Sua opinião vs. preconceitos: Por Stephanie Ribeiro

“Mãe prefiro sorvete de nozes, a sorvete de amora.”

Por Stephanie Ribeiro Do Imprensa Feminista

Exemplo de sua opinião, algo que só diz respeito a você, é só te atinge como indivíduo.

Cotas raciais são injustas.”

“O pessoa do rolezinho tem tudo cara de bandido.”

“Negro falando de racismo é vitimista.”

“Não tenho nada contra gays, mas não quero um filho gay.”

“Tenho nojo de travesti.”

” O pessoal do MST é tudo vagabundo”.

“Mulher boa é aquela que se dá o respeito.”

“Índio é tudo safado”

Etc etc..

ribeiro

Isso não é “sua” opinião, e não use o discurso que você tem liberdade de expressão, pois o que você está fazendo é propagando preconceitos. E como não diz mais respeito a você, mas a terceiros que são indiretamente ou diretamente atingidos, ou seja, não é engraçado, não é piada, não é uma brincadeira e no fundo é muita ignorância. Tudo direcionada as pessoas que são vistos como “minorias”, no Brasil. Ou seja, se estão nesse grupo é porque de alguma forma direitos lhes são negados.

Leia Também

Entrevista com Stephanie Ribeiro

stephanie ribeiro, feminista, negra, silenciada

Se uma pessoa atingida pelas suas palavras responder, “não confunda a reação do oprimido com a violência do opressor.” E mais se um oprimido reproduzir o discurso do opressor, ficando inclusive do lado dele, não se sinta mal ou fique com raiva, porque infelizmente “quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é ser opressor”.

Afinal, liberdade de expressão não é liberdade para opressão!

 

+ sobre o tema

Tribunais são enviesados contra mulheres e negros e não fazem justiça, diz advogada da OAB

Os Tribunais de Justiça são enviesados e, por isso,...

O tal “panelaço” tem cara, grife, cor e endereço, nobre, diga-se de passagem

O tal "panelaço", importado da Argentina, de que  grande...

O silêncio da mídia diante da denúncia de golpe do fotógrafo brasileiro ganhador do Pulitzer

Dez dias atrás, o fotógrafo Mauricio Lima foi festejado pelos grandes meios...

para lembrar

Michelle Fernandes, a dona do poder de transformar mulheres em rainhas africanas

Criadora da "Boutique de Krioula" começou a vender os...

Matchfunding Enfrente: R$3,6milhões para a luta das periferias contra o Coronavírus

MUDAR PARA ENFRENTAR! Com o avanço do Coronavírus pelo Brasil, todos...

Agora é que são elas: pode a subalterna falar-escrever?

Não foi mero jogo retórico a célebre frase “...

Michelle Obama – A Primeira-Dama da Esperança

Michelle Obama - a primeira-dama da esperança conta a...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Comida mofada e banana de presente: diretora de escola denuncia caso de racismo após colegas pedirem saída dela sem justificativa em MG

Gladys Roberta Silva Evangelista alega ter sido vítima de racismo na escola municipal onde atua como diretora, em Uberaba. Segundo a servidora, ela está...

Uma mulher negra pode desistir?

Quando recebi o convite para escrever esta coluna em alusão ao Dia Internacional da Mulher, me veio à mente a série de reportagens "Eu Desisto",...
-+=