segunda-feira, julho 6, 2020

    Tag: macumba

    blank

    Peça “Macumba, uma Gira sobre Poder” dá voz à religião afro-brasileira

    Vítima do racismo, da perseguição e do preconceito, a cultura afro-brasileira muitas vezes é demonizada no Brasil. Retirá-la deste lugar é um dos objetivos da peça “Macumba – Uma Gira sobre Poder'', que estreia nesta terça (12) em Curitiba. Por Miguel Arcanjo Do Blog do Arcanjo Com artistas da Cia. Transitória, a peça tem direção de Fernanda Júlia, formada pela UFBA (Universidade Federal da Bahia) e que fundou o NATA (Núcleo Afrobrasileiro de Teatro de Alagoinhas- BA). O espetáculo faz parte do “Projeto Macumba'', que engloba ações de teatro, música, dança e artes visuais, com produção de Erick Alessandro. Fernanda afirma que a peça serve para fortalecimento das referências negras. Para ela, é de “suma importância'' que os brasileiros “reconheçam a beleza, grandiosidade e força da nossa herança cultural africana e afro-brasileira''. “O espetáculo além de colocar em cena elementos da religiosidade de matriz africana, aponta diversos espaços para além ...

    Leia mais
    blank

    Cantora de “Tecnomacumba” lamenta veto a show e diz que decisão fomenta o ódio

    Elverson Cardozo Proibida de se apresentar em Campo Grande, na Quinta Gospel, a cantora Rita Ribeiro, ou Rita Benneditto, como passou a ser chamada em 2012, ficou sabendo da polêmica em torno do veto ao seu show, batizado de “Tecnomacumba”, pelo Lado B. Em entrevista exclusiva ao canal, concedida por telefone, ela lamentou o ocorrido. Disse que a decisão da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), além de equivocada, fomenta o ódio. “É lamentável que irmãos de fé, seja de qual for a religião, estejam se pegando por uma questão dessa. Respeite. Isso só fomenta mais ódio e a discórdia. E nenhum segmento religioso quer isso. Quer união, amor e paz”, diz. A artista, que tem 27 anos de carreira e uma história elogiada e consolidada na música brasileira, conta que nunca havia passado por isso antes, mas, apesar da surpresa, não quer entrar no que chama de “briga religiosa”. “Não vejo motivo de ...

    Leia mais
    blank

    Prefeito diz que Quinta Gospel é de Deus e pastor sugere “Quarta da Macumba”

    Ângela Kempfer e Aline Araújo Se depender da administração municipal, não tem nem choro nem vela vermelha. A turma evangélica que assumiu a prefeitura de Campo Grande deixou claro na noite de ontem que a "Quinta Gospel" tem dono, mesmo gastando dinheiro público no pagamento de cachês e estrutura para os shows. O prefeito Gilmar Olarte subiu ao palco antes da apresentação da cantora Cassiane para defender a exclusividade do evento. “Ninguém vai tentar misturar! Ela é evangélica. É de Deus”, bradou aos 4 cantos. O assunto virou polêmica por algumas vezes desde que foi criado na administração passada. Primeiro, por colocar dinheiro público em evento religioso, o que não pega bem para um "estado laico", ou seja, teórica e moralmente sem qualquer relação com nenhum Deus ou credo. Depois, por vetar outros tipos de religião, como as de linha espírita. A diretora-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Juliana Zorzo, responsável pelo veto ...

    Leia mais
    Divulgação / Comissão de Direitos Humanos da Alerj

    O que é macumba

    Macumba é uma espécie de árvore africana e também um instrumento musical utilizado em cerimônias de religiões afro-brasileiras, como o candomblé e a umbanda. Divulgação / Comissão de Direitos Humanos da Alerj   O termo, porém, acabou se tornando uma forma pejorativa de se referir a essas religiões - e, sobretudo, aos despachos feitos por alguns seguidores . Na árvore genealógica das religiões africanas, macumba é uma forma variante do candomblé que existe só no Rio de Janeiro. O preconceito foi gerado porque, na primeira metade do século 20, igrejas neopentecostais e alguns outros grupos cristãos consideravam profana a prática dessas religiões. Com o tempo, quaisquer manifestações dessas religiões passaram a ser tratadas como "macumba".  

    Leia mais
    blank

    Plano de aula: A Arte literária e processos de identidade étnico-racial dos afro-brasileiros

    Este é um plano de aula vencedor do I Concurso de Planos de Aula do Portal Geledés, aplicando a Lei 10.639/03 Plano de aula: A Arte literária e processos de identidade étnico-racial dos afro-brasileiros Professora: Patrícia Sodré dos Santos Matéria: Literatura Infantil e relações étnico-raciais Turma/Série: Educação Infantil Cidade: Rio de Janeiro Estado: RJ COMPONENTE CURRICULAR: APLICANDO A LEI 10.639/2003   Projeto “Mangueira teu cenário é uma beleza...” Creche Municipal Vovó Lucíola “Todo mundo te conhece ao longe Pelo som dos seus tamborins E o rufar do seu tambor Chegou ô, ô, ô, ô A Mangueira chegou, ô, ô Mangueira teu passado de glória Está gravado na história É verde e rosa a cor da tua bandeira Prá mostrar a essa gente Que o samba é lá em Mangueira” (Exaltação à Mangueira- Jamelão) Introdução Sobre a Creche Municipal Vovó Lucíola, Mangueira e seu cenário. Nossa creche está localizada na comunidade da Mangueira, mais ...

    Leia mais
    Lei 10.639/03- Tudo o que você gostaria de saber sobre macumba e nunca teve coragem de perguntar

    Tudo o que você gostaria de saber sobre macumba e nunca teve coragem de perguntar

    Lei 10.639/03- Tudo o que você gostaria de saber sobre macumba e nunca teve coragem de perguntar. Vídeo produzido pela Vila Cultural Alma Brasil para o Prêmio Griô na Escola e na TV, sobre a mestre Griô Yá Mukumby. Foto: Deldebbio Entre o indizível e o narrável: Palavras possíveis para Yá Mukumbi, farol para as culturas negras - por Roseane Borges     Fonte: JUMA « Plano de Aula - Oficinas de Arte afro-brasileira... Tecnologia Africana na Formação Brasileira... »

    Leia mais
    Negro, não

    Estremecimentos no meio diplomático

    A notícia sobre as declarações do cônsul geral do Haiti em São Paulo me chegou  primeiro pela CBN, no dia seguinte a sua participação no programa "SBT Brasil". Fiquei impressionado com a indignação do locutor, que recomendava ao Itamaraty a expulsão de George Samuel Antoine. Sabe aquela indignação justa diante de uma manifestação inequívoca de racismo?  O locutor da CBN parecia não querer perder a oportunidade de reafirmar valores caros aos brasileiros: impossível conviver, numa sociedade como a nossa, com uma pessoa dessas - fora! Eu estava na cozinha, preparando meu café e ouvindo rádio e me convenci de que já havia ganhado meu dia. Na manhã  seguinte, ganhei  também o mês ao ler a reportagem da "Folha de S. Paulo" sobre o mesmo episódio (FSP, edição de 16/01/2010. p. A21). O repórter Vinícius Queiroz Galvão referiu-se a "um mal-estar nos meios diplomáticos", causado pelas declarações do cônsul do Haiti. ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist