Tag: riqueza

    blank

    Os 8 bilionários que têm juntos mais dinheiro que a metade mais pobre do mundo

    Os oito homens mais ricos do mundo possuem tanta riqueza quanto as 3,6 bilhões de pessoas que compõem a metade mais pobre do planeta, segundo a ONG britânica Oxfam. A organização de assistência social afirmou que a comparação, questionada por críticos, é resultado de uma coleta mais precisa de dados, e que o fosso entre ricos e pobres se revelou "bem maior do que temia". Fonte: BBC Brasil A divulgação do relatório da ONG coincide com o início do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Mark Littlewood, do centro de estudos londrino Institute of Economic Affairs, disse que a Oxfam deveria se concentrar em sugestões para elevar o crescimento. "Como uma organização 'antipobreza', a Oxfam parece estranhamente preocupada com os ricos", afirmou o diretor-geral do centro de estudos, conhecido pela defesa da economia de mercado. Grandes iates são peças de consumo recorrentes entre bilionários do planeta Ben Southwood, chefe ...

    Leia mais
    blank

    ‘Pela primeira vez no Brasil, temos gente rica assustada’

    Sócio majoritário do conglomerado Semco Partners e ex-professor de Harvard e do Massachusetts Institute of Technology (MIT), Ricardo Semler tornou-se um dos empresários brasileiros mais conhecidos no exterior nos anos 90 por aplicar em sua empresa princípios gerenciais que ficaram conhecidos como 'democracia corporativa'. Por Ruth Costas, do BBC Na Semco, os trabalhadores escolhem seus salários, horário e local de trabalho, além dos seus gerentes. A hierarquia rígida foi substituída por um regime em que todos podem opinar no planejamento da empresa. Recentemente, Semler voltou a ganhar notoriedade no Brasil e no exterior por dois motivos. Primeiro, porque o desempenho extraordinário de algumas empresas criadas por jovens empreendedores (como Facebook e Google) aumentou o interesse por práticas gerenciais inovadoras. Segundo, em função de um artigo polêmico publicado pelo jornal Folha de S. Paulo, em que, ao comentar o caso de corrupção na Petrobras, Semler defendeu que "nunca se roubou tão pouco" ...

    Leia mais
    blank

    Jandira Feghali: ‘Quero ver qual deputado terá coragem de dizer que é contra tributar milionário’

    Não é  novidade. Somos um País extremamente injusto quanto ao sistema tributário. por Conceição Lemes, do Viomundo Aqui, quem tem carro popular, paga anualmente IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores. Já dono de avião particular, helicóptero ou lancha, não é taxado. Assim como a nossa massa trabalhadora paga proporcionalmente mais impostos do que um milionário. Porém, se aprovados, dois projetos da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) poderão inverter esse quadro. Um deles, já tramitando na Câmara dos Deputados,cria a contribuição social sobre grandes fortunas. O outro é uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que determina que veículos aéreos e aquáticos também paguem IPVA. Ela já foi batizada de PEC do helicóptero. “No Brasil, a tributação é regressiva”, afirma Jandira Feghali ao Viomundo. “Os nossos dois projetos — com escala progressiva — propõem o oposto do que temos hoje.” Tributação regressiva significa retirar proporcionalmente, por meio de impostos diretos e indiretos, mais de quem ...

    Leia mais
    blank

    Imposto no país esconde desigualdade, diz autor que critica capitalismo

    O economista francês Thomas Piketty,  autor do best seller "O Capital no Século 21", disse que os dados sobre Imposto de Renda e de patrimônio no Brasil são pouco transparentes e de difícil acesso. Por: Mariana Bomfim Do: Uol Em São Paulo para participar de debate na USP (Universidade de São Paulo) nesta quarta -feira (26), Piketty afirmou que a falta de transparência atrapalha a elaboração de estatísticas e, consequentemente, de políticas tributárias. "Nós sabemos que a desigualdade social é alta no país,  mas ela deve ser ainda mais alta do que mostram as pesquisas", disse. Até mesmo os resultados das pesquisas variam muito, a ponto de uma apontar que o país é mais desigual que os Estados Unidos e outra apontar o contrário, segundo ele. A ausência de uma série histórica de dados detalhados sobre tributação impediu que o país fizesse parte da análise apresentada por Piketty em seu livro. ...

    Leia mais
    blank

    Os obstáculos à justiça social

    Autores propõem reformas profundas na distribuição da riqueza por Amélia Cohn Contemplada em dois volumes sobre o eixo que dá seu título, Políticas Sociais, Desenvolvimento e Cidadania é parte da iniciativa da Fundação Perseu Abramo Projetos para o Brasil. Oportuna, a obra organizada por Ana Fonseca e Eduardo Fagnani transcende o período eleitoral em que vivemos, arrebatado de surpresas do destino. A virtude da publicação reside, por isso mesmo, no teor dos textos que os compõem: são textos engajados, mas não limitados por uma postura militante. A distinção aqui é crucial: a coordenação dos Projetos é de uma instituição partidária, o período é eleitoral, mas a preocupação dos responsáveis pela publicação foi a de reunir especialistas do mais alto gabarito (41 ao todo) para tratarem em 22 capítulos dos temas vinculados mais especificamente ao que se convencionou denominar de “área social”. Claro que esses especialistas foram recrutados de um determinado ...

    Leia mais
    blank

    Desigualdade no Brasil e no mundo

    O livro de Thomas Piketty, “O Capital no Século 21”, obteve uma repercussão incomum entre os textos advindos da academia. O sucesso não foi fortuito. Após 15 anos de pesquisa, o autor aborda de maneira acessível a questão distributiva, com o enfoque temporal iniciando-se no ano de 1700, fazendo isso tanto do ponto de vista da renda, uma variável fluxo, quanto da riqueza, uma variável estoque. Sintetizando seus resultados, o autor averigua três grandes fases recentes. Uma fase de crescimento da desigualdade, até a década de 20 do século 20, outra de redução da desigualdade, entre 1930 e 1980, e, desde então, uma fase de crescimento da desigualdade, com tendência de acentuação de disparidades. No período atual, em países como França, Alemanha, Grã-Bretanha e Itália, os 10% mais ricos detêm aproximadamente 60% da riqueza nacional. E, invariavelmente, os 50% mais pobres possuem menos de 10% da riqueza nacional. Nos Estados ...

    Leia mais
    Taxação de heranças: o problema não é herdar riqueza, e sim pobreza

    Taxação de heranças: o problema não é herdar riqueza, e sim pobreza. Por Leonardo Sakamoto

    Dia desses, após participar de um debate, fui abordado por uma mulher muito simpática que tentou me convencer a abandonar o libelo comunista da taxação de grandes heranças. Explicou que poderia me recomendar boas leituras para entender como esse tipo de medida afundou Cuba. Quando contei que um outro país notoriamente comunista, os Estados Unidos, mordia até 40% da herança, ela ficou indignada. Comigo, não com o Tio Sam. Afinal, isso não é argumento que se use! Afinal, nos Estados Unidos é diferente. Sempre é… Disse a ela que seria ótimo se, no Brasil houvesse algo semelhante, com progressividade (os mais ricos sendo mais cobrados) e teto de isenção (o do Tio Sam é de 5 milhões de dólares por pessoa). Por aqui, nós temos o Imposto sobre Transmissão, Causa Mortis e Doação (ITCMD), que pode adotar valores como 2,5%, 4% ou 6%, com tetos de isenção que chegam a algumas centenas de ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist