quarta-feira, setembro 23, 2020

    Tag: Douglas Belchior

    blank

    “O debate sobre o racismo é a maior pólvora da luta de classes no Brasil”

    Enquanto o pacto social faz água no Brasil, manifestações de um conservadorismo tão caricato quanto de passado deplorável assustam o país e roubam tempo da discussão política e econômica. Enquanto isso, o desmonte geral dos marcos protetivos dos trabalhadores brasileiros promete atingir mais em cheio os setores das chamadas minorias. Neste contexto, entrevistamos Douglas Belchior, uma das principais figuras do movimento negro brasileiro, que na semana passada marchou pelas ruas do país. por Gabriel Brito, do Correio da Cidadania “Agora percebemos a volta do Brasil a seu eixo mais cotidiano, habitual, ou seja, a posição ultraconservadora, de radicalmente explicitar a natureza da formação social brasileira, cuja característica é escravocrata. Vivemos avanços e experiências tímidas, e agora vivemos mais uma reversão deste processo. É uma reação ao nosso avanço? Sim, também existe essa dimensão. Mas acima de tudo é uma obediência à natureza do Estado brasileiro e ao perfil das elites ...

    Leia mais
    blank

    “O cinema e o áudio visual brasileiro é o mais racista do mundo”, afirma ator e diretor

    Programa Vozes da Resistência, com Douglas Belchior, recebeu nesta segunda-feira 5 na TV 247 duas personalidades da cena artística de São Paulo: o ator, diretor, pesquisador e co-fundador da Cia Os Crespos, Sidney Santiago Kuanza, e a doutoranda em psicologia e crítica de cinema, Viviane A. Suzy Pistache; o debate teve como gancho o sucesso do filme da Marvel "Pantera Negra", mas também tratou de artivismo, sub representatividade negra no cinema e na produção áudio visual com paralelos EUA e Brasil Do Brasil247 Foto: Reprodução/Brasil247 O programa Vozes da Resistência, com Douglas Belchior, recebeu nesta segunda-feira 5 duas personalidades da cena artística de São Paulo: o ator, diretor, pesquisador e co-fundador da Cia Os Crespos, Sidney Santiago Kuanza, e a doutoranda em psicologia e crítica de cinema Viviane A. Suzy Pistache. O debate, que durou cerca de uma hora e foi transmitido ao vivo pelo Facebook ...

    Leia mais
    blank

    Camiseta com logo da Febem naturaliza a violência,diz Douglas Belchior

    Para o professor da Uneafro, a Febem é uma entidade que significa terror e violência para o jovem. E caso envolvendo a grife A Mulher do Padre revela a "ferocidade de determinadas narrativas" Por Luciano Velleda para RBA Belchior diz que as empresas precisam valorizar os direitos humanos. “Esse produto está na contramão disso" Foto: TALITA KOZAN Uma espécie de “gourmetização da violência brasileira”. Assim Douglas Belchior, formado em História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e fundador e professor na rede de cursos da Uneafro-Brasil, define o episódio envolvendo a grife A Mulher do Padre, que colocou à venda em suas lojas uma camiseta branca com logotipo da extinta Febem, ao preço de R$ 96. Após péssima repercussão nas redes sociais, a empresa anunciou a retirada do produto de circulação no último domingo (28). “Isso demonstra uma característica própria do racismo brasileiro que é o ...

    Leia mais
    blank

    Douglas Belchior: debate racial no Brasil é a pólvora da luta de classes

    Em entrevista à TV 247, o professor, fundador da Uneafro e uma das mais respeitadas lideranças do movimento negro, Douglas Belchior, defende que "não é possível discutir um projeto para o Brasil que não parta do debate racial"; "Todo problema social no Brasil tem origem no racismo", diz; editor do blog Negro Belchior, ele comenta o caso William Waack e afirma que "a Globo, como maior educadora da nação, é o principal motor de massificação da ideologia racista"; ele fala sobre a importância da representatividade em cargos de poder e na mídia, mas alerta que "não basta ser negro, é preciso carregar a elaboração do movimento"; ele também fala de cotas e cita dados da violência contra a juventude negra no País: "nós vivemos no Brasil não é uma guerra, não, é um massacre, é genocídio"; assista Do Brasil 247  Um dia depois da realização de manifestações organizadas em vários ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Douglas Belchior retorna ao EUA para denunciar genocídio negro e propor rede continental de luta antirracista

    O Brasil vive uma guerra. Um processo permanente e continuado de genocídio de suas populações originárias, a indígena e a dos descendentes de africanos escravizados. Os números de assassinatos de negros no Brasil confirmam. Estamos em meio a um conflito que atinge, desproporcionalmente, seguimentos da população brasileira. Por  Viviane A. Pistache, enviado para o Portal Geledés Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Pobres de maneira geral estão mais expostos. Mas são os negros, o alvo objetivo do massacre. Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 61.619 pessoas foram mortas em 2016. Este número equivale às mortes provocadas pela explosão da bomba atômica  em Nagasaki. Entre os anos de 2011 a 2015, 279 mil pessoas foram assassinadas, mais do que matou a guerra da Síria no mesmo período, 256 mil. Em média, metade das pessoas assassinadas a cada ano no Brasil tem idade entre 15 e 29 anos. Destes, 77%  ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Douglas Belchior: “Exigimos a saída imediata do comandante da Rota”

    Em entrevista à Fórum, o ativista do movimento negro, Douglas Belchior, falou sobre a declaração do novo comandante da Rota (SP), que defende que a PM atue de maneira distinta em bairros nobres da maneira como atua nas periferias. “Quando verbaliza essa prática, ele dá ordens para que seus comandados atuem como criminosos”. Leia Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por Ivan Longo no Revista Fórum Coletivos, entidades e movimentos sociais enviaram, nesta sexta-feira (25), uma petição ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), em que cobram explicações sobre as declarações dadas pelo novo comandante das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (ROTA), da PM de São Paulo. Em entrevista, o comandante Ricardo Augusto Nascimento de Mello Araújo defendeu que PM atue de maneira diferente em um bairro nobre, como os Jardins, da que atua nas periferias, reforçando a distinção de tratamento de acordo com a classe social. Dois ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Uma Frente Ampla e Nacional por novos rumos para o país, SEM PRETAS e PRETOS. É isso mesmo, produção?

    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Eu havia acabado de postar um vídeo, que só fiz por se tratar do assunto mais grave do país: O escandaloso número de homicídios e do genocídio negro (http://zip.net/bvtKVC). Postei com receio de ter pegado pesado com os primos de esquerda (como eu). Mas em seguida tomei conhecimento da notícia de uma iniciativa que avalio importante: Frente Ampla Nacional Pelas Diretas Já. Li e Desacreditei (http://bit.ly/2rNLIbu). Uma Nota sobre a conjuntura do País e a necessidade de Eleições Diretas (termos com os quais concordo integralmente). 53 assinaturas. 53 organizações. 53 entidades, todas ou quase todas, do chamado “campo progressista brasileiro” ou da “esquerda brasileira”. Dentre elas, nenhuma organização negra. É certo que havia pessoas negras no encontro - vi a foto -, e é certo que cada uma das 53 siglas reunidas, cada uma delas, tem seu cômodo reservado para negros ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Douglas Belchior: Racismo à brasileira

    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania No Idec O Dia da Consciência Negra está oficialmente no calendário brasileiro, mas não é feriado nacional. Apenas um quinto dos municípios do País celebram o 20 de novembro. Embora sutil, esse fato já sugere a dificuldade que o Brasil tem de lidar com a questão racial e de reconhecer as consequências de quase 400 anos de escravidão, avalia Nesta entrevista, realizada na sede da Uneafro – rede de educação popular do qual é membro e fundador –, em São Paulo (SP), Belchior fala sobre como o racismo estrutura as desigualdades no Brasil, cotas raciais, representatividade na mídia, na política e no mercado de consumo. O Dia da Consciência Negra foi incluído no calendário nacional em 2003 e oficializado em 2011. Porém, até o ano passado, pouco mais de mil municípios comemoravam a data. A que se deve essa baixa adesão? ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Movimentos negros realizam protesto no dia 10/11 contra morte de cinco jovens em São Paulo (SP)

    O ato acontece nesta quinta-feira (10), a partir das 18h, no Largo São Francisco, na região central da capital Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania por Nadine Nascimento no Brasil de Fato Para denunciar a violência policial e a morte de cinco jovens, que tiveram seus corpos encontrados nesta segunda (7) na Grande São Paulo, movimentos negros se reúnem nesta quinta-feira (10), à partir das 18h, em vigília no Largo São Francisco, região central da capital paulista. O ato quer chamar a atenção do governo estadual e da população para o "genocídio" da juventude negra. "Todos os dias a polícia tem apresentado novos mortos. Isso é uma recorrência, e só aumenta. Com a escalada do conservadorismo, a polícia está à vontade para cometer mais atrocidades, para reprimir, torturar e matar. É um sentimento de que eles estão acima das leis, do bem e do mal", afirma Douglas Belchior, ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Finados: Podia ser minha mãe, que loucura!

    2 de Novembro era Finados | Eu parei em frente ao São Luiz do outro lado | E durante uma meia hora olhei um por um | E o que todas as Senhoras tinham em comum | A roupa humilde, a pele escura | O rosto abatido pela vida dura | Colocando flores sobre a sepultura | Podia ser a minha mãe, que loucura” Racionais MC’s  Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por Douglas Belchior  no Negro Belchior Pobreza e religião caminham juntas desde sempre, ao menos para os fiéis, para os povos que compõem as igrejas. E a vida, e a morte, e a vida após a morte, encontram novos significados, quase sempre em busca do conforto diante da vida real. Poucos poetas retrataram tão bem a dura realidade das periferias brasileiras, como fizeram Racionais Mc’s. Entre a denúncia da realidade e a valorização da identidade ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    “A política não é lugar pra preto vagabundo feito você!”

    Tenho plena consciência de que represento uma exceção. Ainda que miscigenado (fosse a pele retinta, bem sei que a vida reservaria ainda mais dificuldades), como homem negro, estudei. Alcancei o banco de uma universidade reconhecida, a PUC-SP, onde me formei em História e alcei o desvalorizado, mas nem por isso menos nobre, status de professor. Trabalhador da rede pública estadual de São Paulo, nada convidativo financeiramente, mas ainda assim, digno. por Douglas Belchior no Carta Capital Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Facebook de Douglas Belchior Conciliar profissão a militância política foi uma opção consciente – outro privilégio para poucos. Trabalho, ganho a vida e pago minhas contas fazendo o que amo: educação, logo, política. A vida que escolhi me levou a pessoas incríveis: lideres políticos, intelectuais, atletas e artistas. Me levou a lugares impensáveis: salas acarpetadas de governos, viagens para debates, palestras e atividades políticas das mais diversas ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    O que as urnas revelam sobre o racismo nosso de cada dia

    No Brasil todo mundo já namorou uma negra. Chamou um negro de genro. Adora ouvir as histórias do porteiro (que é negro). Considera a diarista (também negra) uma pessoa da família. Se emociona quando vê aquele gari (negro) que gosta de sambar, ser aplaudido pelos gringos. Tamanha harmonia é a consumação plena da principal regra da nossa democracia racial. Ou seja, a população negra sempre será tratada bem, desde que saiba qual é o seu lugar e dele não queira sair. Curioso como o gari continua sendo gari mesmo depois de tantos anos aparecendo na televisão. Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por *Jorge Américo e **Douglas Belchior, no Negro Belchior  Se não falha a memória, o ex-jogador de futebol Pelé foi o primeiro ministro de Estado negro do período chamado de redemocratização do Brasil. Sua nomeação para a pasta de Esportes se deu no ano de ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Manifesto ‘pela dignidade da gente preta e periférica’ é lançado em São Paulo

    “A cidade de São Paulo é também território da barbárie negra e periférica, marcada por chacinas cotidianas e ações escandalosamente violentas”, afirma documento assinado por mais de 700 lideranças. Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania no Correio Nagô   “Pela dignidade da gente preta e periférica que constrói e vive a cidade de São Paulo”, esse é o nome do manifesto lançado por mais de 700 pessoas que alçam o educador e militante do movimento negro Douglas Belchior a condição de candidato a vereador pela cidade de São Paulo. Diversos seguimentos da sociedade civil organizada, intelectuais, artistas, advogados, médicos, poetas, professores, jornalistas, lideranças políticas e ativistas independentes, subscrevem o documento. Dentre estes, vale destacar o poeta Sérgio Vaz, a urbanista Ermínia Maricato, a filósofa e feminista negra, Djamila Ribeiro, a fundadora do Geledés, Sueli Carneiro, o presidente do Instituto Luiz Gama, Silvio Almeida, a jornalista e escritora, ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Ante o golpe, aprender com os erros e ir à luta!

    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por José Carlos Freire e Douglas Belchior Do Negro Belchior Eu acredito é na rapaziada Que segue em frente e segura o rojão Eu ponho fé é na fé da moçada Que não foge da fera e enfrenta o leão Eu vou à luta com essa juventude… (Gonzaguinha) Um dia triste. Chame-se de golpe. Pode ser. Ainda que na história da América Latina essa palavra tenha sido, até agora, vinculada a toda ofensiva feita pelas oligarquias para travar, interromper ou impedir um projeto popular efetivamente transformador das estruturas sociais e econômicas. Chame-se de golpe – é um dia que não dá muita vontade de brigar por palavras, aquela briga vã de que falava o Drummond -, mas não se queira com isso afirmar que os governos do PT foram antioligárquicos. Não o foram em nenhum momento. Uma coisa é dizer que o ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Militarizada, GCM paulistana age como PM e mata criança de 11 anos

    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania No último domingo (26) o menino Waldik, de 11 anos, foi assassinado pela GCM – Guarda Civil Metropolitana paulistana, no bairro da Cidade Tiradentes, na Zona Leste da cidade de São Paulo. Após perseguição a carro roubado, a criança foi atingida por um disparo fatal. A ação demonstra o quanto a prática da GCM se aproxima das práticas da Policia Militar. Aliás, não há diferenças substanciais entre a Prefeitura da cidade de SP e o Governo do Estado de SP no que diz respeito as suas políticas de segurança pública. Tanto políticas quanto polícias são radicalmente militarizadas e treinadas para a proteção do patrimônio privado, logo racistas e assassinas. Esse foi o tema de nossa coluna semanal no Nosso Jornal, da TVT. Por Douglas Belchior, com informações do site Ponte, no Carta Capital  Responsabilidade da Prefeitura de São Paulo Essa é a hora daqueles que se dizem representantes ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    Justiça banaliza internação de adolescentes e superlota Fundação Casa

    O Estado de São Paulo tem cerca de 10 mil adolescentes internados e em cumprimento de medida sócio educativa em regime fechado. Isso significa quase metade do total de internos em todo o país. Esse número comprova o que movimentos populares de defesa dos direitos de crianças e adolescentes denunciam há anos: o Estado, tanto através da ação de suas polícias -que apreendem, quanto através da ação da justiça – que condena e encarcera, age deliberadamente no sentido de aprisionar jovens negros e pobres moradores de periferias. Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por Douglas Belchior Do Negro Belchior Esse foi o tema da coluna do Blog NegroBelchior, de toda segunda feira, no Jornal da TVT. Assistam. Depoimento da Defensora Mara Renata da Mota Ferreira, para o Jornal da TVT

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    “Sou vagabundo, não presto e amo a polícia”, grita adolescente negro enquanto é torturado pela PM em SP

    Sim, tortura, bem como estabelece Lei 9455/97, em seu artigo 1º, ítem I: “constranger alguém com emprego de violência ou grave ameaça, causando-lhe sofrimento físico ou mental”. Este foi, entre outros, o crime praticado pela Polícia Militar no último domingo, dia 22 de maio, contra um adolescente negro no Jardim Planalto, região de Sapobemba, zona leste de São Paulo. O vídeo, ao fim da matéria, mostra o momento exato. Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Por Douglas Belchior Do Negro Belchior Tudo aconteceu provavelmente entre 21h e 23h, horário em que o “fluxo” (baile funk) na Praça da Leidiane, localizado na Av. Manuel Pimentel, ainda concentrava centenas de jovens. Percebe-se no vídeo que havia pessoas na rua e o comércio funcionava. Eis que moradores da rua Francisca Marinho são surpreendidos com gritos nada habituais. Uma viatura da Polícia Militar passa lentamente, seguindo a velocidade dos passos de um policial que caminha segurando em uma mão ...

    Leia mais
    Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania

    O Blackface e a questão racial: reflexões sobre um debate na Unicamp

    Embora, sejam minorias, há negros hoje nos teatros brasileiros, os negros estão presentes no Instituto de Artes da Unicamp. Então uma pergunta mais desoladora se anuncia: Por que os atores brancos continuam fazendo o papel dos negros? Foto: Gabriel Brito/Correio da Cidadania Enviado por Douglas Rodrigues Barros via Guest Post para o Portal Geledés  O sol de Campinas e seus raios cortantes doíam como farpas agudas no lombo deste que escreve. Apesar do costume ao caos de São Paulo, a fantasia se estabelece pela nossa crença de que haverá um dia em que talvez o trânsito estará menor ou desaparecerá. Ledo engodo. Tive a alegria e o prazer de participar como palestrante do fantástico evento intitulado O negro dentro e fora dos contextos cênicos. Eis, portanto, o motivo de minha ida até a Universidade Estadual de Campinas, ou Unicamp: fui substituir o meu parceiro intelectual e de luta, Douglas Belchior. Como me chamo Douglas também, ...

    Leia mais
    blank

    “O golpe vai ser dos pretos contra o racismo, contra as elites, não o contrário”

    Encontro de estudantes da Uneafro contou com a presença do ator Lázaro Ramos Por Pedro Borges Do Alma Preta Mais de 600 jovens se reuniram no Céu Jambeiro, Guaianazes, zona leste de São Paulo, para participar da atividade organizada pela Uneafro, “Por uma Democracia de Verdade”. O evento tinha o intuito de discutir a conjuntura atual e o papel político da juventude negra. A programação contou com uma série de atividades, desde apresentações musicais, roda de capoeira, sarau, conversa com as Mães de Maio e o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, MTST, até a participação especial de Lázaro Ramos. Sobre o evento, o ator pensa que “é importantíssimo conversar com a juventude, entender o que eles estão pensando, sentindo, quais são as novas propostas de mundo que eles trazem. Para mim, mais importante do que falar aqui, foi escutar”. Ator Lázaro Ramos se emociona ao falar sobre o genocídio da juventude negra. ...

    Leia mais
    Página 2 de 5 1 2 3 5

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist