Abertura das Olimpíadas

A emoção de ver Gilberto Gil e Caetano Veloso sendo reverenciados na maior festa do esporte mundial só foi superada por ouvir, pela primeira vez, Paulinho da Viola cantando o Hino Nacional. A emoção não parou por aí: tivemos Elza Soares e Jorge Ben Jor, fazendo qualquer pessoa apreciar um dos poucos legados positivos que os Anos de Chumbo deixaram: uma geração de vários talentos musicais brasileiros que emergiram no período da Ditadura Militar.

Por Maurício Pestana Enviado para o Portal Geledés

A abertura das Olimpíadas, que tanto nos encantou, mostrou ao planeta que outro mundo é possível. E que esta nação tão diversa, tão desigual e tão carente daquilo que muitos países já deram aos seus – como os direitos básicos à cidadania, educação, cultura e oportunidades iguais – pode, ainda sim, fazer uma festa esplendorosa como o Carnaval ou uma abertura de Olimpíadas.

Quando o talento e a genialidade são requisitos necessários, não tem para ninguém no mundo. Seja na cultura popular ou no esporte, mesmo estando em baixa em algumas modalidades, percebemos talentos aflorarem, como caso de Marta e Cristiane no presente e Pelé e Garrincha no passado, só para citar o futebol dentre outros esportes.

Por outro lado, quando analisamos nossas melhores universidades, o poder judiciário e a direção de grandes empresas ou conglomerados industriais, essa diversidade tão bonita apresentada nas Olimpíadas não se faz presente.

Esperamos que um dia este país, que já provou que quando coloca seu talento à prova não tem concorrentes no mundo, também estenda as mesmas oportunidades a outros espaços da nossa sociedade para quem sabe assim, também possamos garantir medalhas de ouro na política, na ciência, na tecnologia, na medicina e um dia até alcançar um Nobel, feito que ainda não conquistamos.

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

O caso Demóstenes Torres e as raposas no galinheiro

O rumoroso caso é uma chance única de reavaliar...

Dia do Nordestino surgiu para marcar luta contra o preconceito e discriminação

A cultura e o povo do Nordeste do Brasil são celebrados...

Você sabe como seu/sua candidato(a) vota no Congresso?

Por: Leonardo Sakamoto   Estou inaugurando (para ajudar...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=