quarta-feira, novembro 25, 2020

    Tag: pobres

    Sérgio Lima/Poder360 – 3.set.2018

    Negros e ricos?

    Eu sou rycaaa!?? Então, depende neh mores?! Brincadeiras a parte, há alguns anos desde que fiz meu trabalho de final de curso, há um questionamento que sempre me deixa inquieta, e não sou capaz de responder: Será que existe no Brasil algum negro plenamente rico? Para tentar explicar as causas dessa dúvida, traçarei uma linha de raciocínio, que vai explanar diferentes conceitos de pobreza, para posteriormente contrastar com a realidade em que estamos inseridos e, assim podermos refletir sobre essa questão. Afinal o que é pobreza? Embora sempre relacionada a escassez de algo, esse é um problema estrutural da sociedade que advem de inúmeros fatores, e como um fenômeno multi-facetado, a sua definição é algo complexo que vai se guiar pela vertente de estudo, pelo período e as características sociais desse intervalo, entre outros. De forma gradativa de complexidade trabalharei com três enfoques, que não são contrários entre si e, ...

    Leia mais

    Mais ricos do Brasil ganham, em média, US$ 100 mil a mais do que os da França

    Dados divulgados nesta semana pelo estudo World Weatlh and Income Database mostram que a renda média de quem é rico no Brasil ultrapassa a de moradores abastados em países mais desenvolvidos, como a França. Enquanto por aqui o 1% mais rico recebe, em média, US$ 541 mil por ano, em terras francesas esse valor varia entre US$ 450 mil e US$ 500 mil. Do Yahoo  Pixabay E, como se pode imaginar, a maior parte dessas pessoas não precisa de salário para sobreviver. Além de famosos e donos de grandes companhias, a lista de “mais ricos” do Brasil conta com empresários. juízes, médicos e executivos. De acordo com a pesquisa, outro dado importante é a participação dessas pessoas no PIB nacional. Enquanto na França o valor se aproxima dos 32,2%, no Brasil o valor supera os 50%, o que comprova a desigualdade social. A média de renda da população brasileira é ...

    Leia mais
    “Liberdade de expressão” é como self-service: você come o que lhe convém

    PEC do Teto: Pobres estão percebendo que pagarão o pato pela crise

    A ficha caiu entre os mais pobres. Perceberam que são eles que terão que pagar o pato pela crise econômica com a redução gradual da qualidade dos serviços públicos, do qual são dependentes. Por Leonardo Sakamoto Do Blog do Sakamoto De acordo com pesquisa Datafolha, divulgada nesta terça (13), 60% dos que recebem até dois salários mínimos e 62% dos que ganham entre dois e cinco salários mínimos são contra a PEC do Teto, a proposta de emenda constitucional que prevê que os gastos públicos só crescerão no ritmo da inflação, o que deve dificultar novos investimentos em áreas como saúde, segurança pública, cultura, entre outros. Entre os mais jovens, de 16 a 24 anos, 65% são contra a medida. Esse grupo tem sido um dos mais mobilizados contra a PEC do Teto, ocupando escolas por todo o país como forma de protesto, por acreditarem que ela irá impedir a melhora na qualidade ...

    Leia mais

    A determinação para achar o sentido da vida: Eduardo Marinho

    Eduardo Marinho, artista plástico com histórias fora do convencional, compartilhará suas perspectivas únicas e profundas da vida urbana. Ele consegue fazer as pessoas lembrar coisas que elas sabem, mas, geralmente, esquecem. No espírito de promover ideias que merecem ser espalhadas, as TEDx são conferências locais e auto-organizadas que reúnem pessoas para compartilhar uma experiência TED. Um evento TEDx tem palestras TED em video e palestrantes ao vivo combinados para iniciar discussões e conexões profundas em grupos pequenos. Estes eventos locais e auto-organizados são chamados TEDx, onde x = evento TED independentemente organizado. A Conferência TED fornece uma guia geral para o programa TEDx porém, os eventos TEDx individuais são auto-organizados. Do YouTube 

    Leia mais

    Desigualdade: estudos sobre as famílias ricas mostram que os pobres são os mesmos de sempre. Por Donato

    No ano de 1427, a então pequena província de Florença elaborou um censo entre seus habitantes com a finalidade de cobrar impostos. Ali ficou registrado, além do nome, o que faziam, quanto ganhavam e qual o patrimônio dos moradores da cidade que já tinha dado ao mundo Dante Alighieri e ainda nos presentearia com Leonardo Da Vinci. Por Mauro Donato, do DCM Recentemente aquele levantamento foi digitalizado e disponibilizado na internet. Foi então que dois economistas da Banca D’Italia (o Banco Central italiano), realizaram um estudo com base nas informações disponíveis cruzando-as com as declarações de renda de famílias remanescentes na cidade até 2011. Guglielmo Barone e Sauro Mocetti ficaram espantados. Num arco de seis séculos, mais precisamente após 584 anos, as famílias mais ricas em 1427 eram as mesmas em 2011. E ainda: os sobrenomes dos contribuintes mais pobres também não haviam mudado. A tecnologia da digitalização permitiu não apenas ...

    Leia mais

    SUS ‘só para mais pobres’ teria menos qualidade, diz especialista

    Autor do livro O que é o SUS, o professor da UFBA Jairnilson Paim afirma que o governo interino do PMDB sinaliza que pretende restringir o atendimento no sistema de saúde apenas aos mais pobres - o que, diz, iria piorar a qualidade do serviço. Por Luiza Bandeira Do BBC "A experiência histórica aponta que um sistema de saúde voltado exclusivamente para os pobres tende a ser um sistema pobre, com financiamento reduzido, uma vez que o poder de vocalização política dos mais pobres é menor que o dos trabalhadores e da classe média", afirma Paim em entrevista à BBC Brasil. Ele também diz que "todos os governos falharam" com o financiamento do SUS e que o maior desafio do sistema é "político": "Ou conseguimos ampliar as bases de sustentação para um sistema de saúde universal, ou cada governo que estiver de plantão vai tirar um pouco do que já conquistamos". ...

    Leia mais
    Marcelo Carnaval/Ag. O Globo

    “A herança dos últimos 15 anos foi a ascensão dos excluídos”

    Presidente do Ipea critica os vícios do pensamento brasileiro por Miguel Martins, do Carta Capital  Atual presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o sociólogo Jessé de Souza é conhecido pelo pensamento agudo e a argumentação desassombrada. Seu novo livro, A Tolice da Inteligência Brasileira, confirma essas características. Ao analisar o desenvolvimento do pensamento no e sobre o País, Souza não poupa ninguém, nem mesmo Gilberto Freyre e Sérgio Buarque de Holanda. Segundo ele, o pensamento culturalista brasileiro tornou-se um instrumento das elites para influenciar a classe média na demonização das instituições e da classe política, o que esconderia a verdadeira intenção da parcela mais rica do País: apropriar-se novamente do Estado brasileiro. Na entrevista a seguir, Souza também critica o conceito de nova classe média criado por seu antecessor no Ipea, Marcelo Neri. Os setores médios tradicionais, argumenta, possuem privilégios não materiais inacessíveis aos novos trabalhadores. Essa classe ...

    Leia mais

    Uma nova lógica

    Muhammad Yunus, o ''banqueiro dos pobres'', quer estimular os jovens a empreender mais – e convencer grandes empresários a abrir mão de lucros. Vai dar certo? O economista Muhammad Yunus é conhecido no mundo todo como “o banqueiro dos pobres”. Por meio do Grameen Bank, que ele fundou em 1983 em Bangladesh, Yunus espalhou em escala internacional o conceito do microcrédito: empréstimos feitos, sem garantias ou papéis, a gente pobre que nunca antes teve acesso ao sistema bancário. Tal fomento ao empreendedorismo, sobretudo entre mulheres, e seus resultados efetivos lhe renderam, entre outros prêmios, o Nobel da Paz em 2006. Também transformaram Yunus em um dos oradores mais requisitados do planeta, inclusive em eventos lotados de empresários e banqueiros que ele critica sem censura. Há dois meses ele esteve no Brasil para promover a Yunus Negócios Sociais, braço brasileiro da Yunus Social Business Global Initiatives, espécie de incubadora de negócios ...

    Leia mais

    Ex-ministro Bresser Pereira diz que elite brasileira detesta pobre

    Tucano e conservador ressalta que ricos nutrem ódio ao PT Do Jornal do Brasil O ex-ministro Luiz Carlos Bresser Pereira, tucano e conservador, declara em entrevista à Folha de S. Paulo deste domingo que a elite brasileira detesta pobre. Daí a razão do ódio ao PT e, consequentemente, a Lula e a todos os petistas. Bresser disse o que diriam todos os sociólogos e homens preocupados com a crise social que vive o Brasil, com mais de 120 milhões de pessoas passando quase um pouco da linha de pobreza, e o que poderiam fazer se liderados por um líder tipo Lula. Abaixo a entrevista de Bresser Pereira à Folha de S. Paulo: Ricos nutrem ódio ao PT, diz ex-ministro Para Bresser-Pereira, defesa que governo faz dos pobres explica sentimento da burguesia em relação à presidente Em novo livro, ele discute a história e o desenvolvimento do Brasil desde a independência ...

    Leia mais

    Imposto sobre grandes fortunas tem apoio de 59,8% dos deputados

    A regulamentação do imposto sobre grandes fortunas tem apoio de pelo menos 307 (59,8%) dos 513 deputados que assumem a Câmara a partir deste domingo (1º), segundo levantamento do G1 (clique na imagem ao lado para ver página especial). Outros 101 (19,6%) se posicionaram contra a proposta. Os 105 restantes (20,4%) não quiseram responder ou não se manifestaram sobre os pedidos de entrevista. No DCM  Entre o último dia 15 e esta sexta-feira (30), o G1 aplicou aos deputados um questionário sobre 12 temas que deverão constar da pauta de debates legislativos deste ano. Parte dos deputados respondeu pessoalmente ou por telefone e outra parte, por e-mail ou por intermédio das assessorias. Todos foram informados de que a divulgação das respostas não seria feita de forma individualizada. No total, 421 deputados responderam ao questionário (82%); 44 se recusaram a responder (8,5%); e 48 não se manifestaram sobre os pedidos de ...

    Leia mais

    E se em vez dos pobres o alvo do esculacho fossem os ricos? Por Nathali Macedo

    Todo rico tem alguma coisa da qual se orgulhar, seja real ou imaginária. O rico mantém uma obrigação de ser impreterivelmente melhor que todo mundo, inclusive que os outros ricos (porque melhor que os pobres ele já se considera, mesmo que não tenha um pingo de educação e bom senso). Por Nathali Macedo Do DCM O rico adora bajular os filhos, não importa o quão ruins eles sejam. O garoto é viciado em cocoaína e vai à faculdade uma vez por semana, mas a mãe faz questão de gritar, a plenos pulmões, pra toda e qualquer pessoa que se aproxime (especialmente para aquelas que não estão interessadas em ouví-la): “Ele vai se formar em medicina!” Mesmo que o garoto faça racha com o carro do papai, passe as noitadas pedindo “a bebida que pisca” e agregando valor aos camarotes da vida, não saiba absolutamente nada sobre qualquer assunto (exceto sobre como ...

    Leia mais

    A verdade não dói. O que dói é a falta de caráter

    A entrevista da jornalista Silvia Pilz, de O Globo, à BCC, tentando justificar a sátira aos pobres que usam planos de saúde, saiu pior que as ofensas por ela proferidas em seu preconceituoso artigo. Ontem, tive o desprazer de ler mais um artigo, onde ela ataca com ofensas pesadas o que chama de "o novo pobre". Por Davison Coutinho, no Jornal do Brasil  Para nossa alegria, o pobre pode um dia se tornar rico, mas a maior pobreza de todas, a de espirito, é incurável. E fazendo uso das palavras de Silvia, "essa doença o plano não cobre"! Se um texto ofensivo como esse pode ser chamado de humor, ou sátira, essa jornalista que quer ser engraçada e polêmica deveria ter escolhido trabalhar no circo ou animar festas. Com certas coisas não se brinca! Existem, sim, limites, e a condição social de cada um deve ser respeitada, e não ironizada com palavras ...

    Leia mais

    Quem tem medo e/ou nojo de pobres?

    Por que os pobres incomodam tanto? Em um mundo onde ser ‘VIP’ e obter exclusividades são o ápice do prazer aristocrático, fica evidente que o que aborrece a elite não é a perda de direitos, mas de privilégios Por Maíra Streit  No Pragmatismo Politico Nessa semana, dois textos de colaboradoras do jornal carioca O Globo chamaram bastante a atenção dos leitores, não exatamente pela qualidade do conteúdo em si, mas pelo grau de preconceito destilado em suas palavras. Em um deles, a colunista Hildegard Angel defendeu a segregação como medida para conter os arrastões em praias do Rio de Janeiro. Entre as sugestões destinadas ao governo, surgiram ideias brilhantes como “diminuir drasticamente a circulação das linhas de ônibus e de metrô no fluxo Zona Norte-Zona Sul” e até mesmo “cobrar entrada nas praias de Leme, Copacabana, Ipanema, Leblon”. É isso mesmo. Para a colunista, impedir o acesso da população pobre às ...

    Leia mais

    Artigo revolta morador da favela da Rocinha

    O infeliz artigo de Silvia Pilz, em que ela humilha e estigmatiza a população que na última década começou a ter acesso a serviços antes reservados às elites, causa revolta em muitas pessoas. Davison Coutinho, 24, morador e líder comunitário da Rocinha, criticou o texto da jornalista: "Essa senhora reprova e exclui o outro apenas por não ser da mesma classe social que ocupa e, por isso, faz declarações ignorantes. Em meio aos problemas de guerra que vivemos no mundo, precisamos de mais tolerância e amor e não perder tempo lendo ofensas intolerantes e discriminatórias. Não toleramos mais um país ou uma cidade partida por preconceitos" Do Brasil247 A jornalista Silvia Pilz publicou ontem em seu blog o artigo "O plano cobre", onde ela destila todo seu preconceito contra as classes populares que nos últimos anos começaram a ter acesso aos serviços de saúde antes reservados às elites. Seu artigo atiçou a fúria ...

    Leia mais

    Colunista do Globo revela seu nojo contra pobres

    Jornalista Silvia Pilz "diz o que pensa" sobre os pobres que frequentam consultórios médicos; "Normalmente, se arruma para ir a consultas médicas e aos laboratórios", onde "provavelmente se sente em um cenário de novela"; tentando ser engraçada, ela afirma que pobre "faz drama, fica de cama" para não ir trabalhar quando tira sangue e que muitos sonham em "ter nódulos"; para arrematar seu desprezo, ela diz que "a grande preocupação do pobre é procriar" Do Brasil247 Em um artigo espantoso publicado em seu blog no Globo, a jornalista Silvia Pilz desfere todo seu asco contra os pobres. Especialmente o pobre que frequenta consultórios médicos, para onde "se arruma" para ir, segundo ela, por "provavelmente" se sentir "em um cenário de novela". Segundo ela, "o pobre quer ter uma doença" – como tireoide, "é quase chique" – e tem como principal preocupação na vida "procriar". Leia: O plano cobre ...

    Leia mais

    O Bolsa Família, o Bolsa Empresário e o Bolsa Banqueiro

    O “Bolsa Família”, considerado o maior programa de transferência de renda com condicionalidades em operação no mundo, ganhou enorme destaque nas eleições presidenciais de 2014. O programa foi alvo de discussão em praticamente todos os aspectos relevantes. Entre outros, foram abordados os seguintes temas, invariavelmente de forma apaixonada ou incisiva: a) quantidade de beneficiários; b) volume de recursos empregados; c) evolução ou crescimento dos beneficiários; d) distribuição geográfica dos beneficiários; e) condicionalidades envolvidas e f) relação entre o programa e os resultados eleitorais.Do: pragmatismo politico Segundo o governo federal, “o Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda que beneficia famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país. O Bolsa Família integra o Plano Brasil Sem Miséria, que tem como foco de atuação os milhões de brasileiros com renda familiar per capita inferior a R$ 77 mensais e está baseado na garantia de renda, ...

    Leia mais
    O abismo entre ricos e pobres cresce

    O abismo entre ricos e pobres cresce

    Com raras exceções, a desigualdade tem aumentado em todos os países do mundo por Claudio Bernabucci De Roma Em um mundo angustiado pela crise econômica, aprendemos que de março de 2009 a março de 2014, exatamente o período considerado mais crítico, depois da bancarrota do Lehman Brothers, o número de bilionários do planeta dobrou: eram 793 no começo do furacão e agora somam 1.645. Os 85 mais ricos entre eles, no mesmo período, incrementaram seus capitais em 668 milhões de dólares a cada dia e sua renda equivale àquela de metade da população mundial, 3,5 bilhões de outros seres humanos. Os dados constam, entre outras “pérolas”, do recente estudo sobre a desigualdade no mundo, publicado pela Oxfam, rede internacional de 19 ONGs que combatem a pobreza. Na sequência da divulgação do relatório, originalmente chamado Even It Up: Time to end extreme inequality, foi lançada a campanha mundial de sensibilização “Equilibre ...

    Leia mais

    Debate eleitoral ignora lógica que faz pobres sofrerem mais com impostos

    Ruth Costas A corrida eleitoral voltou a trazer a tona o debate sobre o intrincado regime tributário brasileiro, mas especialistas alertam que um de seus principais problemas estaria sendo praticamente ignorado – o fato de que, quanto mais pobre o contribuinte, mais imposto ele paga, proporcionalmente a sua renda. “Nos últimos anos, ampliamos os gastos em programas e áreas sociais, o que contribuiu para a redução das desigualdades sociais no país”, explica Fernando Gaiger, do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA). “A questão é que não fizemos nenhum progresso no que diz respeito a estrutura da carga tributária - o que é essencial para continuarmos avançando. Temos um sistema regressivo em que os pobres pagam proporcionalmente mais que os ricos – e o debate eleitoral mostra que não há projetos para atenuar o problema.” Segundo José Roberto Afonso, do Instituto Brasileiro de Economia (IBRE), da FGV, existe um mito de ...

    Leia mais

    Fomos todos severinos – uma reflexão sobre a funcionalidade econômica dos pobres

    Não é necessário dizer o quanto as mudanças no Nordeste desagradaram a parcela da sociedade brasileira que louva as distinções econômicas e que se recusa a remunerar de forma adequada aqueles responsáveis pela rotina doméstica Por: TadeuA Alencar  Arrais Somos muitos Severinos iguais em tudo na vida: na mesma cabeça grande que a custo é que se equilibra, no mesmo ventre crescido sobre as mesmas pernas finas, e iguais também porque o sangue que usamos tem pouca tinta. João Cabral de Melo Neto, Morte e vida Severina Essa semana, nas redes sociais, observamos demonstrações inequívocas de quanto a diversidade regional de nosso país, característica positiva de nossa formação nacional, converteu-se em uma negatividade. Para além do resultado das eleições no Nordeste, que pode ser interpretado a partir de várias perspectivas, assistimos um sem número de agressões ao grupo que classificam, grosso modo, de nordestinos. Uma das mais estranhas é aquela ...

    Leia mais

    FHC, os pobres, o voto e a falta de informação

    por : Kiko Nogueira A vantagem de Dilma sobre Aécio no Nordeste tirou do armário a velha conversa do separatismo no Brasil e o melhor do nosso racismo maroto, nosso racismo moleque. As manifestações são as mais desprezíveis possíveis, mas podem ser resumidas no seguinte: o bolsa família é para miserável burro morto de fome vagabundo vão viver às próprias custas e não encham nosso saco senão não daremos mais nosso dinheiro de impostos para vocês meritocracia. Fulano escreveu, por exemplo, que “esses nordestinos desgraçados parecem que não sabe que a culpa da falta de água é da lazarenta da Dilma”. Outro, que “nordestino safado vota em Dilma vamos fazer outro país”. Quando a coisa parecia não poder piorar, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso deu sua valiosa contribuição ao debate da, digamos, “qualificação” do voto. Numa entrevista a Josias de Souza e Mario Magalhães, do Uol, FHC conseguiu classificar ...

    Leia mais
    Página 1 de 2 1 2

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist