terça-feira, dezembro 1, 2020

    Tag: racismo estrutural

    Adilson J. Moreira explica porque discutir gênero e raça no caso da advogada detida durante audiência

    Na última segunda-feira (11), Valéria dos Santos, advogada negra e carioca realizava a uma audiência no 3º Juizado Especial Cível de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, quando foi detida após exigir a leitura da contestação do processo que atuava. Por Gabriel Prado Do Justificando Andre Zanardo/Justificando Sob a ordem da juíza leiga e a passividade dos demais colegas de profissão, Valéria foi algemada e arrastada para fora da sala de audiência sem que a defesa de sua cliente fosse apreciada. O professor Adilson José Moreira, doutor em Direito Constitucional Comparado pela Faculdade de Direito da Universidade de Harvard, explicou ao Justificando que “a atuação dessa juíza ao chamar um policial para tratar da mulher negra é o tipo específico e comum de como pessoas brancas tratam pessoas negras, ou seja, o tratamento que a pessoa negra deve ter sempre é um caso de polícia.” Em meio à ...

    Leia mais

    OAB pede afastamento de juíza e policiais que prenderam advogada

    Ordem também anulou a audiência e marcou ato de desagravo público para reparar o constrangimento Do Carta Capital Valéria dos Santos foi presa, a pedido de uma juíza, enquanto defendia sua cliente e esperava por um delegado da OAB (Foto: Bruno Marins/DIVULGAÇÃO OAB-RJ) Em uma sala de audiência no Fórum de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a advogada Valéria Lúcia dos Santos defendia a sua cliente de uma cobrança indevida. Sem acordo, ela deu prosseguimento ao trabalho e pediu para ler as contestações da ré. A juíza Ethel Tavares de Vasconcelos negou o pedido e deu a audiência como encerrada. Santos resistiu, enquanto aguardava pela chegada de um delegado da OAB. Dois policiais apareceram, a pedido da juíza, e cumpriram as ordens: algemaram Santos. “Eu não vou sair, não, eu tenho que esperar o delegado da OAB, porque eu quero fazer cumprir o meu direito. ...

    Leia mais
    Valéria dos Santos. Foto: Bruno Marins/OAB RJ.

    Porque ninguém fez nada pela doutora Valéria? Por Adriana Cecilio Marco dos Santos

    Juizado Especial de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, 10 de setembro, a advogada Valéria dos Santos, em pleno exercício da advocacia exigiu ver a contestação ao final da audiência, requerimento que foi negado pela juíza leiga que presidia a audiência. Ato contínuo, ao insistir em ter o seu direito como advogada respeitado, se recusou a deixar o espaço de audiência. Ante essa situação a juíza leiga deu voz de prisão à Dra. Valéria. Truculentos policiais militares algemaram a advogada e a expuseram a uma situação absolutamente humilhante. POR ADRIANA CECILIO MARCO DOS SANTOS, advogada e professora de Direito Constitucional Do DCM Valéria dos Santos. Foto: Bruno Marins/OAB RJ. A absurda postura da juíza leiga ao recusar o requerimento de vista dos autos e, ao se ver contrariada pela valorosa persistência da colega, dar voz de prisão a uma advogada, se trata de um evidente abuso de ...

    Leia mais

    Will Smith e o racismo estrutural

    Ontem, o perfil Gina Indelicada no Instagram postou uma foto do ator Will Smith ao lado de seu filho, Jaden, na Copa do Mundo. Não demorou muito para que os internautas fizessem uma infinidade de comentários em tom de deboche a respeito da aparência do jovem. Dizendo considerá-lo magro e abatido, começaram a escrever que ele parecia "um cracudo", "um mendigo" ou "um dos vendedores de água que trabalham na porta do estádio". Por Mariana Motta Do Brasil247 Foto: Instagram A conduta de associar a imagem de um jovem negro à condição de usuário de drogas ou de alguém em situação de rua tem nome: racismo estrutural. As pessoas podem argumentar que não pensaram essas coisas por mal, mas pensaram. E pensaram porque a sociedade está acostumada a ver uma enorme quantidade de pessoas negras marginalizadas enquanto pouquíssimas delas ocupam espaços de poder. É evidente que não ...

    Leia mais
    arquivo pessoal

    “O racismo estrutural opera dentro da USP”

    A Universidade de São Paulo (USP), a maior universidade pública da América Latina, é racista e elitista, segundo a Pesquisa Interações na USP, realizada pelo Escritório USP Mulheres e coordenada pelo professor Gustavo Venturi, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. O professor Gustavo Venturi, o entrevistado dessa semana da coluna GeledésnoDebate, vai além ao afirmar que os sentimentos declarados pelos alunos da USP demonstram que o racismo estrutural atua também no ambiente universitário. Marcos Santos A pesquisa, divulgada no dia 25 de junho, ocorreu com a participação da Rede Não Cala da USP, além dos coletivos feministas, negros, indígenas e LGBT e dentro do programa Impacto 10x10x10 do movimento #HeForShe da ONU Mulheres. Geledés - Como surgiu a ideia de fazer esse estudo e qual dinâmica adotada? Em 2013, fui procurado por alguns alunos que militavam em coletivos feministas e LGBT, ...

    Leia mais
    Fonte: blog do teatro Vila Velha

    Da criança negra com fome no shopping ao ator Leno Sacramento: O Racismo é cruel

    Salvador, a cidade mais negra fora da África é também a mais racista por Henrique Oliveira para o Guest Post do Geledés Fonte: blog do teatro Vila Velha  Nessa semana a capital baiana foi destaque no noticiário nacional, primeiro pelo caso inacreditável em que o segurança do Shopping da Bahia, o antigo shopping Iguatemi, tentou impedir que um cliente pagasse um almoço para uma criança negra, chamada Matheus, de 12 anos idade, que trabalha na rua vendendo bala. O vídeo que circulou nas redes sociais com milhares de visualizações mostra o exato momento em que o segurança tenta de todas as formas evitar que o almoço seja comprado, inclusive chega a tentar colocar a criança para fora do shopping à força por meio de empurrões, mas não foi permitido pelo homem que queria pagar a refeição. A situação só foi resolvida quando o supervisor da segurança chegou ...

    Leia mais

    Ações Afirmativas no MP: sinalizações para o enfrentamento ao racismo estrutural?

    O Plenário do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aprovou, na terça-feira última, 13 de junho, por maioria, duas propostas de resolução que instituem, respectivamente, reserva aos negros de 20% das vagas nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos no CNMP e de ingresso nas carreiras do Ministério Público brasileiro. O procedimento administrativo teve como parte interessada a organização Educafro e contou com manifestação da Articulação Justiça e Direitos Humanos – JusDh. Por Allyne Andrade e Sheila de Carvalho Do Justificando A adoção da resolução, em especial, no Ministério Público é mais uma fronteira transposta no campo de democratização do sistema de justiça. Informações prestadas pelos Ministérios Públicos locais ao CNMP demonstram a flagrante ausência de representatividade negra na carreira. A título de ilustração, o Ministério Público do Rio de Janeiro declarou que, entre 910 promotores, apenas quatro são negros. O MP do Distrito Federal alegou ter dez negros entre seus ...

    Leia mais

    Cineasta investiga educação em comunidades negras do Brasil e EUA

    Gabriela Watson iniciou em 2014 uma jornada para entender as conexões entre as comunidades negras no Brasil e Estados Unidos. O resultado de suas pesquisas está no documentário Flores de Baobá em que a cineasta aborda, sob uma perspectiva feminina, as semelhanças entre as mulheres negras e a luta de cada local para alcançar a igualdade na educação. No filme, a cineasta investiga qual é o impacto do racismo no acesso à educação, sendo esse um problema global nas comunidades negras. Por Aline Ramos, do ONNDA Flores de Baobá mescla a linguagem poética e observacional ao acompanhar a trajetória de duas educadoras: Nyanza Bandele (Filadélfia) e Priscila Dias (São Paulo). Apesar de estarem em dois países diferentes, Nyanza e Priscila evidenciam que as comunidades negras enfrentam problemas semelhantes como a desigualdade de oportunidade a um ensino de qualidade. Elas também nos mostram como as mulheres negras têm laços que as unem, ...

    Leia mais

    Toda a força da mulher negra

    Serena e incisiva, Zaika dos Santos usa sua música, que passeia por vários estilos, para lutar contra o racismo estrutural Por LUCAS BUZATTI, do O Tempo  “É de verdade?”, perguntou um morador de rua sobre as tranças de Zaika dos Santos, quase ao mesmo tempo em que nos sentamos num banco do Parque Municipal para esta entrevista. “É, uai. É cabelo, igual ao seu”, respondeu a cantora mineira. “Já estou acostumada”, completou bem-humorada, enquanto arrumava seu coque de tranças nagô, deixando à mostra as tatuagens nos dois antebraços que, juntas, exibem seu bordão: “vibe positiva”. De fato, se há uma pessoa que consegue ser enfática em suas lutas e, ao mesmo tempo, serena e zen, essa é Zaika dos Santos. Nascida no Aglomerado da Serra, em Belo Horizonte, Zaika teve contato com o meio artístico ainda criança. “Sou filha de uma cantora de música popular brasileira, que se chama Selma Santos, ...

    Leia mais

    A questão é racial, cara pálida!

    Estados Unidos mais uma vez em chamas com os protestos negros. No Brasil o povo pobre e preto segue pagando a conta mais alta da violência, especialmente a partir do ataque sistemático das forças repressivas na periferia: Cláudia’s, Amarildo’s, DG’s, Eduardo’s. Uma lista interminável. Por Sammer Siman Do Brasil em5 O Haiti, primeira nação que foi duramente golpeada em sua revolução anti-escravista e anti-colonial, ainda em 1804, segue ocupado pelas potências mundiais e suas sucursais (a exemplo do Brasil). A África segue em condição neo-colonial , subserviente aos interesses das nações centrais. E, mesmo diante deste quadro, a esquerda eurocêntrica brasileira insiste que a questão no Brasil “é de classe”, como se raça e classe fossem questões antagônicas. Apresento, em 5 minutos, a partir de 5 argumentos, algumas contribuições a esse debate. Racismo estrutural – O racismo é reafirmado no imaginário social como algo restrito a sua dimensão interpessoal. Ou seja, ...

    Leia mais
    Página 3 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist