trabalho (pelo trabalho doméstico)", explica o Pnud, acrescentando que "muitas mulheres carecem de acesso a serviços sociais em seu emprego".   As desigualdades associadas à origem racial e étnica são "consideravelmente maiores na população indígena e afrodescendente" da região, exceto em Costa Rica e Haiti.   "Em média, o dobro da população indígena e afrodescendente ...

    Leia mais
    etnias

    Educadores participam de seminário sobre povos e culturas indígenas

    O programa de Informações Sobre os Povos e Culturas Indígenas, Seminário para Educadores está sendo realizado, em Barra do Garças – MT, no auditório da Faculdade Cathedral, durante os dias 26 e 28 de outubro, reúne 73 professores da região, entre eles indígenas e não-indígenas. O seminário tem como objetivo informar sobre os povos e culturas indígenas, visando à garantia dos direitos indígenas às políticas especificas de educação e o direito à cidadania. Fonte: Envolverde A Coordenadora de Apoio pedagógico da Funai, Neide Siqueira, destacou que o evento “pretende dar visibilidade à questão indígena aos educadores que atendem estudantes indígenas em escolas da região”. O professor Eliseu Tsipré, da Escola Municipal Indígena do Ensino Fundamental Iró’órãpe, conhecida como Tatu Escola, colocou que a “princípio pensava que o estudo confundia as pessoas, e hoje, posso ver que fortalece a cultura do meu povo, aprimora o pensamento humano” o professor lembrou também ...

    Leia mais
    mulheres2

    Mulheres e indígenas têm os salários mais baixos da América Latina

    As mulheres, os índios e os negros recebem salários inferiores aos dos homens brancos na América Latina, mostrou um estudo divulgado nesta segunda-feira pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento). Fonte: Último Segundo - Apesar do importante crescimento econômico na região na última década, a diferença entre os salários por gênero e etnia continua sendo significativa, indicou o estudo do BID, apresentado no dia que lembra a chegada de Cristóbal Colón à América. Os afrodescendentes e indígenas na região ganham em média 28% a menos que seus pares brancos com a mesma idade e nível de escolaridade, revelou o estudo, que se baseou na análise de dados de famílias de 18 países da região. As mulheres têm salários 17% menores que os homens, embora em alguns casos tenham grau de instrução mais elevados, segundo o BID. Estas diferenças variam muito de um país para o outro. No Brasil, por exemplo, os ...

    Leia mais
    09261494

    Projeto incentiva resgate da cidadania

    Por trás dos projetos e ações da rede Índios Online está o argentino Sebastian Gerlic, presidente da ONG Thidewas. Apesar da formação em história, quando ainda vivia em Buenos Aires, ele se dedica à área audiovisual desde 1990 Em 2002, após uma década durante a qual produziu vários documentários, ele decidiu aposentar a filmadora para dedicar-se exclusivamente ao trabalho nas aldeias indígenas. Fonte: Folha Online  Leia, abaixo, trechos da entrevista que Gerlic concedeu à Folha. (CM) FOLHA - Como foi seu encontro com os indígenas e como nasceu o trabalho com eles? SEBASTIAN GERLIC - Em abril de 2000, enquanto colhia depoimentos de lideranças indígenas para um documentário independente durante uma grande marcha de indígenas que seguia de Coroa Vermelha, onde Cabral rezou a primeira missa, a Porto Seguro, fui vitima, junto com os índios, de um ataque da Polícia Militar. Imagina um bando de índios com cocar sendo atacados ...

    Leia mais
    celulares

    Celulares ajudam a preservar a mitologia

    Se antes os mais velhos torciam seus narizes, olhando com desconfiança a chegada de computadores à aldeia, hoje até anciões mais resistentes às mudanças se rendem à tecnologia. Fonte: Folha Online Em tempos de internet e outros apelos tecnológicos, os filmes produzidos em celulares se tornaram importantes aliados na difícil missão de preservar a mitologia, a história e a cultura indígena entre os mais jovens. Antenados com o projeto, adolescentes estão redescobrindo a própria cultura. Um exemplo é a jovem tupinambá Juliana Guedes. Há um mês no projeto de vídeos com celulares, já participou da produção de dois filmes que resgatam histórias míticas e costumes indígenas: a lenda da many, sobre a história da mandioca e a colheita da piaçava, principal fonte de renda da aldeia. "Primeiro pesquisamos as histórias, depois adaptamos para o vídeo", diz ela. O movimento de resgate da cultura já estava em curso antes do projeto ...

    Leia mais
    09261477

    Vídeos expõem olhar dos índios

    Entre os indígenas, imprimir um estilo próprio já se tornou regra. Para os índios do projeto Celular Indígena, o nome da novidade é etnocelumetragem. O termo esquisito quer dizer que os filmes produzidos com celular mostram o olhar dos indígenas, explica Alex Pankararu, da rede Índios Online. Fonte: Folha de São Paulo "Mostramos nos filmes o nosso cotidiano, mas, pela primeira vez, de uma maneira própria, com o nosso jeito de ser". Ele acrescenta que, por meio da tecnologia, a realidade indígena pode ser apresentada de forma mais real, desfazendo mitos. "Queremos mostrar que muito do que se fala contra o índio não é verdade". Termos como roteiro, filmagem e edição de vídeo passaram a fazer parte do vocabulário da comunidade e, mais do que isso, foram incorporados, na prática, ao cotidiano de boa parte dela. Prova disso é a audiência, composta por índios de todas as regiões do país ...

    Leia mais
    09261492

    Portal que conecta 24 etnias ganha fôlego com produções audiovisuais

    A recente produção de conteúdos por meio de celular trouxe ânimo novo ao projeto Índios Online. A rede virtual, que há cinco anos tem conectado índios e aldeias de todos os cantos do país, reúne na rede atualmente 24 etnias. E com a recente produção em vídeo, a previsão é que a participação cresça ainda mais. Fonte: Folha de São Paulo  "A história e a realidade dos indígenas durante muito tempo foi contada apenas por antropólogos e outros pesquisadores, mas raramente por eles próprios", afirma Sebastian Gerlic, da ONG Thidewas, responsável pelo projeto. Segundo Gerlic, a rede surgiu como uma alternativa para o fortalecimento dessas comunidades, dispersas e distantes de suas raízes culturais. Oficialmente, o projeto Índios Online deu seus primeiros passos em 2004, em sete comunidades do Nordeste do país, mas o processo de gestação envolveu algumas etapas anteriores. Tudo começou com uma série de oficinas que buscava incentivar ...

    Leia mais
    yakuy

    Protesto na rede leva a mudanças reais

    "Internet é melhor que a televisão. Enquanto uma dá autonomia e liberdade, a outra impõe, aliena". É assim que Yakuy Tupinambá define a tecnologia, responsável por uma série de melhorias nas aldeias a que chegou. Fonte: Folha Online É o caso de um posto de saúde na aldeia Brejo dos Padres, dos índios pankararu, em Pernambuco. Há tempos o lugar encontrava-se sem atendimento por falta de profissionais e infraestrutura. "Medicamentos eram estocados em área imprópria, médicos quando apareciam não podiam atender por causa da falta de condições do prédio, acabou ficando abandonado", conta Alex Pankararu. Foi por meio da internet que a comunidade conseguiu mudar a situação. "Colocamos várias matérias no site", lembra Pankararu. "Já havíamos reclamado diversas vezes à Funasa (Fundação Nacional de Saúde), mas não recebíamos resposta". Depois que foram parar na internet texto e imagens denunciando a infraestrutura decadente do lugar, a solução veio. Na aldeia tupinambá, ...

    Leia mais
    Página 7 de 8 1 6 7 8

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist