Tag: futebol

    Mark Baker: Reuters

    País da Copa receberá o mundo em 2010 com feridas raciais ainda escancaradas

    Philemon Nebedi entra no museu do Apartheid, em Johanesburgo, e logo interrompe a caminhada em frente a uma placa. Com força, aponta o dedo para os dizeres e os repete em voz alta: "o homem branco é superior na África do Sul por toda sua natureza e seguirá superior até o final". A frase foi dita durante o regime de segregação racial que imperou no país. O inconformismo do taxista de origem zulu, quase 20 anos depois, traduz a realidade que ainda vigora na sede da próxima Copa do Mundo. Por Alexandre Sinato, da UOL Mark Baker: Reuters Muitas feridas ainda estão abertas. O tempo ainda não curou todos os desmandos promovidos pelo governo racista que mandou na África do Sul por mais de quatro décadas. A sede do Mundial de 2010 hoje vive pacificamente, mas a separação racial ainda não está totalmente exterminada. São muitos ...

    Leia mais
    thumbnail

    SPORT CLUB INTERNACIONAL: Consciência Negra, um dia para pensar

    Fonte: Sport Club Internacional - A história do nosso país possui uma chaga gerada pela mais absurda ganância do homem - a escravidão. É impossível imaginar-se, nos dias de hoje, que houve um tempo em que homens e mulheres eram tratados como mercadorias, submetidos a trabalhos forçados e a um processo de aculturação. Os negros sofreram o mais absurdo tratamento já emprestado a uma raça. A eles, por força da escravidão, foram reservadas as maiores dificuldades para o desenvolvimento econômico e social. Existe nisso algum exagero? É óbvio que não. Os efeitos nefastos da escravidão podem ser testemunhados nos presídios, nas favelas, nas ruas, enfim em todos os locais onde a exclusão salta aos nossos olhos. Há países onde a segregação racial decorre de uma política de estado e há outros, como no nosso caso, onde isso decorre da realidade, do abismo gerado pela desigualdade. Pois bem, sem ter o ...

    Leia mais
    Getty Images

    Ataques e contra-ataques do racismo na terra de Pelé

    por Felipe Carrilho O futebol, verdadeira instituição nacional, pode ser visto como um indicador privilegiado da realidade social do Brasil quando abordado de modo mais profundo e analítico. Na semana da consciência negra, é oportuno tratar das contribuições do negro para a construção de nosso país, a partir de uma lente de observação futebolística. No momento em que, numa reação editorial e midiática às políticas de afirmação implantadas e bem sucedidas, ganha força o argumento segundo o qual a inconsistência do conceito de raça, do ponto de vista biológico, inviabiliza a constatação do racismo na prática social brasileira, é necessário tratar do negro, indissociável da história de nosso país e de sua principal prática esportiva. No início da trajetória do futebol em nossas terras, o negro tornou-se um elemento central para o debate a respeito dos rumos da nação. No final do século 19, com a abolição do regime escravista, ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pretenso espaço de democracia, esporte ainda sofre com o racismo

    Fonte:Abril - Getty Images Os sucessivos casos de racismo em campos, quadras e pistas por todo o mundo colocam em xeque a ideia de que o esporte é um espaço de democracia racial. A dificuldade no combate às práticas preconceituosas, que cresceram nos últimos anos, questiona o mito de que as diversas modalidades simbolizam a igualdade dos povos e escancara a fragilidade da posição do negro na sociedade civil. A ideia em xeque está espalhada por diversos setores da população. A falta de oportunidade em outras áreas combinada com o talento prático se traduz na percepção do esporte como mecanismo de mobilidade social. Dentro desse contexto, em um passado recente, torcedores e atletas se acostumaram a ver cenas como a do camaronês Samuel Eto'o. Em 2006, o então atacante do Barcelona ameaçou deixar o gramado em um jogo do Campeonato Espanhol sob o som de imitações ...

    Leia mais
    Divulgação/ Vasco

    O Vasco contra o Racismo

    Em homenagem ao Dia da Consciência Negra comemorada no dia 20 de novembro, o Futeblog faz uma homenagem ao clube que deixou o preconceito de lado e formou o primeiro time racialmente misto e o primeiro na reação contra a intolerância racial. Por Carlos Sena, do Futeblog Divulgação/ Vasco Em 1924 foi fundada uma liga formada pelos times influentes exigiram que o Vasco excluísse 12 jogadores negros, pobres, nordestinos ou mulatos do seu elenco para poder entregar a AMEA (Associação Metropolitana d Esportes Atléticos) alegando que eles teriam uma "profissão duvidosa". O time vascaíno recusou a exigência da AMEA e enviou uma carta que ficou conhecida como a "Resposta Histórica" e continuou na LMTD (Liga Metropolitana de Desportos Terrestres) uma competição paralela. O clube se sagrou campeão com a campanha de 16 vitórias em 16 jogos. No ano seguinte o Vasco foi integrado a AMEA com os jogadores ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pelé foi emblemático para o resgate da autoestima do negro no Brasil, diz autora

    Fonte: Folha Online - O futebol é visto como uma das manifestações populares mais democráticas do mundo. O elenco de protagonistas, que faz a alegria da torcida com a bola nos pés, é formado por gente de todo o tipo. Para gostar do esporte, também não é necessário pertencer a qualquer etnia ou condição social específica. Hoje em dia, o único fator que exclui certas camadas da população é o preço dos ingressos para ver o espetáculo ao vivo, efeito colateral maléfico da chamada modernização, que busca elitizar o esporte. Alberto Ferreira/Reprodução Pelé comemora um de seus gols durante partida disputada contra a seleção da Itália na Copa do Mundo de 1970, realizada no México No entanto, nem sempre a situação foi assim. Quando retornou ao Brasil da Inglaterra em 1894, Charles Miller, paulistano descendente de ingleses e escoceses, trouxe consigo uma bola e um conjunto de regras. O futebol, ...

    Leia mais
    Getty Images

    Reinvenção do futebol: bola e arte para vencer o racismo

    Em comemoração ao dia da Consciência Negra, o jornal CORREIO lançou o caderno especial 'BahiÁfrica - sonho presente' que traz artigos envolvendo literatura, esportes e humanidades sobre o continente africano e o reflexo no nosso dia-a-dia e na Bahia. Confira na íntegra o artigo do doutorando em cultura e sociedade, Paulo Leandro. Por Paulo Leandro, do Correio 24 Horas  Getty Images QUEM É 'NEGRO' NO FUTEBOL BRASILEIRO? Este paper tem propositalmente seu título inspirado e até decalcado na tradução do título de um texto do pesquisador jamaicano Stuart Hal, referência para os estudos culturais. O objetivo é realizar uma transposição de algumas das idéias, conceitos e questionamentos de Hall, tomando como base uma manifestação da cultura popular brasileira, talvez a que mobilize um maior número de pessoas durante todo o ano e que a academia, antes avessa a temas tidos como de baixa cultura , vinha negligenciando, mas ...

    Leia mais
    EDRO UGARTE/AFP/Getty

    África do Sul quer usar Copa para unir brancos e negros

    A 209 dias da Copa do Mundo na África do Sul, o clima de festa e futebol está em todos os cantos do país. O governo de Jacob Zuma aproveita a realização dos jogos em nove cidades para estimular a integração de brancos e negros, uma vez que as divergências étnicas ainda estão presentes no cotidiano dos sul-africanos. O assunto também está na pauta de acordos comerciais e troca de experiência entre brasileiros e sul-africanos. Do Terra EDRO UGARTE/AFP/Getty Os banners, cartazes e placas destacam a realização da Copa do Mundo em 2010, mas na cultura sul-africana os jogos são associados a negros, pois o futebol é um esporte que eles praticam, enquanto o rugby (futebol americano) e o críquete são esportes associados aos brancos. O governo sul-africano apressa a conclusão de obras, como a do metrô que ligará a capital política, Pretória, à principal cidade ...

    Leia mais
    pele_2

    Pelé canta e dança em filme para atrair turistas para São Paulo

    Fonte: G1- Propaganda custou R$ 1,3 milhão e é responsabilidade da SPTuris. Ex-jogador participou de lançamento ao lado do prefeito e do governador.   Da esquerda para direita: o presidente do STF, Gilmar Mendes; o governador José Serra; Pelé; e o prefeito Gilberto Kassab O governador de São Paulo José Serra (PSDB) e o prefeito Gilberto Kassab (DEM) receberam o ex-jogador de futebol Pelé na tarde desta segunda-feira (9) para lançar vídeo publicitário que promove a cidade de São Paulo. O encontro ocorreu no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, e contou com a participação do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. Mendes disse que só participou do evento "porque é santista". De acordo com o prefeito Gilberto Kassab, a campanha publicitária visa promover o turismo na cidade. Pelé escreveu a letra da propaganda, além de cantar e dançar no vídeo. O ex-jogador abriu mão de receber cachê ...

    Leia mais
    AP

    Pelé diz que Rio vence por 2 a 1: ‘Chicago tem Obama. O Brasil tem o Lula e o Pelé’

    Fonte: Globo.com- Atleta do Século diz que vitória da cidade brasileira para sede de 2016 aliviará sua frustração de nunca ter disputado os Jogos Olímpicos A disputa pelo direito de ser a sede dos Jogos Olímpicos de 2016 é entre cidades, não pessoas. Mas mesmo que fosse, segundo Pelé, o Rio de Janeiro sairia na frente. Após participar de um evento com crianças e jovens do bairro de Nordvest, em Copenhague, o ex-jogador brasileiro demonstra mais uma vez confiança na vitória da candidatura Rio 2016. Mesmo com a presença do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na apresentação das cidades-candidatas na sexta-feira. Pelé posa com crianças e com Aílton (esq.) e Cesar Santín (dir.), jogadores que trabalham na Dinamarca - A disputa do Rio é contra Madri, Tóquio e Chicago, não é contra o Obama. Mas se eles têm o Obama, nós temos o Lula e o Pelé. Então está 2 a ...

    Leia mais
    Getty Images

    Pelé ironiza ‘gol de cabeça’ de Maradona e diz que Di Stéfano foi melhor

    Fonte: Globo Esporte - Acostumado a ser provocado por Diego Maradona, Pelé deu novamente o troco nesta quinta-feira. Em visita à Espanha, o Rei do Futebol disse que Alfredo di Stéfano era melhor que o Pibe, pois o técnico da Argentina só usava a canhota e que o único “gol de cabeça” que fez foi de mão. - As pessoas discutem Pelé e Maradona. Di Stéfano é para mim o melhor. Maradona foi um grande jogador, mas não chutava bem com a direita e não fazia gol de cabeça. O único gol de cabeça importante que marcou foi com a mão (contra a Inglaterra na Copa do Mundo do México em 1986) – disse o Atleta do Século. Pelé não quis responsabilizar Maradona pela situação ruim da seleção argentina, mas falou da falta de experiência nos bancos. - Ele não tem muita culpa, porque todos nós sabíamos que havia treinadores ...

    Leia mais
    blank

    Maradona cutuca Pelé e exalta Brasil de Dunga

    Fonte: Folha de São Paulo Argentino relembra que venceu o Rei em votação. Farpas contra Pelé, afagos para os jogadores de Dunga. Foi assim uma entrevista que Maradona concedeu ao site da Fifa, divulgada ontem, quase inteiramente dedicada a um único tema: futebol brasileiro. O ex-camisa 10 (agora treinador da seleção argentina, que no próximo dia 5 recebe o Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010) não perdeu a chance de mais uma vez atacar Pelé, seu eterno desafeto.   Primeiro, Maradona declarou que, a seu favor, pesa o fato de ter jogado na Europa.   "Joguei dez anos no futebol europeu, e Pelé jogou na América. Ele ganhou Mundiais, e tudo, mas jogar na Europa é outra coisa. Joguei em uma época do futebol italiano e espanhol em que os marcadores eram cães de caça. Ainda que, por isso, não tenha sido muito melhor que ele", declarou ...

    Leia mais
    Robert Cianflone/Getty Images

    Nas telas – Pelé: um time à altura de sua vida

    Fonte: Veja - A trajetória de Pelé será contada no cinema com os toques hollywoodianos que ela merece. Pelé assinou um contrato para que sua história seja produzida pela americana Imagine (responsável, entre outros filmes, por O Código da Vinci) e roteirizada por Greg Howard, que tem no currículo Ali e Ray, as cinebiografias de Muhammad Ali e Ray Charles. O estúdio ainda não foi definido. Matéria original: Nas telas | Pelé: um time à altura de sua vida

    Leia mais
    Foto: Jon Hrusa/EFE

    A Copa da África

    Mundial-10 é "montanha-russa" - Por FÁBIO ZANINI . da Folha de S.Paulo Foto: Jon Hrusa/EFE Diretor-executivo do comitê organizador da Copa da África do Sul de 2010, Danny Jordaan, 57, teve de acrescentar a crise financeira internacional à lista de dores de cabeça que enfrenta para entregar o torneio no prazo exigido pela Fifa. A recessão, que também afeta a economia sul-africana, secou o financiamento externo para grandes obras e deve ter impacto no número de turistas que viajam para ver o torneio. Ele chegou ao posto com a ajuda de sólidas conexões políticas. Ex-deputado pelo partido governista, o Congresso Nacional Africano, o mestiço Jordaan é um caso raro de um não negro na elite política do país. Nesta entrevista concedida em Johannesburgo, ele diz que o pior já passou e que as dúvidas sobre se a África do Sul teria condições de organizar o Mundial, ...

    Leia mais
    Pelé - Estrela Negra em Campos Verdes

    Pelé-estrela negra em campos verdes

    "PELÉ-Estrela Negra em Campos Verdes", livro de Angélica Basthi,  editora: Garamond ano: 2008 Sinopse: Os dribles, as jogadas geniais, o enorme talento com a bola e os gols inesquecíveis fizeram de Pelé um mito. O menino pobre que nasceu Edson Arantes do Nascimento e era carinhosamente chamado de Dico na cidade de Três Corações, em Minas Gerais, alçou vôos inimagináveis para um garoto negro da época. Aqui, podemos acompanhar uma história de glórias, de alguém que brilhou intensamente como estrela negra em campos verdes, mas também uma história humana, de uma pessoa como todas as outras, com os altos e baixos que a vida impõe. Este livro narra o seu percurso. Uma trajetória marcada pela fama e o sucesso, que o levaram a ser cultuado como figura máxima do futebol - ou, para ser preciso, como verdadeiro sinônimo do esporte - em todos os quadrantes do planeta. Isto durante décadas, sem ...

    Leia mais
    Agência Globo

    Garrincha

    ..esse ser paradoxal na raiz, "ess antiatleta", esse "desafio à mediciana esportiva" era "um fio de prumo, um homem que só caia quando derrubado. E, que, pelo contrário desequilibrava os outros Da UOL Agência Globo Garrincha marcou seu nome na história do futebol brasileiro com o apelido de "alegria do povo". Foi o legítimo representante do futebol-arte brasileiro, com seu estilo original de jogar, com seus dribles abusados e com suas jogadas divertidas. Manoel Francisco dos Santos, o "Mané", pertencia a uma família pobre de 15 irmãos. O apelido Garrincha veio de um tipo de pássaro, comum na região serrana, que Mané gostava de caçar com seu bodoque. Na cidade onde nasceu, no Estado do Rio de Janeiro, havia uma fábrica de tecidos de propriedade de um grupo inglês que mantinha um time de futebol amador, o Pau Grande Esporte Clube. Aos 15 anos, Mané começou ...

    Leia mais
    AP

    Pelé

    Falar de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, é falar não somente do melhor jogador de futebol de todos os tempos, mas também do maior esportista do século. (Ismal Lópes/El Norte versão Patricia Fook(Terras - Esporte) AP Pelé é considerado o maior jogador da história do futebol e recebeu o título de Atleta do Século (20), em 15 de maio de 1981, a partir de uma eleição promovida pelo jornal francês "L'Equipe". Nascido na cidade mineira de Três Corações, filho de Celeste e de João Ramos do Nascimento, jogador de futebol no sul de Minas Gerais, conhecido como Dondinho, Pelé desde criança manifestou a vontade de ser jogador de futebol como o pai. O apelido com que se tornou conhecido originou-se de um episódio relacionado a um goleiro, colega de Dondinho. Em 1943, o pai de Pelé jogava no time mineiro do São Lourenço. Pelé, com ...

    Leia mais
    (Foto: Bruno de Lima/LANCE!Press)

    Elias se solidariza com Felipe e diz ter sido vítima de racismo

     As declarações do goleiro Felipe após o jogo contra o Juventude, no último dia 12, quando revelou ter sido vítima de ofensas racistas por parte da torcida gaúcha, continuam repercutindo no Corinthians. Do iG  (Foto: Bruno de Lima/LANCE!Press) Nesta quinta-feira, feriado em que se comemora justamente o "Dia da Consciência Negra", foi a vez do volante Elias se solidarizar com o companheiro de clube e, de quebra, revelar que também passou por situação constrangedora em sua carreira. O que o Felipe passou lá foi uma coisa lamentável. Também já passei por isso no ano passado. Estava disputando o Campeonato Paulista pelo São Bento e fui jogar contra o Bragantino. Me ofenderam e a policia identificou a pessoa, mas não tive a oportunidade de ir à delegacia fazer um boletim de ocorrência, recordou. Para o camisa sete corintiano, está na hora de o mundo deixar de lado ...

    Leia mais
    (Foto: Marcus Steinmayer)

    Cartão Vermelho, por Sueli Carneiro

    por Sueli Carneiro Fonte: Jornal Correio Braziliense - Coluna Opinião Foto: Marcus Steinmayer Um novo caso de racismo repercute na mídia brasileira envolvendo um juiz de futebol negro e um coronel da Polícia Militar de São Paulo. Relatado em matéria intitulada "O cartão vermelho que despertou o juiz negro", de Dorrit Harazim, no jornal O Estado de S. Paulo de 5/2/06, tomamos conhecimento de que, durante uma partida de futebol ocorrida no dia 4 de dezembro de 2005, no clube dos Oficiais da PM de São Paulo, o coronel Antônio Chiari recebe o cartão amarelo do juiz José de Andrade Neto. Ensandecido, o coronel reage à punição agredindo racialmente o juiz: "Você tinha de ser dessa cor de merda para fazer isso! ", grita, passando os dedos pela pele do braço. "Preto! Macaco! Olha a sua pele, cor de merda!", é o que diz o coronel ...

    Leia mais
    Página 25 de 26 1 24 25 26

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist