quarta-feira, setembro 23, 2020

    Tag: Unicamp

    Etapa final da 11a. ONHB, realizada em 2019, no Ginásio Multidisciplinar da Unicamp (Foto: Pedro Amatuzzi (ONHB)/ Edição de imagem: Alex Matos)

    Olimpíada de História será totalmente online e realizada de setembro a outubro

    Diante da pandemia do coronavírus, a 12ª edição da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB), realizada pela Unicamp, foi reformulada e será totalmente online, incluindo a final. As inscrições foram prorrogadas e seguem até dia 7 de setembro, mesmo com início marcado para 6 de setembro. O encerramento está previsto para 30 de outubro e, em 22 de novembro, serão divulgados os medalhistas. A edição, que ocorreria no primeiro semestre deste ano, foi adiada por causa da pandemia. Diante disso, a comissão organizadora realizou mudanças para viabilizar o projeto e facilitar, ao máximo, a participação dos estudantes, incluindo aqueles com acesso restrito à internet. A coordenadora da ONHB e professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Unicamp, Cristina Meneguello, explica que a competição tradicionalmente ocorre de forma online, com apenas a fase final presencial, para os finalistas. No entanto, neste ano, essa fase está impossibilitada por ...

    Leia mais
    Foto de Rafa Kenedy

    “O mundo se despedaça”, mas quem é de luta não abandona a linha de frente: reflexão sobre o processo de ampliação da política de cotas raciais

    Na última terça-feira, dia 02/06, o Conselho Universitário da Unicamp aprovou a implementação das cotas raciais e sociais nos processos seletivos para o ingresso nos colégios técnicos da instituição. A partir de 2021, 70% das vagas de cada curso serão reservadas para estudantes que realizaram o ensino fundamental II na rede pública. 35% desse total será reservado para estudantes autodeclarados negros (as, xs): pretos (as, xs), pardos (as, xs). Essa batalha foi mais uma vitória de quem combate o racismo e luta pela radicalização da democracia no Brasil. Acúmulo dos movimentos negros, a reivindicação foi levada à frente pelos estudantes do Colégio Técnico de Campinas - COTUCA e do Colégio Técnico de Limeira - COTIL organizados em torno do Coletivo Negro Crioules. A aprovação da medida é fundamental para o sucesso das ações afirmativas nos demais níveis do ensino superior. A expansão das cotas raciais potencializam o impacto dessa política ...

    Leia mais
    27.03.15 - CPFL Cultura - Cafe Filosofico - Yara Frateschi Tatiana Ferro Fotografia

    Disciplina da Filosofia sobre “Feminismo negro” aborda exclusivamente autoras negras

    Para a professora Yara Frateschi não basta mudar as formas de ingresso, é preciso democratizar também as bibliografias de curso e o ambiente da sala de aula Por Nádia Junqueira Ribeiro, especial para o Jornal da Unicamp Yara Frateschi  (Foto: Tatiana Ferro Fotografia) Professora da Unicamp há 15 anos, a livre-docente Yara Frateschi lecionou, pela primeira vez no departamento de Filosofia da Universidade, uma disciplina com bibliografias compostas exclusivamente por autoras negras, filósofas e sociólogas. “Feminismo Negro” foi lecionada no primeiro semestre deste ano para pós-graduação e, no segundo, para graduação. Segundo Yara, foi um genuíno exercício de alargamento da mentalidade: “a melhor experiência que eu tive até hoje em sala de aula”, confessa a professora. No ano passado, a professora Monique Houlshof abriu caminho ao ministrar uma disciplina na graduação do mesmo departamento sobre perspectivas feministas sobre a democracia e incorporado em sua bibliografia textos ...

    Leia mais
    09/10/2019 - Cidades Unicamp Afro - O UnicampAfro consiste em uma programação mensal com diversas atividades acadêmicas e culturais, tendo a sua primeira ação com o Novembro Negro na Unicamp. O objetivo do UnicampAfro é abordar a temática das Africanidades Brasileiras na Unicamp, em uma perspectiva multidisciplinar, destacando a sua influência na construção da identidade brasileira, com debates sobre o racismo institucional e a construção histórica das políticas de igualdade racial no país, tendo como horizonte o tensionamento da concepção etnocêntrica universalista. Foto: Leandro Ferreira/AAN

    Tema africanidades pauta Unicamp

    A Unicamp lançou ontem, no auditório do Grupo Gestor de Benefícios Sociais (GGBS), o UnicampAfro, que consiste em uma programação mensal Por Francisco Lima Neto, Do Correio Reitor da instituição, Marcelo Knobel, ontem durante lançamento do UnicampAfro, que fomenta a questão (Foto: Leandro Ferreira/AAN) A Unicamp lançou ontem, no auditório do Grupo Gestor de Benefícios Sociais (GGBS), o UnicampAfro, que consiste em uma programação mensal com diferentes atividades acadêmicas e culturais. A primeira ação desse projeto será o Novembro Negro na Unicamp. O objetivo é abordar a temática das Africanidades Brasileiras na universidade, em uma perspectiva multidisciplinar, destacando a sua influência na construção da identidade brasileira, com debates sobre o racismo institucional e a construção histórica das políticas de igualdade racial no País, tendo como horizonte o tensionamento da concepção etnocêntrica universalista. O evento surgiu a partir da mobilização. "A chamada inicial veio do GGBS, que ...

    Leia mais
    (Cecília Bastos /Jornal da USP/ USP Imagens/)

    USP, Unesp e Unicamp têm 65 bolsas de pós da Capes cortadas

    Medida anunciada nesta terça também atinge universidades estaduais paulistas; no total, houve o bloqueio de 2.724 bolsas no País Do Terra  (Foto: Cecília Bastos /Jornal da USP/ USP Imagens/) SÃO PAULO - As universidades estaduais paulistas - USP, Unesp e Unicamp - também foram afetadas pelo corte de bolsas anunciado nesta terça-feira, 4, pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Foram congeladas nessas instituições 65 bolsas de cursos de mestrado, doutorado e pós-doutorado. No total, houve o bloqueio de 2.724 bolsas de pós-graduação no País. Os cortes, segundo a Capes, atingiram cursos que, nas duas últimas avaliações, tiveram notas 3 ou que registraram redução da nota de 4 para 3 na última avaliação realizada pelo órgão. Na USP, Unesp e Unicamp, 65 dos 101 auxílios em cursos enquadrados nesse critério foram cortados. O bloqueio, segundo o governo, não afeta quem já recebe o ...

    Leia mais
    Léo Ramos Chaves

    Marcelo Knobe: ‘Sem universidade pública, o Brasil não tem futuro’

    Para o reitor da Unicamp, financiamento estável e liberdade de gestão impulsionaram a qualidade das universidades estaduais paulistas Por Fabrício Marques, do Pesquisa FAPESP  Marcelo Knobel: gestão marcada pela criação de novas formas de ingresso na universidade e pelo engajamento em temas que mobilizam a sociedade (Foto: Léo Ramos Chaves) O reitor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Marcelo Knobel, tomou posse em abril como presidente do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp). Nos próximos 12 meses, vai coordenar o trabalho do órgão, que reúne os dirigentes das universidades de São Paulo (USP), Estadual Paulista (Unesp) e da Unicamp e das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia e da Educação, e busca fortalecer a interação com as instituições, além de propor soluções para problemas relacionados ao ensino superior e à pesquisa. Entre as tarefas que o aguardam, estão as comemorações dos 30 anos ...

    Leia mais
    blank

    Em 2019, Unicamp tem maior taxa de alunos negros aprovados de sua história

    Pela primeira vez, a universidade adotou novas formas de ingresso e cotas étnico-raciais Por Taís Ilhéu, Do Guia dos Estudantes  (Getty Images / Lucas Silva / Guia Do Estudante/Reprodução) Ao que parece, as novas formas de ingresso da Unicamp (como o vestibular indígena e o Enem) e a implementação de cotas étnico-raciais conseguiram de fato tornar a universidade mais diversa. A Comvest divulgou ontem dados que demonstram uma mudança no perfil dos ingressantes em 2019: o número de alunos que se autodeclararam negros ou pardos saltou de 23,9%, do ano anterior, para 35,1%. Em 2017, o Conselho Universitário da Unicamp havia estabelecido a meta de 25% de estudantes pretos e pardos em cada curso da graduação. Com a guinada da última edição, apenas os cursos de Música, Dança e Estudos Literários ainda não atingiram essa taxa. Em 33 dos 69 cursos, ao menos 50% dos ingressantes foram também de escolas públicas. O ...

    Leia mais
    Unicamp implementou vestibular indígena na edição 2019 — Foto: Reprodução / EPTV

    Unicamp registra maior nº de mulheres aprovadas desde 2014 e calouros fora de SP sobem 65%

    Universidade contabilizou alta de matriculados com renda familiar de até 2 salários mínimos e atualizou dados sobre ingressantes autodeclarados pretos e pardos e/ou oriundos da rede. Por Fernando Pacífico, do G1 Unicamp implementou vestibular indígena na edição 2019 — Foto: Reprodução / EPTV A Unicamp encerrou o vestibular 2019 com o maior número de mulheres matriculadas em cursos de graduação em cinco anos e aumento de 65% na quantidade de calouros residentes fora de São Paulo, no comparativo com exame anterior, segundo perfil socioeconômico divulgado na tarde desta terça-feira (23) pela comissão organizadora da prova (Comvest). Além disso, houve alta de 34% em matriculados com renda familiar de até dois salários mínimos e a universidade atualizou os resultados sobre ingressantes autodeclarados pretos e pardos e/ou oriundos da rede pública. O quadro geral de matriculados inclui resultados da modalidade tradicional do processo seletivo e outras formas de ingresso implementadas ...

    Leia mais
    Estudantes durante a 2ª fase da Unicamp, em Campinas — Foto: Antoninho Perri / Unicamp

    Unicamp vota mudanças na 2ª fase do vestibular 2020 com expectativa de reduzir abstenção

    Coordenador executivo da Comvest, José Alves Freitas Neto diz que proposta busca isonomia na seleção e alcançar índice de abstenção inferior a 10%. Neste ano, número de ausentes foi o maior em três anos. Por Fernando Pacífico, G1  Estudantes durante a 2ª fase da Unicamp, em Campinas — Foto: Antoninho Perri / Unicamp A Unicamp decide na manhã desta quinta-feira (14) se aprova mudanças no formato da segunda fase do vestibular, a partir da edição 2020, incluindo a redução do número de dias e a divisão de conteúdos conforme a carreira escolhida pelo candidato. Segundo o coordenador executivo da comissão organizadora do exame (Comvest), José Alves Freitas Neto, o objetivo é aplicar uma seleção mais qualificada e moderna, e fazer com que o índice de abstenção seja inferior a 10%. O processo até a edição deste ano foi dividido em três dias e todos os estudantes classificados ...

    Leia mais
    Estudantes na primeira prova da 2ª fase do vestibular 2019 da Unicamp — Foto: Ana Letícia Lima / G1

    Unicamp 2019: prova de redação aborda ‘doutrinação ideológica na sala de aula’ e desenvolvimento

    Primeiro dia da 2ª fase teve início neste domingo (13) e candidatos também responderam às perguntas de língua portuguesa e literaturas de língua portuguesa; veja calendário. Por Ana Letícia Lima, G1 Estudantes na primeira prova da 2ª fase do vestibular 2019 da Unicamp — Foto: Ana Letícia Lima / G1 A prova de redação na segunda fase do vestibular 2019 da Unicamp, aplicada na tarde deste domingo (13), abordou como temas a "doutrinação ideológica na sala de aula" e a relação entre Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e o comportamento do Produto Interno Bruto (PIB). Estudantes ouvidos pelo G1 contaram que, no primeiro caso, a universidade propôs ao candidato a elaboração de um abaixo-assinado onde deve pedir explicações para uma escola, após a professora de filosofia ser alvo de ameaças anônimas por conta da suposta prática no trabalho. Já a segunda proposta do exame era a ...

    Leia mais
    blank

    Unicamp inicia viagem de 3,5 mil km para ampliar inclusão de indígenas com vestibular inédito

    Pela 1ª vez uma universidade pública paulista vai tão longe com processo seletivo específico de cotas. G1 acompanha comissão até São Gabriel da Cachoeira (AM), cidade mais indígena do país. Por Lana Torres Do G1 Foto: G1 Uma comitiva da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest) embarcou nesta terça-feira (27) no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), para uma viagem histórica até o município de São Gabriel da Cachoeira (AM), o mais indígena do Brasil. A cidade amazônica e outras cinco pelo Brasil receberão no próximo domingo (2) o primeiro vestibular indígena da universidade. O G1 e a EPTV acompanham a jornada para uma série de reportagens especiais sobre o tema, que serão publicadas no decorrer da semana. Pela primeira vez, a Comvest percorre a distância física de 3,5 mil quilômetros em busca de reduzir distâncias sociais que impossibilitam o acesso mais inclusivo e plural aos bancos da ...

    Leia mais
    Reprodução/ UNICAMP

    Racismo e naturalização das desigualdades: uma perspectiva histórica

    Artigo I - “Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotados de razão e consciência e devem agir em relação uns aos outros com espírito de fraternidade.” (Declaração Universal dos Direitos Humanos) Por LUCILENE REGINALDO, da UNICAMP LUCILENE REGINALDO (Imagem retirada do site  UNICAMP) Nos primeiros dias de abril de 2016, as dependências do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp amanheceram com a seguinte pichação: “Aki (sic) não é senzala! Tirem os pretos da Unicamp já!”.  Infelizmente não era a primeira ocorrência, no dia 7 de março do mesmo ano, outros rabiscos de cunho racista já tinham espantado o mesmo Instituto: numa de suas paredes, a expressão “White Power” apareceu ladeada por um símbolo que faz referência à famigerada Ku Klux Klan (KKK). Não é mera coincidência o fato de estas pichações ocorrerem no início do ano letivo, o primeiro ...

    Leia mais
    blank

    Polícia abre inquérito para investigar ofensa racista a professor de colégio da Unicamp

    Ataques foram deixados no escaninho do docente na quarta-feira (19). Vítima vai prestar depoimento em delegacia de Campinas. Do G1  Estudantes do Cotuca fazem ato contra bilhete preconceituoso deixado para professor — Foto: Ana Carolina de Moraes A Polícia Civil de Campinas (SP) vai instaurar, nesta terça-feira (25), o inquérito para apurar ofensas racistas e homofóbicas contra um professor do Colégio Técnico de Campinas (Cotuca), vinculado à Unicamp. A informação foi confirmada pelo delegado do 4º Distrito Policial, responsável pela investigação, André Moreira. Os ataques foram deixados em um bilhete dentro do escaninho do docente de português. De acordo com o delegado, a natureza da investigação será o artigo 20 da Lei de Crime Racial 7716/89, que trata de praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião e procedência nacional". O professor vai prestar depoimento na delegacia nesta quarta-feira (26) e ...

    Leia mais
    Foto: Google Street View

    Professor recebe bilhete com ataques racista homofóbico

    Professor de português do (Cotuca) colégio Técnico de Campinas,  recebeu mensagens racistas e homofóbicas deixada por alunos em seu armário. De acordo com uma matéria no  G1, alunos informaram que as ofensas contra o docente ocorrem há dias. Da Redação Foto: Google Street View Como o Cotuca é vinculado à Unicamp, direção do colégio e reitoria da universidade estão apurando imagens para identificar autores dos atos.   A reitoria da universidade se pronunciou em nota na última quinta-feira (20), dizendo que  “Atos dessa natureza são incompatíveis e absolutamente inaceitáveis no âmbito de uma comunidade que preza pela democracia, a diversidade e a convivência respeitosa entre seus integrantes.”   Casos de Racismo Reprodução/Revista Fórum   Em 14 de agosto deste ano,  câmeras registraram um ex aluno pichando muros, banheiros e mesas com apologia ao nazismo em dependências da universidade. O autor responde apenas ...

    Leia mais
    Manifestação de estudantes após caso de pichações racistas na Unicamp Imagem- Everaldo Luís Silva

    Racismo na Unicamp: alunos negros relatam apologia ao nazismo e à violência

    Um papel branco, com uma suástica desenhada, foi deslizado porta abaixo na casa da moradia estudantil em que a maioria dos moradores são negros. O caso parece um episódio de "Dear White People", série da Netflix que retrata os problemas vividos por um grupo de negros em uma faculdade americana, mas aconteceu de verdade na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), no dia 27 de agosto. No dia 14 do mesmo mês, uma pichação escrita "poder branco" foi feita em uma parede da biblioteca da universidade. No ano passado, um boneco da Ku Klux Klan, movimento americano que prega a supremacia branca, foi colado em um mural do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. por Camila Brandalise no Universa Manifestação de estudantes após caso de pichações racistas na Unicamp Imagem- Everaldo Luís Silva Desde 2015, quando foi criada a frente pró cotas étnico-raciais na universidade, considerada a melhor da América Latina pelo ranking britânico ...

    Leia mais
    Unicamp, em Campinas. (Foto: Luciano Claudino/Código19)

    Unicamp arma ofensiva contra atos de racismo no campus

    Reitor vai montar Grupo de Trabalho e secretaria antirracismo, além de outras medidas, após pichações nazistas na universidade Da  ACidadeON Campinas Unicamp, em Campinas. (Foto: Luciano Claudino/Código19) O reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, anunciou nesta semana uma série de ações para tentar coibir novas manifestações de racismo no campus, após um ex-aluno ter feito pichações nazistas na biblioteca do IEL (Instituto de Estudos Linguísticos) e no banheiro do IG (Instituto de Geociências), no mês passado. Knobel assumiu o compromisso de instalar um GT (Grupo de Trabalho) de combate ao racismo, além de criar uma Secretaria de Ações Afirmativas, Diversidade e Equidade - que segundo ele já está em fase de estruturação. As decisões foram anunciadas na última quinta-feira (6), após uma reunião do reitor com representantes de entidades ligadas ao Movimento Negro com atuação na universidade. Knobel afirmou que a pauta apresentada pelos coletivos é comum aos ...

    Leia mais
    blank

    Alunos do Nordeste levam 59 das 75 medalhas na final da Olimpíada de História na Unicamp

    Os estudantes do Nordeste arrebentaram na final da Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB) realizada neste fim de semana (18 e 19) na Unicamp, em Campinas (SP). Do  Carta Campinas Imagem retirada do site  Carta Campinas Do total de 75 medalhas entregues na final, os alunos dos estados do Nordeste levaram nada menos do que 59 medalhas. Os dois estados que mais se destacaram foram Ceará e Rio Grande do Norte. Os alunos da Bahia levaram 4 medalhas (3 bronze, 1 prata), Ceará: 25 medalhas (11 bronze, 9 prata e 5 ouro), Paraíba: 2 medalhas (1 bronze, 1 prata), Pernambuco: 15 medalhas (6 bronze, 5 prata, 4 ouro), Rio Grande do Norte: 13 medalhas (7 bronze, 5 prata e 1 ouro). Na Olimpíada de História concorrem alunos do 8º e 9º anos do ensino Fundamental e todos os anos do Ensino Médio. A final teve 311 equipes, um total de 1,2 ...

    Leia mais
    O delegado do 7º DP, Cássio Vita Biazolli (Foto: Luciano Claudino/Código 19)

    Pixador racista da Unicamp será investigado apenas por dano ao patrimônio

    Apesar de ter pichado símbolos nazistas e feito ameaças, inicialmente o jovem será investigado apenas por dano ao patrimônio por Sarah Brito no ACidadeON/Campinas O jovem que pichou símbolos nazistas e ameaças na biblioteca do IEL (Instituto de Estudos Linguísticos), no banheiro do IG (Instituto de Geociências) e na Biblioteca Central e Ciclo Básico da Unicamp pode ser preso por até três anos, dependendo do resultado das investigações da Polícia Civil. Inicialmente, a polícia abriu inquérito apenas para apurar o crime de dano ao patrimônio público, que prevê pena de um a três anos de reclusão. O delegado Cássio Vita Biazolli, do 7º Distrito Policial, em Barão Geraldo, disse que também vai averiguar os crimes de apologia ao nazismo e ameaça. "Mas, no caso da ameaça, não há vítima individualizada", disse o delegado. Ele também pode sequer chegar a ser punido - a polícia solicitou exame de sanidade mental, e ...

    Leia mais
    Reprodução/Revista Fórum

    Biblioteca da Unicamp sofre pichações racistas e ameaças

    Com teor de ameaça, as pichações na Uncamp continham suásticas e mensagens como "Vai ter Massacre #Columbine" e "Poder Branco" Da Revista  Fórum Reprodução/Revista Fórum A Biblioteca Antonio Candido, do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) e banheiros do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, amanheceram nesta quarta-feira (15), com pichações racistas, desenhos de suásticas e com mensagens de ameaça em mesas, paredes e telas de computadores. A reitoria abriu sindicância para apurar o caso e registrou o vandalismo na Polícia Civil. A diretoria do IEL disse que câmeras flagraram os atos, cometidos na noite da terça-feira (14) e que o rosto do autor é visível nas imagens. Com teor de ameaça, as pichações continham suásticas e mensagens como “Vai ter Massacre #Columbine” e “Poder Branco”. “Todas as providências administrativas, jurídicas e policiais estão sendo tomadas para identificar e processar o autor desse ato criminoso. A Biblioteca permanecerá fechada até que se conclua ...

    Leia mais
    blank

    Por que comemorar a indicação de um álbum do Racionais MC’s nas leituras obrigatórias para o vestibular da Unicamp?

    Ogunhê! Por Esdras Soares para o Portal Geledés  Divulgação Racionais MC’s A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) divulgou ontem, dia 23/05, a lista de leituras obrigatórias para o seu vestibular de 2020. Para a surpresa de muitos, o álbum “Sobrevivendo no Inferno”, do Racionais MC’s, é uma dessas leituras e está na categoria Poesia, ao lado de “A teus pés”, de Ana Cristina César, e de sonetos de Luís de Camões. É a primeira vez que um disco é recomendado para o exame.   Formado há 30 anos, o grupo de rap é incontornável em termos de cultura brasileira e o álbum escolhido tem uma importância exemplar para nosso país. Nas palavras do poeta Ricardo Aleixo, “Trata-se de uma obra de ARTE comparável, em termos ético-estéticos, a monumentos da cultura nossa como "Os Sertões", o conjunto arquitetônico da Pampulha, "Grande Sertão: Veredas", as orquestrações de Pixinguinha, a poesia concreta, a ...

    Leia mais
    Página 1 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    blank
    blank

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist