domingo, dezembro 4, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileiros e suas lutasDas coisas boas e belas que nascem na favela

Das coisas boas e belas que nascem na favela

A possibilidade de ver o belo é sempre um privilégio, além de claro,  um grande prazer. Mas o mais surpreendente é deparar-se com o belo pelas ruas e becos das favelas. No Borel, nossos olhos se enchem com a beleza da genialidade de Leandro CR.

Por Mônica Francisco, do Jornal do Brasil 

As obras de arte que surgem com os mosaicos criados por esse artista plástico, autodidata, e que certamente fará uma grande história com sua sensibilidade e por que não dizer, genialidade, merecem ser mostradas ao mundo.

Conversando com Leandro e o dono da casa onde a parede está sendo utilizada como tela para sua nova obra, a figura do Mahatma Gandhi, pacifista que liderou o movimento conhecido como não-violência na Índia e marcou toda una geração, além de influenciar diretamente as ações do líder americano pela luta pelos direitos civis da população negra, Martin Luther King, ficou evidente o orgulho do proprietário.

Leandro CR cria mosaicos pelas ruas e becos da favela
Leandro CR cria mosaicos pelas ruas e becos da favela

Rômulo, o proprietário, disse que Leandro além de ser um artista, ajuda as pessoas a terem conhecimento de figuras históricas. Leandro mencionou que crianças passam e peguntam sobre as figuras e aí vem a possibilidade de disseminar mais informação.

O desejo de Leandro CR é ensinar crianças e jovens e perpetuar sua técnica, além de possibilitar o acesso à mais conhecimento e à certeza que da favela pode e tem saído muita coisa boa. Por isso nestes tempos estranhos essa beleza nos lembra a interessante frase do filósofo Nietzsche sobre termos a arte para não morrermos da verdade. Salve Leandro CR e sua arte!

“A nossa luta é todo dia. Favela é Cidade. Não aos Autos de Resistência, à GENTRIFICAÇÃO, à REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL , ao RACISMO, ao RACISMO INSTITUCIONAL, ao VOTO OBRIGATÓRIO, ao MACHISMO, À VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER e à REMOÇÃO!”

*Membro da Rede de Instituições do Borel, Coordenadora do Grupo Arteiras e Consultora na ONG ASPLANDE.(Twitter/@ MncaSFrancisco)

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench