Tag: machismo

    blank

    Casos de estupro coletivo mais que dobraram no Brasil nos últimos cinco anos

    Segundo dados do ministério da Saúde, ocorrem uma média de 10 casos por dia de violência contra a mulher praticada por mais de um agressor no RBS Dados do ministério da Saúde apontam que os casos de estupro coletivo mais que dobraram nos últimos cinco anos, saltando de 1.570 casos, em 2011, para 3.526, no ano passado, uma média de 10 casos por dia, em todo o país. Acre, Tocantins e Distrito Federal lideram as taxas de estupro coletivo. Para especialistas, esses casos de violência são estimulados pela falta de investigação e punição aos agressores. Segundo as mulheres ouvidas na reportagem de Vanessa Nakasato, para o Seu Jornal, da TVT, trata-se de um "crime de poder", em que o objetivo do agressor é subjugar o corpo da mulher. A socióloga e assessora da USP Mulheres Wânia Pasinato destaca que, em muitos casos, os agressores filmam e divulgam as cenas do crime cometido como ...

    Leia mais
    blank

    O feminismo é selvagem?

    Não entendo como, depois de séculos de maus tratos, as mulheres ainda continuem nos aguentando por Javier Cercas no El País Não nos enganemos: nós, homens de minha geração, já nascemos machistas. Os da minha geração, os da anterior, e assim até o infinito. A culpa, claro, é de nossas mães, coisa que sei muito bem porque sou o único macho em uma casa com quatro fêmeas e minha mãe nunca me deixou lavar um pires que fosse, enquanto minhas irmãs sempre a ajudavam nas tarefas da casa (um beijo para você, mamãe!). Não sei como são os meninos de hoje em dia. A julgar pelo meu filho, são muito melhores do que nós; a julgar pelas estatísticas, iguais ou piores. Pelo menos dessa vez, as estatísticas estão realmente certas. Mas a verdade verdadeira é que a culpa de tudo isso não é de nossas mães (mais um beijo para ...

    Leia mais
    blank

    Cármen Lúcia: machismo e preconceito sustentam violência contra mulher

    A declaração foi dada na manhã de hoje (18/8) durante a abertura da XI Jornada Maria da Penha, no Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) Do Correio Braziliense A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, voltou a falar do machismo e do preconceito de gênero como um dos pilares que sustentam a violência contra a mulher. “Eu sei que o preconceito é difícil de passar, ainda é grande, e eu falo de cátedra. Eu não preciso do testemunho de ninguém para saber que há preconceito contra a mulher. Tem contra mim. Claro que a manifestação contra mim, enquanto juíza do STF, é diferente de uma mulher que não tem um trabalho, uma independência financeira, independência psicológica ou que não tem condições de uma formação intelectual, mas ele existe contra mim e é exercido, ainda que não dito. Também não preciso de ninguém para me lecionar isso”, disse ...

    Leia mais
    blank

    “Deixar pra lá” é um privilégio

    É inegável que as declarações machistas do publicitário Washington Olivetto sobre publicidade voltada para o empoderamento feminino, em entrevista publicada na BBC Brasil na última semana, são absurdas. Sendo assim, elas merecem ser questionadas, debatidas e confrontadas. Ou será que não? no Think Olga Enquanto um grupo tecia críticas ao publicitário nas redes sociais, outro argumentava que o que foi dito precisava ser ignorado, pois Olivetto seria “muito ultrapassado”, “muito velho” ou “muito homem” para opinar sobre o assunto nos dias de hoje; logo, não é merecedor da atenção ou da “audiência” dos leitores. Desse modo, ambos os lados acabaram criando uma alvoroço em torno do que foi dito, mas pouca reflexão que saltasse de suas bolhas individuais na internet. Pensando nisso, a Think Olga preparou uma série especial de reportagens sobre como esse caso expõe diferentes problemas sociais e de gênero, sempre, de certo modo, colocando mais empecilhos para ...

    Leia mais
    blank

    Julgamento de Kenarik Boujikian escancara a seletividade e o machismo do Judiciário brasileiro: CNJ vai confirmar condenação absurda?

    Em maio de 2017, a juíza Kenarik Boujikian visitou a prisão feminina de Mato Grosso do Sul. São cerca de 30 mulheres por cela. A da foto tem 4 andares de beliche e é aí que passam a maior parte do tempo por Conceição Lemes, do Viomundo Nesta terça-feira (01/08), organizações de direitos humanos, juristas comprometidos com o Estado de Direito, as garantias judiciais fundamentais e as liberdades individuais e cidadãos democratas de todo o País estarão com a atenção voltada para a plenária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Mais precisamente para o julgamento da juíza Kenarik Boujikian, reconhecida e respeitada no meio jurídico e na sociedade. É a terceira vez que o processo entra em pauta. A primeira foi em 13 de junho. A segunda, em 27 de junho, quando foi postergado para agosto. Em 2016, a pedido do desembargador Amaro Thomé Filho, do Tribunal de Justiça do Estado de São ...

    Leia mais
    blank

    Brigada Militar de Porto Alegre: uso combinado de repressão e opressão machista, racista e LBTfóbica!

    — “Vadiazinha”… “Vagabunda”… “Machorra! Pensa que não te conheço? ” por Aline Costa no Sul 21 Desarmadas e permanecendo cerca de quarenta minutos com as mãos para cima, sete mulheres abordadas pela Brigada Militar de Porto Alegre, sofreram – sem filtro – a violência da opressão machista, racista e LGBTfóbica, combinada com a repressão brutal da polícia. Elas estavam junto com mais de 120 pessoas que saíram da manifestação em frente à empresa de transporte Carris, no dia 30 de junho, data que marcou a segunda Greve Geral no país. O dia, que deveria ser uma ação de paralisação dos rodoviários e rodoviárias, como forma de exigir dos governos que retirem seus ataques aos direitos da classe trabalhadora, se transformou em verdadeira praça de guerra. A BM atacou violentamente os manifestantes com bombas e muita truculência, prendeu arbitrariamente um professor da rede estadual de ensino e o mandou para o Presídio Central ...

    Leia mais
    blank

    Modelo plus size filma confronto com homem que zombou dela em voo

    A modelo Natalie Hage estava em um voo rumo a Los Angeles quando percebeu que o homem sentado ao seu lado suspirava e se remexia de uma forma estranha. Ela notou que ele a havia fotografado e conversava em texto com alguém, conseguindo identificar mensagens em seu celular que zombavam do seu sobrepeso. Do Catraca Livre Natalie postou sobre a situação em sua conta do Instagram e filmou o momento em que confronta o homem. Ele de início nega que tivesse escrito sobre ela, mas ao ser confrontado com as imagens gravadas ele admitiu e pediu desculpas, dizendo que havia bebido. Créditos: Reprodução/Instagram Natalie Hage Modelo Natalie Hage percebeu que homem a fotogravou e zombava dela em voo e sua resposta confrontando o passageiro teve mais de 1 milhão de views. "Eu não fiz nada para ele, estava completamente no meu assento," escreveu a modelo. "Essa é a realidade de uma ...

    Leia mais
    blank

    O machismo na Academia Brasileira de Letras

    A escritora Ana Maria Machado coordenará, no mês que vem, um ciclo de palestras na ABL sob o título geral de “Cadeira 41” (a casa, como se sabe, tem 40 acadêmicos), que mexe com as entranhas da Casa de Machado de Assis. Em pauta, o caso de alguns grandes escritores que ficaram de fora e não foram “imortais”. Isso porque não se elegeram — é o caso do próprio Lima Barreto (1881-1922), que tentou duas vezes — ou porque não quiseram concorrer, como o poeta Carlos Drummond de Andrade (1902-1987). Por DANIEL BRUNET, do O Globo Um exemplo polêmico é o da carioca Júlia Valentina da Silveira Lopes de Almeida (1862-1934), na foto abaixo. Ela escreveu em jornais (numa época em que não se via mulher no ofício) e, em 1887, lançou o livro “Contos infantis”. Ao todo, escreveu uns 10 romances. Casada com poeta português Filinto de Almeida (1857-1945), cofundador ...

    Leia mais
    blank

    Justiça separa mães de filhos com base em machismo institucional e poder econômico

    Maioria dos casos de perda da guarda ocorre quando a mãe toma a iniciativa da separação. Por Sarah Fernandes, do Rede Brasil Atual “Muitos dos pais querem a guarda para não pagar pensão e quando conseguem mudam de cidade", diz mãe / Arquivo RBA O machismo institucional impetrado nas famílias e no sistema judiciário, somado à morosidade dos processos e ao poder econômico de algumas famílias levaram pelo menos 300 mães, que se reúnem em grupos de ajuda, a perderem a guarda de seus filhos e a ficarem proibidas de verem as crianças por meses e até anos. Sem terem cometido crimes ou posto a segurança dos filhos em risco, elas são vítimas de decisões consideradas raras e muitas vezes injustas por especialistas no tema.“Quem nunca viu mãe perder a guarda de filho é porque viu poucos pais entrarem na Justiça para pedi-la”, defende a jornalista Adriana Mendes, de 46 anos, ...

    Leia mais
    blank

    “Deixe-a falar!”: O apelo ao moderador por interromper única mulher em painel de Física

    Assistente do evento gritou a frase depois que a cientista não conseguiu falar por mais de uma hora Por MÓNICA CRUZ, do El Pais  Marilee Talkington, atriz e moradora de Nova York, gosta muito de Física. Por isso, foi no começo de junho a um simpósio sobre cosmologia no World Science Festival, um dos eventos de ciência mais importantes do mundo. O grupo de debatedores era formado por cinco físicos e uma física: Veronika Hubeny, pesquisadora em teoria das cordas da Universidade da Califórnia. O jornalista e escritor especializado em ciências Jim Holt foi o moderador. Talkington notou durante o debate que enquanto Holt permitia que os homens falassem por um bom tempo, poucas vezes dava a palavra a Hubeny. Nas poucas vezes em que o fez, o moderador a interrompeu constantemente. “Deixe ela falar!”, exclamou Talkington da segunda fileira do auditório. O grito foi ovacionado e aplaudido. “Era óbvio que ...

    Leia mais
    blank

    Juiz reduz indenização a Fernanda Young porque ela tem “reputação elástica”

    Após ser chamada em 2015 pelo perfil fake de “vadia lésbica” e outros termos, agora o juiz Christopher Alexander Roisin, da 11ª Vara Cível de São Paulo, concordou que a intenção do administrador pernambucano Hugo Leonardo de Oliveira Correa, de 37 anos, era a de “insultar a autora”. Do DCM O administrador foi condenado a pagar multa de R$ 5 mil, diz o site Jota. O juiz explicou o valor baixo da multa: “O fato da autora ter artisticamente posado nua, de modo que sua reputação é mais elástica, inclusive porque se sujeitou a publicar fotografia fazendo sinal obsceno, publicou fotografia exibindo os seios e não se limitou a defender-se, afirmando que terceiros seriam ‘burros’”. O magistrado continuou dizendo que uma mulher com tantos predicados como Fernanda Young “afirma possuir” também “deveria demonstrar, porque formadora de opinião, uma pouco mais de respeito. Há valores morais que devem governar a sociedade e ...

    Leia mais
    INGLEWOOD, CA - APRIL 21: Singer John Mayer performs onstage during 'The Search for Everything Tour 2017" at The Forum on April 21, 2017 in Inglewood, California. (Photo by Scott Dudelson/Getty Images)

    Sua desculpa não adoça o meu chá: basta ser um homem branco e famoso para ser perdoado por seus erros

    John Mayer, Brad Pitt, Jimmy Fallon e José Mayer comprovam que basta ser um homem branco e famoso para ser perdoado por seus erros por Luíze Bello no HuffPost Brasil Os fatos desapontam, mas não surpreendem. Descobri pelo Facebook que o cantor John Mayer divulgou datas de show aqui no Brasil. Muitos dos meus amigos são fãs do cantor e, logo, a minha linha do tempo estava abarrotada de pessoas comemorativamente compartilhando a notícia. Minha mente foi imediatamente transportada às declarações do cantor feitas em 2010 para a revista Playboy, sobre o seu pênis "ser um supremacista branco" e não funcionar com mulheres negras. Este cara é um racista daqueles. Fiz um post me dizendo nostálgica para relembrar meus amigos dessa pataquada. Àquela época, John já havia dito uma dezena de coisas absurdas, mas essa foi um marco na sua carreira, apesar de ele não ter perdido nenhum contrato. O ...

    Leia mais
    blank

    “Na sociedade brasileira há uma masculinidade bastante tóxica”

    Amara Moira, 32, chega para a entrevista com um vestido tomara-que-caia, sandália baixa, pulseiras, colar e cara lavada. A fotógrafa pergunta se ela não quer passar um batom antes de posar para a câmara, mas Amara retruca que está bem assim. Quer, cada vez mais, distanciar-se de caricaturas para tornar-se a mulher que deseja ser. “Existem milhares de formas de ser trans, assim como existem milhares de formas de ser cis”. Há apenas três anos, Amara, nascida com um genital masculino, iniciou seu processo de transição.  Já era doutoranda em crítica literária na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), onde pesquisa a obra de James Joyce, quando assumiu a identidade de travesti. Conta que a mudança foi bem acolhida na universidade, mas em busca de se sentir desejável e de arrumar um dinheiro que apressasse sua transição, resolveu virar puta. Ainda não sabe bem quanto disso foi uma escolha. “Ali era ...

    Leia mais
    blank

    Machismo: Danilo Gentili rasga e esfrega nas partes íntimas notificação de Maria do Rosário

    Em mais um gesto típico de machistas, o apresentador Danilo Gentili divulgou um vídeo em que rasga e esfrega nas partes íntimas a notificação extra-judicial da deputada Maria do Rosário (PT-RS), que reagiu e disse que “criminoso vai responder à Justiça” Do Portal Fórum O apresentador Danilo Gentili, que se diz também humorista e comediante, fez mais um ataque baixo à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Em vídeo divulgado pelo Facebook nesta segunda-feira (29), Gentili aparece rasgando a notificação extrajudicial enviada pela parlamentar. Em uma atitude típica de machistas, ele ainda esfrega o documento em suas partes íntimas, e dispara: “Para a Maria do Rosário e para qualquer outro deputado de qualquer outro partido, eu pago o seu salário. Então eu decido se você cala ou não a boca, nunca o contrário”. A notificação de Rosário pedia para que o apresentador excluísse de suas redes sociais postagens que faziam ...

    Leia mais
    blank

    Sem esmalte

    Você deve ser um cara legal, Miguel. E a questão do feminismo é tão séria e importante que mesmo caras legais como você escrevem tolices Por Maria Ribeiro Do O Globo Miguel, Acabei de ler seu artigo “As feminazis e as mulheres do Brasil”, publicado ontem, neste mesmo bat-espaço, neste mesmo jornal, e queria esclarecer duas ou três coisinhas. Ou confundir, pro Tom Zé ficar mais feliz. Olha, Miguel, não sei se você acompanha os números do feminicídio no Brasil. Imagino que sim. Isso sem falar nos estupros, nos salários desiguais, no assédio, na exploração sexual, na jornada tripla. Eu sei, esse papo tá chato, estamos meio monotemáticas. Mas tem tanta coisa chata que a gente tem que conviver, não é? Dentista, por exemplo. Um porre. A violência na Maré. Inadmissível. Não é um assunto agradável, mas meio que não dá pra não falar. Inclusive vai rolar uma manifestação agora no ...

    Leia mais
    blank

    Experimento social revela como homens reagem quando as mulheres aceitam seus elogios

    Para alguns homens, as mulheres parecem objetos feitos para serem apreciados por sua beleza e inocência. Mas enquanto um número cada vez maior de mulheres se recusa a aceitar o estereótipo de belas, recatadas e do lar, uma escritora e ativista mostrou como os homens reagem quando seus elogios são aceitos por elas. no Hypeness Tudo começou com um tweet em que a autora Feminista Jones dizia “Irrite um homem hoje: diga a ele que você concorda com o elogio que ele lhe fez“. Piss a man off today: Tell him you agree with his compliment of you. — TheDevil’s Sidechick (@FeministaJones) 12 de maio de 2017 Na sequência, Feminista descreveu como reage quando é elogiada, agradecendo naturalmente e dizendo que concorda com todas as qualidades atribuídas a ela. O resultado dessa abordagem é assustador e mostra que os homens (não todos, é claro) não gostam de saber que as ...

    Leia mais
    OLYMPUS DIGITAL CAMERA

    Eu, feminista, (con)vivo com um homem machista

    Segunda para terça-feira. São 00h14 da noite e eu acabei de lavar a louça. E não é uma louça de um copo de leite e um prato de quem, no auge de sua imaturidade de 30 anos, moraria sozinho. Lavei pratos, garfos, copos, que alimentaram, no mínimo, 4 pessoas. Esfreguei a frigideira que estava encardida – sabe arear panelas? Uma tarefa bem cansativa e desgastante – além de lavar uma panela de pressão. Esse é o preço para que alguém cozinhe para mim quando eu chego tarde. Por Lívia Lima Do Nos Mulheres da Periferia Voltei do último dia de um curso de jornalismo cultural, com diversas ideias e orientações para escrita criativa, e sobre como o tédio é importante para a produção de textos mais inteligentes e inovadores. Mas eu não tenho tempo para ficar entediada. Estou lavando louças à meia noite. Toda essa introdução caótica – e um ...

    Leia mais
    Getty Images

    Justiça usa educação para reduzir machismo e violência doméstica

    Juízes e promotores já não esperam reduzir a violência doméstica apenas por meio de prisões, processos judiciais ou medidas protetivas. Munidos de informação e empatia, equipes do Judiciário e do Ministério Público miram nos trabalhadores de áreas específicas, com grande concentração de funcionários do sexo masculino, para ajudá-los a refletir sobre violência de gênero e diminuir os episódios de agressão familiar. Foto: Getty Images Por Regina Bandeira Do Compromisso e Atitude Os projetos pedagógicos reforçam as orientações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em relação à criação de programas de prevenção, por meio da educação, defendida na Portaria n. 15/2017, que instituiu a Política Nacional de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres no Poder Judiciário. Ao menos 10 mil pessoas já participaram de ações pedagógicas, desde 2015. No Maranhão, as ações educacionais começaram quando a equipe multidisciplinar da Vara Especializada em Violência contra a Mulher de São Luis, ...

    Leia mais
    blank

    A cantora que resolveu desafiar o machismo da música regionalista gaúcha

    "Ajoelha e chora / quanto mais eu passo o laço / muito mais ela me adora", diz a música regionalista do Rio Grande do Sul, famosa na interpretação do grupo Tchê Garotos. Por Leonardo Pujol Do BBC Embora popular no cancioneiro gaúcho, esse tipo de letra com referências tidas por muitos como pejorativas à mulher entrou na berlinda neste mês após uma crítica de uma artista desse mesmo meio musical. "Toda vez que cantamos letras assim alimentamos e incentivamos situações de preconceito e maus-tratos contra as mulheres", diz cantora e jornalista Shana Müller, de 37 anos. "Está na hora de os artistas darem uma revisada no repertório. O mundo de hoje não aceita mais os velhos e maus costumes", completa. Müller é uma das representantes de uma geração de cantores de música regionalista gaúcha que ganhou destaque nos anos 2000. Com carreira iniciada aos oito anos, ela apresenta desde 2012 o ...

    Leia mais
    blank

    11 coisas bem simples que os homens podem fazer pelo feminismo

    Por Beatriz Serrano Do Buzz Feed OK, você leu alguns posts no Facebook sobre feminismo e agora está convencido de que manja do assunto. Vá com calma. 1. Não seja um ativista na rua e um machista na cama. A primeira coisa que você precisa fazer é uma autoanálise para descobrir que tipos de comportamento machista você tem tido com as mulheres ao seu redor: você é daqueles caras que diz que "ajuda" em casa? Converse com a sua parceira e comece a fazer 50% das tarefas domésticas. Você ainda dá a sua roupa suja para a sua mãe lavar porque "ela sempre fez isso"? Meu, fala sério. Você é um pai? Parabéns! Você assume 50% das responsabilidades na hora de cuidar do seu filho? Hmmm... melhor conferir isso aí também. Quando uma mulher fica brava, você presume que ou é porque ela está menstruada ou porque ela precisa transar? Volte ...

    Leia mais
    Página 4 de 21 1 3 4 5 21

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist