Tag: machismo

    blank

    ‘Solta esse black’: estudantes do RJ criam movimento pra acabar com machismo e racismo dentro da sua escola

    Tanto o machismo quanto o preconceito racial se proliferam em aspectos que parecem mínimos, mas que servem de combustível para profundas situações de desigualdade e opressão. O coletivo Solta esse Black, formado por alunas da Escola Municipal Levy Miranda, no Morro da Conceição, no Rio de Janeiro, se formou para empoderar as garotas e combater as lógicas e hábitos machistas e preconceituosos tanto dentro quanto fora da escola, a partir de um desses detalhes determinantes: o cabelo. no Hypeness O coletivo enfrenta os efeitos desses preconceitos através de oficinas de turbante e penteado afro e do incentivo e divisão de ideias sobre cuidados com seu cabelo “black” – além de propriamente o encontro os debates ao redor do tema. E essa luta já começa a alcançar suas primeiras conquistas. Por conseguirem impactar de forma positiva e significativa as situações de opressão e a valorização das identidades negras dentro da escola, ...

    Leia mais
    blank

    Alunos de medicina do Espírito Santo são acusados de apologia ao estupro

    Jovens aparecem em uma foto com a hashtag #PintosNervosos vestindo jaleco, com as calças abaixadas até os tornozelos e fazendo um gesto com as mãos, que remete à genitália feminina; informação é de que eles seguiriam especialização na área de ginecologia no Revista Fórum Alunos de medicina da Universidade de Vila Velha (UVV) foram denunciados pelo Sindicato dos Médicos do Espírito Santo (Simes) ao Conselho Regional de Medicina (CRM-ES) por acusação de apologia ao estupro. Os jovens aparecem em uma foto publicada na internet vestindo jaleco, com as calças abaixadas até os tornozelos e fazendo um gesto com as mãos, que remete à genitália feminina. Uma dela foi postada no perfil do Instagram de um dos estudantes com a legenda “#PintosNervosos”. Em nota, a Universidade afirmou que “repudia qualquer tipo de ofensa a uma profissão tão importante e fundamental como a medicina”. Segundo a instituição, será instaurada uma comissão de sindicância para apuração ...

    Leia mais
    Foto: Rafael Stedile

    Padre critica machismo, homofobia e Bolsonaro e ganha as redes sociais

    Padre fez discurso corajoso contra o ódio em pregação que marcou o primeiro dia da Quaresma para os católicos (vídeo). Julio Lancellotti criticou duramente a cultura do estupro, o machismo, a homofobia e o deputado Jair Bolsonaro Foto: Rafael Stedile Do Pragmatismo Politico O padre Julio Lancellotti fez um discurso histórico no último domingo (5), em São Paulo, durante a pregação que marcou o primeiro dia da Quaresma para os católicos (vídeo abaixo). O religioso criticou duramente a cultura do estupro, o machismo e a homofobia, além de chamar a atenção para a necessidade de nos voltarmos para os mais pobres e necessitados. “Defendam os fracos, não aceitem a covardia contra os pobres e os pequenos”, afirmou. No Facebook, o vídeo com a pregação de Julio Lancellotti foi visto mais de 150 mil vezes até o fechamento desta nota e recebeu milhares de comentários elogiosos. Ao ...

    Leia mais
    blank

    O machismo carinhoso

    Quando o eurodeputado polaco Janusz Korwin-Mikkle afirmou aos gritos, num debate do parlamento, que as mulheres deveriam ganhar menos do que os homens por serem mais fracas e menos inteligentes, o mundo inteiro ficou incomodado. Mesmo as pessoas que não se julgam feministas ficaram incomodadas. Por Ruth Manus, do Observador   O discurso de Korwin-Mikkle é escancaradamente machista, misógino e estapafúrdio, a ponto de não deixar ninguém com qualquer dúvida sobre o seu comportamento. Não havia qualquer espaço para “porém”, “veja bem” ou “não foi bem isso que ele quis dizer”. Qualquer pessoa que lhe queira dar razão é obrigada a assumir-se como machista, conservadora e, acima de tudo, desinformada. Ocorre que o machismo- nas suas tão variadas medidas- nos visita praticamente todos os dias. E ele não costuma, em 2017, aparecer da surreal forma gritante eleita pelo eurodeputado. Muitas vezes o machismo aparece de uma forma sutil- quase carinhosa- que ...

    Leia mais
    blank

    Caio Blat discorda de afastamento de José Mayer: “Fez uma brincadeira fora do tom”

    “José Mayer é uma pessoa que a gente conhece. A declaração que ele deu hoje foi brilhante. A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém. Fez uma brincadeira fora de tom, e na presença de outras pessoas. Não houve intimidação”, disse o ator sobre o colega. no Revista Fórum Em entrevista no Centro Cultural Branco do Brasil do Rio, nesta terça (04), durante o lançamento da nova série da Globo “Os Dias Eram Assim” o ator Caio Blat saiu em defesa de José Mayer: “José Mayer é uma pessoa que a gente conhece. A declaração que ele deu hoje foi brilhante. A forma como ele se colocou foi perfeita. Ele não representa ameaça a ninguém. Fez uma brincadeira fora de tom, e na presença de outras pessoas. Não houve intimidação”, falou ele. O ator disse não estar sabendo da decisão da emissora de afastar ...

    Leia mais
    blank

    Após acusação de assédio, Globo tira José Mayer de novela “para evitar desgaste”

    Após as acusações de assédio sexual feitas por uma figurinista, a TV Globo decidiu tirar o ator José Mayer do elenco de uma nova trama da emissora que estreia no ano que vem. no Catraca Livre O ator tinha sido reservado por Aguinaldo Silva para participar da próxima novela das nove, "O Sétimo Guardião". Segundo a coluna de Fernando Oliveira, no jornal Folha de S. Paulo, a emissora deve tirar Mayer do ar por um tempo "para evitar desgaste". Em denúncia publicada no blog #AgoraÉQueSãoElas, a figurista Su Tonani conta que o ator, em fevereiro de 2017, colocou a mão esquerda em sua genitália. "Sim, ele colocou a mão na minha boceta e ainda disse que esse era seu desejo antigo", relatou. "Eu me vi só desprotegida, encurralada, ridicularizada, inferiorizada, invisível". "Quantas vezes tivemos e teremos que nos sentir despidas pelo olhar de um homem, e ainda assim - ou por isso mesmo ...

    Leia mais
    blank

    ‘Protagonismo não é cedido, é conquistado’, diz Taís Araújo em debate sobre mulheres negras

    Atriz esteve no 'Elas por Elas' ao lado da youtuber Nathalia Santos, da cantora Iza, da ex-consulesa da França Alexandra Loras e da ministra Luislinda Dias de Valois por Luiza Barros no O Globo A atriz Taís Araújo, a cantora Iza, a youtuber Nathalia Santos, a ex-consulesa da França Alexandra Loras e a ministra Luislinda Dias de Valois participaram de uma das palestras mais aguardadas do "Elas por Elas". Em uma painel mediado pela colunista de O GLOBO Flávia Oliveira, elas discutiram os diversos desafios que as mulheres negras enfrentam na sociedade brasileira. Apesar de citar avanços no mundo do entretenimento, a atriz Taís Araújo lembrou que a luta pela equidade de gênero e pelo fim do preconceito racial depende de um constante ativismo e posicionamento. — O protagonismo não é cedido, ele é conquistado. Ninguém quer dividir o protagonismo, os homens não querem. E nós mulheres negras temos mais ...

    Leia mais
    blank

    Ministro da Saúde diz que obesidade infantil é culpa das mães que “não ficam em casa”

    Após o fiasco da fala de Temer no dia 8 de março sobre as mulheres, naturalizando a limitação da mulher ao âmbito doméstico e afirmando que nossa contribuição à economia se restringia a notar desajustes nos preços do supermercado, o ministro da Saúde não ficou atrás: no dia 16 de março, Ricardo Barros afirmou que a obesidade infantil decorre do fato de que as crianças não têm oportunidade "de aprender a descascar alimentos" com suas mães. Do GGN Disse, ainda, que hoje "as mães não ficam em casa, e as crianças não têm oportunidade, como tinham antigamente, de acompanhar a mãe nas tarefas diárias de preparação dos alimentos". Assim como Temer, Barros interpreta que o cuidado com a casa e com os filhos é responsabilidade exclusivamente materna e culpa as mães que ousam trabalhar fora de casa. Hoje, além de trabalhar fora de casa com o trabalho remunerado, as mulheres ...

    Leia mais
    blank

    Alunos denunciam professores da FGV por declarações racistas e machistas

    Diretório estudantil disse ter informado à coordenadoria sobre denúncias. Fundação diz rechaçar 'discriminação e preconceito' e que desconhece postagens de alunos. Alunos denunciam racismo e machismo na FGV (Foto: Reprodução/Facebook) Por  Cintia Acayaba Do G1 Aluos da Fundação Getúlio Vargas (FGV) denunciaram professores de economia e administração por declarações racistas e machistas durante as aulas. Segundo o Diretório Acadêmico, uma comissão de ética da coordenadoria da faculdade foi aberta para apurar as denúncias e definir punição para os docentes. Em um grupo do Facebook exclusivo para alunos da FGV, uma aluna relatou que um professor declarou que "mulher só faz o trabalho quando enche ela de porrada. Não tem que tratar mulher com beijo e mimimi! Tem que tratar com tapa, tem que mostrar que quem manda é o homem". O texto, postado em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, termina com a aluna dizendo ...

    Leia mais
    blank

    “Assinava os e-mails com o nome dela e me tratavam pior”: um experimento sobre o machismo no trabalho

    Martin se apresentou como Nicole aos seus clientes: "Vivi um inferno. Todas as minhas sugestões eram questionadas" Por EMILIO SÁNCHEZ HIDALGO, do El Pais  Martin R. Schneider é um blogueiro que vive na Filadélfia (Pensilvânia, Estados Unidos), assim como Nicole Hallberg. Há cerca de três anos, os dois trabalhavam em uma agência de empregos, que funciona como ponte entre pessoas desempregadas e empresas interessadas em contratar. Martin contou em seu Twitter um experimento que fizeram durante uma semana: ele assinava com o nome dela os e-mails e vice-versa. "Isso serviu para comprovar o machismo que as mulheres sofrem no trabalho", diz o norte-americano ao EL PAÍS por e-mail. Esse é o seu relato publicado no Twitter (excluímos algumas das mensagens que consideramos redundantes). So here's a little story of the time @nickyknacks taught me how impossible it is for professional women to get the respect they deserve: — Martin R. Schneider ...

    Leia mais
    blank

    Discurso machista de Temer no Dia da Mulher repercute na imprensa internacional

    'Eu tenho absoluta convicção do quanto a mulher faz pela casa, pelo lar. Do que faz pelos filhos', disse o presidente em cerimônia nesta quarta-feira; ele também destacou responsabilidade das mulheres 'nos afazeres domésticos' Do Opera Mundi O discurso do presidente Michel Temer (PMDB-SP) feito nesta quarta-feira (08/03) para celebrar o Dia Internacional da Mulher, em que preferiu destacar as competências femininas nos cuidados com a família e na administração da economia doméstica, também foi destaque na imprensa do exterior.  Para o jornal espanhol El País, Temer "reduz o papel da mulher à casa e ao supermercado". O jornal destacou as falas em que o presidente destaca a capacidade das mulheres em detectar "desajustes de preços" e "tudo o que fazem pela casa e pelos filhos". O periódico ressaltou que as falas de Temer causaram comoção nas redes sociais e lembraram, ainda, que o governo foi alvo de enxurrada de críticas quando assumiu ...

    Leia mais
    PHOTO: PAWEL DABROWSKI /SE/EAST NEWS WARSZAWA 29.05.2014. PORTRET N/Z: JANUSZ KORWIN-MIKKE, POLITYK, NOWA PRAWICA. WIECEJ ZDJEC NA HTTP://AGENCJA.SE.COM.PL

    “Mulheres devem ganhar menos do que os homens porque são mais fracas e menos inteligentes”

    Eurodeputado defendeu que as mulheres são inferiores aos homens e por isso a desigualdade salarial deve manter-se Do DN  Um eurodeputado polaco afirmou na quarta-feira, no Parlamento Europeu, que as mulheres devem ganhar menos do que os homens pois são "mais fracas, mais pequenas e menos inteligentes". Janusz Korwin-Mikke, que por várias vezes tem feito comentários considerados racistas, machistas e antissemitas no parlamento, envolveu-se num aceso debate com as eurodeputadas. O presidente do Parlamento Europeu, Antonio Tajani, ainda não revelou se vai tomar medidas perante o discurso, mas vários eurodeputados já pediram para o polaco uma "sanção exemplar". "Sabem que posição as mulheres ocupavam nas olimpíadas gregas? A primeira mulher, digo-vos eu, ocupou a posição 800", disse o eurodeputado aos colegas, citado pelo El País. "Sabem quantas mulheres há entre os primeiros 100 jogadores de xadrez? Eu digo: Nenhuma. Então, claro que as mulheres devem ganhar menos do que os ...

    Leia mais
    blank

    O caso Victor Chaves, violência contra a mulher e a manifestação do ‘gaslighting’

    A tática de fazer uma mulher parecer louca diante de uma denúncia de violência não é nova. Por Dany Santos, do huffpostBrasil Na última sexta-feira (24), Poliana Bagatini registrou uma ocorrência contra o seu marido, Victor Chaves, integrante da dupla sertaneja Victor & Leo. Segundo a empresária, ela teria sido jogada no chão e chutada pelo marido. Além disso, Poliana teria tentado sair do local, mas foi impedida por um segurança e pela irmã do cantor. Poliana estaria sendo ameaçada pela família de Victor.   No sábado (25), Poliana fez o exame de corpo de delito. A mãe de Victor Chaves registrou um Boletim de Ocorrência contra a nora. Uma carta assinada por Poliana veio à tona no domingo (26). Nela, Poliana afirma que Victor não a machucou, mas que viu na polícia uma forma de se sentir segura diante da briga com a sogra em que Victor tentou contê-la. Após ...

    Leia mais
    blank

    O carnaval é a festa mais democrática do Brasil. Mas não para as mulheres

    A partir de uma análise de gênero, a folia de Momo não oferece as mesmas possibilidades para mulheres e homens. Texto escrito por Viviana Santiago, especialista em gênero da Plan International Brasil. No  HuffPost Brasi O Carnaval chegou, a "maior festa popular do planeta". Anualmente milhões de pessoas do Brasil e de todo o mundo invadem as ruas. Incansáveis, se entregam às festas que nos dias do Reinado de Momo não têm hora para acabar. Costumamos alardear aos quatro cantos, que o carnaval é a festa mais democrática: uma explosão de ritmos, de danças, de cores que garantem um lugar para todo mundo embaixo do sol. Mas é nesta festa que também nos deparamos com os resultados de uma pesquisa realizada pelo Data Popular, na qual 49% dos homens brasileiros acreditam que carnaval não é lugar para "mulher direita"; e mais: 61% acreditam que a mulher que se encontra solteira ...

    Leia mais
    blank

    Homem é expulso de bloco na Zona Oeste de SP após assediar mulheres

    Folia do cordão '77 – Os Originais do Punk' foi interrompida e organizadores pediram para que rapaz deixasse o cortejo. Público endossou gritando ‘machistas não passarão’. Por  Tahiane Stochero, G1 Um homem foi expulso do bloco "77 - Os Originais do Punk", na Zona Oeste de São Paulo, após assediar duas mulheres que participavam do cortejo. Os organizadores intervieram e pediram para que ele saísse. O público endossou com vaias e gritos: “Machistas, não passarão”. Ele deixou o bloco sem maiores transtornos. Anderson Boscari, um dos organizadores do cordão, relatou ao G1 o ocorrido. "Ele passou a mão em duas das nossas integrantes, eu vi lá de cima e resolvi fazer algo. A gente é totalmente contra a violência", disse. O cordão circula desde 2014 pelas ruas da Vila Madalena transformando o repertório punk rock em marchinhas. O cortejo deste ano teve como temas o fim da polícia militar, o combate ...

    Leia mais
    blank

    ‘Fui abusada e agredida em um bloco de Carnaval’

    A jovem contou que um homem puxou a parte de cima de seu biquíni e a agrediu durante o Carnaval de rua de São Paulo no Catraca Livre A atriz Carolina Froes, de 22 anos, foi a um bloco de Carnaval na zona oeste de São Paulo no último sábado, dia 18, para vender "geladinho" com as amigas. Após quatro horas de trabalho, elas decidiram ir para outro local, onde também estava acontecendo uma festa de rua. Em meio à multidão no caminho até o metrô, um homem alto e muito forte desamarrou a parte de cima de seu biquíni. "Eu olhei para trás e gritei: 'você tá louco?' Depois, dei um soco na cara dele", afirma a jovem em entrevista ao Catraca Livre. O agressor foi para cima da vítima, que continuou tentando se proteger do abuso. Depois, ele a pegou pelo pescoço. "Nisso, tinham aberto uma roda entre milhares de pessoas ...

    Leia mais
    blank

    Resolvi lutar após ser abusada por sete anos

    No especial “Vozes da Ocupação”, damos espaço para as secundaristas do ensino público contarem o que as inspirou a lutar por uma educação melhor. Do Azmina Eu sei o dia em que resolvi lutar por aqueles que nunca são escutados. Foi no final de 2010 saindo do IML, tinham me submetido a vários exames invasivos para saber se eu estava falando a verdade. Eu tinha onze anos e havia sido abusada durante sete anos. Hoje já se faz seis anos que, como um monte de Maria, eu virei estatística. Desde então a chama da luta nunca se apagou. Em 2015 sofremos um golpe na democracia que deu a largada a vários retrocessos inclusive para as mulheres. Em 2016, com a PEC 55, singelamente chamada pelo povo de PEC da morte, e com a MP 746, que leva à perca de direitos imensuráveis para o povo, nós, a classe trabalhadora e ...

    Leia mais
    (Foto: João Godinho)

    Diante do machismo de Putin, Alexandra Kollontai não silenciaria

    O presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou, em dezembro passado, que é contra a violência, mas que considera inadmissível a interferência do Estado em “assuntos de família”. Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, disse que conflitos familiares “não constituem, necessariamente, violência doméstica”. A Igreja Ortodoxa apoia ambos, alegando que a criminalização é imposição ocidental sobre a cultura russa (“Se ele te bate, quer dizer que te ama” é um provérbio russo)! Segundo a deputada Yelena Mizulina, relatora da lei de descriminalização da violência doméstica, “agressões físicas sem lesões sérias são apenas brigas familiares”. Não é efeito de Orloff, é de vodca falsificada! Por Fátima Oliveira, do O Tempo Há informações de que, na Rússia, a cada 40 minutos, morre uma mulher vítima de violência doméstica; dados do governo informam que 40% de todos os crimes violentos são cometidos no “lar, doce lar”; e em torno de 36 mil mulheres apanham de seus ...

    Leia mais
    blank

    Diálogo de ‘Malhação’ conseguiu ser machista e gordofóbico ao mesmo tempo

    A pergunta foi: 'Promete que você vai ficar bem gorda para os caras pararem de chegar em você?' por Andreia Martinelli no HuffPost Brasil Giovane: "Promete que você vai ficar bem gorda para os caras pararem de chegar em você?" Joana: "Ah, há. Gorda? Para você me largar? Nada disso" O diálogo acima entre os personagens Joana e Giovane foi ao ar na tarde de ontem, quarta-feira (8), na novela Malhação, da Rede Globo. Giovane, interpretado pelo ator Ricardo Viana, é um jogador de vôlei de praia que, na cena em questão, não consegue disfarçar o ciúme de sua namorada, Joana, interpretada pela atriz Aline Dias. O diálogo aconteceu porque Giovane ficou incomodado com o fato de sua namorada estar chamando a atenção após fazer um ensaio fotográfico como modelo para uma marca de moda praia.  Joana explica que ele precisa aceitar que as pessoas vão vê-la em um ensaio só de biquíni e ...

    Leia mais
    blank

    Após posts machistas, estagiário de construtora é demitido

    Com direito à lição de moral no Facebook, estagiário que fez posts machistas em rede social foi demitido nesta quarta-feira, 8 D0 Catraca Livre  Em tempos de redes sociais, onde todos se expressam e sente-se no direito de falar o que bem entendem, há também alguns casos de excessos. Como no caso do estagiário da Cantareira Construtora e Imobiliária, de Maringá (PR), que aproveitou as dependências da empresa para fazer fotos, com legendas, no mínimo, provocativas. Desafiando "feministas e aborteiras", o jovem, não identificado, escreveu em seu Facebook. "Procurando alguma feminista pra ajudar a descarregar. Direitos iguais até chegar a carga de cimento". Em outra postagem, o estagiário direciona as provocações às"aborteiras": Analisando um projeto hidrossanitário onde vai passar os argumentos das feministas, aborteiras, etc". Retratação e demissão do estagiário Não demorou muito para que a empresa, também pelo Facebook, publicasse um pedido de desculpas, além do anúncio do desligamento do ...

    Leia mais
    Página 5 de 21 1 4 5 6 21

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist