Tag: Ana Paula Xongani

    Mulheres estudadas por Hanayrá Negreiros, reproduzidas em seu perfil Imagem: Reprodução/Instagram/hana.yra

    Moda é documento e esta mulher faz fina “arqueologia” da indumentária negra

    Hanayrá Negreiros é uma mulher que ilumina com a sua pretitude e nos inspira em vários níveis. A firme delicadeza quando fala, a beleza de "criola contemporânea" e sua dedicação acadêmica são alguns dos meus encantos por ela. Formada em Negócios da Moda pela Universidade Anhembi Morumbi, ultrapassou o apagamento curricular do ensino da história do povo preto e indígena, mas, como muitas vezes os desafios impostos para uma mulher preta viram sementes, durante seu mestrado viu sua semente florescer quando se dedicou aos estudos das estéticas afro-brasileiras e africanas, que se manifestam através da indumentária, iconografia, memórias e religiosidades negras. Ainda bem! E sorte a nossa! Acompanhando o trabalho realizado por ela, fica ainda mais forte a consciência de que moda é também registro, é documento. A partir de retratos de mulheres pretas brasileiras da segunda metade do século 19 e um delicado estudo "arqueológico" sobre as suas indumentárias, ...

    Leia mais
    Ana Paula Xongani, influenciadora digital, apresentadora de TV e empresária de moda Foto: Divulgação

    Ana Paula Xongani: ‘Trabalho para a revolução de ser uma mulher preta feliz e bem-sucedida’

    Apresentadora do GNT e influenciadora digital, ela já chorou na internet ao falar do racismo sofrido pela filha de 4 anos e viralizou ao escancarar a falta de maquiagem para peles negras. Mas avisa: 'Faço vídeos de potência, falo sobre o meu cabelo, mas de um lugar positivo' Por Kamille Viola, do O Globo Ana Paula Xongani, influenciadora digital, apresentadora de TV e empresária de moda Foto: Divulgação Influenciadora e empresária de moda, Ana Paula Xongani vem construindo sua narrativa na internet em torno da identidade negra. Em seu canal, fala sobre penteados afro e maquiagem para seu tom de pele, entre outros temas. Com quase 100 mil seguidores no Instagram e 75 mil inscritos no YouTube, faz uma campanha atrás da outra para diversas marcas e é convidada para debates e palestras. Este ano, estreou na TV, como uma das apresentadoras da série “Se essa ...

    Leia mais
    blank

    Stephanie Ribeiro, Joice Berth, Milly Lacombe e Ana Paula Xongani falam sobre militância nas redes

    Haters, saúde mental, likes e aprendizados. Quatro mulheres que usam as redes sociais para sua militância dividem o ônus e o bônus de encarar a arena digital Por Carol Ito e Dandara Fnseca, Da Revista Trip (Foto: Alex Batista) Mesmo sem ter acesso à sua lista de seguidores, podemos afirmar: você provavelmente segue alguma ativista digital ou formadora de opinião que debate questões sensíveis da atualidade no Instagram ou no Twitter. Acertamos? Pois bem: convidamos quatro mulheres que estudam assuntos relacionados a gênero, raça, política e outras temas (hoje considerados) polêmicos para refletirem sobre as dores e delícias de dar a cara a tapa nas redes sociais. Vamos nessa? Stephanie Ribeiro 26 anos, arquiteta e urbanista (Foto: Alex Batista) “Eu sempre falei sobre gênero, raça e assuntos que se interseccionam com essas questões. Não é que eu queira necessariamente influenciar pessoas, são ...

    Leia mais
    Ana Paula Xongani: primeira mulher brasileira com dreads a fazer campanha de beleza (Foto: Divulgação)

    Ana Paula Xongani estreia no GNT e se torna primeira brasileira com dreads em campanha de cabelos

    A influenciadora digital fez os dreads durante uma viagem a Moçambique, onde também se inspirou no design da marca de roupas Xongani, em parceria com sua mãe Por KAMILLE VIOLA, da Revista Marie Claire  Ana Paula Xongani: primeira mulher brasileira com dreads a fazer campanha de beleza (Foto: Imagem retirada da Revista Marie Claire) Com 68 mil inscritos em seu canal do YouTube e quase 68 mil seguidores no Instagram, a influenciadora Ana Paula Xongani, de 30 anos, é uma referência para mulheres negras na internet. Depois de firmar parcerias com as mais diversas marcas, ela acaba de quebrar uma barreira: é a primeira embaixadora com dreads de uma marca de produtos para cabelos no Brasil. E se prepara para transpor outra: em junho, ela estreia no comando do programa Se essa Roupa Fosse Minha, no GNT, ao lado de Marina Franco e Giovanna Nader. “Muito cedo, percebi que falar de beleza ...

    Leia mais
    blank

    Apesar de maioria dos empreendedores no país, negros faturam menos no comércio

    Para especialistas, fatores como racismo e machismo são decisivos nessa desigualdade Por Matheus Rocha, do Época  A população negra é o grupo que mais abre novos negócios no Brasil, mas é aquele que menos fatura. De acordo com o Global Entrepreneurship Monitor de 2017, pesquisa realizada em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), negros correspondem a 51% dos empresários do país, porém formam apenas 1% daqueles que ganham de R$ 60 mil a R$ 360 mil e totalizam 60% dos empreendedores que não lucram nada. Para mulheres negras, no entanto, manter empresas de pé pode ser uma tarefa especialmente desafiadora. Segundo Adriana Barbosa, fundadora da Feira Preta – o maior evento de produtos negros da América Latina – elas precisam lidar de uma só vez com o racismo e o com o machismo. “Essa relação entre raça e gênero é o primeiro desafio. ...

    Leia mais
    blank

    O isolamento de crianças negras

    reprodução/Instagram Texto reproduzido do perfil de Ana Paula Xongani No Midia Ninja  “Em lágrimas escrevo: Tem muita coisa linda na maternidade, mas tem muitas dores também. Ser mãe de uma menina preta me trouxe muitos medos, muitos desafios e muita força. É muito triste ver a sua filha sendo rejeitada! Mesmo antes de dizer “Olá!” ela chega perto e todas correm, ela se aproxima, e todas as outras se agrupam, ela chama e ninguém responde. Isolam-a, excluem-a, a machucam. Ela não entende, mas sente. Não reclama, mas entristece. Meu coração parte! Dessa vez eu tava aqui espiando, chorando e pensando em formas de acolher a minha filha. Dessa vez eu chamei ela pro meu colo, abracei, disse que ela era linda e inteligente, falei que a amava. Mas e quando eu não estiver? A gente sempre fala da solidão da mulher negra, muitas vezes relacionada a afetividade adulta. Mas essa solidão ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist