Fundo Baobá realiza aula inaugural do Programa Já É – Educação e Equidade Racial

Enviado por / FonteFolha de S.Paulo

O Fundo Baobá para Equidade Racial realiza nesta quinta-feira (18), às 19h, a aula inaugural do Programa Já É – Educação e Equidade Racial. A iniciativa oferece 100 bolsas em cursos pré-vestibular, apoiando estudantes da periferia de São Paulo e municípios da Grande São Paulo na superação do gargalo que impede a entrada de negros no ensino superior.

A aula é dedicada aos 83 estudantes matriculados, com idades entre 17 e 25 anos, e seus familiares, além de representantes do Fundo Baobá e instituições apoiadoras do programa, como Citi Foundation, Demarest Advogados, Amadi Technology e Instituto Poli Saber/ Cursinho da Poli.

Adaptado ao formato virtual em função da pandemia, o programa disponibilizará notebooks e chips para o acompanhamento das aulas.

Os alunos também terão apoio para enfrentamento dos efeitos psicossociais do racismo e para a ampliação das habilidades socioemocionais e vocacionais. Quando as aulas voltarem a ser presenciais, ainda terão auxílio alimentação e vale-transporte.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), de 2019, mostram que o índice de alunos pardos e negros matriculados em universidades públicas brasileiras superou a taxa de alunos brancos, alcançando 50,3%. Porém pretos e pardos, que representam 55,8% da população brasileira, ainda estão proporcionalmente sub-representados.

Entre os jovens selecionados está Vinicios Salatiel, 23, que pretende cursar Ciência da Computação. “Escolhi por causa dos jogos, uma das minhas paixões”, afirma.

Luiza Firmino Gabriel, 18, quer cursar Medicina. “Será uma conquista muito grande para uma jovem negra ser médica pediatra”, diz Luiza, leitora voraz de Machado de Assis. “A Thelma Assis (do BBB 20) é minha inspiração, assim como a enfermeira Mônica Calazans, que foi a primeira pessoa a tomar a vacina em São Paulo”, completa.

 

+ sobre o tema

Carta aberta: É preciso aperfeiçoar o relatório do PNE

CARTA ABERTA DAS ENTIDADES E MOVIMENTOS EDUCACIONAIS É PRECISO APERFEIÇOAR...

44% da população brasileira não lê e 30% nunca comprou um livro, aponta pesquisa Retratos da Leitura

Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil anuncia resultados de...

Orgulho! Lorrayne Isidoro ficou em 18º lugar em Olimpíada Internacional de Neurociências

Lorrayne Isidoro enfrentou diversos obstáculos para chegar até a...

Leandro Karnal: professor que festejou ataque a estudante é “co-autor da violência”

O limite da liberdade de expressão Por Leandro Karnal Do DCM Conquistamos...

para lembrar

Universidade de Fortaleza realiza cursos gratuitos nas férias de janeiro

As férias são fundamentais para descansar e repor as...

Mackenzie Scott faz doação milionária para 15 instituições brasileiras

A bilionária Mackenzie Scott doou cerca de R$ 18...

O que fazer pela equidade racial hoje? – artigo I

Seria pretensão de minha parte ter a resposta inteira...
spot_imgspot_img

Progressão escolar amplia desigualdade racial, diz estudo

No começo da escolarização básica, alunos negros e brancos partem de condições desiguais. No final dela, estão ainda mais distantes. É o que indica...

Fundo Baobá e Mover lançam edital “Carreiras em Movimento” para alavancar a empregabilidade da população negra 

Com o objetivo de ampliar o acesso de pessoas negras no mercado de trabalho, o Baobá – Fundo para Equidade Racial e o Mover...

Educação antirracista: pesquisa sobre implementação da Lei 10.639/03 mobiliza 21% dos municípios brasileiros

A Lei 10.639/03, que alterou a lei de diretrizes e bases da educação brasileira, tornando obrigatório o ensino da História e Cultura Afro-Brasileira e...
-+=