segunda-feira, novembro 30, 2020

    Tag: globeleza

    Por que a Globo desistiu da nudez da Globeleza? Por Nathali Macedo

    Digo sempre que temos nos contentado com pouco. Ficamos felizes quando vamos a algum lugar e não somos assediadas, ganhamos o dia quando a mídia nos trata com o mínimo de respeito, ficamos satisfeitas, frequentemente, com migalhas. Por Nathali Macedo, para DCM Eis que, depois de mais de vinte anos, a Globo decide vestir a Globeleza. Depois de mais de duas décadas vendendo o carnaval brasileiro como “bundas pretas disponíveis” e reforçando o estereótipo colonial e fetichizante que pesa sobre os ombros da mulher negra. Substituíram a mulata tipo exportação por um retrato romantizado da miscigenação brasileira, e pensam que nós temos motivos para comemorar. Sejamos honestos: não está fácil pra ninguém, nem mesmo para a Globo (em termos de audiência, não de repasses de dinheiro público, é claro). A nova geração tem desligado os televisores e mantido uma relação de felicidade e liberdade com a Netflix. As opções para sabotar ...

    Leia mais

    Globeleza 2017, uma nova perspectiva sobre o Carnaval – e não só para nós, negras

    Globeleza foi constituída através de ótica dominadora, opressora e racista. Por que só a “mulata” da Globo representava o Carnaval? E por que ela era invisível o resto do ano? Por Juliana Luna, para AZMina Tenho 30 anos e passei a maior parte da minha infância fora do país. Quando completei 15 anos, após me mudar pro Brasil aos 13, fui entendendo os códigos culturais que a mídia comunicava através da TV. Sou negra. Minha pele é considerada “clara”. Do “tipo Globeleza”. Dentro do imaginário popular, o estigma da Globeleza sempre me acompanhava… E eu tentava entender por quê. A minha identidade étnico-cultural estava ainda se desenvolvendo partir de referências encontradas nesse emaranhado de informações que são absorvidas no dia a dia de uma adolescente negra. Aos 16 eu já usava o cabelo natural. Black power. E era alvo de muitas críticas na rua, não conseguia emprego por não me encaixar nos ...

    Leia mais

    Por que a ‘nova Globeleza’ é um avanço para a representatividade das mulheres negras no Brasil

    Nua, sambando e com o corpo pintado com vinhetas da Rede Globo. Era assim que a Globeleza era conhecida desde 1991 até o ano passado. Por Marcella Fernandes e Andréa Martinelli, para Huffpost Brasil Na vinheta exibida pela emissora neste domingo (8), aquela que foi batizada de "musa do carnaval do Brasil" aparece diferente: sambando, mas vestida com roupas típicas do frevo e do maracatu, além de porta-bandeira de escola de samba acompanhada de um mestre-sala. Assista ao vídeo: O Fantástico exibiu a vinheta em primeira mão neste domingo. "Esse ano a inovação foi trazer o carnaval de cada região, a cultura de cada lugar. A ideia desse filme era juntar todas as ideias do Carnaval em 37 segundos”, disse Flávio Mac, diretor de arte da Globo em entrevista ao jornalístico. "São muitas novidades. A diversidade agora vai aparecer ainda mais. Muitos figurinos e muito mais o nosso folclore do nosso ...

    Leia mais

    Quem vestiu a Globeleza?

    Enviado para o Portal Geledés Engana-se os que acham que foi a globo que vestiu a Globeleza. Quem vestiu a Globeleza foram as feministas. Foi o grito das mulheres contra a objetificação do corpo feminino e contra a hipersexualização do corpo negro que calou o assanhamento dos machos brancos. A Globeleza nunca representou o carnaval, ela representava apenas o samba carioca bordelizado que nasceu nos tempos do Sargentelli. A mulata Globeleza se saracoteando pelada, era o símbolo da exploração do corpo negro, da carne barata servida nos baquetes bacantes da casa grande desde a hora primeva. Nua, a mulata Globeleza evidenciava apenas a beleza negra que importa aos mercadores: peito, bunda e tapa sexo. A Globeleza, vestida, é uma vitória das pretas cansadas de serem virtualmente mucamizadas. A ESQUERDA SEM DIREITOS Com Temer o povo perdeu até o direito de reclamar. não há mais direitos, só deveres. Antes a polícia ...

    Leia mais

    A Globeleza está vestida

    Pela primeira vez em muitas décadas, a Globeleza deixou a pintura corporal de lado para aparecer na vinheta anual de Carnaval da Globo. Atual representante do posto, a dançarina Érika Moura aparece com trajes que lembram o frevo, axé, maracatu e outros gêneros da cultura brasileira. Segundo os diretores de arte do novo clipe, o objetivo é representar todos os ritmos do Brasil em uma só festa. no Extra “São muitas novidades. A diversidade vai aparecer muito mais. São muitos figurinos e muito mais do nosso folclore e do nosso carnaval em si. Achei bacana a roupa da Globeleza. A pintura em si sempre foi muito colorida, a roupa também trouxe isso”, afirmou Érika Moura durante a gravação do vídeo. “(A vinheta) Vem mostrando o bumba meu boi, o mestre-sala e a porta bandeira, o maracatu, o axé, a passista que não pode faltar, e o nosso frevo”. O diretor ...

    Leia mais

    Quando criança, eu sonhava em ser Globeleza

    “Em algum momento da adolescência, me perguntei porque queria ser Globeleza e descobri que nunca quis ser a rainha do Carnaval: meu grande sonho era ser uma negra bem sucedida” Do Azmina O Divã hoje é da Camila Marques, que é negra, que é linda e que já é modelo para muitas pequenas mulheres negras. Quando assisti ao vídeo da Revista Azmina sobre como as mulheres em outros países vêem a “nossa Globeleza”, caí em lágrimas, pois lembrei que o meu sonho de criança era ser Globeleza. Quando pequena, eu não gostava da minha cor – apesar da minha família sempre me dizer que eu era “morena” e não “preta”. Achava que não era bonita porque nunca via mulheres com a minha aparência serem princesas, empresárias ou modelos. Adorava a programação de Carnaval das emissoras televisivas, afinal de contas, era a única época do ano em que as mulheres negras não ...

    Leia mais
    Lupita Nyong'o na première de Star Wars, em Londres (Foto: Getty Images)

    Vencedora de Oscar, Lupita Nyong’o faz homenagem a ex-Globeleza

    Depois que o britânico "The Guardian" fez um documentário sobre o preconceito racial no Brasil, a modelo e ex-Globeleza Nayara Justino ganhou grande destaque internacional, ao ponto que Lupita Nyong'o, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2014, elogiou a história da brasileira no Instagram, nesta quarta-feira, 17. "Minha #wcw é Nayara Justino, do Brasil. Sua história (...) é um poema para o bem posteridade sobre o assunto", disse ela antes de citar um texto do escritor Edgar Albert Guest. Em pouco tempo, Lupita ganhou o apoio de vários de seus fãs pelo mundo, inclusive com mensagens do Brasil. "Mulher linda, mulher brasileira! Obrigada, Lupita, por mostrar nossa beleza real", agradeceu Ana Laura Araújo. "Ela é muito bonita. Esperamos poder vê-la mais nas novelas brasileiras", comentou Filipe Alex no Instagram. Leia o texto que Lupita Nyong'o deixou em sua ...

    Leia mais

    Quando uma Globeleza sofre racismo no Carnaval

    Agora que o Carnaval passou, novas histórias serão contadas. Será um longo ano até o início de 2017, quando mais desfiles acontecerão, mais festas preencherão as ruas e mais brasileiros demonstrarão sua felicidade em comemorar a festividade. Mas uma coisa continuará igual: o racismo no Carnaval, que reflete nada mais do que o preconceito que ainda existe no nosso país. no A Gambiarra Tal preconceito foi escancarado por um vídeo feito pelo The Guardian, um dos mais respeitados jornais americanos. A publicação teceu, em oito minutos, diversas razões que se não comprovam, fazem com que percebamos que nosso próprio povo parece não aceitar (ainda) negros em destaque social. E quando falamos em destaque social, estamos dizendo de negros na mídia, que chegam ao ápice de seu sucesso profissional. E por mais que seja uma festa, o Carnaval continua sendo uma profissão para muitas pessoas, em sua maioria, de pele negra. The Brazilian carnival queen deemed 'too black'Nayara ...

    Leia mais

    Paródia escancara objetificação da Globeleza: E se o carnaval fosse ao contrário?

    O Quadrinhos Ácidos fez um vídeo para problematizar a objetificação da mulher presente na figura da Globeleza. no HuffPost Brasil O vídeo deixa claro como seria impossível que tivéssemos um "Globelezo" sambando nu, com o corpo pintado, nas vinhetas de carnaval da Rede Globo. Na sátira, o homem que, normalmente, não se chocaria ao ver uma mulher só de tapa-sexo na televisão, treme em frente à TV ao ver as partes íntimas do "Globelezo" balançando na tela. Leia a matéria :   Por que mulheres estrangeiras se indignaram TANTO com vídeo da Globeleza?  A “mulata Globeleza” é o retrato de um mundo velho e racista. Por Marcos Sacramento 

    Leia mais

    A Mulata Globeleza: Um Manifesto

    A Mulata Globeleza não é um evento cultural natural, mas uma performance que invade o imaginário e as televisões brasileiras na época do Carnaval. Um espetáculo criado pelo diretor de arte Hans Donner para ser o símbolo da festa popular, que exibiu durante 13 anos sua companheira Valéria Valenssa na função superexpositiva de “mulata”. Estamos falando de uma personagem que surgiu na década de noventa e até hoje segue à risca o mesmo roteiro: é sempre uma mulher negra que samba como uma passista, nua com o corpo pintado de purpurina, ao som da vinheta exibida ao longo da programação diária da Rede Globo. Por  Stephanie Ribeiro e Djamila Ribeiro, no #AGORAÉQUESÃOELAS Para começar o debate em torno dessa personagem, precisamos identificar o problema contido no termo “mulata”. Além de ser palavra naturalizada pela sociedade brasileira, ela é presença cativa no vocabulário dos apresentadores, jornalistas e repórteres da emissora global. A palavra ...

    Leia mais

    A “mulata Globeleza” é o retrato de um mundo velho e racista. Por Marcos Sacramento

    O blog do jornalista Ancelmo Gois no Globo deu um exemplo do que é enxergar o mundo de um jeito velho e encarquilhado. Por Marcos Sacramento, no DCM Na mesma semana em que se discute a presença escassa de negros entre os indicados para o Oscar, estendendo o debate para áreas como moda e publicidade, o jornalista Tiago Rogero assina uma nota anunciando a “nova safra de Mulatas do Gois” e lembra que o concurso é a “garantia da perpetuação da espécie”. É o tipo de texto que não chamaria a atenção há alguns anos, quando ninguém estranhava que negras belíssimas desprezadas pelas capas de revistas femininas, concursos de misses e nas passarelas das fashion weeks da vida surgissem aos montes em concursos para escolher as mais belas do Carnaval. Sempre em trajes minúsculos e sob a alcunha de mulatas. Se nos tempos do Sargentelli chamar uma negra de “mulata” até ...

    Leia mais

    Por que mulheres estrangeiras se indignaram TANTO com vídeo da Globeleza?

    Para os brasileiros, já é comum ver na televisão a Globeleza dançando nua, apenas com o corpo pintado. Mas o que será que as mulheres de outros países pensam sobre isso? A Revista "Azmina - para mulheres de A a Z", foi até New Orleans, nos Estados Unidos, que tem um dos carnavais mais famosos do mundo, saber opiniões. No Bolsa de Mulher  Um vídeo com a musa brasileira foi mostrado a várias mulheres pelas ruas da cidade e as reações delas ao assistirem foram diversas. Algumas riram, enquanto outras ficaram chocadas e criticaram a sexualização do corpo feminino, principalmente por se tratar de uma negra. Opiniões sobre a Globeleza Uma das entrevistadas disse que o que chamou a atenção dela foi o fato de usarem sexo para vender o Carnaval. Outra disse que as brasileiras deveriam se sentir ofendidas com esse comercial: "Mulheres não deveriam aparecer nuas dançando na televisão." O racismo também ...

    Leia mais

    Mulheres Negras: O que a Mulata Globeleza tem a nos ensinar?

    "Não deixe que te façam pensar que o nosso papel na pátria É atrair gringo turista interpretando mulata" (Yzalú) Por  Lorena Monique, do Brasil Post  Foi dada a largada nas vinhetas promocionais que hiperssexualizam o corpo das mulheres negras. E nessa hora, o que eu me pergunto é quando chegará o dia em que, ao falarmos de representação midiática ou referências de mulheres negras, a resposta dada não será:a Mulata Globeleza? Pois é, essa é a resposta que obtemos desde 1993, ano do lançamento da personagem promovida pela Rede Globo durante o Carnaval. Não é preciso fazer muito esforço para percebermos que a imagem dessa personagem contribui muito para a hiperssexualização do corpo das mulheres negras e intensifica os estereótipos que esse grupo carrega. Isso qualquer pessoa que tenha o mínimo de senso crítico já deve saber. A mulata rebolativa global que te convida pra sambar, que posteriormente viraria hit e ...

    Leia mais

    Vítima de racismo, ex-Globeleza terá a sua história contada em documentário pelo jornal inglês The Guardian

    Assim como Maria Júlia Coutinho, jornalista do "Jornal Nacional", Nayara Justino, ex-Globeleza e atualmente atriz da TV Record também foi vítima de racismo nas redes sociais. Mas diferente da moça do tempo, a atriz não teve o apoio e defesa da TV Globo. Por conta do preconceito que sofreu na rede, Nayara terá a sua história de superação contada em um documentário internacional, produzido pelo jornal inglês "The Guardian". A jovem ganhou o concurso de carnaval por voto popular, promovido pelo Fantástico, e foi coroada Globeleza de 2014. leia também: Somos todos Maju? por Danielle Anatólio Nas redes sociais, Nayara, foi atacada por alguns internautas e se mostrou abalada com os ataques. Depois de enfrentar uma forte depressão, a atriz se superou e brilhou no carnaval de 2015, desfilando em três escolas de samba carioca. Ela também recebeu um convite para participar da novela "Escrava Mãe", que já começou a ser ...

    Leia mais

    Momo já era, na folia manda a Globeleza

    Fofo, inofensivo, adorado por todos, o Rei da Folia está sendo destronado: de mansinho, à vista de todos. Quem assume o lugar de Momo é a criatura eletrônica, divina, esguia, inefável, inebriante, indizível, absolutamente pelada, algo assexuada, poderosa e etérea. Por Alberto Dines, do Observatório da Imprensa Globeleza, descendente das cabrochas, é símbolo da apropriação do carnaval pela Rede Globo. Justiça seja feita – não faltam ao grupo empresarial competência, imaginação, recursos e audácia. Mas ao obter a exclusividade da cobertura dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro – ponto alto do carnaval brasileiro –, a maior rede televisiva do país integrou-a à sua grade de programas tal como fez com as transmissões de futebol em dias úteis que só começam quando acaba o capítulo da novela das 9. Nosso Carnaval agora é plim-plim, platinado – mesmo padrão de qualidade (e mesmosdelays), mesmo esmero e mesmíssima aposta na ...

    Leia mais
    Dani Costa Russo/Divulgação

    Racismo a gente vê na Globo

    Sempre que a vinheta carnavalesca da Globo é exibida na televisão, o Brasil reafirma sua herança racista e misógina. Ainda mais preocupante é que poucos parecem se incomodar com o racismo explícito Por Jarid Arraes na Revista Fórum No Brasil, impera a ilusão de uma convivência racial harmoniosa, segundo a qual pessoas de diferentes cores e miscigenações conviveriam na mais perfeita paz, sem que suas características físicas jamais se tornassem alvo de discriminação. No entanto, esse discurso cai por terra facilmente: o racismo brasileiro está vivo e, de fato, é tão bem aceito na sociedade que questioná-lo soa como um ultraje. Um exemplo dessa realidade é a existência do Globeleza, quadro da Rede Globo que exibe mulheres negras – chamadas por eles de “mulatas” – no período do carnaval. Não é difícil compreender onde mora o racismo do Globeleza: a Rede Globo seleciona somente mulheres negras para que representem a ...

    Leia mais

    Não comemore que uma Globeleza foi trocada por uma mulher negra que a Globo acha bonita

    1- Mulheres negras só tem visibilidade em programações como a da Globeleza porque ainda somos tratadas como objetos só de desejo e diversão. Não dá para não interseccionar machismo e racismo para entender o porquê da necessidade de se colocar uma negra dançando seminua no Carnaval, na TV; Por Stephanie Ribeiro, do Festival Marginal  2- A representatividade negra na televisão é mínima e mesmo assim fruto de muita luta. Não dá para não questionar todo o racismo por trás da Rede Globo; 3- Não existe negra de verdade e nem negra de mentira, existem padrões de beleza pautados na branquitude que colocam a beleza de uma mulher negra como sendo superior a de outras mulheres negras, por ela se aproximar do que a própria branquitude pauta como bonito. Não entrem nesse jogo de achar que existe uma competição entre negras, existe um mundo racista e nenhuma beleza é superior a outra; 4- ...

    Leia mais

    Após comentários racistas de que Nayara Justino seria muito ‘preta’, Globo troca a Globeleza por uma mais clara

    Nayara comentou sobre Erika Moura, que será lançada oficialmente como musa da emissora no Fantástico No Surgiu  Agora é oficial, a Globo substituiu Nayara Justino, que foi escolhida por votação no Fantástico, por Erika Moura, que será a nova Globeleza. Ela será a quinta musa do Carnaval da Globo, que teve início em 1990 com Valéria Valenssa, e também é a mais clara de todas. A equipe da emissora encontrou Erikaapós percorrer escolas de dança e de samba. O contrato de Nayara terminou no final de 2014. Ela sofreu diversos comentários racistas na Internet, como que seria muito ‘preta’, talvez isso explique a decisão da Globo optar por uma musa do Carnaval bem mais clara. Erika, de 22 anos, é paulistana e o lançamento do oficial como Globeleza acontecerá na noite deste domingo no Fantástico. Nayara comentou sobre a nova Globeleza e acredita que a vida de Erika passará por uma grande mudança: “Achei a moça bonita, desejo a ...

    Leia mais
    Consciência Negra, Globeleza e homicídio da juventude: entrevista com Ronald Augusto

    Consciência Negra, Globeleza e homicídio da juventude: entrevista com Ronald Augusto

    A população negra e parda é historicamente oprimida no Brasil, sendo excluída nas mais diversas áreas, como saúde e educação. Na cultura, a situação não é diferente. Desde a elitização do carnaval, passando pela “mulata” Globeleza sambando nua nas telas da televisão, até o homicídio da juventude, as pessoas negras são escanteadas e estereotipadas no imaginário social brasileiro. Por Débora Fogliatto É dentro dessa perspectiva que Ronald Augusto, poeta, compositor e músico, critica os processos que cercam a representação das pessoas negras na cultura e na arte brasileira. “Acho que o Carnaval, como é atualmente, está perdendo a condição originária dele, que era uma manifestação das comunidades negras. Agora ficou muito grande economicamente, virou uma espécie de extensão daquela cenografia da Rede Globo”, ponderou, sobre a festa nacional mais famosa do país. O poeta também falou sobre as formas como a população negra é representada na televisão, especialmente nas telenovelas, mencionando o seriado ...

    Leia mais

    Globeleza Nayara Justino entra em depressão e diz sofrer racismo de internautas, após saber que vai perder o posto

    Coroada como a nova Globeleza no carnaval deste ano, Nayara Justino entrou em depressão após ler alguns comentários racistas ao seu respeito. Os ataques começaram essa semana, após ser noticiado que a mulata vai perder o posto do símbolo de carnaval da TV Globo, e que a emissora já busca uma nova beldade para substituí-la. Triste, Nayara se trancou em sua casa, no Rio, e foi buscar uma ajuda de um psicólogo. por Michael Sá no Extra Globo “Ganhei no voto popular, por quê estão me detonando assim? São tantas noticias ofensivas. Uma jornalista me atacando... Isso acabou com minha vida. Os jornais publicam essas notícias e as pessoas postam comentários racistas”, queixa-se. Nayara Justino posta foto apos polêmica Foto: Instagram Nayara está deprimida após ofensas raciais Foto: DivulgaçãoPreocupado com o estado de saúde da mulher, o marido de Nayara, o empresário Cairo Jardim, tem evitado que ela acesse a ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist