quarta-feira, julho 8, 2020

    Casos de Racismo

    RacismoCrime1

    Marília tem 20 processos de racismo na Justiça

    Rede Bom Dia - Movimento Negro acha pouco e reclama da dificuldade de obter provas     Marília tem aproximadamente 20 processos de discriminação racial que tramitam na Justiça. A informação é do advogado e militante do movimento negro na cidade, Roberto Sabino. Ele acompanha atualmente na Justiça seis casos de discriminação racial e afirma que o número é pequeno em razão da dificuldade das vítimas em obter provas. "A pessoa ofendida tem que produzir provas, conseguir testemunhas e isso é muito difícil. Com isso, muitos casos não se transformam em ação", disse Sabino. O advogado afirma que, apesar da dificuldade de provar o preconceito, houve avanços para a comunidade negra, principalmente em relação à visibilidade social "Hoje, em razão do aumento do poder aquisitivo da população mais pobre, o negro está mais inserido no mercado consumidor e também no mercado de trabalho. Vemos a mão-de-obra negra em todos os...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Maringá é uma cidade com racismo velado, mas intenso, acusa professor da UEM

    Fonte: O Díario do Norte do Paraná -   "Maringá é cidade racista onde a discriminação é praticada de forma velada, mas muito intensa", a declaração, do professor Walter Praxedes, coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neab) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), põe fim a um mito. O mito de uma Maringá aberta e pluralista. Segundo o professor, a prova da discriminação e do racismo da cidade está nas ruas, no comércio, nas empresas, nos órgãos públicos. Dos 25.56% da população, identificados como negros - cerca de 85 mil pessoas - não há nenhuma personalidade de destaque. "Essa população negra ocupa espaços segregados. Mora na periferia, tem dificuldade de arrumar trabalho. Não temos médicos negros, não temos advogados, jornalistas, nada". Segundo o professor, que trabalha com grupos de pesquisa voltados para a questão do negro, dos cerca de 1.300 professores da UEM há menos de 10 negros, "e este...

    Leia mais
    logo_portanacara

    Movimento Porta na Cara

    Fonte: Circo Voador - Depois de milhares de acessos do primeiro vídeo, viemos através deste ressaltar que tudo que objetivamos é o debate amplo da sociedade, e não atacar um determinado banco ou os profissionais que atuam na área de segurança privada. Veja o Primeiro Vídeo: RACISMO: porta de segurança do banco barra negro e libera branco Descrição de alguns comentários do Site para o vídeo: Dona Biologia: {xtypo_quote}Coloquei chaves, celular, bolsinha de moedas no local indicado e a porta apitava e travava. Por fim, o rapaz chamou um pseudo gerente que atravessou a porta e, dentro do caixa eletrônico da agência, me fez abrir a bolsa de provas e quando não viu nada que justificasse, teve a audácia de dizer que fora a minha bolsinha de lápis. Me arrependo até hoje de não ter processado o banco pelo constrangimento.{/xtypo_quote} Christiano J. Jabur Que estava com uma camera filmadora -...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Seminário Respostas ao Racismo

     Respostas ao Racismo Produção acadêmica e compromisso político em tempos de ações afirmativas   3 de dezembro de 2009 (quinta-feira) Auditório II do IFCH, Unicamp, das 9h às 17h   A atividade reunirá intelectuais acadêmicos e intelectuais ativistas em torno do debate público sobre a importância histórica das ações afirmativas na sociedade brasileira. Para tanto, a discussão terá como ponto de partida a relação entre racismo e conhecimento científico. Trata-se de uma iniciativa de alunos de pós-graduação e graduação da Unicamp e de docentes da área de História Social do Programa de Pós-Graduação em História e do Centro de Pesquisa em História Social da Cultura (Cecult). As(os) organizadoras(os) do evento entendem que o cenário político atual tem demandado ações mais incisivas, sendo o posicionamento dos intelectuais sobre o impacto do racismo na sociedade brasileira algo de extrema relevância. O objetivo é, portanto, contribuir para o debate e contrapor-se aos ataques...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    ILHÉUS: Professor é preso por raciso

    Fonte: Pimenta na Muqueca -   O professor Saulo da Cruz Ramos, que é também aspirante da PM, encontra-se preso na carceragem da 7ª Corpin, em Ilhéus, sob acusação de racismo. Na madrugada deste sábado, no bar Mar Aberto, zona sul ilheense, ele teria usado palavras discriminatórias contra Jamile Catarino Pacheco. No registro da ocorrência, consta que Ramos referiu-se a Jamile como “neguinha de cabelo chapado” e chegou a afirmar que, com ele, “preto não tem vez”. As imbecilidades ditas pelo professor, exatamente um dia após a data em que se comemora a Consciência Negra, devem estar lhe causando sério arrependimento. Como racismo é crime inafiançável, não se sabe quando o ser de mentalidade pré-histórica sairá do xilindró. Matéria original

    Leia mais
    logo_portanacara

    RACISMO: porta de segurança do banco barra negro e libera branco

    Fonte: Portal Vermelho - Por sugestão do internauta Alexandre Prestes a TV Vermelho reproduz vídeo do Núcleo de Audiovisual do Circo Voador (RJ) que filmou dois jovens, um branco e outro negro, entrando no mesmo banco, com a mesma bolsa, em momentos diferentes. Enquanto o branco passou tranquilamente pela porta, o negro foi impedido de entrar. A conclusão é que o método de segurança utilizado pelas agências se baseia no pré-julgamento - neste caso racista - do segurança, que possui o controle de trava das portas. Divulgação O vídeo faz parte do movimento "Porta na Cara", que conta com o seguinte manifesto: "Se você se sentiu alguma vez agredido ou desrespeitado ao tentar entrar na sua agência bancária para movimentar a sua conta, ou seja, seu dinheiro, assine o Manifesto Porta na Cara pedindo a mudança da porta de segurança das agências para um sistema de raio X ou um...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    SP: cartilha fala sobre discriminação, racismo e preconceito

    Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo começa a distribuir uma cartilha para informar a população sobre direitos e providências a serem tomadas em casos de discriminação, racismo ou preconceito. Do Terra  A cartilha estará disponível em todas as unidades da Defensoria, na capital e no interior e também pode ser acessada na internet, no Portal da Cartilha. O cidadão poderá ter explicações sobre o direito à igualdade, previsto na Constituição Federal, bem como o direito à diferença, que é a possibilidade de todos viverem segundo sua própria cultura e suas características pessoais, sem discriminação. De forma didática, a cartilha também informa quais os dispositivos legais que podem ser aplicados nos casos em que ocorre a discriminação racial. Ensina, ainda, todos os passos a serem percorridos por uma vítima de preconceito ou racismo. Quilombolas As comunidades quilombolas de Cafundó, no município de...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Alemanha: Português vítima de racismo sai do coma

    Fonte: Diário IOL -   O português de origem africana internado desde domingo nos cuidados intensivos do hospital universitário de Hamburgo, por agressão de natureza racista, registou «sinais de alguma recuperação». A informação é avançada pelo cônsul-geral de Portugal naquela cidade alemã. Em declarações à Lusa, António José Alves de Carvalho refere que o português, de 37 anos e de origem guineense, «terá saído do estado de coma», mas «mantém-se incontactável». O homem, que foi agredido no domingo de manhã, foi assistido pela emergência médica ainda no local, e em estado que não parecia grave. Algumas horas depois, a situação agravou-se e o paciente foi conduzido ao hospital com um derrame cerebral, que obrigou a uma intervenção cirúrgica de emergência. Quando já estava a convalescer da primeira operação, sofreu outro derrame cerebral. O representante diplomático português em Hamburgo afirma que está em contacto com as autoridades policiais locais. António José...

    Leia mais
    blank

    Artistas de Brasília cobram políticas públicas e reclamam do preconceito que enfrentam

    Para o rapper GOG, em Brasília também deveria ser feriando no dia da consciência negra, "O Dia da Consciência Negra deveria ser feriado aqui como é em tantas cidades do Brasil" Fonte correriarap Rapper Gog/Foto: Tatiana Reis Reconhecimento e respeito. São duas palavras cravadas na bandeira empunhada pelos artistas negros. Não importa onde eles nasceram. De onde vieram. O fato é que com cabelos trançados, soltos ou revoltos, sorriso rasgado e gingado inconfundível eles se encontraram no Distrito Federal. E aqui lutam para manter vivas suas tradições e estilos. Eles usam armas de grande alcance que atingem direto corações e mentes das pessoas: música cantada com batuque e rimas; cores que ensinam nos muros e telas; letras que viram versos e orações. "Cultura negra é cultura brasileira", brada orgulhoso Carlos Pacheco, pesquisador da música afro-brasileira. Nos últimos dias, palestras e eventos culturais vêm ganhando força no Distrito Federal e no país...

    Leia mais
    usbrflags1

    Norte-americano que agrediu homens só porque são brasileiros recebe apoio de outros estadunidenses

    Fonte: Rádio Criciuma No último dia 6 deste mês, o norte-americano Michael Hansberry, de 46 anos, foi responsável por um dos mais preocupantes casos de racismo e xenofobia que a comunidade brasileira de Framingham - MA já foi vítima. Após avistar dois brasileiros fazendo uma mudança para o seu prédio, ele recebeu as pessoas com chutes, pontapés, numa forte demonstração de ódio contra imigrantes. Ele justificou a agressão por se tratarem de brasileiros. A notícia do fato, inicialmente veiculada pelo jornal Metro West Daily News, que cobre toda a região do Metro West de Massachusetts, gerou uma onda de comentários racistas no site da publicação. Muitos deles aplaudindo e incentivando a atitude do norte-americano. Em um dos comentários, um leitor sentencia : "Uma revolução está chegando. Esse incidente é apenas um minúsculo detalhe do que está vindo". Mais incisivo, um leitor que se denomina "CitizenDave" vai ainda mais fundo no...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    População negra do Brasil ainda sofre com o preconceito

    O Brasil está “muito atrasado” na questão dos direitos da população negra que ainda sofre com preconceito no país, disse à Lusa a vice-directora do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem), Júnia Puglia. Do RPT Notícias    “Estamos atrasadíssimos com uma agenda enorme pela frente. O Brasil demorou muito para reconhecer a contribuição essencial da população africana para a construção do país e a necessidade de tratar as pessoas de forma igual”, afirmou. Ao referir o Brasil como o último país do mundo a abolir a escravatura, há pouco mais de 100 anos, Puglia ressalta que ainda há “reflexos brutais” do passado escravocrata sobre a sociedade. A representante da ONU falou à Lusa à margem do lançamento da campanha audiovisual contra o estigma e o preconceito no país que pretende “suscitar a reflexão, o debate e a mudança de atitude” sobre os segmentos estudantil, homossexual, da...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    O Prefeito de São Mateus do Maranhão é denunciado por Racismo

    Fonte: São Mateus Cidadania -   Meu povo o prefeito de São Mateus do Maranhão Rovelio, esta desesperando mesmo ou esquizofrênico. Lembram da prova do concurso público que teve em São Mateus no começo do mês, onde varias pessoas não chegaram nem a fazer a prova, por conta da desorganização da empresa Apoio Consultoria, a mesma até admitiu o erro, mas, o Coronel Rovelio Prefeito da cidade, não se conformando com o auto índice de critica ao se desgoverno ou então deu uma "birola" mesmo, pois ontem dia 15 foi o dia da "segundo chamada" para as pessoas que não conseguiram fazer a tal prova, pois bem o coronel Rovelio, responderá a um processo judicial por ter usado de xingamentos racistas, injuria, calunia e difamação a uma professora que faria a prova do concurso. De acordo com a professora, o coronel chegou pouquinho antes de começar a prova, de bermuda...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Defensoria lança cartilha para informar sobre discriminação, racismo e preconceito

     Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, a Defensoria Pública do Estado de São Paulo começou a distribuir uma cartilha para informar a população sobre seus direitos e providências a serem tomadas em casos de discriminação, racismo ou preconceito. Elaborada pelo Núcleo de Especializado de Combate a Discriminação, Racismo e Preconceito da Defensoria, a cartilha explica o que é o direito à igualdade, previsto pela Constituição Federal, bem como o direito à diferença, que é a possibilidade de todos viverem segundo sua própria cultura e suas características pessoais, sem discriminação. De forma didática, a cartilha também informa quais os dispositivos legais que podem ser aplicados nos casos em que ocorre a discriminação racial. Ensina, ainda, todos os passos a serem percorridos por uma vítima de preconceito ou racismo: colher a maior quantidade possível de informações e detalhes sobre o fato (por exemplo nome, telefone e...

    Leia mais
    premiegordon

    Premiê britânico fecha cerco à imigração

    Reforma anunciada por Brown restringe a contratação de estrangeiros e impõe limites à concessão de vistos para estudantes Da Folha de S.Paulo  Premiê Gordon Brown anuncia reforma das regras migratórias (Dan Kitwood/Reuters) Com as novas medidas, escolas, universidades e empresas terão de assumir responsabilidades maiores pelas pessoas que admitirem O premiê Gordon Brown anunciou medidas para limitar a imigração regular para o Reino Unido e combater a irregular ante o aumento do desemprego no país. Entre os pontos citados estão a limitação dos vistos de estudantes e a punição de empresas que contratarem imigrantes sem papéis. A decisão vem em um momento em que a entrada de imigrantes no país encolheu 44%, segundo dados referentes a 2008 anunciados pelo premiê. As medidas, delineadas em discurso ontem sem mais detalhes, visam cidadãos de dentro e de fora da União Europeia. Ao expô-las, o premiê trabalhista entremeou a necessidade de proteger os empregos...

    Leia mais
    bandeira alemanha

    Prisão perpétua para alemão que matou egípcia por usar véu

    Fonte: AFP -   DRESDEN, Alemanha - Um alemão de origem russa, Alex Wiens, de 28 anos, foi condenado nesta quarta-feira à prisão perpétua em Dresden, sul da Alemanha, pelo assassinato a facadas de uma egípcia grávida que usava o véu islâmico. O assassinato ocorreu em 1o. de julho passado, em plena sala de audiência de um tribunal que julgava Wienz por insultos racistas contra sua vítima. A egípcia se encontrava presente porque ia testemunhar contra seu agressor quando o réu a atacou com uma faca de cozinha que trazia escondida na mochila. A maioria das cortes alemãs não possui segurança, por isso Wiens agiu sem que fosse contido. Wins admitiu ter assassinado Marwa El Sherbini, uma farmacêutica de 29 anos, com 16 facadas e ferido o marido da vítima, mas afirmou que o crime não foi premeditado e não tinha conotações xenófobas. O tribunal também declarou o réu culpado...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    VITÓRIA DA CONQUISTA: Aluno chama professor de “macaco” durante a aula

    Fonte: Blog do Anderson -   Em pleno século XXI o racismo ainda persiste. E no último dia 21 de outubro o fato aconteceu dentro da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) campus de Vitória da Conquista. Durante uma aula o professor Gilmar Correia Silva foi agredido pelo aluno, Felipe Oliveira da Silva Azevedo, que o chamou de "macaco". A agressão resultou em uma ação do docente contra o aluno na 1ª Delegacia Circunscricional de Vitória da Conquista, por ato de racismo. . Em nota, a Associação dos Docentes da UESB (ADUSB), lamenta o acontecimento e informa que a sua assessoria jurídica estará conduzindo o docente para as providências na adoção de medidas judiciais na área cível e criminal contra o aluno. MAtéria original

    Leia mais
    zagueiro-argentino

    Zagueiro argentino é multado e suspenso por racismo na Bolívia

    Fonte: Trivela - Zagueiro argentino teve voz de prisão decretada dentro de campo após ofender o atacante Grafite (Foto: AE) O zagueiro argentino Héctor Gaitán, do Oriente Petrolero-BOL, foi suspenso por cinco partidas e recebeu multa de US$ 15 mil por insulto racista contra um adversário do Campeonato Boliviano. O ex-atleta do Newell's Old Boys foi acusado de ofender o capitão do Blooming, Alejandro Gómez, durante o dérbi de Santa Cruz, há duas semanas, de acordo com a corte disciplinar boliviana. Segundo o jornal La Razón, Gaitán teria feito referência à nacionalidade de Gómez ao xingá-lo. De acordo com a mídia local, Gaitán teria rompido seu acordo com o Oriente Petrolero após a divulgação da punição.  

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Budapeste hospeda encontro sobre racismo

    Fonte: Rádio Vaticano - Budapeste, 10 nov (RV) - A Comissão Europeia contra o Racismo e a Intolerância (ECRI), instituída pelo Conselho da Europa, realizará sua primeira mesa redonda nacional no próximo dia 16, em Budapeste, na Hungria. No encontro serão abordados temas relativos à violência racial, xenofobia, anti-semitismo e intolerância no debate público e também a atuação de normas e políticas contra a discriminação racial na Hungria. Composta por membros independentes, a ECRI inspira suas atividades no Protocolo 12 da Convenção Européia sobre os Direitos Humanos, que considera a discriminação racial uma violação dos direitos humanos. Além disso, o organismo faz pesquisas sobre o fenômeno racial e a intolerância nos Estados membros da União Européia, organiza mesas redondas com representantes da sociedade civil e elabora sugestões para os governos. Participarão do evento, representantes de governos, parlamentares, instituições judiciárias, comunidades locais e organizações não governamentais. (MJ) Matéria original

    Leia mais
    pm-dedo-na-ferida

    Racismo: PM coloca o dedo na ferida

    Fonte: Diário de Pernambuco - Em pleno carnaval de 2006, oito policiais militares foram acusados de torturar 14 adolescentes, a maioria deles negra. Dois jovens morreram. Seus corpos foram encontrados boiando no Rio Capibaribe, na imediação do bairro da Torre. Em janeiro de 2008, o adolescente Dênis Henrique Francisco dos Santos, de apenas 13 anos, morreu após receber uma gravata de um aluno do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças da Polícia Militar, também numa prévia carnavalesca, na Avenida do Forte. Dênis era negro. Histórias como essas são consideradas pelo movimento negro de Pernambuco casos emblemáticos de racismo. Atitudes das polícias que se repetem pelo país afora e até mesmo em outros países. Ontem, a corporação em Pernambuco colocou o dedo na própria ferida. O Comando geral da instituição e o Comitê Étnico-Racial, ligado ao gabinete do governador, reconheceram o problema e lançaram o Grupo de Trabalho e Enfrentamento...

    Leia mais
    direito

    Dois meses depois, condenação ainda não foi publicada

    Fonte: Afropress Brasília - Dois meses e sete dias após a 2ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios condenar o estudante Marcelo Valle Silveira Mello, 24 anos, a pena de 1 ano e dois meses de reclusão e mais 7 dias-multa pela prática de crime de racismo contra negros na Internet, o acórdão com a decisão ainda não foi publicado. O fato, segundo o advogado processualista Renato Borges Rezende, “é completamente estranho nos meios processuais e, ainda mais em Brasília, onde a Justiça está completamente informatizada e em que sentenças e acórdãos costumam ser publicados geralmente no mesmo dia. “Não é normal que uma decisão, no caso um Acórdão, demore tanto a ser publicado. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios é pioneiro no país na publicação de Acórdãos em tempo real, ou seja, logo após a sessão de julgamento", acrescentou. O Acórdão...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist