terça-feira, junho 15, 2021

Tag: Serena Williams

Aaron Favila / AP

“Nenhuma mulher se deve ajoelhar aos pés de nenhum homem”

Serena Williams lembrou ao diretor executivo do Indian Wells que a final feminina do US Open esgotou muito antes da masculina. Do SAPO Desporto Serena Williams foi dura nas palavras quando confrontada com as declarações do diretor executivo do torneio de Indian Wells. Recorde-se que Raymond Moore criticou de forma veemente o circuito feminino do ténis, ao afirmar, entre outras coisas, que qualquer atleta do WTA se deveria ajoelhar aos pés de jogadores como Roger Federer e Rafael Nadal por aquilo que eles têm feito para a imagem do tênis. Também Novak  Djokovic defende que os homens deviam ganhar mais já que, defende, geram mais receitas que as mulheres. A norte-americana, número 1 do circuito feminino de ténis, não gostou do que ouviu e já deu o ´troco`. "Para já, acho que nenhuma mulher se deve ajoelhar aos pés de nenhum homem de nenhuma forma e por qualquer razão que seja. ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Serena Williams vence Sharapova e está na semi da Austrália

A tenista americana Serena Williams, primeira cabeça de chave e defensora do título do Aberto da Austrália, eliminou nesta terça-feira a russa Maria Sharapova, quinta cabeça de chave do torneio, e avançou para as semifinais do primeiro Grand Slam do ano. No Terra Serena venceu com autoridade ao impor 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 6-1, em 1h30 de jogo, no qual sempre esteve à frente da russa. No primeiro set, apesar de cometer o dobro de erros não forçados de Sharapova, Serena contou com seus potentes saques para garantir a vitória na parcial. Sharapova continuou sem encontrar seu melhor jogo na quadra da Rod Laver Arena em Melbourne no segundo set e conseguiu vencer apenas um game, evitando um "pneu" da americana. Serena, que segue em busca de seu sétimo título na Austrália, deverá superar a polonesa Agnieszka Radwanska nas semifinais para seguir com chances de ...

Leia mais
Imagem: Reprodução/Prosa Livre

Três grandes revistas femininas estão com mulheres negras poderosas em suas capas

Em setembro deste ano, 8 grandes revistas americanas trouxeram mulheres negras poderosas em suas capas. Beyoncé foi capa da Vogue, Ciara da Shape, Queen Latifah na Variety, Amadla Stenberg na Dazed, Kerry Washington na SELF, Serena Williams na New York Magazine, Willow Smith na i-D e Misty Copeland apareceu na Essence. Foi algo raro, se não único, dentro do mercado editorial dos Estados Unidos. As edições de setembro são as mais aguardadas entre as publicações de moda e vêm com mais páginas e anúncios, além de venderem mais e trazerem as coleções do outono/inverno direto das passarelas para as bancas. Não só isso, em geral, as revistas apostam em celebridades para estamparem as capas por serem pessoas com quem o público tem uma identificação maior. Imagem: Reprodução/Prosa Livre Não é como se o problema de diversidade no entretenimento e na indústria da moda fosse resolvido com as ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Venus dá trabalho, mas Serena vence irmã mais velha e vai às semis do US Open

Venceu a irmã mais nova. No 27ª duelo entre as Williams, Serena bateu Venus por 2 sets a 1 (parciais de 6-2, 1-6 e 6-3) para se classificar às semifinais do US Open. Do ESPN Agora, a mais nova da família, que havia dito antes do duelo que enfrentar a irmã era como "jogar contra um espelho", aumenta a vantagem sobre a primogênita. São 16 vitórias e 11 derrotas (9-5 em Grand Slams). Além disso, Serena mantém vivo o sonho do Grand Slam em 2015 (ganhar os quatro Grand Slams do ano). Na semi, a número 1 do ranking da WTA terá pela frente a italiana Roberta Vinci, que bateu a francesa Kristina Mladenovic por 2 sets a 1, com parciais de 6-3, 5-7 e 6-4 e chegou, pela primeira vez na carreira, a uma semifinal de Grand Slam. Será o quinto encontro entre a norte-americana e a italiana no ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Melhor do mundo, Serena Williams só não consegue derrotar o racismo

Serena Williams tinha 6 anos de idade quando a alemã Steffi Graf venceu o US Open em 1988 e alcançou o raro feito de ganhar os quatro Grand Slams do tênis em uma mesma temporada. Nesta segunda-feira, a americana entrará na quadra Arthur Ashe às 20h para encarar o primeiro de sete degraus que precisará subir para ser campeã em Nova York e repetir o feito, inédito nestes 27 anos. Contra a russa Vitalia Diatchenko, 86ª colocada do ranking, a número 1 do mundo deve ter facilidade para se aproximar mais um pouco da taça. Diferentemente da dificuldade que encontra desde antes de 1995, quando se tornou profissional, com o racismo, ainda que muitas vezes velado. por Rodrigos Borges no Carta Capital Serena é certamente a melhor tenista deste século. Se levantar a taça dia 13 de setembro, não apenas igualará o feito de Graf em 1988, como também empatará ...

Leia mais

Setembro de representatividade

Setembro é tradicionalmente um mês importante para as revistas de moda. O exemplar de setembro da Vogue, por exemplo, é sempre o maior e mais relevante do ano. Por Bárbara Paes, do Ovelha  E em 2015 tá rolando uma coisa fantástica: sete mulheres negras estão estampando as capas de setembro de grandes revistas de moda! Beyoncé, Serena Williams, Misty Copeland, Amandla Sternberg, Willow Smith, Kerry Washington e Ciara estão nas capas da Vogue, da New York Magazine, da Essence, da Dazed, da i-D, da Self e da Shape. Quando pensamos na forma como as mulheres negras têm sido sistematicamente excluídas da moda, percebemos como esse mês de setembro pode ser um passo no processo de reverter o cenário de baixíssima representatividade negra. Seguem as capas maravilhosas: Beyoncé na Vogue Socorro. Serena Williams, na New York Magazine Serena segue sendo incrível. Misty Copeland, na Essence Vem ler mais ...

Leia mais
FOTO: Daisy Serena

Comentaristas esportivos: respeitem Serena Willians

A campeã do tênis transcende a visão de mundo míope dos machistas e sexistas Por Djamila Ribeiro, do Carta Capital  Vários artigos e estudos de diversos países abordando a forma racista e sexista à qual Serena Willians é retratada pela mídia já foram publicados. A insatisfação com essas atitudes é mostrada por várias pessoas. Mas a mídia esportiva não aprende. Serena Williams é uma das maiores campeãs de todos os tempos, possui vinte e um títulos individuais de Grand Slam, os mais importantes do tênis, e mais de dez em duplas, com sua irmã, Venus. Serena é campeã olímpica, bateu vários recordes e é atualmente a número um do ranking mundial com quase 34 anos. Maria Sharapova, por exemplo, possui cinco títulos de Grand Slam, mas nem de longe essa última é insultada como Serena é. Ou seja, Sharapova não é nem de longe tão campeã quanto Serena, jamais alcançará os números ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Serena vence em Wimbledon pela sexta vez e completa o ‘Serena Slam’

Mais uma vez a norte-americana Serena Williams saiu de um Grand Slam com um título. Neste sábado foi a vez da número 1 do mundo levantar pela sexta vez o troféu de Wimbledon, derrubando a espanhola Garbiñe Muguruza na decisão em sets diretos, com parciais de 6/4 e 6/4, em 1h24 de confronto. no UOL Esta foi a quarta conquista seguida da caçula das irmãs Williams nos quatro principais torneios do circuito, completando o 'Serena Slam' (nome dado ao feito de Serena de vencer os quatro Slam de maneira consecutiva, porém não no mesmo ano). A norte-americana já conseguiu isso uma vez antes, entre os anos de 2002 e 2003. O objetivo agora é alcançar um feito que apenas quatro jogadoras conseguiram na história: vencer os quatro Grand Slam em um mesmo ano. Até então, as únicas a fazerem isso foram a norte-americana Maureen Connolly (1953), a australiana Margaret Smith Court ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Cada vitória de Serena Williams vem acompanhada de racismo e sexismo revoltantes

Texto de Jenée Desmond-Harris. Publicado originalmente com o título: ‘Every Serena Williams win comes with a side of disgusting racism and sexism’ no site Vox.com em 07/06/2015. Tradução de Bia Cardoso para as Blogueiras Feministas. Serena Williams derrotou Lucie Safarova ao ganhar o Aberto da França no último sábado. Seu prêmio, pelo menos nas redes sociais, veio na forma de comentários racistas e sexistas que a perseguem por toda sua carreira. Durante o tempo de sua vitória, Serena foi comparada a um animal, comparada a um homem e considerada assustadora e horrivelmente pouco atraente. Um usuário do Twitter escreveu que Williams “parece um gorila e soa como um gorila quando resmunga ao bater a bola. Concluindo, ela é um gorila”. E outra pessoa a descreveu como “tão incrivelmente dominante … e viril”. O comentarista esportivo da ESPN, Bomani Jones respondeu a essas reações — assim como aquelas que consideram esse tipo de comentário uma opinião ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Serena sofre com Safarova e gripe, mas vence Roland Garros e conquista seu 20º Grand Slam

Mesmo doente, mesmo gripada, mesmo praticamente "andando" em quadra, Serena Williams provou mais uma vez porque é a melhor do mundo. Apostando em seu saque imparável - foram 11 aces -, a norte-americana venceu Lucie Safarova por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/7 (7-2) e 6/2, e sagrou-se tricampeã de Roland Garros. Do Espn Ao todo, a lista de conquistas de Serena tem 20 Majors: seis Australian Opens (2003, 2005, 2007, 2009, 2010 e 2015), cinco Wimbledons (2002, 2003, 2009, 2010 e 2011), seis US Opens (1999, 2002, 2008, 2012, 2013 e 2014), e agora soma seu terceiro troféu em Roland Garros, após os triunfos em 2002 e 2013. Com sua 20ª conquista, a tenista de 33 anos fica a dois Grand Slams de igualar a alemã Stefanie Graf, que teve 22 títulos somando os quatro maiores torneios do circuito e se aposentou em 1999, justamente o ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Serena chora ao encerrar longo boicote a torneio por racismo

Serena Williams se emocionou após 14 anos de boicote a Indian Wells Foto: Julian Finney / Getty Images norte-americana Serena Williams, líder do ranking mundial de tênis, passou 14 anos longe do Premier de Indian Wells e sofreu para vencer sua partida de estreia em seu retorno ao evento. Na noite desta sexta-feira, ela chorou ao entrar em quadra e venceu a romena Monica Niculescu por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 7/5, em duas horas e cinco minutos de partida. no Terra Serena não jogava em Indian Wells desde 2001, ano em que acusou ofensas racistas de torcedores durante a final com a belga Kim Clijsters. Ela e a irmã Venus Williams boicotaram o evento por causa disso, mas a líder do ranking resolveu retornar ao importante torneio este ano. Torcida dá as boas-vindas a Serena Williams Foto: Harry How / Getty Images A tenista norte-americana ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Indian Wells: Serena encerra boicote de 14 anos por racismo

Demorou 14 anos para Serena Williams decidir pelo retorno a Indian Wells, nos Estados Unidos. Atual  número 1 da lista da WTA, a norte-americana sofreu insultos racistas em 2001, quando disputava a final do torneio. Nesta quarta-feira, ela confirmou sua volta em comunicado publicado no site da revista Time. Do Uey "Jogo pelo amor ao esporte e com todo esse amor na cabeça, e com um novo entendimento do que é o perdão, é que anunciou que voltarei a Indian Wells em 2015", encerrou a dona de 19 títulos de Grand Slam. Serena, contudo, voltará sem a companhia da irmã Venus. Campeã do Aberto da Austrália no último sábado, Serena demonstrou que o ocorrido na competição californiana se mantém vivo em sua memória. Na ocasião, a melhor do mundo decidiu não entrar em quadra para enfrentar Venus pelas semifinais por conta de uma tendinite que arremeteu sua irmã mais velha. ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Também de olho no Super Bowl, Serena Williams revela que gostaria de ser quarterback; veja

Buscando uma vaga nas semifinais do Australian Open, a americana Serena Williams não conseguiu fugir das perguntas que envolvem o Super Bowl, a grande final do futebol americano e que acontece neste domingo (1). Ao ser questionada sobre quais tenistas poderiam ser jogadores da NFL, ela optou por escolher a sua própria posição. Por Pedro Luis Cuenca, do Virgula “Eu seria quarterback, com certeza. Ou linebacker. Eu adoraria ser linebacker para bloquear os outros. Ah, não, seria quarterback”, disse Serena, arrancando risadas dos jornalistas presentes na entrevista. A número 1 do mundo ainda disse que Roger Federer, o maior vencedor de Grand Slam da história, seria um bom quarterback também, e que Venus Williams, sua irmã, poderia ser uma recebedora. Serena Williams volta a jogar no Australian Open nesta terça-feira (27). Ela enfrenta a eslovaca Dominika Cibulkova por uma vaga na semifinal da competição feminina.

Leia mais

“Irmãos Williams” Dirigente russo pede desculpas e Serena chama ofensas de inaceitáveis

Presidente da federação de tênis do país, Shamil Tarpischev alega que não quis ofender as irmãs Williams. Serena diz que comentários foram sexistas e inaceitáveis O presidente da Federação Russa de Tênis, Shamil Tarpischev, pediu desculpas por ter chamado Venus e Serena de "irmãos Williams" em um programa de televisão. O comentário rendeu ao dirigente uma suspensão de um ano do circuito profissional e uma multa de US$25 mil (cerca de R$60 mil). Através do site da entidade, Tarpishchev pediu desculpas e disse que sua fala foi traduzida fora do contexto para o inglês. - Serena e Venus são, sem dúvida, atletas extraordinárias, ambas protagonizam um tênis de alto nível, com força e persistência. A situação que ocorreu espontaneamente durante o programa de televisão provocou mal-estar no tênis em geral, dividindo a nossa equipe amigável e coesa. Não queria ofender ou fazer graça com qualquer esportista. Me desculpo pela piada que fiz, ...

Leia mais
Aaron Favila / AP

Serena Williams estrela campanha inspiradora da Beats

Por: Guilherme Dearo São Paulo - Um comercial um tanto inspirador e engajado: assim é o novo vídeo da Beats, para falar de seus novos fones de ouvido sem fio. A campanha é estrela pela tenista americana Serena Williams, uma das mais bem sucedidas da história do esporte. A propaganda mostra Serena treinando, concentrada com os seus fones. A música usada na propaganda é "Black Unicorn", do artista 2 Chainz e fala de preconceito, luta e superação. A canção tem tudo a ver com a história de Serena, que já enfrentou racismo ao longo de sua carreira, passou a infância nas ruas de Compton (Califórnia) e até perdeu uma irmã vítima de arma de fogo.   Fonte: Exame 

Leia mais
Aaron Favila / AP

Serena Williams

Serena Jameka Ross Evelyn Williams (Saginaw, Michigan, 26 de setembro de 1981) é uma tenista norte-americana. Atualmente é considerada pela Associação Feminina de Tênis como a tenista número 1 do mundo . Está incluída na restrita lista das jogadoras que tem em seu currículo, todos os títulos de Grand Slams da turnê feminina e três medalhas de ouro olímpicas de duplas nos Jogos Olímpicos de 2000, nos Jogos Olímpicos de 2008 e em Londres 2012, além da medalha de ouro em simples em Londres 2012. Ao longo de sua carreira, Serena Williams conquistou todos os Grand Slam, incluindo o que ela auto denomina "Serena Slam", referindo-se aos quatro Grand Slam seguidos que ela venceu (Roland-Garros 2002, Wimbledon 2002, US Open 2002 eAustralian Open 2003). Além desses campeonatos, Williams também foi vitoriosa em outros treze torneios de Grand Slam, quatro Australian Open (2005, 2007, 2009, 2010), um Roland-Garros(2013), quatro Wimbledon (2003, 2009, 2010, 2012), e quatro US Open (1999, 2008, 2012 e 2013), além das medalhas de ouro em Sydney 2000, Pequim 2008, Londres 2012 nas duplas e a medalha de ouro em Londres 2012 em simples. Serena tem ao todo cinco irmãs, incluindo a ...

Leia mais
Página 3 de 3 1 2 3

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist