Unicamp aprova cotas étnico-raciais na pós-graduação

Enviado por / FonteAgência Brasil

Número deve equivaler a 25% dos autodeclarados pretos e pardos em SP

O Conselho Universitário (Consu) da Unicamp aprovou, na última terça-feira (1), a proposta de implantação do sistema de cotas étnico-raciais (pretos, pardos, indígenas) para ingresso nos cursos de pós-graduação. Segundo a proposta, o percentual destinado às políticas de ações afirmativas nesse tipo de modalidade de acesso deve somar 25% do total de vagas disponibilizadas.

A proposta aprovada determina ainda que o percentual de atendimento a especificidades de cada programa pode ser ampliado até que se consiga atingir a meta de ter entre os ingressantes o mesmo percentual de pessoas autodeclaradas pretas e pardas domiciliadas no estado de São Paulo, que está em 37,2%.

Além das cotas étnico-raciais para a pós-graduação, os conselheiros da Universidade Estadual de Campinas aprovaram também a possibilidade de adoção de cotas nos programas de pós-graduação para outros grupos sociais marginalizados, ou seja, que não tenham condições de competir em situação de igualdade nos processos seletivos devido a fatores históricos e culturais envolvendo desigualdade e marginalização.

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

Fuvest 2011 tem mais inscritos do que ano anterior

Ao todo, 132.969 pessoas se candidataram às 10.752 vagas...

ENEM: OAB orienta candidatos do Enem a procurar MP e não descarta pedir anulação

Os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio...

Faltam professores qualificados no ensino médio

Por: Cinthia Rodrigues Docentes desta etapa lidam com várias...
spot_imgspot_img

Ser menina na escola: estamos atentos às violências de gênero?

Apesar de toda a luta feminista, leis de proteção às mulheres, divulgação de livros, sites, materiais sobre a valorização do feminino, ainda há muito...

Como a educação antirracista contribui para o entendimento do que é Racismo Ambiental

Nas duas cidades mais populosas do Brasil, Rio de Janeiro e São Paulo, o primeiro mês do ano ficou marcado pelas tragédias causadas pelas...

Unicamp abre 16 cursos gratuitos online; veja como se inscrever

Quer começar o ano dando uma turbinada no currículo? A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) oferece vagas em 16 cursos gratuitos totalmente para estudantes...
-+=