terça-feira, maio 11, 2021

Tag: Discriminação

Rene Silva (Foto: Bruno Itan)

Ativista Rene Silva é alvo de abordagem abusiva: ‘checaram meu Instagram para saber o que eu postava’

Ativista e fundador do jornal comunitário Voz das Comunidades, Rene Silva usou as redes sociais para relatar uma abordagem policial abusiva que sofreu na tarde deste sábado. Segundo Rene, ele foi parado em uma blitz próximo ao Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, e um policial teria perguntado se ele tinha drogas ao ver dinheiro em sua carteira e, ainda durante a ação, teria acessado sua conta no Instagram. "Dessa vez eles passaram dos limites, não acessaram o meu celular, mas acessaram através dos celulares deles para saber o que eu ando postando nas minhas redes sociais. De todas as abordagens mais terríveis que eu já tive, essa foi a que mais me surpreendeu por terem acessado minhas redes sociais e comentarem os tipos de publicações que eu estava fazendo", contou ao DIA. Acabei de ser abordado e revistado numa blitz próximo do Jacarezinho. O policial (de touca ninja) perguntou ...

Leia mais
(Foto: Pixabay)

Para 83%, racismo e discriminação cresceram em São Paulo, diz pesquisa

São Paulo – As declarações do presidente Jair Bolsonaro e de seu vice, Hamilton Mourão, negando existir racismo no Brasil, não condizem com o que pensa boa parte dos brasileiros. Sobretudo a população paulistana. Segundo a edição de 2020 da pesquisa “Viver em São Paulo: Relações Raciais”, da Rede Nossa São Paulo, o racismo existe e está em alta na capital paulista. De acordo com o levantamento, chega a 83% das pessoas entrevistadas a percepção de que discriminação contra a população negra aumentou nos últimos dez anos. O estudo buscou identificar, além da percepção sobre discriminação em São Paulo, a opinião sobre medidas que possam ajudam a combater o racismo na cidade. E também a sensação em relação ao impacto dos protestos ocorridos em diferentes lugares do mundo – especialmente depois da morte do norte-americano George Floyd. A Rede Nossa São Paulo quis saber ainda qual o papel das pessoas ...

Leia mais
Estátua de Voltaire, filósofo iluminista, atacada com tinta vermelha em Paris, em 22 de junho. (Foto: GONZALO FUENTES / REUTERS)

Identitarismo branco

A noção de “identidade” conseguiu colocar-se no centro dos embates políticos de nossa época. Ela trouxe novos problemas e novas sensibilidades com as quais precisaremos lidar no interior das lutas sociais contemporâneas por reconhecimento. Para ela, convergem questões práticas e teóricas complexas que concernem a integralidades dos sujeitos, pois tocam a gramática social naquilo que ela tem de mais estruturador, a saber, em suas dinâmicas de relação e de unidade. Muitos utilizam “identidade” para desqualificar lutas que questionam práticas seculares de exclusão naturalizadas sob as vestes de discursos universalistas. Assim, na perspectiva desses críticos, as lutas ligadas a movimentos feministas, negros, LGBT+ seriam em larga medida “identitárias” porque visariam, na verdade, criar uma nova geografia estanque de lugares de poder. Lugares esses indexados por identidades específicas. Muitos dos sujeitos organicamente vinculados a tais lutas lembram, no entanto, que até para não cristão vale o dito do Evangelho: “Tira primeiro a ...

Leia mais
Márcia Lima, durante o seminário Diálogos, no auditório do Cebrap, em 2016 - Moacyr Lopes Junior - 2.mai.16:Folhapress

Discriminação e desigualdades raciais no Brasil: obra de Carlos Hasenbalg quarenta anos depois

Em 1978, Carlos Hasenbalg defendeu na Universidade de Berkeley, sob a orientação de Robert Blauner, a sua tese de doutorado intitulada Race Relations In Post-Abolition Brazil: The Smooth Preservation of Racial Inequalities. Em 1979, a tese foi publicada como livro com o título Discriminação e desigualdades raciais no Brasil, dando início a uma nova linha de interpretação sobre o lugar da raça na compreensão da desigualdade. Neste texto comemorativo dos quarenta anos desta obra, procuro registrar alguns aspectos que fazem desse livro um divisor de águas na literatura sobre o tema e demonstrar o porquê de esta obra permanecer crucial para aqueles que desejam entender as dinâmicas de raça e classe no Brasil. Por Márcia Lima, do Novos Estudos Márcia Lima, durante o seminário Diálogos, no auditório do Cebrap, em 2016 - Moacyr Lopes Junior - 2.mai.16:Folhapress Organizado em três partes – perspectivas teóricas, evolução das desigualdades raciais ...

Leia mais
(Foto: Divulgação/Flickr)

Com Marcão e Roger, Fluminense e Bahia fazem ação contra o racismo

Os treinadores dos times que se enfrentam neste sábado, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro, são os únicos profissionais negros entre os 20 clubes da elite do futebol nacional Do Lance  Times com os únicos dois técnicos negros da Série A, Fluminense e Bahia se enfrentam neste sábado, às 19h, no Maracanã, pela 25ª rodada do Brasileiro. E os clubes irão promover uma ação contra o racismo no futebol. Os treinadores Marcão, do Tricolor carioca, e Roger Machado, do Tricolor baiano, irão entrar em campo com a camisa do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, que promoveu a ação em conjunto com o clube. (Foto: Divulgação/Flickr) – Alô Bahia e Fluminense nós temos um sonho! Que tal no próximo jogo onde os dois únicos técnicos negros da Série A se encontram eles vestirem nossa camiseta? Os dois já falaram sobre a questão racial e será uma ótima ...

Leia mais
A minha professora disse que era preciso dominarmos bem a língua francesa | 1985 | Alain Le Saux

Glotofobia: da discriminação linguística ao racismo pelo sotaque

A minha professora disse que era preciso dominarmos bem a língua francesa1 Por Graça dos Santos, no Buala A minha professora disse que era preciso dominarmos bem a língua francesa | 1985 | Imagem Alain Le Saux "Na nossa sociedade a linguagem é um instrumento de dominação e de discriminação poderoso e desconhecido. Impor a sua língua como a única aceitável, estimável, razoável e menosprezar, desqualificar, rejeitar uma pessoa pela sua maneira de falar, o seu sotaque ou o seu vocabulário é tão ilegítimo como rejeitá-la pela sua religião, a cor da sua pele ou a sua orientação sexual – as várias discriminações mais ou menos reconhecidas e punidas pela lei em França”2. As discriminações fundamentadas na língua são no entanto ainda largamente ignoradas, embora afetem milhares de pessoas. Estão evidentemente relacionadas com a xenofobia, o racismo ou o menosprezo social, mas a proposta do sociolinguista francês ...

Leia mais

Desigualdades estruturais ainda promovem o silencimento de negros, mulheres e periféricos no Brasil

Desigualdades estruturais ainda promovam o silenciamento de negros, mulheres e periféricos no Brasil Da Fundação Tide Setubal  (Foto: Imagem retirada do site da Fundação Tide Setubal) O segundo dia de atividades do seminário “Democracia, Educação e Equidade: uma agenda para todos” colocou em pauta um tema transversal que percorre todas as agendas do desenvolvimento sustentável: as desigualdades de raça e de gênero. Ou seja, a abissal diferença de oportunidades disponíveis para homens e brancos em relação a mulheres e negros no Brasil. Parece desnecessário provar, recorrendo a números e pesquisas de fontes referendadas, o cenário de desigualdades no maior país da América Latina. Se necessário for, os dados são diversos. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2017, a renda média salarial de um branco no Brasil foi de R$ 2.814; uma pessoa negra ganhou em média R$ 1.606. A taxa de analfabetismo é ...

Leia mais
Vista da fachada do Shopping JK Iguatemi, no Itaim Bibi, zona sul de SP
(Foto: Alberto Rocha / Folhapress)

‘Espaço para elite’: Estudantes de escola pública são barrados em shopping

Cerca de 120 alunos de escolas da zona rural de Guaratinguetá (SP) foram a shopping em São Paulo para uma exposição. Diretora diz que funcionária alertou que o grupo teria problemas com a segurança do espaço, um 'shopping de elite'. JK Iguatemi diz que não compactua com a conduta. Por Poliana Casemiro, do G1 Fachada do Shopping JK Iguatemi, no Itaim Bibi, zona sul de SP(Foto: Alberto Rocha / Folhapress) Um grupo de crianças de escolas da zona rural de Guaratinguetá teve o acesso barrado a um shopping na Vila Olímpia, zona nobre da cidade de São Paulo. Os cerca de 120 alunos, com idades entre seis e 10 anos, foram ao local para ver uma exposição em um espaço dentro do complexo de compras. Segundo uma das organizadoras do passeio, uma funcionária impediu inicialmente o ingresso dos alunos com a alegação que o local é ...

Leia mais

Debates sobre racismo e branquitude marcam Encontro Feminista Latinoamericano e Caribenho

Três dias, mais de 2.060 mulheres credenciadas, 82 atividades autogestionadas, 30 países, 10 eixos temáticos de debate com suas respectivas assembleias, múltiplas manifestações culturais e um incontável número de reuniões paralelas. Assim foi o 14º Encontro Feminista Latino-americano e Caribenho, ocorrido entre 23 e 25 de novembro em Montevidéu, no Uruguai, com o tema “‘Diversas mas não dispersas”. Pela primeira vez em 36 anos, os debates sobre racismo no interior do feminismo e como os privilégios vivenciados por brancas ou não negras e indígenas são entraves para a efetiva emancipação das mulheres e reforçam as desigualdades sociais compuseram um eixo temático do Encontro. por Luciana Araujo para o Geledés Instituto da Mulher Negra Os principais objetivos do Encontros Feministas (EFLACs) são: contribuir com o fortalecimento da democracia na América Latina a partir da incorporação dos direitos humanos das mulheres nas agendas dos Estados e das sociedades, desde uma perspectiva feminista, e ...

Leia mais

A utopia contra a escola racista, excludente e com partido

Primeira entrevistada do programa "Entre Vistas", da TVT, a secretária da Educação de Minas Gerais é intransigente na defesa da educação pública e da democracia, contra os retrocessos Família educa e a escola ensina. Para Macaé, esse debate é falacioso: 'A sociedade, a escola, as instituições, as pessoas, todos nós educamos e deseducamos' Reprodução/TVT Do Rede Brasil Atual Racismo, discriminação, inclusão social, o partido por trás da ideologia da Escola sem Partido, reforma do ensino médio, privatização e Emenda Constitucional (EC) 95/2016, que congela investimentos federais e prejudica o setor. Tudo isso, entre outros temas, foi abordado na noite de ontem (14) pela secretária estadual da Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo, durante entrevista no primeiro programa Entre Vistas, da TVT. A partir de perguntas formuladas pela presidenta da União Nacional dos Estudantes (UNE), Marianna Dias, a diretora da Faculdade de Educação da PUC de São Paulo, Madalena Guasco Peixoto, ...

Leia mais

Condenado por corte internacional, Brasil terá de reabrir investigação e indenizar vítimas de chacinas

A Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA (Organização dos Estados Americanos) condenou o Estado brasileiro pela falta de investigação e de punição dos responsáveis por 26 mortes em operações policiais nos episódios conhecidos como chacinas de Nova Brasília, ocorridas em 1994 e 1995 no Rio de Janeiro. Até hoje, ninguém foi preso, julgado nem condenado pelas mortes. Foi a primeira vez em que o Brasil foi julgado e responsabilizado na Corte por um caso de violência policial. Por Fernanda da Escóssia Do BBC Na sentença, concluída no dia 16 de fevereiro na Costa Rica e divulgada apenas na tarde da última sexta-feira, a Corte determina que o Brasil acelere e conduza de modo eficaz o processo da primeira chacina e reabra as investigações da segunda. Em cada chacina, 13 pessoas foram mortas. Durante a operação policial realizada em 1994, três jovens, duas menores de idade à época, com 15 e ...

Leia mais

Negros e brancos em Porto Alegre

O que devemos entender do estudo recém-divulgado do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) sobre o “Desenvolvimento Humano para Além das Médias”, que mede o IDHM – Índice de Desenvolvimento Humano para além da renda, levando em consideração saúde e educação? O Globo entendeu, conforme se pode depreender da sua manchete, o seguinte: “Nível da qualidade de vida dos negros tem uma década de atraso em relação ao dos brancos”. Por Juremir Machado da Silva Do Correio do Povo Por que será mesmo? Eu entendi que o Brasil continua racista. O documento afirma que entre 2000 e 2010 “o Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) da população negra cresceu, em média, 2,5% ao ano, acumulando alta de 28% no período, frente aos 1,4% anuais dos brancos ou 15% em dez anos”. Quase o dobro do crescimento dos brancos. “Mas, apesar do ritmo mais acelerado, só em 2010 o IDHM dos ...

Leia mais

Guardas civis de São Paulo são flagrados em vídeo agredindo morador de rua

Funcionários da Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Paulo foram flagrados agredindo um morador de rua em um vídeo registrado pelo estudante de jornalismo Marcos Hermanson nesta quarta-feira (3), próximo à estação Conceição do do Metrô. Do Bol No vídeo, um dos GCMs empurra o homem com força ao chão e depois torce seu braço ao pressioná-lo contra a parede. Enquanto isso, fiscais da prefeitura levam os objetos do homem, identificado como Samir pelo estudante. Segundo o jovem, os agentes levaram um carrinho de supermercado com os pertences do morador de rua além de alguns cobertores e o colchão onde dormia, contrariando declaração feita pelo prefeito João Doria (PSDB) em janeiro, de que cobertores e outros pertences não seriam recolhidos. Na ocasião, Doria mudou o texto de um decreto publicado pelo ex-prefeito Fernando Haddad (PT). A alteração feita por Doria permite que a GCM recolha colchões e cobertores de moradores de rua. Enquanto ...

Leia mais

Escola pede para que mães busquem os filhos com roupas “menos curtas, menos decotadas e menos extravagantes”

O comunicado, enviado pela Direção do Colégio Santa Maria, gerou polêmica nas redes sociais Da Revista Crescer  A circular enviada para os pais (Foto: Reprodução/ Facebook) Os pais dos alunos do Colégio Santa Maria, no bairro de Boa Viagem, no Recife, foram surpreendidos esta semana ao receberem uma circular assinada pela direção da escola pedindo que o responsável por deixar e por buscar os alunos use "roupas menos curtas, menos decotadas e menos extravagantes". O pedido pouco convencional ainda dizia que "a maneira como nos apresentamos em público diz muito de cada um, portanto, bom-senso e discrição são marcas de uma sociedade educada e moderna". O comunicado, que caiu nas redes sociais, gerou polêmica ao dividir opiniões - muitos acusam a escola de discriminação. No documento, a direção justifica o pedido ao dizer que  "pais e professores são espelho para quem está em formação" e que ...

Leia mais

Como escolha de Trump para Suprema Corte pode pode afetar decisões sobre aborto, discriminação racial e imigração

O juiz Neil Gorsuch estudou direito em Harvard, onde foi colega de sala de Barack Obama. Já foi assistente na Suprema Corte e, durante a administração de George Bush, trabalhou no Departamento de Justiça dos EUA. Por Taylor Kate Brown Do BBC Com perfil conservador e membro de uma família com laços estreitos com o Partido Republicano, o juiz foi escolhido pelo presidente Donald Trump para ocupar uma cadeira na Suprema Corte americana. Em 2006, ele já havia sido nomeado por George Bush para a corte de apelação do Estado do Colorado. Se o nome de Gorsuch for aprovado pelo Senado, veredictos relacionados a temas polêmicos, como o direito ao aborto, a situação de imigrantes e de estudantes trans, podem ser afetados. Atualmente, a Suprema Corte dos EUA está dividida entre quatro juizes liberais e quatro conservadores. A nona vaga está aberta desde o início de 2016, com o falecimento do ...

Leia mais

Denúncias de discriminação religiosa no Disque 100 crescem 19% em 2016

Mais da metade das denúncias registradas foram feitas por seguidores de religiões de matrizes africanas Por  Nadine Nascimento, no Brasil de Fato  Ato do Dia Nacional de Combate à intolerância Religiosa de 2016, na avenida Paulista / Roger Cipó Em outubro de 1999, o jornal Folha Universal estampou em sua capa uma foto da iyalorixá Gildásia dos Santos e Santos, a Mãe Gilda, em reportagem com o título "Macumbeiros charlatões lesam o bolso e a vida dos clientes". A casa da Mãe Gilda foi invadida, seu marido foi agredido verbal e fisicamente; seu terreiro foi depredado por integrantes de outro segmento religioso. Mãe Gilda morreu em 21 de janeiro de 2000, vítima de um infarto. Para combater atitudes discriminatórias e prestar homenagem à Mãe Gilda, foi instituído, em 27 de dezembro de 2007, pela Lei 11.635, o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, celebrado neste sábado 21.Dez anos após a criação ...

Leia mais

Projeto de lei proíbe o termo ‘boa aparência’ em anúncios de emprego em Mato Grosso

A utilização do termo “boa aparência” em anúncios de emprego pode estar com os dias contados em Mato Grosso. Foi aprovado, em segunda votação na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o projeto de lei (PL) 384/2015 que proíbe o uso deste termo no processo de recrutamento de pessoas. Do Folha Max De autoria do deputado estadual Wancley Carvalho (PV), o PL proíbe o uso da expressão "boa aparência" ou similar em anúncios de recrutamento de pessoal e aplica-se a empresas públicas, de sociedades de economia mista, empresas privadas, firmas individuais, entidades beneficentes, fundações e pessoas físicas instaladas ou domiciliadas no estado de Mato Grosso, que determinem a publicação de anúncios de recrutamento de pessoal. A proposta tem o objetivo de evitar qualquer tipo de discriminação de candidatos em decorrência da aparência física ou, de alguma forma, legitimar o preconceito. Segundo o deputado Wancley Carvalho, os critérios de beleza são ...

Leia mais
14/09/2016 - PORTO ALEGRE, RS - Entrevista com Telmo Kiguel. Foto: Guilherme Santos/Sul21

Condutas discriminatórias precisam de diagnóstico compatível com o crime, defende psiquiatra

No dia 8 de setembro, o Comitê Contra a Intolerância e a Discriminação, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), promoveu um debate sobre os efeitos da discriminação na área da saúde. Participaram do debate Raquel Silveira, do Instituto de Psicologia da UFRGS, e Telmo Kiguel, médico psiquiatra e coordenador do Projeto Discriminação da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul. Esse projeto tem como objetivo básico a apropriação do estudo pela Psiquiatria da Conduta Discriminatória, cuja origem é basicamente psicológica e produz sofrimento mental e/ou físico no discriminado podendo chegar, em casos extremos, ao suicídio. Por Marco Weissheimerm, do Sul 21 Em entrevista ao Sul21, Telmo Kiguel fala sobre esse projeto e defende a necessidade de uma maior mobilização dos profissionais da saúde mental no debate sobre esse tema. Hoje, na sociedade, assinala o psiquiatra, há somente duas instâncias que auxiliam a inibir as condutas discriminatórias: a ...

Leia mais

Preconceito, Discriminação e Intolerância no Brasil

É muito comum, no Brasil, se estabelecer confusão entre os termos racismo, discriminação e preconceito. por Ricardo Antonio Andreucci no Empório do Direito O termo “racismo”, geralmente, expressa o conjunto de teorias e crenças que pregam uma hierarquia entre as raças, entre as etnias, ou ainda uma atitude de hostilidade em relação a determinadas categorias de pessoas. Pode ser classificado como um fenômeno cultural, praticamente inseparável da história humana. A “discriminação”, por sua vez, expressa a quebra do princípio da igualdade, como distinção, exclusão, restrição ou preferência, motivado por raça, cor, sexo, idade, trabalho, credo religioso ou convicções políticas. Já o “preconceito” indica opinião ou sentimento, favorável ou desfavorável, concebido sem exame crítico, ou ainda atitude, sentimento ou parecer insensato, assumido em consequência da generalização apressada de uma experiência pessoal ou imposta pelo meio, conduzindo geralmente à intolerância. Portanto, em regra, o racismo ou o preconceito é que levam à ...

Leia mais

Significado de Discriminação

O que é Discriminação: Discriminação é um substantivo feminino que significa distinguir ou diferenciar. No entanto, o sentido mais comum desta palavra aborda a discriminação como fenômeno sociológico. Do Significados  A discriminação acontece quando há uma atitude adversa perante uma característica específica e diferente. Uma pessoa pode ser discriminada por causa da sua raça, do seu gênero, orientação sexual, nacionalidade, religião, situação social, etc. Uma atitude discriminatória resulta na destruição ou comprometimento dos direitos fundamentais do ser humano, prejudicando um indivíduo no seu contexto social, cultural, político ou econômico. A discriminação racial é das formas mais frequentes de discriminação, e consiste no ato de diferenciar, excluir e restringir uma pessoa com base na sua raça, cor, ascendência ou etnia. Existe também a discriminação social (quando uma pessoa é tratada de forma desigual por pertencer a uma classe social diferente) e religiosa (quando uma pessoa é marginalizada por causa da sua religião). ...

Leia mais
Página 1 de 3 1 2 3

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist